Fórum Oficial do Tokio Hotel no Brasil - TH BRASIL OFICIAL FÓRUM
 
InícioPortalRegistrar-seLoginIr para o site@THBRASILOFICIALFacebook

Compartilhe | 
 

 Inside You

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Inside You   Qua Out 05, 2011 12:16 am



Autora: Eu \o/
Gênero:Terror, Humor Negro.
Classsificação: por sua conta e risco
OBS: Este é um presente para minha amiga Joyce (Lady.Spooky).

Teaser:

A fria noite envolvia cada pedaço daquela sala pouco iluminada, não que de fato não estivesse, mas os alucinógenos dados a ele dificultavam sua visão enquanto preeenchiam sua mente com visões absurdas e uma realidade completamente distorcida. Ainda embasbacado com sua realidade mentirosa tentou em vão livrar-se dos apertados fios que o prendiam aquela maca prateada, fazendo sua pele rasgar contra o metal das fivelas e dos diversos nós bem dados em sua extensão. Lentamente seus olhos fitaram o tedioso teto branco respingado de vermelho. Ao longe vozes ecoavam, gritos eram ouvidos em altos decibéis e macas circulavam ruidosamente pelo corredor.

Afinal de contas, onde ele estava?


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Bom, fazer ones nunca foi algo que eu conseguisse com êxito, mas eu ainda estou tentando.
Como estamos no mês do halloween, eu resolvi fazer algo em relação a isso e também uma homenagem a minha amiga por me aturar kkkkkk

E então, posto?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Always.Postive_
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 528
Idade : 19
Localização : Rio de Janeiro.
Data de inscrição : 10/06/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: Inside You   Qua Out 05, 2011 9:24 am

posta .-.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Yuky

Fã


Número de Mensagens : 112
Idade : 25
Localização : Atenas
Data de inscrição : 01/09/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: Inside You   Qua Out 05, 2011 12:35 pm

Wow, quero só ver isso.
Já devia ter postado cha
Voltar ao Topo Ir em baixo
Allyria

Fã


Número de Mensagens : 267
Idade : 27
Localização : In the end of the world
Data de inscrição : 15/08/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Amigos

MensagemAssunto: Re: Inside You   Qua Out 05, 2011 1:55 pm

Oba terror e humor negro, mal posso esperar.
Posta logo criatura das trevas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
+Raven+

Fã


Número de Mensagens : 110
Data de inscrição : 15/10/2010

MensagemAssunto: Re: Inside You   Qua Out 05, 2011 7:26 pm

Lady Dark escreveu:
Oba terror e humor negro, mal posso esperar.
Posta logo criatura das trevas.

DEMOROUUUUUUUUUUUUUUUU
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Inside You   Qui Out 06, 2011 12:04 pm

Aqui está, boa leitura^^






Inside You - Only Chapter!!!!!


A fria noite envolvia cada pedaço daquela sala pouco iluminada, não que de fato não estivesse, mas os alucinógenos dados a ele dificultavam sua visão enquanto preenchiam sua mente com visões absurdas e uma realidade completamente distorcida. Ainda embasbacado com sua realidade mentirosa tentou em vão livrar-se dos apertados fios que o prendiam aquela maca prateada, fazendo sua pele rasgar contra o metal das fivelas e dos diversos nós bem dados em sua extensão. Lentamente seus olhos fitaram o tedioso teto branco respingado de vermelho. Ao longe vozes ecoavam, gritos eram ouvidos em altos decibéis e macas circulavam ruidosamente pelo corredor.

Afinal de contas, onde ele estava?

Vasculhou sua memória e forçou sua mente a dar uma resposta plausível para aquela agonia, só podia ser algum tipo de reality show trash, ou ele estava fazendo papel de cobaia em algum filme de terror de garagem. As poucas lembranças vieram a tona e ele ficou estático; poucas coisas faziam sentido e a maioria era aleatória, não havia como ligar os fragmentos e tornar algo concreto. O inicio do dia fora comum, após acordar e se arrumar, deixou sua casa com a banda rumo a uma emissora a qual faria uma entrevista com eles... o flash em sua memória veio como um estopim e de imediato ele lembrou: não houve entrevista, eles não chegaram lá... Dois carros negros dos vidros fumês os fechou na estrada, cinco homens desceram e os fizeram de refém, antes de os dividir para colocar no porta-malas, eles furaram seu pescoço injetando um liquido desconhecido que logo se esparramou por seu corpo atacando cada veia dele. As sensações eram horríveis, uma mistura de visões com tonturas e uma enxaqueca aguda. Os olhos se reviravam e duas visões da mesma dimensão eram obtidas. Ele se sentira perdido, deslocado, logo desmaiando no fedorento porta-malas.

Ao acordar se deparou amarrado, praticamente grudado a mesa, olhou de relance para abaixo das pernas focalizando o fim da maca com dificuldade, seus tornozelos estavam em carne viva presos a alguns fios que ultrapassaram sua pele, cortando-a abrindo assim uma fenda. O sangue secava grudando-os mais em seu machucado fazendo-o estremecer. As gordas lágrimas já formadas em suas pálpebras logo caíram por seu rosto, traçando um caminho negro, os machucados existentes em sua face arderam em contato com a água salgada.

Desesperado olhou para todos os lados existentes, sua visão turva o impedia de obter com clareza informações sobre o lugar que estava; apenas o teto respingado de vermelho era nítido. Aos poucos os efeitos colaterais resultantes da forte dose de alucinógeno vão passando, e ele constatou o quanto frio e fraco estava. Os lábios levemente rachados e a boca seca imploravam por água, as roupas formais foram trocadas por uma camisa e calça de cor branca, estava descalço. A visão nítida voltara e claramente agora podia assimilar os antes borrões aos objetos que se destacavam na sala. As paredes brancas estavam tingidas de carmesim, respingos chegavam ao teto. Sua calma e paciência haviam o deixado há muito tempo, ele tentava se esconder sobre sentimentos que não tinha, para afastar o que a dura realidade lhe mostrava.

Estava dentro de um matadouro.

Em uma sala de carnificina.


Apertou os olhos forçando-os a ver além das macas a sua frente. Enormes sacos pretos embalavam algo aparentemente pesado. Ficou matutando consigo mesmo o que seria, porém a forte e estridente risada o fez mudar sua visão de direção. A porta fora aberta bruscamente revelando uma bela garota a poucos metros de si. O salto fino embatia o rígido piso cinza causando ruídos abafados, as roupas brancas se perdiam em meio as paredes. Ela se aproximou dele sorrindo.

-Olá querido. – Sua voz de veludo ressoou em toda a sala, porém mesmo sendo confortante ela lhe causava arrepios involuntários. A dor estava lhe vencendo e as teimosas lagrimas que ele tanto tentou conter rolaram sua face deixando o rastro negro já existente mais forte. A garota riu, enquanto levava as mãos a mesa ao lado de sua cabeceira fazendo inúmeros objetos de cirurgia tilintar. Ele tremeu, e ela riu escandalosamente. Era sádica. Seus olhos investigaram seu corpo todo dela parando na borda do bolso do jaleco sobre seu peito. Dra. Joyce. Esse era o nome impresso na pequena placa de metal.

-O que você vai fazer comigo? – Sua pergunta soou como música nos ouvidos dela, que se virou imediatamente o encarando intensamente. Seus olhos frios pareciam duas facas que entravam em sua pele grudada naquela maca. Joyce nada disse, apenas pegou um bisturi e ligou a luz em cima de sua cabeça fazendo o garoto fechar os olhos e piscar diversas vezes para se acostumar com a claridade. Novamente ela riu mediante a confusão e desespero do garoto a sua frente. Sua vitima, por assim dizer. As orbes de intenso avelã se abriram revelando todo o medo oculto até aquele instante. Ela se deliciava com cada cena protagonizada por ele. A face dele ainda tinha o ponto de interrogação referente a pergunta de antes. Ela havia ignorado totalmente este fato. E continuaria com isso.

-Está com medo, Bill? – A voz inocente soou debochadamente na sala e Bill estremeceu ao mesmo tempo em que fechava os olhos sobre a maca denunciando tamanho o medo que ele tinha. – ótimo!
O bisturi de pequena lamina escolhido por ela cintilava na luz forte, Bill abriu os olhos e fixou seu olhar nas pequenas mãos que manuseavam o instrumento com uma destreza fora de comum.

O corte primeiramente fora feito em sua roupa; um corte reto começando da gola da camiseta surrada até a borda, revelando a pele nua e branca de seu peito. Após isso outra corte fora feito, sua carne fora rasgada vagarosamente. A lancinante dor tomava conta de seu âmago, o corpo queria gritar, seu coração havia chegado até a garganta. Bill respirou fundo soltando o ar aos poucos tentando se recuperar do corte feito em seu abdômen. Bill sentiu morrer ali, seu sangue descia pelos lados de seu corpo e as poucos empossava na mesa, dava para sentir cada gota correr e logo agrudar nas suas costas. Joyce olhou de relance e lhe sorriu, afastando-se rapidamente da mesa. Enquanto se dirigia para fora da sala, tirou seu celular que vibrava do bolso do jaleco e fez sinal na porta da mesma. O vidro temperado estava embaçado pelo sangue seco, mesmo assim não impossibilitava-o de ver ela claramente falar com alguém, sua expressão sádica agora tornava-se doce, principalmente quando pronunciava o nome da outra pessoa: Kyo. Novamente a porta fora aberta bruscamente, entrando por ela uma garota de cabelos negros ondulados e intensos olhos verdes. Sua roupa ao contrario da de Joyce, se destacava na sala, um macacão de couro negro valorizava suas formas, assim como a garota anterior ela também possuía uma aura negra e um sorriso sádico. As mãos com grandes unhas negras se apossaram do bisturi voltando a pressionar sua carne ressaca contra o mesmo criando um novo e extenso corte em seu abdômen. – sou Lily – Se apresentou com um sorriso maléfico sentindo uma onda de prazer correr sua espinha vendo o quão desconfortável estava o pobre garoto deitado na maca. A grande perda de sangue estava deixando-o tonto. Sua cabeça parecia rodar, ela lhe chamava e gritava com toda a força, mas ele estava distante demais para ouvi-la. Estava se afogando no mar da inconsciência.

-Bill! Abra os olhos. Eu quero ver a dor que contem neles. – exigia a garota fazendo leve pressão no bisturi cortando mais uma parte do corpo do frágil garoto. Bill abriu um pouco os olhos fazendo a retalhadora a sua frente se deliciar com a cena. Ela não percebeu mais os olhos do garoto não eram mais os mesmos. Os antes orbes de avelãs tomavam cor diferente gradativamente. A luz antes ofuscante agora se perdia na escuridão que avançava os olhos da garota. Lily ao olhar diretamente nos olhos de Bill não acreditou no que via causando uma confusão interna e levando-a a se afastar da mesa. Ela recuou alguns passos deixando cravado na carne do garoto o afiado bisturi.

A escuridão que adornava anteriormente os olhos de Bill agora os tomava por completo e a sensação de agonia ia cessando dando lugar a uma sensação de leveza. Bill se deixou levar, depois de tanto insistir em se manter vivo, havia desistido dessa idéia e estava prestes a se entregar. Havia se entregado para a morte. Pelo menos era isso que ele pensava.

-Eu posso ajudá-lo! Permita-me! – Uma voz tridimensional sussurrou em seu ouvido.
-o que quer que eu permita? - Bill rebateu a pergunta temerosos e muito confuso.
-Deixe-me ajudá-lo! Eu posso salva-lo!
-Sim, faça isso.


O olhar carregado de escuridão fitou a garota a sua frente e ela não conteve um arfar surpreso. Bill deixou seu corpo e agora descansa nas águas escuras da inconsciência.
Lily volta a si sorrindo minimamente enquanto fita o garoto. Bill tenta se soltar dos fios presos em seu corpo fazendo-os afundar ainda mais em seus ferimentos deixando-os mais profundos. Há alguns passos de distancia da mesa Lily se delicia com o cheiro de sangue metalizado que preenche a sala. Nunca viu um paciente com tanta vontade de reagir como aquele. Ela passa a língua pelos lábios finos contemplando com fervor a cena a qual presenciava.

-Ora, ora, que caixinha de surpresas é você Billy! – Lily se aproxima de Bill que ainda se mexe em cima da mesa e respira descompassadamente. A garota desliza sua mão pelo corpo de Bill apertando alguns de seus machucados enquanto ele se debate mais rápido em cima do metal. Sua respiração ofegante se torna calma e seu corpo para de mexer, a garota estranha e se aproxima mais cravando algumas unhas em sua pele machucada. Ele repentinamente abre os olhos totalmente negros - a aparencia lembrava olhos de inseto- assustando-a. Ela se esconde por trás de uma coragem que não tem e se mantem em sua postura, Bill desenha um sorriso sádico em seu rosto, olhando-a friamente enquanto a mesma estremeçe involuntarimente. Bill se dá por satisfeito e resolve quebrar o soliêncio mortal.

-Ora , ora, garota inútil não percebeu que Bill não está mais aqui? – A voz triplicada indaga Lily que imediatamente recua. Confusa ela avança sobre Bill rasgando sua pele com o bisturi ainda fincado em sua carne. Ela ri escandalosamente vendo o sangue que escorria por seu corpo, ele pó sua vez sorri diabolicamente rindo muito mais alto assustando-a. De uma única vez em um único puxão Bill arranca todos os fios que o prendiam na maca e caminha na direção dela. Aflita Lily corre em direção a porta para acionar o alarme que estava a menos de trinta centímetros de suas mãos este fora colocado bem perto para uso emergencial caso alguma cobaia ficasse demasiado agressiva, porém ele a surpreende parando em sua frente, sem fazer ruído algum. Os olhos desesperados da garota, vítreos em seu corpo, contando quanto de sangue ele já perdeu e surpresa por se manter em pé suplicam piedade. Bill sorri e retira em um único puxão o bisturi enterrado em sua pele esguichando um pouco de seu sangue na parede.
Lily arqueja e dá pequenos passos trêmulos para trás, o olhar daquela garoto havia a deixando em uma espécie de transe.

-Por favor me desculpe, me desculpe. – Lily implorava enquanto jogava em Bill tudo que suas pequenas mãos alcançavam e que estavam por perto, em cima das outras diversas macas na sala. Bill apenas se limitou a sorrir enquanto caminhava até ela e manuseava habilidosamente o bisturi em seus dedos finos. Com o objeto em mãos, ergueu o braço e caminhou severamente até a garota que se encolheu mas não foi capaz de se desviar do corte certeiro direcionado a seu rosto. O corte fundo em suas bochechas rasgou sua face na diagonal. Lily tentou controlar o fluxo de sangue apertando o talho, Bill ria e se preparava para inúmero cortes, assim como ela ele direcionou o bisturi para seu abdômen rasgando o couro macio enquanto abria uma fenda em sua pele alva. Foram vários cortes em seu abdômen até ele se cansar e direcionar um em sua artéria do pescoço, um grito desesperado, uma risada de regozijo e muito liquido carmesim respingado na parede e no teto já manchado.
Um grito de felicidade escapou de seus lábios rachados e ele olhou em volta procurando sua outra vitima. Ela pagaria por tudo que lhe fez e que fez seu irmão e seus amigos passarem.

-Vamos atrás dela! – A voz triplicada alertou.
-Eu estou cansado, preciso descansar... Cuide de tudo por mim, sim? – Murmurou Bill em um fio de voz.
-Descanse minha criança, eu cuidarei de tudo. Ela irá se arrepender.
-Obrigado.


Bill cambaleante abriu a porta e se pôs a andar no corredor. Ela não estava ali, mas quando a visse faria ela se arrepender de tudo que havia lhe feito. Faria com Joyce sua vingança.

Sua doce e demorada vingança.


That's all folks!!!!!!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Lady.Spooky
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 1186
Idade : 20
Localização : Santana
Data de inscrição : 28/08/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: Inside You   Qui Out 06, 2011 2:16 pm

AH!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Que sexy,que sexy que sexy yaya
Uma one pra mim/chorey *W*
Primeiro que eu me arrepiei só de ver a música do Dir En Grey *bebum*
Depois,quando vi que o cenario era meio "Jogos mortais",quase gozei/WTF?
Daí na hora que começou a cortar o Bill eu fiquei louca!!!!Putz muito mas que perfeitoooooooo
Brigadaaa Ally,e é claro que eu te aguento querida kkkk
Voltar ao Topo Ir em baixo
+Raven+

Fã


Número de Mensagens : 110
Data de inscrição : 15/10/2010

MensagemAssunto: Re: Inside You   Sex Out 07, 2011 11:14 am

Velho eu amei essa música!!!!!!! MUito boa, a voz dele é muito louca.
Enfim, o que dizer agora? Tô sem palavras. Ficou demais.
Tá bom que eu fiquei com dó do Bill ser cortado, mas ficou demais
Amei a one, parabéns Ally
Voltar ao Topo Ir em baixo
Allyria

Fã


Número de Mensagens : 267
Idade : 27
Localização : In the end of the world
Data de inscrição : 15/08/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Amigos

MensagemAssunto: Re: Inside You   Sex Out 07, 2011 11:12 pm

Bom eu odeio retalhações, adoro torturas psicologicas, mas detesto ver sangue. Mas sua one ganhou espaço e aflorou meu gosto. Ally ficou perfeita, bem digno de halloween. Também fiquei com dó do Bill, mas bem feito para lily e Joyce que se cuide que ela é a próxima haha.
Enfim, amei a one.
Parabéns Ally.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Yuky

Fã


Número de Mensagens : 112
Idade : 25
Localização : Atenas
Data de inscrição : 01/09/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: Inside You   Dom Out 16, 2011 3:55 pm

+Raven+ escreveu:
Velho eu amei essa música!!!!!!! MUito boa, a voz dele é muito louca.
Enfim, o que dizer agora? Tô sem palavras. Ficou demais.
Tá bom que eu fiquei com dó do Bill ser cortado, mas ficou demais
Amei a one, parabéns Ally

Bem feito para Lily, é isso que dá ficar retalhando os outros. E Joyce corra para as montanhas se não o demônio Bill te pega kkkkkkkkkkk
Parabéns Ally
Voltar ao Topo Ir em baixo
Liz Kitsune

Fã


Número de Mensagens : 101
Idade : 25
Localização : No fim do mundo
Data de inscrição : 11/11/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Twitter

MensagemAssunto: Re: Inside You   Dom Out 16, 2011 10:47 pm

Yuky escreveu:
+Raven+ escreveu:
Velho eu amei essa música!!!!!!! MUito boa, a voz dele é muito louca.
Enfim, o que dizer agora? Tô sem palavras. Ficou demais.
Tá bom que eu fiquei com dó do Bill ser cortado, mas ficou demais
Amei a one, parabéns Ally

Bem feito para Lily, é isso que dá ficar retalhando os outros. E Joyce corra para as montanhas se não o demônio Bill te pega kkkkkkkkkkk
Parabéns Ally
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Inside You   Sab Nov 26, 2011 10:29 pm

Muito obrigada meninas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Joyce Kaulitz th
Fanática
Fanática


Número de Mensagens : 1624
Idade : 21
Localização : no quarto com o th
Data de inscrição : 11/11/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: Inside You   Dom Nov 27, 2011 10:26 am

continua logo What a Face
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milena Kaulitz
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 3499
Idade : 19
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 26/05/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Twitter

MensagemAssunto: Re: Inside You   Dom Nov 27, 2011 11:19 am

+Raven+ escreveu:
Velho eu amei essa música!!!!!!! MUito boa, a voz dele é muito louca.
Enfim, o que dizer agora? Tô sem palavras. Ficou demais.
Tá bom que eu fiquei com dó do Bill ser cortado, mas ficou demais
Amei a one, parabéns Ally

+1
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://meninaskaulitz.blogspot.com/
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Inside You   Hoje à(s) 7:33 am

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Inside You
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Inside My Head.
» 47 labs RS A1 - A GRUA
» Problema com cab Eden EX110 (video inside)
» Ciro Cruz - Groove Inside (Suco de Jazz Bass Purinho !!!!)

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
TH BRASIL OFICIAL - Fórum :: Fan Stuff :: FanFics :: One Shots-
Ir para: