Fórum Oficial do Tokio Hotel no Brasil - TH BRASIL OFICIAL FÓRUM
 
InícioPortalRegistrar-seLoginIr para o site@THBRASILOFICIALFacebook

Compartilhe | 
 

 Hell Girl 2... O inferno dele apenas estava começando!!!! (POSTADA)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Hell Girl 2... O inferno dele apenas estava começando!!!! (POSTADA)   Sex Out 14, 2011 8:18 pm


Autora: eu \o/
Gênero: Vários
Classificação: Por sua conta e risco.




Teaser:

"Ela havia vindo do inferno e levado meu irmão. Dela eu apenas sabia o nome, já que por infelicidade acabei feito algo irreversivel durante uma bebedeira.
Azumy havia acabado de assinar sua decadência e seu óbito ao mexer com a pessoa errada.
Esta será a minha vingança. Ela levou um inmocente e eu vou cobrá-la disso.
Já que gosta tanto de brincar com fogo espero que não se importe em sair 'um pouco' queimada"





E então, posto? Lembrando que essa é a continuação de Hell Girl!!!!!
Será que Bill vai conseguir matá-la e vingar a morte do irmão?


Última edição por Ally Kaulitz em Sab Out 15, 2011 11:19 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
daniele cristina

Fã


Número de Mensagens : 238
Idade : 24
Localização : Ribeirão Preto - SP
Data de inscrição : 04/08/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: Hell Girl 2... O inferno dele apenas estava começando!!!! (POSTADA)   Sex Out 14, 2011 8:22 pm

POSTA???? Está perguntando???

Como já disse antes...não faça cerimônias sra. Ally Kaulitz!!! POSTA LOGO! Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Lady.Spooky
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 1186
Idade : 20
Localização : Santana
Data de inscrição : 28/08/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: Hell Girl 2... O inferno dele apenas estava começando!!!! (POSTADA)   Sex Out 14, 2011 8:23 pm

A Hell Girl vai dizer pro Bill:I Want To Play A Game

Posta sim Ally,sinto a essencia doce da morte no ar....


Última edição por Lady.Spooky em Sex Out 14, 2011 8:26 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Hell Girl 2... O inferno dele apenas estava começando!!!! (POSTADA)   Sex Out 14, 2011 8:26 pm

Ela ainda pergunta se é pra postar Razz
Posta! E rápido!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Allyria

Fã


Número de Mensagens : 267
Idade : 27
Localização : In the end of the world
Data de inscrição : 15/08/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Amigos

MensagemAssunto: Re: Hell Girl 2... O inferno dele apenas estava começando!!!! (POSTADA)   Sab Out 15, 2011 12:50 pm

AHA, sabia que com um pouco de chantagem eu conseguia fazer você postar uma continuação. YUP, deu certo.
Agora poste logo criatura das trevas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Hell Girl 2... O inferno dele apenas estava começando!!!! (POSTADA)   Sab Out 15, 2011 10:24 pm

Hallo girls, pelo menos dessa vez eu não demorei muito ou demorei?
Enfim o capitulo está aqui, eu ia por a música do psicose, mas eu resolvi por outra já que a tradução meio que bate com a fic.
Então sem mais delongas espero que vocês curtam.
Boa leitura^^




mais uma música que eu amo


Hell Girl 2 - Only CHapter

O vento soprava forte contra o rosto magro e manchado de negro. Suas vestes escuras se misturavam a escuridão noturna. O cemitério estava vazio, apenas jazia ele naquele frio na frente da lápide de seu irmão. Morto por ela. Por culpa dele, exclusivamente e unicamente dele. Se não tivesse sido idiota o suficiente ele ainda estaria aqui.

Maldita noite.

Malditos amigos da onça.

Maldito livro.

Porque antes de recitar, não percebeu que se tratava de um feitiço de oferecimento de alma ao inferno. Agora quem mais amava pagou o preço injustamente. Maldito baile, porque Tom não o ouviu? Se tivesse ficado em casa talvez ainda tivesse aqui. Ou ele não estaria aqui, pois ela o teria achado e o teria levado onde não merecia ficar mais tinha pedido por isso.
As lágrimas negras caiam uma a uma manchando ainda mais seu rosto relembrando-o do que foi culpado. A marca negra ficaria ali para sempre, mesmo que a água limpasse, ele veria as mesmas marcas ao se olhar no espelho todos os dias. Precisava achar uma forma de se redimir perante o fato de seu irmão ter sido morto de forma brutal e injustamente. Precisava fazer algo a respeito. Rapidamente desdobrou os joelhos de cima do tumulo e se pôs de pé, logo os primeiros passos cambaleantes foram dados rumo a saída e Bill suspirou pesadamente enquanto olhava para trás, jamais imaginou que algum dia veria essa cena, jamais imaginou que o deixaria para trás. Com os olhos cheios de lágrimas abriu o velho portão de ferro enferrujado do nefasto cemitério e caminhou para fora.

A chuva fina começara a cair logo se transformando em uma densa tempestade. Os feixes de luz cortavam a placa escura desbotada em fração de segundos. A água atingia o chão quase que na mesma intensidade de pedaços de concreto caindo. Bill caminhava com o coração apertado sozinho debaixo do temporal sem se importar em estar absurdamente molhado. O fato de poder ser acertado por um raio ou a probabilidade de pegar uma pneumonia não lhe importavam, até porque tinha acabado de perder a pessoa mais preciosa de sua vida. A morte não seria nada defronte aquilo que ele acabava de fazer. Indiretamente. Mas fez, pelo menos era dessa forma que ele pensava. Bill andava de forma cambaleante e seus pensamentos.

Ela havia vindo do inferno e levado meu irmão. Dela eu apenas sabia o nome, já que por infelicidade acabei feito algo irreversível durante uma bebedeira.
Azumy havia acabado de assinar sua decadência e seu óbito ao mexer com a pessoa errada.
Esta será a minha vingança. Ela levou um inocente e eu vou cobrá-la disso.


A casa não ficava longe do cemitério, mas quando se esta embaixo de uma tempestade, completamente encharcado e com inúmeros pensamentos rondando de forma aleatória e desconexa de uma só vez na mente, a distância parece triplicar consideravelmente.
A enorme fachada da casa encontrava-se completamente devastada, a água arrastou os pequenos vasos de planta de sua mãe deixando-os na frente de casa, completamente quebrados. A terra se esparramou frente a porta acabando por concluir a bagunça. Nas pontas dos pés Bill foi passando por cada pedaço pequeno de espaço que não estava sujo, logo alcançando a porta. Tirou o molho de chaves de seu bolso, logo localizando a que forneceria o conforto e a segurança de que ele necessitava. Colocou a chave na fechadura e antes que pensasse em girar a porta abriu sozinha. Bill arqueou a sobrancelha ao mesmo tempo que arregalava os olhos: será que mesmo diante da minha dor um ladrão veio me roubar?, pensou ele enquanto fechava a porta e pegava o taco de beisebol de seu padrasto detrás da mesma. Andando vagarosamente sobre as pontas dos pés, Bill adentrou a sala logo tirando os sapatos, escondendo-os debaixo do sofá. Girando o taco em mãos, foi andando em direção ao corredor que o levaria a cozinha. O corredor de paredes escuras e parcialmente na penumbra aumentava o ritmo de seus batimentos cardíacos, levando-se o fato de que o desespero e o medo brigavam para ver quem o tomaria completamente. A ampla cozinha estava totalmente escura, apenas a luz da lua minguante iluminava precariamente o lugar. Bill colocou o taco sobre a mesa, tateando a parede para não se perder no escuro ele rapidamente encontrou o interruptor iluminando o recinto.
-Ora, ora até que enfim te achei, pensei que fosse mais difícil. – A voz soou próxima ao seu ouvido fazendo-o o recuar. Intimidado Bill virou-se temeroso e encontrou um par de olhos cor de breu a fitar-lhe friamente. O olhar penetrante parecia vasculhar algo por dentro dele, deixando-o desconfortável com aquela situação.

-Quem é você? – o fio de voz saiu de forma torturante aos ouvidos dela que logo se divertiu com o medo estampado no garoto a sua frente. Talvez se divertisse com ele bem mais do que com seu irmão. – Nunca te disseram que invadir a casa dos outros além de ser crime é algo inadmissível.

-Quem sou eu? – indagou ela com desdém ao mesmo tempo em que sorria sadicamente. – Eu sou aquela para quem você vendeu sua alma naquela noite de bebedeira. – o garoto arregalou os olhos enquanto levava ambas as mãos ao peito. – Mas não se preocupe querido só vim pegar o que é meu, e caso não te contaram eu não sou de deixar nada para trás. – ela avançou sobre ele, deslizando as mãos marmóreas por seu rosto bronzeado e macio. Bill recuou e a encarou com ódio. – è claro que não te contaram , nenhum pode viver para te alertar. – A garota ria sadicamente enquanto Bill apenas a fitava com ódio, sentimento este que com a presença dela crescia com uma força avassaladora.

-Então você é a garota que levou um inocente? Azumy, não é? Meu irmão não tinha anda a ver isso. – A garota a sua frente sentou sob a mesa da cozinha sob o olhar atento de Bill, seus olhos frios e seu sorriso sádico lhe davam calafrios, porém o medo existente nele anteriormente simplesmente evaporou dando lugar a uma confiança vinda de lugar nenhum. – você não tinha nada que levar uma pessoa boa. Honesta. Humilde para sabe se lá aonde e por nada. O culpado sou eu não é? Devia tê-lo deixado em paz. – Em troca só obteve o silencio... e logo após a risada maligna dela quebrou tudo.

-Oh claro, seu irmão, mas quem disse que ele é tão honesto com você? Na noite em que você se embebedou, foi ele que te induziu a isso, mesmo sabendo o quão fraco você é. Quando você estava na encruzilhada me chamando por diversão, já que você não acreditava em mim antes, fora ele que lhe deu o livro, fora ele que o incentivou a ler. Vocês podiam não acreditar em tudo isso antes, mas agora as coisas são bem diferentes não? – Bill ficou perplexo ao ouvir tudo de uma maneira tão fria e sincera. - Já ouviu alguém dizer que em todo trabalho se tem uma recompensa? – Bill apenas assentiu. – Pois é seu irmão foi minha recompensa. Eu tinha que levar uma alma prometida a mim, mas acabei por encontrar várias almas corrompidas que não fariam falta alguma para este mundo patético, e seu irmão ... bem... ele não fazia parte desse grupo. Mas ele era meu prêmio. Achar almas ‘boas’ é algo realmente raro, mas quando se acha e se tem oportunidade de levar... eu realmente tenho prazer no que faço. – A garota vagarosamente se aproximou de Bill agarrando-lhe a cintura e puxando-o para si. Uma de suas mãos subiu-lhe pelas costas e agarrou seu pescoço, a outra tocou-lhe o queixo obrigando-o a encará-la. – não se preocupe Bill seu irmão não sentiu dor e tampouco gritou. Mesmo eu querendo que ele gritasse muito. – Bill desvencilhou seu corpo dos braços dela e a empurrou contra o armário, a garota bateu a cabeça na quina de ferro e sua testa fora levemente cortada. O filete de sangue escorreu por seu rosto e ela o estancou com a ponta de um dos dedos. Seus olhos encararam o liquido que manchou sua mão e insatisfeita mirou-lhe um olhar mortal. Agora ele iria pagar caro, afinal é somente ela que se diverte e de uma forma nada convencional e extremamente egoísta.

Azumy pegou o taco que anteriormente estava nas mãos de Bill e o desferiu em sua direção acertando seu abdômen de imediato. Bill caiu de joelhos ao chão sentindo uma dor descomunal, tocou a lateral de seu corpo e sentiu alguma coisa que doía de forma irremediável, tateou um pouco mais aquela região e percebeu uma costela quebrada. Agora aquela vadia iria pagar tanto por machucá-lo quanto por te levado seu irmão para o inferno.
A cena de Bill caindo de joelhos após ela o ter acertado e dele emitir sons de desconforto e dor era seu deleite. Deliciava-se com isso. Talvez tivesse subestimado o fato de ele ser extremamente magro e não agüentar nada. Talvez matá-lo fosse muito mais fácil.

O taco caído ao lado de seu corpo fora usado para restabelecer o equilíbrio, mas antes que pudesse ficar de pé, Azumy desferiu contra si vários chutes jogando-o de volta ao chão quase que sem forças. O oxigênio em seus pulmões estava quase que zerado, respirava com dificuldade. O gosto metálico de sangue havia dominado sua boca. As risadas escandalosas protagonizadas pela garota oriental eram como facadas em sua cabeça. O som estridente rodeava seu cérebro fazendo-o querer explodir. Bill sabia que estava morrendo, mas morreria lutando. Achando forças do nada fitou Azumy ao longe rindo descontroladamente, se arrastando chegando até o taco e o usando de base para se levantar. Azumy ainda ria distraída. Bill abaixou-se no balcão retirando de lá um maçarico, ligou o gás e se posicionou na frente da enorme ilha da cozinha, logo ligando o fogo.

-Hey Azumy! – A garota logo virou visivelmente surpresa por ele ainda estar de pé. – Já que você gosta tanto de brincar com fogo, espero que não se importe em sair um pouco queimada. – Ela sorriu diabolicamente e deu três passos a frente.

-Então você quer brincar? – Azumy passou a língua em seus lábios macios e vermelhos em sinal de excitação. – Então, o que pretende fazer? Eu adoro jogos! – Bill sorriu, era agora que a vingança começaria. Sem dar-lhe tempo para explicações ou regras de um jogo que não aconteceria, Bill ligou o maçarico mandando todo o fogo sobre o corpo de Azumy que caiu no chão e se debatia devido à surpresa. A visão dela queimando não era algo agradável, porém era extremamente merecido. Satisfeito ele desligou o fogo e o maçarico logo puxando uma pequena banqueta de madeira ao lado de balcão; sentou-se nela enquanto apreciava a nefasta cena. Azumy parou de se debater e levantou-se ficando diante dele, queimando, suas mãos foram direcionadas ao chão, o fogo que pairava sobre ela fez uma volta criando uma espécie de nevoa contra ele, logo as faíscas de um fogo recém-apagado pairavam na mão dela. A fumaça ainda emergia no ambiente, mais aos poucos foi desaparecendo como mágica.

Bill não acreditava no que vira, após a fumaça se dissipar as queimaduras existentes na garota ficaram evidentes. O fogo o havia enganado ela não fora totalmente queimada, só estava parcialmente em carne viva e com alguns ossos de fora. Seu crânio estava exposto e seu couro cabelo estava queimado alguns tufos de seu cabelo ainda reinavam em sua cabeça. Sua pele estava em carne viva, as linhas de expressões viraram buracos de sangue. Os ossos de sua mão estavam expostos e algumas partes eram cobertas com uma fina camada de pele tão translúcida que dava para ver do outro lado. Bill ficara tão atônito que cobrira os olhos e ausentara sua visão e mente de uma imagem tão grotesca quanto surreal. A risada estridente de Azumy o havia tirado de todos os pensamentos que ele não queria ter. Boquiaberto abriu os olhos e teve uma visão ainda mais perturbadora do que a anterior. Azumy mesmo totalmente deformada ria de forma descontrolava com seu olhar frio sobre ele.

A garota parcialmente queimada refez de um jeito demoníaco toda sua pele e roupa de uma única vez, jogou todo aquele fogo de volta em seu corpo restaurando cada parte que fora desfeito por Bill, uma aura negra se instalou sobre sua cabeça. Dando passos vacilantes para trás Bill tentava fugir do inevitável. Azumy caminhava em sua direção vagarosamente, como se contasse os passos. Bill piscou os olhos e ela desapareceu. Ao cruzar o fim do corredor entrando na sala, suas costas foram tomadas por duas mãos puxando-o contra a parede, em sua frente ela apareceu.

-Querido Bill, eu posso brincar com o fogo o quanto eu quiser, eu não queimo e nem me importo se alguém tenta fazer isso. Pobre tolinho achou que foi o primeiro? Meu amor, eu não posso me queimar porque eu sou o fogo. Eu sou a filha do senhor das trevas, sou o demônio das almas. Não me queimo!- Bill ficou perplexo com o que acabara de ouvir. Seu corpo fora pressionado.Contra sua vontade os lábios dela tocaram os dele num mar de calma misturado com a escuridão. Aos poucos as veias negras sobressaíram de seu corpo e Bill afundou no mar negro, embatendo seu corpo no chão.

Com ambas as mãos viradas para o nada, ela abriu uma fenda no chão. As labaredas subiram até o teto incendiando a casa. Azumy pegou Bill pelos braços e o jogou dentro do buraco que havia criado vendo ele ser embalado pelas enormes ondas de lava.

Durma bem meu amor, te vejo lá embaixo.

Manipulando o fogo, ela fez o quarteirão todo se incendiar inexplicavelmente, porém não havia culpado o único corpo que poderia provar algo estava muito longe dali, a milhares de metros profundos. Sorriu consigo mesma enquanto avançava pelo incêndio rumo a rua.

E como sempre mais um trabalho bem feito.

Correndo pela rua como uma criança que foge de um pesadelo, Azumy cruzou a rua sem olhar dos lados, um carro a atingiu e a garota bateu as mãos em cima do capô. Tanto o motorista quando o passageiro olharam incrédulos em sua direção logo saindo do veiculo para se certificar de que tipo de socorro a jovem precisava.

-Olá você está bem? – perguntou um cara branco de grandes olhos verdes e cabelos esvoaçantes ruivos.
-Sim, estou bem. – ela fingiu um tom de voz assustado enquanto os dois a olhavam preocupados.
-Eu sou Georg. – disse apontando para si mesmo. – e esse é Gustav – disse apontando para o carinha loiro que usava óculos do lado. – Você se machucou? Se quiser te levamos ao hospital!
-Não obrigada, estou realmente bem. Não foi nada e a culpa foi minha. Não se preocupem. – fingindo mancar Azumy os deixou para trás e caminhou rumo ao outro lado da enorme praça do cruzamento. A encruzilhada que costuma aparecer.

-Olha, eu sei que você não nos conhece, mas... se quiser podemos te deixar em casa. – A garota sorriu ainda de costas para eles, ela virou-se com algumas lágrimas frias caindo por seus olhos enquanto sussurrava um sim inaudível. Gustav o mais forte a abraçou pegando-a no colo. Levou-a até o carro e a ajudou a entrar. Georg deu a volta no veiculo fechando a porta e juntos eles seguiram para a rua inexistente na casa numero seiscentos e sessenta e seis. Porém quando se derem conta de que rodaram o quarteirão e voltaram para a encruzilhada eles já estariam quase mortos.

Oba, ganhei mais duas almas raras hoje. Acho que minha diversão não vai acabar tão cedo. Talvez eu até tente me divertir como uma humana, mas.. no fim é impossível renegar o que eu sou. O demônio coletor de almas.



Bom, quero opinões sinceras, ficou muito ruim?
Enfim, já que estamos no mês do halloween e eu não tenho idéia para fics, então vou ficar fazendo one shot, a próxima postada aqui será: Your Heart Will Be Forever Mine.
Até lá.
Beijinhos ^^





Última edição por Ally Kaulitz em Dom Out 16, 2011 2:37 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
daniele cristina

Fã


Número de Mensagens : 238
Idade : 24
Localização : Ribeirão Preto - SP
Data de inscrição : 04/08/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: Hell Girl 2... O inferno dele apenas estava começando!!!! (POSTADA)   Sab Out 15, 2011 10:50 pm

Ally, infinitos e sinceros parabéns aplausos pra você!!!
Adoro a forma que você descreve tudo, simplismente envolvente e persuasiva....
Estou adorando sua fic, e claro só pra variar um pouco: C-O-N-T-I-N-U-A!!!!!! yaya

PS: a música foi uma boa escolha....
Voltar ao Topo Ir em baixo
Lady.Spooky
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 1186
Idade : 20
Localização : Santana
Data de inscrição : 28/08/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: Hell Girl 2... O inferno dele apenas estava começando!!!! (POSTADA)   Dom Out 16, 2011 12:08 am

To falando...a Azumy(Really sexy Azumy)me lembra a Carrie.
Nossa tá realmente de parabéns Ally,você colocou toda a super escrita nessa One.
Parabéns mesmo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Allyria

Fã


Número de Mensagens : 267
Idade : 27
Localização : In the end of the world
Data de inscrição : 15/08/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Amigos

MensagemAssunto: Re: Hell Girl 2... O inferno dele apenas estava começando!!!! (POSTADA)   Dom Out 16, 2011 12:56 pm

Caraca e eu achando que a primeira parte da Hell Girl tinha sido o máximo olha o que a sua mente faz? Meu eu cai da cadeira e estou babando pela sua escrita.
velho ficou perfeito
Amei tudo e essa música é muito show, o refrão é incrível.
Fiquei com dó do Bill por ter morrido e acabar essa one assim foi muito chato da sua parte, mas tudo bem... eu me conformo.
Enfim, parabéns Ally essa one ficou divina, honrou mesmo o Halloween.
E claro que você tem que postar essa outra, enfim sempre poste coisas como esta ficou demais. e lá se foram a minha cota de elogios por hoje haha
Voltar ao Topo Ir em baixo
+Raven+

Fã


Número de Mensagens : 110
Data de inscrição : 15/10/2010

MensagemAssunto: Re: Hell Girl 2... O inferno dele apenas estava começando!!!! (POSTADA)   Dom Out 16, 2011 1:44 pm

Lady Dark escreveu:
Caraca e eu achando que a primeira parte da Hell Girl tinha sido o máximo olha o que a sua mente faz? Meu eu cai da cadeira e estou babando pela sua escrita.
velho ficou perfeito
Amei tudo e essa música é muito show, o refrão é incrível.
Fiquei com dó do Bill por ter morrido e acabar essa one assim foi muito chato da sua parte, mas tudo bem... eu me conformo.
Enfim, parabéns Ally essa one ficou divina, honrou mesmo o Halloween.
E claro que você tem que postar essa outra, enfim sempre poste coisas como esta ficou demais. e lá se foram a minha cota de elogios por hoje haha

Cara eu fiqueim orrendo de dó do Bill, mas quem mandou fazer trato com o que não deve?
E Tom que irmão você hein? Cara de pau.
Enfim, adorei.
Parabéns Ally
Voltar ao Topo Ir em baixo
Yuky

Fã


Número de Mensagens : 112
Idade : 25
Localização : Atenas
Data de inscrição : 01/09/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: Hell Girl 2... O inferno dele apenas estava começando!!!! (POSTADA)   Dom Out 16, 2011 4:04 pm

+Raven+ escreveu:
Lady Dark escreveu:
Caraca e eu achando que a primeira parte da Hell Girl tinha sido o máximo olha o que a sua mente faz? Meu eu cai da cadeira e estou babando pela sua escrita.
velho ficou perfeito
Amei tudo e essa música é muito show, o refrão é incrível.
Fiquei com dó do Bill por ter morrido e acabar essa one assim foi muito chato da sua parte, mas tudo bem... eu me conformo.
Enfim, parabéns Ally essa one ficou divina, honrou mesmo o Halloween.
E claro que você tem que postar essa outra, enfim sempre poste coisas como esta ficou demais. e lá se foram a minha cota de elogios por hoje haha

Cara eu fiqueim orrendo de dó do Bill, mas quem mandou fazer trato com o que não deve?
E Tom que irmão você hein? Cara de pau.
Enfim, adorei.
Parabéns Ally

Eu amei tudo isso.
Parabéns Ally
Voltar ao Topo Ir em baixo
Liz Kitsune

Fã


Número de Mensagens : 101
Idade : 25
Localização : No fim do mundo
Data de inscrição : 11/11/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Twitter

MensagemAssunto: Re: Hell Girl 2... O inferno dele apenas estava começando!!!! (POSTADA)   Dom Out 16, 2011 8:26 pm

Yuky escreveu:
+Raven+ escreveu:
Lady Dark escreveu:
Caraca e eu achando que a primeira parte da Hell Girl tinha sido o máximo olha o que a sua mente faz? Meu eu cai da cadeira e estou babando pela sua escrita.
velho ficou perfeito
Amei tudo e essa música é muito show, o refrão é incrível.
Fiquei com dó do Bill por ter morrido e acabar essa one assim foi muito chato da sua parte, mas tudo bem... eu me conformo.
Enfim, parabéns Ally essa one ficou divina, honrou mesmo o Halloween.
E claro que você tem que postar essa outra, enfim sempre poste coisas como esta ficou demais. e lá se foram a minha cota de elogios por hoje haha

Cara eu fiqueim orrendo de dó do Bill, mas quem mandou fazer trato com o que não deve?
E Tom que irmão você hein? Cara de pau.
Enfim, adorei.
Parabéns Ally

Eu amei tudo isso.
Parabéns Ally

Só tenho a concordar, não sei o que dizer, a não ser que eu ADOREI.
Ficou muito perfeita.
parabéns Ally e continue nos presentando com essas ones, estão definitivamente incríveis.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Hell Girl 2... O inferno dele apenas estava começando!!!! (POSTADA)   Dom Out 16, 2011 10:17 pm

Liz Kitsune escreveu:
Yuky escreveu:
+Raven+ escreveu:
Lady Dark escreveu:
Caraca e eu achando que a primeira parte da Hell Girl tinha sido o máximo olha o que a sua mente faz? Meu eu cai da cadeira e estou babando pela sua escrita.
velho ficou perfeito
Amei tudo e essa música é muito show, o refrão é incrível.
Fiquei com dó do Bill por ter morrido e acabar essa one assim foi muito chato da sua parte, mas tudo bem... eu me conformo.
Enfim, parabéns Ally essa one ficou divina, honrou mesmo o Halloween.
E claro que você tem que postar essa outra, enfim sempre poste coisas como esta ficou demais. e lá se foram a minha cota de elogios por hoje haha

Cara eu fiqueim orrendo de dó do Bill, mas quem mandou fazer trato com o que não deve?
E Tom que irmão você hein? Cara de pau.
Enfim, adorei.
Parabéns Ally

Eu amei tudo isso.
Parabéns Ally

Só tenho a concordar, não sei o que dizer, a não ser que eu ADOREI.
Ficou muito perfeita.
parabéns Ally e continue nos presentando com essas ones, estão definitivamente incríveis.

Nem um pouco original da minha parte fazer isso, mas já falaram tudo o que tinha pra ser dito.
Parabéns, é realmente incrível como você descreve tudo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Roberta Allura

Fã


Número de Mensagens : 83
Idade : 30
Localização : Londres
Data de inscrição : 25/10/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: Hell Girl 2... O inferno dele apenas estava começando!!!! (POSTADA)   Ter Out 18, 2011 8:02 pm

Tom seu filho da mãe, porque fez isso com o Bill? Argh que raiva.
Bill se ferrou, também como queria matar alguém que veio do fogo? Devia ter usado água (?)
Enfim, ficou perfeita Ally, pena não ter continuação e o resto ficar na cabeça do autor
Amei essa one, sua escrita tá perfeita e não vejo a hora de ler esta outra
Parabéns Ally
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Hell Girl 2... O inferno dele apenas estava começando!!!! (POSTADA)   Sex Out 21, 2011 9:13 pm

Nossa quantos elogios, de verdade muita obrigada por todo este retorno. Quando fiz a hell girl, não achei que seria grande, mas... as reviews provaram o contrario.
Muito obrigada meninas ^^

Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Hell Girl 2... O inferno dele apenas estava começando!!!! (POSTADA)   Hoje à(s) 4:47 pm

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Hell Girl 2... O inferno dele apenas estava começando!!!! (POSTADA)
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Hell Girl 2... O inferno dele apenas estava começando!!!! (POSTADA)
» Girl meet Girl
» Heaven & Hell - Neon Nights: 30 Years Of Heaven & Hell
» Curiosidade: Disco Inferno - The Trammps
» Não é muito estranho o AC/DC gravar o Highway to Hell e Bon Scott morrer no ano seguinte?

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
TH BRASIL OFICIAL - Fórum :: Fan Stuff :: FanFics :: One Shots-
Ir para: