Fórum Oficial do Tokio Hotel no Brasil - TH BRASIL OFICIAL FÓRUM
 
InícioPortalRegistrar-seLoginIr para o site@THBRASILOFICIALFacebook

Compartilhe | 
 

 Tales Of Watercolor Fear - Demonic Green

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Lady.Spooky
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 1186
Idade : 20
Localização : Santana
Data de inscrição : 28/08/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Tales Of Watercolor Fear - Demonic Green   Seg Jan 02, 2012 5:14 pm

Nome:Tales Of Watercolor Fear - Demonic Green
Autor:The Bad Bitch
Classificação:15
Gênero:Terror


Tales Of Watercolor Fear
Demonic Green
Inspirado No Curta Lollipop

Esse era o momento que Georg não gosta.Ele sabia que depois que sua mãe penteasse delicadamente seu cabelo,ele teria que ir para a escola.A mãe do Georg penteava o cabelo do filho assobiando.Finalmente ela havia terminado.Ela encostou seu rosto no de Georg e ele sorriu.

-Você está lindo.-Disse a mãe olhando para o espelho.
-Obrigado mãe.-Ele sorriu novamente e deu um beijo na bochecha rosada da mãe.

Ela o levou até a porta com a mochila na mão.Abriu a porta,deu a mochila para o filho e o viu partir para a escola.Ah!Como isso partia seu coração,ver seu filho partir ao mundo afora que guarda tantos perigos.Logo que ela fechava a porta ela se ajoelhava e orava a Deus para proteger seu filho que ama tanto.

A tarde passava lenta para a mãe que queria ver tanto seu filho.Era já o horário de Georg sair da escola.Ela ouviu a campainha e deixou a o cachecol que estava tricotando no sofá e abriu a porta satisfeita e mais calma por saber que era seu filho.Parece que hoje Georg tinha conseguido um pirulito.Era verde,redondo e grande.Ele tampava o olho esquerdo com ele.

-Onde arrumou esse pirulito bonito filho?-Georg entrou em casa e logo a mãe fechou a porta.
-Por aí.
-Ahn.....tire a roupa da escola para jantar.
-Ok mãe.

Ele subiu lentamente para seu quarto com um sorriso.Ele foi até o espelho e tirou o pirulito do olho.Seu olho esquerdo não estava lá.Logo,Georg desmanchou o sorriso e tocou na areá onde deveria ser seu olho verde.Não se importou e começou a lamber seu pirulito fitando sua imagem no espelho.Ele não desceu para jantar,mas se trancou em seu quarto escuro com aquele estranho pirulito iluminando levemente a escuridão.Ele lambia o pirulito e ria satisfeito.

No dia seguinte.Perto do horário de ir para a escola.Georg não deixou sua mãe pentear seu cabelo.A mãe estava esperando seu filho com a porta aberta.Ela ouviu os passos na escada e viu Georg com a franja em seu olho esquerdo.

-Ah filho....tudo bem querer mudar o visual as vezes.-Ela sorriu.
-Que bom que gostou mãe.-Ele retribuiu o sorriso.
-Vai com Deus.-Ela deu a mochila para Georg e o viu partir como todos os dias.

De tarde,sua mãe abriu a porta e lá estava Georg sorridente com o pirulito verde de novo.Ele escondia algo,estava com o braço direto dentro do bolso.

-Bem vindo de volta filho.-Ela deu um beijo em sua testa.Fechou a porta e foi para a cozinha.

Georg logo desmanchou o sorriso e tirou o que deveria estar sua mão.Não só como a sua mão,mas seu braço direito até o pescoço haviam sumido.

Na tarde do dia seguinte.A mãe estava lavando a louça.Enquanto lavava seu prato de porcelana ela olhava de minuto a minuto no relógio.Georg estava atrasado.Ela ouviu a campainha e foi logo para a porta com o prato molhado em suas mãos.Ela abriu a porta e ele caiu na entrada.Não tinha mais o olho esquerdo,o braço direto e agora ele não tinha a perna esquerda.Com a única mão que restou,ele ainda segurava o pirulito.Sua mãe gritou de horror e derrubou o prato de porcelana.

O que Georg havia se tornado não o incomodou.Ele pegou uma madeira de seu quintal e logo foi para a porta para ir para a escola.Sua mão entrou na frente da porta bloqueando a passagem.

-Hoje você fica.
-Me deixa passar!-Georg já estava bravo.
-Vá para seu quarto!
-Não!

A mãe não pensou nem duas vezes e pegou o filho pelo braço até o quarto e o jogou na cama.Ela correu para porta e deu a última olhada em Georg.Ele estava chorando.Como aquilo a chateou.Ela limpou as lágrimas e trancou o filho no seu quarto.Ao passar das horas,Georg gritava pelo pirulito verde.Sua mãe comovida com os gemidos de tristeza do filho e foi para a doceria ao lado.Não tinha nenhum pirulito verde a venda então ela pegou o azul mesmo.Depois ela voltou para casa e foi direto para o quarto do filho.

-Olha o que a mamãe trouxe.-O garoto olhou com brilho nos olhos.
-Puxa vida mãe!-Ele pegou o pirulito.Depois ele o jogou no chão.-Não é esse que eu quero!

A mãe logo se entristeceu e olhou o quarto do filho.Estava cheio de desenhos do tão desejável pirulito verde.

No meio da madrugada Georg já não aguentava mais sua abstinência.Ele pegou o pedaço de madeira para se apoiar e pulou para fora pela janela.Caiu e gemeu baixo de dor.Sua mãe logo levantou e foi ao quarto do filho.Ela arregalou os olhos de surpresa e logo correu para a entrada.Olhou dali mesmo e nada de seu querido filho.Ouviu alguém se arrastar e se escondeu.Era Georg.Ela não chamou sua atenção.Dessa vez ela estava disposta a ver onde ele estava indo.Ela o seguiu até os fundos da antiga casa de madeira velha no fim da rua.Lá,a mãe se assustou.Seu filho havia se juntado a uma pequena fila de crianças,todas com algo faltando como partes de seu corpo.Elas estavam paradas em frete a uma porta de porão.A porta se abriu e de lá saiu um velho cego de um dos olhos.Ele levantou o tão desejado pirulito.Depois ele entrou para o porão e todas as crianças foram juntas.A porta do porão havia sido fechada e trancada.

-Georg!-Ela gritou.

Chorou por alguns minutos e se escondeu e esperou para ver seu filho novamente.A primeira criança que saiu era um menina sem o nariz e sem as duas orelhas,mas o pirulito verde ainda em suas mãos.Todas as crianças haviam saído,menos Georg.O velho saiu do porão e jogou uma peça de roupa no chão.Ele riu e como mágica desapareceu.A mãe ainda assustada saiu do lugar que estava escondida e foi olhar o que aquele estranho havia deixado.Ela gritou de horror ao ver a roupa de seu filho e muitos pauzinhos de pirulito e um pirulito com algumas mordidas.Esse foi o fim de todo vício.

____________________________________________________________________________

Espero que tenham gostado e entendido a mensagem por trás Very Happy
O próximo vai ser Demonic Red

Alguém vai ler?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Tales Of Watercolor Fear - Demonic Green   Seg Jan 02, 2012 5:45 pm

Uau, amei essa one.
Tadinho do Georg
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Tales Of Watercolor Fear - Demonic Green   Qua Jan 18, 2012 12:50 pm

Caramba que triste, nunca mais vou chupar um pirulito verde na vida!
kkkkkkkkkkk.
UHUUUUUUU.
Vai aceitar doce de velhos, nunca mais... Vó sai de perto!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Tales Of Watercolor Fear - Demonic Green   Hoje à(s) 7:29 am

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Tales Of Watercolor Fear - Demonic Green
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» BTK App Bill: "John Green..
» Tales for the Unspoken
» 600ml , green river - CCR
» BBC Radio 4 : Turntable Tales
» Que música você está se sentindo hoje?

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
TH BRASIL OFICIAL - Fórum :: Fan Stuff :: FanFics :: One Shots-
Ir para: