Fórum Oficial do Tokio Hotel no Brasil - TH BRASIL OFICIAL FÓRUM
 
InícioPortalRegistrar-seLoginIr para o site@THBRASILOFICIALFacebook

Compartilhe | 
 

  Amor Acima de Tudo ( CAPÍTULO 6 POSTADO)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Adriana R.
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 406
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 29/07/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Amor Acima de Tudo ( CAPÍTULO 6 POSTADO)   Seg Jul 30, 2012 2:46 pm

Nome: Amor acima de tudo
Autor: Adriana Rodrigues
Classificação: PG+16
Gênero: Drama/Romance
Beta-Reader: -
Nº de capítulos: 15 ou 20
Terminada ou não: Não
Teaser(sinopse): É a história do amor entre Bill e Manoela, um amor repleto de paixão, muito verdadeiro, porém praticamente impossível e cheio de obstáculos e mistérios, e eles terão que passar por cima de tudo isso para ficarem juntos
Nome:
Amor acima de tudo

Autora: Adriana Rodrigues

Prólogo

Essa é a história daquela que lutou por um amor, passou por todos os obstáculos que apareceram e conseguiu ficar com o amado. Uma história de superação, talvez. Bom, vamos começar desde o início de tudo, lá atrás, quando eles se viram pela primeira vez.

Capítulo 1 : Conhecendo o encantador

Manoela era uma garota como outra qualquer, era uma sonhadora, uma romântica incurável. Tinha a utopia de que, um dia, viria seu príncipe encantado buscá-la em um cavalo branco, vestido com uma roupa incrivelmente bela, trazendo consigo todo o amor do mundo por ela. O que ela não sabia é que o seu sonho estava para se tornar realidade.
A escola estadual Doctor Freud era a mais frequentada e conhecida de toda Leipzip. Era conhecida por ter os alunos com as notas mais altas nos vestibulares, e por ter uma infraestrutura de dar inveja a qualquer um que por ali passasse. Tinha uma fachada toda cor de cobre, com muros altos e projetados conforme as antigas catedrais alemãs. Seu estilo gótico era assustador e ao mesmo tempo formidável. O aluno que ali estudasse, era considerado o mais sortudo. Entretanto, Manoela não se considerava sortuda por estudar ali. Para ela, aquela era só mais uma escola normal como todas as outras, com alunos iguais a todos os outros. E, supostamente, ela estava certa.
Era dia de prova, e todos estavam estudando. Manoela estava sentada na grama, aproveitando aquele sol quente que raramente aparecia.
- Duvido que esteja entendendo alguma coisa dessa maldita matéria. – murmurou sua amiga que estava logo ao seu lado.
- Até que sim, matemática não é tão difícil. É tudo uma questão de interpretação. – respondeu ela.
- Bom, então devo estar interpretando todos os X e Y dessas contas errados, porque para mim tudo não passa de um monte de números e letras perdido numa folha de papel!
- Pare de reclamar e estude Paola. – ordenou Manoela.
- Quanto mau humor.
Ali ficaram elas mais uma meia hora, até que Paola começou a cutucar Manoela.
- Manu, Manu, olha só!
- O que foi? Pare de me cutucar, estou ocupada!
- Olha aluno novo, olha!
Foi quando ela o viu. Seus cabelos curtos cor de ouro exaltavam seus olhos cor de mel. Tinha um jeito único de andar, e sorria ao cara que estava logo atrás dele.
- Q-Quem são eles? – guaguejou Manoela.
- Não sei, mas é fácil saber!
Paola puxou Manoela pelo braço e a arrastou até onde estavam os novos alunos.
- Olá! Sejam bem-vindos à escola estadual Doctor Freud. Meu nome é Paola.
Um instante de silêncio e olhadas entre os dois garotos se fez.
- Bom... Espero que gostem da escola. Até logo! – disse Paola e deu de ombros.
- Espere! – gritou um deles.
Ela se virou e viu que quem chamava ela era o outro garoto, um com dreads pretos e óculos escuros.
- Meu nome é Tom. Como se chama sua amiga? Ela não fala?
- Seu nome é Mano...
- Meu nome é Manoela, e sim, eu falo. Desculpe não ter dito nada.
Tom levantou as mãos e disse:
- Calma, não precisa ficar nervosa.
- Desculpe – disse Manoela e saiu correndo.
Paola ficou parada, sem saber o que fazer. Em seguida, Tom disse:
- Sua amiga é um tanto quanto estranha, não?
- Cala a boca – disse Bill – você já fez merda demais por um dia só.
- Agora a culpa é minha? Ok, vamos.
Os dois saíram em disparada, e logo atrás foi Paola.
Chegando na sala, Paola viu que Manoela estavam de cabeça baixa, com um livro aberto no colo.
- O que foi aquilo lá fora? – perguntou Paola nervosa.
- Você sabe que sou tímida. E ele provocou.
- Ele quis ser gentil, caramba!
- Ser gentil... Claro.
Manoela fechou o livro e, quando foi se levantar, viu o garoto com cabelos cor de ouro entrar na sala.
- Ah não. – resmungou ela.
- Essa é sua oportunidade de ir lá se desculpar. Vá! – disse Paola empurrando a amiga pelo braço.
- Está bem!
Ela se aproximou lentamente da mesa do menino, e ficou parada olhando ele ler mexer no celular.
- Gostaria de me desculpar pelo ocorrido lá fora. – disse ela em voz baixa.
O menino, que tomou um susto, levantou a cabeça e disse:
- Não se preocupe, ele é assim mesmo, eu que me desculpo pelo ocorrido, eu deveria ter o mandado ficar quieto antes de você sair correndo. Somos irmãos.
- Ah, sim, sem problemas. Como é o seu nome?
- Bill Kaulitz. Prazer em conhecê-la.
- Me chamo Manoela. Hoje tem prova de matemática.
- Sério? Sou péssimo em matemática!
- Se quiser, posso fazer a prova com você.
- Pode mesmo? Eu seria eternamente grato!
- Pegue suas coisas e sente-se na cadeira logo ao meu lado.
- Já estou indo!
Manoela foi para o seu lugar e começou a ajeitar um lugar para o garoto logo ao seu lado.
- Manu, porque está ajeitando a mesa agora? Só estudaremos na segunda aula.
- Esse lugar é para o garoto novo.
- E eu, como fico?! Não havíamos combinado de fazer a prova juntas?!
- Sim, porém ele é novo e precisa de ajuda, e fui a única a ir falar com ele. Sente-se com o Math, ele está sempre sozinho, e tem uma inteligência admirável. – disse Manoela e deu de ombros.
- Boa sorte com seu novo amiguinho! – esbravejou Paola apontando para a mesa onde o garoto se encontrava.
- Se acalme, é só uma prova, não o fim do mundo. – disse Manoela e se sentou em seu lugar.
Depois de dez minutos, Bill chegou ao lugar ao lado de Manoela, se sentou e disse:
- Sua amiga ficou brava?
- Sim, mas depois me entendo com ela. Já estou acostumada.
- Ah... tudo bem.
Os dois começaram a estudar a matéria da prova. Manoela explicou tudo detalhadamente a ele, deu exemplos práticos e aplicados no dia a dia.
- Como você consegue entender tanto assim dessa matéria? – disse Bill espantado e rindo.
- Não sei – disse ela timidamente – tenho certa facilidade com números.
- Que admirável, e mais admirável ainda é que você me fez entender matemática!
- Verdade? Poxa, fico feliz! – alegrou-se Manoela.
- Ainda iremos fazer a prova juntos? – perguntou ele.
- Claro que sim... Eu lhe prometi, portanto, cumprirei, mesmo você tendo entendido a matéria.
- Que anjo tu és. – murmurou Bill delicadamente.
- Não... É... Bom... A professora entrou. Quando ela entregar a prova, faça a segunda parte que farei a primeira.
- Tudo bem.


Gostaram? Devo continuar? O que acharam?Quem se propõe a ser o beta-reader?


Última edição por Adriana R. em Sab Ago 04, 2012 11:50 am, editado 5 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Always.Postive_
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 528
Idade : 19
Localização : Rio de Janeiro.
Data de inscrição : 10/06/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: Amor Acima de Tudo ( CAPÍTULO 6 POSTADO)   Seg Jul 30, 2012 3:03 pm

continua, se quiser eu posso ser a beta, to sem nada pra fazer mesmo, só manda uma MP.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Amor Acima de Tudo ( CAPÍTULO 6 POSTADO)   Seg Jul 30, 2012 3:24 pm

continua logo Adriana R. yaya
Voltar ao Topo Ir em baixo
.JH.
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 3022
Data de inscrição : 26/02/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: Amor Acima de Tudo ( CAPÍTULO 6 POSTADO)   Seg Jul 30, 2012 7:24 pm

Oiie Adri ( hããm posso te chamar assim né Very Happy)

Liebe continueee Plz *---*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Adriana R.
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 406
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 29/07/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: Amor Acima de Tudo ( CAPÍTULO 6 POSTADO)   Seg Jul 30, 2012 8:03 pm

( pode me chamar de Adri sim, Jaque =D)


Capítulo 2:

Passada a prova, Manoela pegou o seu livro, como de costume, abriu-o e começou a ler. Ela mal havia percebido que Bill ainda estava ao seu lado. Ele estava parado, olhando ela ler.
- Qual é o nome desse livro? - perguntou ele intrigado.
- O Cortiço, é literatura brasileira. É uma história bem interessante, não sei se você gosta.
- Gosto sim, mas agora quero uma explicação.
- O que?
- Porque você é tão tímida?
- E precisa ter explicação para isso?
- Claro que sim, você mal fala comigo. Se não fosse por essa prova, nunca teríamos conversado tanto.
- Não sei, não sei explicar. – disse ela sentindo as bochechas corarem. – Porque você está perguntando isso?
- Curiosidade. Nunca conheci uma garota tão tímida.
- Bom... Em que sala está o seu irmão?
- Na sala aqui da frente. Ainda não me conformei com o que aconteceu hoje de manhã, não acredito que ele fez aquilo com você.
- Ele não fez nada, peça desculpa a ele por mim.
- Ele quem deveria se desculpar, mas de qualquer forma, eu peço.
Depois disso, os dois viraram para frente. Conforme o passar das aulas, eles foram afastando as carteiras um do outro, e a única pessoa que percebeu isso foi o Bill. Ele ficou admirando cada pequeno traço dela. Manoela tinha os cabelos louro-acinzentado liso, comprido até a metade das costas. Tinha os olhos verdes e uma pele macia como seda. E ele adorava cada pequeno traço dela, desde à inteligência até à beleza. Ele ainda não sabia, mas estava completamente apaixonado por ela.
Na hora da saída, Manoela foi falar com Paola. Ela gostava da amiga, e não queria que ela ficasse com raiva dela.
- Paola?
- Diga Manu. – respondeu Paola rispidamente.
- Como foi a prova? Estava fácil?
- Relativamente... Ou melhor, não faço a menor ideia. O Math fez tudo. Não me deixou fazer absolutamente nada. E você, como foi a prova com o seu novo “affair” ?
- Ele não é o meu affair, e foi muito boa a prova. Você já foi falar com o irmão do Bill?
- Espera, quem é Bill? Que irmão?
- O garoto que você foi falar hoje de manhã, o Tom, sabe? Então, o que estava com ele é o Bill, eles são irmãos.
- Até isso você já sabe dele, e vem me disse que ele não é o seu affair? Conte-me, amiga, tudo.
- Contar o que? Foi apenas uma prova, nada demais.
- Claro... Você pelo menos se despediu dele?
- Não, ele saiu um pouco antes de bater o sinal, disse que precisava ir, mas não se despediu.
- Entendo. Bom, tenho que ir andando, você vem comigo? – perguntou Paola.
- Não, tenho coisas para resolver em casa.
- Ainda aquele assunto?
- Pois é... Isso não tem fim nunca. Bom, vou indo. Até mais. – disse Manoela.
- Até.
Manoela vinha de uma família tradicional de católicos fervorosos. Eles seguiam uma estranha linha de pensamento, e isso gerou um grave problema em sua família, um tão grande, que estava parando sua vida por completo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Amor Acima de Tudo ( CAPÍTULO 6 POSTADO)   Seg Jul 30, 2012 8:21 pm

continua yaya
Voltar ao Topo Ir em baixo
Adriana R.
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 406
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 29/07/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: Amor Acima de Tudo ( CAPÍTULO 6 POSTADO)   Seg Jul 30, 2012 10:26 pm

Capítulo 3: Na casa dos Kaulitz

No caminho até em casa, Bill só sabia pensar naquela garota chamada Manoela. Ficou lembrando-se da paciência dela ao explicar matemática, de seu sorriso tímido e encantador.
- Psiu, Bill, você está aí? – perguntou Tom passando a mão na frente do rosto de Bill.
- Ah... Sim, desculpe, estava distraído.
- Percebi. Em que pensava?
- Nada demais. Como foram as aulas?
- Bem, mas você sabe, o que me interessou mesmo não foram as aulas. – respondeu Tom com um sorriso malicioso – Tinha uma rapariga bem interessante ao meu lado. Ela levantava a saia toda vez que algum garoto passava, e isso foi interessantíssimo. Imagine que consegui ver a cor da calcinha dela! Era vermelha, e por pouco não vi o tamanho dela. Sabe, acho que amanhã irei falar com ela. Ela me olhava de vez em quando, e várias vezes eu a vi fitando o meu...
- Ok, Tom, já entendi .– disse Bill rindo.
- Ah, fiquei sabendo que você é da sala daquelas duas malucas! Como foi, elas armaram algum barraco na classe? – perguntou Tom sarcasticamente.
- Claro que não. Fiz a prova com a menina que você foi grosso hoje mais cedo. Ela me ajudou bastante, é muito inteligente. – relembrou Bill carinhosamente.
- Percebo que você gostou bastante dela.
- Sim, não há como não gostar de tamanha doçura.
- E a outra, a tal de... Paola não é? Então.
- Ela fez a prova com outro garoto, ficou brava por não ter feito a prova com a Manoela. Quase desisti de fazer com ela, não quis provocar briga entre elas...
- Esqueça isso, já foi. Agora aproveite a boa amizade.
- Como assim, “aproveite a boa amizade” ?
- Pense sobre isso. – respondeu Tom com um tom firme.
Ao chegar casa, Bill foi para o seu quarto e pegou um livro sobre álgebra. Sentou-se na mesa marrom que ficava ao lado de sua cama, acendeu um cigarro e começou a estudar. Tentou entender cada número e letra, mas a única coisa que sabia pensar era sobre a menina. Todos aqueles números e equações não entravam em sua cabeça, a não ser que ela o explicasse.
Na cozinha, Tom estava fritando alguns ovos, ou ao menos tentando.
- Bill! Vem aqui, ou irei botar fogo na cozinha! – gritou Tom eufórico.
Mas não houve resposta.
- Bill, ajuda! – tentou ele mais uma vez.
Sem sucesso.
Enfim, cansado de tanto chamar, Tom subiu até o segundo andar e foi até o quarto. Chegando lá, viu Bill parado com o livro de álgebra aberto, fitando o vazio do céu e sorrindo docemente.
- Você deve ter comido muito açúcar hoje, ou ganhou algum ‘Jumbie’ novo. Que tanto sorri?!
Ao ouvir a voz do irmão, Bill levou um susto e quase caiu da cadeira. Sem graça, se ajeitou e olhou para o irmão.
- Estava distraído, já disse.
- Não, você disse isso há exatamente meia hora enquanto vínhamos para casa. Só tem uma resposta para isso e, de verdade, como você consegue?
- Consigo o que?
- Se apaixonar por alguém em um dia? Não me conformo.
- Não estou apaixonado, que babaquice. Só estou distraído.
- Eu falo, e você dá a mesma resposta. Que coisa! Vamos, venha me ajudar a fritar os ovos.
- Você? Na cozinha? Quem disse que criança pode mexer com fogo? - perguntou Bill rindo sarcasticamente.
- Chega de palhaçada e vá logo lá antes de tudo pegar fogo.
- Você deixou a frigideira no fogo?! Como você consegue fazer essas coisas! – gritou ele enquanto olhava fixamente para o irmão e saia correndo.
- Quero o meu com a gema mole! – gritou Tom, tentando irritar o irmão.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Adriana R.
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 406
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 29/07/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: Amor Acima de Tudo ( CAPÍTULO 6 POSTADO)   Ter Jul 31, 2012 12:58 am

Querem que eu continue??
Voltar ao Topo Ir em baixo
Joyce Kaulitz th
Fanática
Fanática


Número de Mensagens : 1624
Idade : 21
Localização : no quarto com o th
Data de inscrição : 11/11/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: Amor Acima de Tudo ( CAPÍTULO 6 POSTADO)   Ter Jul 31, 2012 9:41 am

ahhh que história encantadora claro que continua cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Amor Acima de Tudo ( CAPÍTULO 6 POSTADO)   Ter Jul 31, 2012 6:48 pm

continua :anjo:
esta muito bom :anjo:
Voltar ao Topo Ir em baixo
Adriana R.
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 406
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 29/07/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: Amor Acima de Tudo ( CAPÍTULO 6 POSTADO)   Ter Jul 31, 2012 9:24 pm

Capítulo 4: Na casa de Manoela

A tarde mal começara e os problemas já estavam vindo até ela. Como se não bastasse aquela manhã desastrosa na escola, agora ela ainda tinha que resolver seus problemas familiares. A cada minuto que se passava, mais Manoela desejava que aquele dia logo acabasse. Nada lhe parecia mais confortável do que sair de casa, mesmo que fosse para ir até a rua de cima, todas as manhãs. Não há sombra de dúvida de que os fins de semana, para ela, eram uma tortura. Ficar em casa e ter que aturar tudo aquilo era demais, e por isso ela sempre ia até o parque. Lá ela subia em uma árvore antiga e grande que tinha, se ajeitava entre os milhares de galhos já quebradiços e sem cor, abria o seu livro e ali ficava durante horas. Ela se esquecia completamente do tempo, se transportava para o mundo da literatura. Para ela, esse era o refúgio perfeito.

Naquela tarde, Manoela mal almoçou e foi para o seu quarto. Estava com sua mãe e seu pai em casa, e o que eles mais faziam era discutir. O assunto era sempre o mesmo, não acabava nunca, e sempre se ouvia os mesmos argumentos:
- Eu não vou botar ele para fora, ele é meu filho!
- Entenda, Rosana, isso não cabe mais a você, e sim ao que é melhor para nós, para a integridade de nossa família. Pense em nossa filha, em como isso seria vergonhoso para ela!
A família de Manoela estava em fiascos, e naquele momento, nem os livros a ajudavam mais a fugir dalí. Até que ela se lembrou do garoto chamado Bill. Pensar nele e naquele jeito misterioso foi o seu único refúgio.


( Me digam se estão gostando, se devo continuar, etc)
Voltar ao Topo Ir em baixo
luciana gonçalves kaulitz

Fã


Número de Mensagens : 59
Idade : 19
Localização : Manaus
Data de inscrição : 11/06/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: Amor Acima de Tudo ( CAPÍTULO 6 POSTADO)   Qua Ago 01, 2012 12:27 am

sim vc deve postar eu to adorando e muito mesmo :anjo:
espero pelo novo capitulo vc e muito boa em escrever doce
Voltar ao Topo Ir em baixo
Adriana R.
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 406
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 29/07/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: Amor Acima de Tudo ( CAPÍTULO 6 POSTADO)   Qua Ago 01, 2012 9:13 pm

Capítulo 5:

No sai seguinte, Manoela chegou cedo à escola. Queria estudar para outra prova que teria. Foi para a biblioteca, sentou-se à mesa, abriu o livro e começou a estudar. Estava um lindo dia, o sol adentrava a sala através da janela e banhava toda a biblioteca. Ela olhou o dia lá fora, e lamentou não poder aproveitar tudo aquilo. Seguiu olhando até a porta de entrada da biblioteca, e viu Bill. Ele estava fechando a porta da biblioteca e vinha em direção à sua mesa.

- Que faz tão cedo aqui? – perguntou Manoela atônita.
- Estudar. Posso me sentar com você?
- Claro... Sabe qual prova terá hoje, então?
- Sim, fui à diretoria ontem, por isso daí mais cedo da aula. Pensei em vir aqui estudar, aproveitar o silêncio da biblioteca enquanto os alunos não chegam. Na outra escola eu costumava fazer isso com frequência.
- Aqui de manhã é quieto, gosto do silêncio. É difícil estudar em casa, é atordoante. É muito barulho, discussão, gritos, por mim eu não passava mais um segundo ali.
- O que acontece na sua casa?
- Nada, acho que falei demais. – disse Manoela abaixando a cabeça – Vamos estudar antes que fique tarde.

Ela folheou o livro de biologia e parou na parte de mitose. Bill, percebendo que aquela conversa não teria continuação, fez o mesmo. Ficaram em silêncio até o horário de entrada dos alunos e seguiram para a classe. Incomodado com aquele silêncio, Bill disse:

- Fiquei sabendo que terá uma apresentação de ballet, amanhã, no Teatro Roulle. Vamos?
- Não sei...
- Será cedo, às seis da tarde. Posso te buscar e levar em casa, caso queira.
- Vou pensar e na hora da saída te dou a resposta. – respondeu Manoela sentando-se na cadeira.

Paola não havia aparecido na escola, e Manoela estranhou, afinal, ela nunca faltava na semana de provas. Por conta disso, ela e Bill fizeram novamente a prova juntos, porém dessa vez calados. Não tinham coragem de se encarar, e só conversaram sobre as questões. No intervalo, Manoela ficou na sala, enquanto Bill foi para o pátio com o irmão.

Na hora da saída, Bill foi na mesa de Manoela e perguntou:
- E então, vai aceitar o meu convite?
- Sim. Acho uma boa ideia.
- Ótimo – diz ele animado e abraçando Manoela – Te busco às cinco.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Amor Acima de Tudo ( CAPÍTULO 6 POSTADO)   Qui Ago 02, 2012 12:02 pm

continua yaya
Voltar ao Topo Ir em baixo
luciana gonçalves kaulitz

Fã


Número de Mensagens : 59
Idade : 19
Localização : Manaus
Data de inscrição : 11/06/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: Amor Acima de Tudo ( CAPÍTULO 6 POSTADO)   Sex Ago 03, 2012 8:22 pm

continua por favor
:anjo:
Voltar ao Topo Ir em baixo
miss lu
Fanática
Fanática


Número de Mensagens : 1527
Idade : 21
Data de inscrição : 24/09/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: Amor Acima de Tudo ( CAPÍTULO 6 POSTADO)   Sex Ago 03, 2012 8:41 pm

Leitora nova!
Pelo que eu vi os pais dela vão ensebar se a Manu e o Bill ficarem juntos...

Continua
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://thelittlealien.tumblr.com/
Adriana R.
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 406
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 29/07/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: Amor Acima de Tudo ( CAPÍTULO 6 POSTADO)   Sab Ago 04, 2012 11:48 am

Capítulo 6:

Manoela estava feliz em sair com Bill. Por algum motivo, era bom estar perto dele, ainda mais em uma apresentação de ballet. Manu adorava ballet, praticou durante 3 anos mas parou. Ela não sabia direito porque tinha parado, era muito pequena, só se recordava de sua mãe lhe dizendo que não podia mais pagar as aulas... “É, deve ter sido pelo dinheiro”, pensou ela.

Chegando em casa, Manoela encontrou seu pai e sua mãe sentados na mesa, pensativos. Eles a chamaram e ela foi até eles.

- Manu, precisamos conversar com você sobre seu irmão. – disse seu pai com voz imperativa. – Tomamos uma decisão quanto a ele, e você precisa saber qual é.
- O que vocês farão com ele? - perguntou Manu preocupada.
- Iremos mandá-lo a um reformatório para jovens moços, na Hungria.
- Hungria? Como assim? Por que tão longe? - contestou ela.
- Porque quanto mais longe ele ficar de toda essa sujeira e pecado, mais rápido ele melhora.
- Quê sujeira, quê pecado ?! Vocês enlouqueceram! – gritou ela levantando-se da cadeira.
- Estamos fazendo o melhor para ele!
- E você, mãe, não diz nada? Concorda com isso? – perguntou Manoela desesperada.
- Não posso fazer nada, minha filha. A última palavra sempre foi do seu pai. – disse a mãe de Manu com voz chorosa.
- Vocês são loucos, loucos!

Manoela saiu correndo escada acima enquanto chorava compulsivamente. Foi para o seu quarto, e ouviu alguém vindo. Olhou para trás e era seu irmão.

- Nichollas, não deixe que te levem, por favor. Não quero ficar aqui sem você. – disse ela ao abraçar o irmão.
- Não tenho muita escolha, Manu. Vou ir a todo custo, querendo ou não.
- Pois fuja de lá, quando puder fuja! Você sabe tanto quanto eu que será inútil esse reformatório. Isto é pura loucura da cabeça de nosso pai!
- Eu sei disso, e você não sabe o quanto me dói ter que ficar longe de você, irmãzinha. Mas já é tarde demais. Eu não devia nunca ter contado a eles sobre...
- Você fez o que tinha que ser feito. Você fez o certo, uma hora ou outra eles descobririam por alguém.
- Ou não. Talvez eles nunca descobrissem... Mas agora não dá para voltar atrás. Amanhã pegarei o primeiro voo para a Hungria. – disse o irmão de Manu se lamentando.
- Amanhã? Não!

Manoela desabou em lágrimas, e seu irmão Nichollas também. Eles era muito ligados, estavam sempre juntos, e não aguentariam ficar longe um do outro.

- Me promete uma coisa? – pediu Manu entre lágrimas.
- O que?
- Que mesmo indo para lá, você não vai mudar quem você é.
- Vou ter que fingir ser quem não sou só para agradar nosso pai. Como queria que ele aceitasse...
- Você me promete?
- Prometo?

Manoela abriu um sorriso de criança e abraçou ainda mais o irmão.

- Eu te amo. Muito.
- Eu também, irmãzinha.
- Acho que terei que desmarcar meu compromisso com o Bill... Vou ligar para ele.
- Não, espera, quem é Bill? Quê compromisso? Que horas?
- É um garoto da escola que me chamou para ir ver ballet no teatro hoje à noite.
- E você não vai, como assim? Claro que sim!
- Não estou com cabeça para isso...
- Por favor, vá se divertir. – disse ele olhando-a nos olhos com ternura – Por mim, minha irmã. Não pare sua vida por conta disso.
- Como posso me divertir com você indo embora amanhã?
- Irei embora feliz sabendo que você está tentando seguir em frente, que não está parando sua vida. Será um presente e tanto para mim.

Manu abriu um sorriso. Seu irmão era único, ele a entendia, e sempre a fazia ver o outro lado das coisas. Por mais que ela não gostasse, ele estava certo. Ela tinha que seguir em frente, tinha que demonstrar que estava bem, não poderia fraquejar. Não naquele instante. E outra, ela tinha que se distrair, ou enlouqueceria a qualquer instante.

- Me ajuda a escolher uma roupa? – perguntou ela ao irmão.
- Antes, vá almoçar. Depois escolhemos a roupa. Te ajudarei com o maior prazer.

Ela seguiu o que o irmão disse e foi até a cozinha. Foi sozinha, pois ele não queria olhar na cara de seu pai.

- Vai sair hoje? – perguntou seu pai ao vê-la pegando a comida.
- Vou assistir ballet. Um amigo me convidou.
- Quem disse que pode ir?- perguntou ele em tom altivo.
- É que...
- É que nada, o que digo é lei, você não irá! – gritou ele.
- Ela vai sim, já não basta acabar com a minha vida, vai acabar com a dela também. – disse seu irmão surgindo no canto da porta.
- E quem é você para me dizer o que fazer? Você é sujo!
- Sou o sujo que você está mandando para fora do país por pura raiva de saber que estou certo e você errado. Agora deixe a menina ir, ela não tem culpa de nada.

Ainda irritado, o pai deles sai batendo o pé. Ele para ao lado do filho, olha para ele e diz:

- Você venceu, ela vai. Hoje é o último dia que sua influência maligna pairará sobre essa casa. Amanhã você estará bem longe de mim. Acabo de me lembrar disso.
- Prefiro assim.
- Pois irá preferir ficar no inferno se não se calar. Vá para o seu quarto, lá é o seu lugar. Não entre nós. Não enquanto estiver assim... Poluído.

Ele se virou e foi correndo. Manu queria desmarcar o encontro com Bill, mas seu irmão a fez jurar que iria, e ela não queria aborrecê-lo.
Cinco horas em ponto ele chegou. Manu estava nervosa, ansiosa, com frio na barriga.

- Se divirta, irmã. – disse Nichollas dando-lhe um beijo na testa.
- Por você, Nich. – respondeu ela.

Ela seguiu em direção à porta e viu seu pai. Ele estava sentado no sofá, com um copo de uísque na mão, em frente à lareira.

- Até mais, pai. – disse ela sem obter resposta.
Quando ela saiu, seus olhos brilharam. Lá estava ele, lindo, vestindo uma blusa que marcava seu corpo.
- Que linda você está. – disse ele beijando sua mão.
- Você também. – respondeu ela abrindo um sorriso tímido.

Como o teatro era perto, eles foram a pé. Durante todo o percurso Bill foi contando sobre onde morava, o que faziam, como era. Manu adorava aquilo, era bom, a fazia esquecer de seus problemas, que não eram poucos. Ela ouviu atentamente a cada palavra dele, e guardou cada informação.

Quando finalmente chegaram, Bill pegou os ingressos e os entregou. Eles entraram, e ainda faltavam quinze minutos para o espetáculo começar. Conseguiram um lugar bem em frente ao palco, que eram grande e todo enfeitado com fitas coloridas.
- Fiquei ansioso por essa noite o dia inteiro. – disse ele no ouvido dela.

- Eu também. – afirmou ela.
- Me conte, como foi o seu dia.
- Foi... estável. Se piorar, vira uma cascata.
- Parece que não foi tão bom assim. – disse ele preocupado.
- Não vamos falar disso, quero esquecer. Por favor.
- Como desejar. – disse ele sorrindo.

Enfim, o espetáculo ia começar. Logo no começo apareciam duas bailarinas todas de branco rodopiando. Em seguida vinha um homem e puxava uma delas para perto de si. Dançava com ela, pareciam que estavam flutuando, enquanto a outra ficava parada olhando. Enfim, os dois paravam, e a outra solitária começava a dançar, na tentativa de seduzir o homem. Ele se encantava por ela, porém não conseguia largar sua amada. Tudo isso estava sendo demonstrado na dança, e Manu estava maravilhada. Era lindo, encantador.

No final do espetáculo, Bill puxou um papel de seu bolso, deu a ela e disse:
- Quando precisar conversar, esse é o meu número. Me ligue, não importa a hora.
Manoela assentiu e guardou o papel em sua bolsa.

- Gostou do espetáculo? – perguntou ele.
- Amei. Foi lindo, mágico, nunca tinha visto nada igual.
- Te trarei mais vezes a coisas assim, combinado?
- Sim. – respondeu ela abrindo um sorriso de felicidade.
- Bom, agora, te levarei em casa. Nada mais justo, busco, portanto, levo.
- Não precisa se incomodar, posso ir sozinha.
- Faço questão. – concluiu ele arqueando a sobrancelha e fitando-a. Aqueles olhos amendoados eram fuziladores, não havia como discordar deles.

Foram o caminho até a casa dela calados. Ela percebeu que a todo momento ele encostava sua mão na dela. Ele queria pegar a mão dela, mas a vergonha que ela tinha era tão grande que não a deixava fazer tal coisa.

- Chegamos. – disse ela quando chegaram no portão de sua casa. – Até amanhã.
- Espere. Não vai se despedir de mim? – perguntou ele.
- Claro. – disse ela indo em direção à bochecha dele. Ela foi, mas ele virou o seu rosto, provocando um selinho. Manoela corou, e ele sorriu.
- Agora a noite está perfeitamente finalizada. Boa noite, minha linda. Até amanhã.
- Até. – disse ela rindo, desacreditada do que tinha acabado de acontecer, e andando em direção à porta.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Amor Acima de Tudo ( CAPÍTULO 6 POSTADO)   Sab Ago 04, 2012 12:02 pm

continua yaya
ta muito muito bom yaya
Voltar ao Topo Ir em baixo
miss lu
Fanática
Fanática


Número de Mensagens : 1527
Idade : 21
Data de inscrição : 24/09/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: Amor Acima de Tudo ( CAPÍTULO 6 POSTADO)   Sab Ago 04, 2012 12:10 pm

Continua!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://thelittlealien.tumblr.com/
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Amor Acima de Tudo ( CAPÍTULO 6 POSTADO)   Sab Set 01, 2012 7:59 pm

Continua Por favor Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Amor Acima de Tudo ( CAPÍTULO 6 POSTADO)   Dom Set 02, 2012 5:55 pm

Párese que alguém sumiu desse Fic né Adriana
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Amor Acima de Tudo ( CAPÍTULO 6 POSTADO)   Hoje à(s) 10:39 am

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Amor Acima de Tudo ( CAPÍTULO 6 POSTADO)
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» A Maldição Da Bruxa Dorothy Jackie (Capítulo 2 postado!)
» Não poderia ser melhor, ou pior - ÚLTIMO CAPÍTULO POSTADO
» [Mini-Fic]Tokio Hotel vs. Restart: No Programa Do Ratinho!! Será que a cobra vai fumar??[Ultimo capítulo postado!!]
» Casa De Bonecos(Último Capítulo Postado!)
» - Crazy For You (1° Capítulo, postado)

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
TH BRASIL OFICIAL - Fórum :: Fan Stuff :: FanFics-
Ir para: