Fórum Oficial do Tokio Hotel no Brasil - TH BRASIL OFICIAL FÓRUM
 
InícioPortalRegistrar-seLoginIr para o site@THBRASILOFICIALFacebook

Compartilhe | 
 

 Teenager - AVISO IMPORTANTE.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3
AutorMensagem
Cami
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 535
Localização : RS
Data de inscrição : 12/10/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Outro

MensagemAssunto: Re: Teenager - AVISO IMPORTANTE.   Qua Fev 27, 2013 9:31 am

Mega atrasada, mas emfim... FILHO DE UMA PUTA!!! PORQUE????????? Cara, porque Bill, eu não creio que tu fez isso homem. Seu cretino de uma figa. Cara, coitada da Megan. To com uma puta vontade de dar uns tapas no Bill. Não demore pro próximo capitulo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anne Lander
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 339
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 19/12/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Orkut

MensagemAssunto: Re: Teenager - AVISO IMPORTANTE.   Seg Mar 04, 2013 9:46 am

Olá, meninas :3
Muito obrigado pelo apoio e me perdoem pela demora. Para ser sincera, minha inspiração para a escrita está parando pouco a pouco, o que eu tenho são capítulos com inspiração exprimida por dias. Mas eu já passei por isso e sei que é uma fase e que logo volta, é que eu não estou de bem com a vida, estou perdida, confusa, frustrada e isso bloqueia qualquer inspiração. Estou ajeitando a minha vida aos poucos e naturalmente tudo volta. Mas de uma coisa é bem certa, nunca vou abandonar Teenager. E nem os outros projetos que eu tenho em mente e no papel. Eu só preciso ajeitar a minha vida. Entendem?

Bom, eu tenho esse capítulo que postarei agora e mais um dividido em duas partes, o próximo ainda está na fase de espremer para sair, mas eu tenho certeza que ele vai sair logo. Digo, é ruim isso, você querer escrever e ter aquele bloqueio. Eu escrevo a tanto tempo, uns 5 anos já e antes eu escrevia loucamente, o dia inteiro, fanfic atrás de fanfic e agora, socorro.

Quem leu Skin sabe que ela saiu depois de um bloqueio que eu tive, e ficou ótima. Espero que seja assim <3 Espero que vocês entendam também essa demora, e não é desculpa esfarrapada, é de verdade :S

Bom, vamos ao que interessa?

Boa leitura study

_______________________________________________



Capítulo 11 – So let the flames begin.
(Então deixem as chamas começarem).




- Megan, vamos à festa?

Casa da família Strauss, sábado, 27 de outubro de 2010.
Às 10h21min.

A manhã não tardou a chegar e acompanhado a ela, Kate se foi. Ela tinha que ajudar a mãe no trabalho, assim a sua mãe lhe daria uma comissão extra para o vestido do baile deste ano, o primeiro que nós vamos juntas. E claro, que ela não quer qualquer vestido, ela quer O vestido. Ela me acordou para nos despedirmos e alertou que se eu precisasse de algo, ela estaria a postos para me ajudar.
Eu estava tão sonolenta, pois demorei a pegar no sono novamente depois da ligação do Georg, que nem me dei o trabalho de ver que horas eram para esperar o Georg.
Quando se passou das 9h, eu despertei.
Rapidamente, eu tomei um bom banho, me livrando dos pesadelos e de todas as coisas ruins que me acercavam. Livrando-me daquele espírito de mágoa amorosa, eu não ia passar por isso! Eu vesti meu jeans favorito de lavagem escura e uma camiseta branca com estampa de gato, e fiz uma maquiagem leve, perfumando-me, em seguida, e deixei que meus cabelos ficassem livres com as ondas caindo em meus ombros.
Não, eu não seria aquela garota que passa semanas comendo chocolate, chorando e ouvindo música triste, eu ia ser feliz.
Fui arrumar minha cama para achar os saltos que eu desejava usar com as roupas que eu estava vestindo, debaixo da cama. Então, eu me sentei na borda da cama, e os pus. Eu estava linda e era assim que eu vou estar!
Assim que fui abrir as janelas, eu vi o carro de Georg se aproximando ao fim da rua. Minha avó estava esperando-o e abrira o portão da garagem para ele entrar, então ele passaria mais de um dia aqui! Geralmente, quando ele fica um dia só, ele apenas deixa o carro fora para facilitar na hora que ele fosse embora, mas quando é mais de um dia, a minha avó sempre dá todas as permissões para ele adentrar a garagem.
Será que isto faz parte da grande novidade que ele tem a me contar? O que só aumenta a minha ansiedade de abraçá-lo e interrogá-lo sobre isto!
Desci as escadas rapidamente, após vê-lo adentrar a garagem, quase tropecei em meio aos degraus, ansiosa por vê-lo de perto, até que finalmente, eu cheguei à sala. Dentre o silêncio que se espalhava pela casa, pude ouvir a porta de seu carro sendo batida e ele arrastava as malas em direção à porta conversando com a minha avó algo que eu não entendia ao certo, talvez por que eu estava muito ansiosa por vê-lo. Eu estava apreensiva, eu queria pular em seus braços e não sair dali jamais.
A porta se abrira a minha avó passou pela porta antes dele, ostentando o sorriso de quem já sabia do que viria a seguir, provavelmente, ela já sabe da novidade que Georg tem a contar, e as malas? São tantas!
Então ele passou pela porta, os cabelos longos estavam presos, ele estava com cara de quem não dormiu bem, mas com aquele belo sorriso característico dele, ele largou a mala no chão e esperou que eu corresse para os seus braços, eu não pensei duas vezes e o fiz.
Seus braços rodearam a minha cintura, enquanto os meus seus ombros, o abracei o mais forte que eu pude, sentindo a segurança de estar com ele invadir meu corpo, e todos aqueles fantasmas do passado e do presente dos irmãos Kaulitz irem por água a baixo, como se ele fosse um guerreiro, o meu herói.
Que apesar das brigas, dos dias em que ficamos horas sem se falar por besteira, da distância e até da nossa história amorosa, nossa amizade é mais forte do que tudo, e ele e Kate, consegue fazer com que eu me sinta segura.
- Que saudade de você! – ele falou, me apertando mais contra ele.
- Digo o mesmo – respondi com certa dificuldade, estava ficando quase sem ar, sufocada por ele.
Ele depositou um beijo longo em minha bochecha e me liberou de seus braços, mantendo as mãos dadas.
- Você está muito bonita hoje! – elogiou-me, fazendo com que eu desse uma voltinha.
- Você também, senhor Listing.
Minha avó que havia saído da sala enquanto nos abraçávamos, voltou para alertar que o café da manhã ainda permanecia à mesa e que era para nós nos apressarmos antes que os alimentos ali depositados esfriassem perdendo o seu sabor.
Nós nos acomodamos à mesa, nos servindo imediatamente com as guloseimas preparadas com tanto carinho pelas mãos habilidosas com a cozinha de minha avó. Estávamos famintos, mas a hora de tocar no assunto de ontem chegou. Partilhei tudo a ele, com as minhas próprias palavras por mais que ele já soubesse de parte da história, assim derramando algumas lágrimas, ele ergueu-se e me abraçou, num consolo silencioso.
- Mas para te animar, eu tenho uma boa notícia a contar para você – ele desviou o assunto, ostentando um belo sorriso nos lábios.
- Isso eu já sei, mas que notícia é essa? – exaltei em plena curiosidade, segurando em suas mãos.
- Eu, definitivamente, vou morar na vizinhança, como nos velhos tempos – ele respondeu sorridente.
- Isso é sério? – eu questionei surpresa com a notícia, me erguendo da cadeira.
- Muito sério!
- Meu Deus – me joguei em seus braços, abraçando-o com força.
Como nos velhos tempos.

-

- Eu não estou a fim de ir a nenhuma festa, Kate – respondi com desdém, enquanto assoprava minhas unhas recém-pintadas com duas camadas de esmalte azul claro.
- Nem se todos os seus amigos e conhecidos estiverem nela? – ela tentou insistir, enquanto guardava o esmalte que eu utilizei no estojo apropriado.
- Nem se o seu ex-namorado estiver lá também? Acho que essa deveria ser a pergunta correta – respondi bufando, em seguida – Não que eu não ame meus amigos, mas... Ainda é difícil para eu estar na presença dele, não me sinto confiante – desabafei.
- Olha, vamos fazer uma reunião ao redor da piscina por causa do calor, vamos comer pizza e beber cerveja, depois à noite com o restante do pessoal chegando, vai ter música, gente nova, alguns amigos da cidade onde os gêmeos moravam... Vai ser divertido, mas não a mesma coisa sem você! – ela falou, sentando-se a minha frente na cama.
Eu limitei a soltar um sorriso, vir-me-ei encarando as malas do Georg, faz pelo menos umas duas semanas que ele dorme comigo e passa o dia trabalhando e cuidando da casa onde ele irá morar dentre duas semanas. A presença dele na minha vida diariamente está sendo maravilhosa.
- Inclusive, Georg já está lá – ela completou, de alguma forma, lendo meus pensamentos ou apenas seguindo meu olhar para as coisas bagunçadas dele. Eu ri.
- Eu vou – dei meu ultimato. Ela praticamente pulou em cima de mim, sorrindo alegremente como se estivesse ganho um prêmio.
- Vai ser ótimo! Você vai se divertir muito! – ela levantou batendo palmas.
Em questão de minutos, eu escolhi e vesti um biquine vermelho com estampas azuis, coloquei um short vermelho por cima e uma camisa azul, amarrando as pontas. Nos pés, eu coloquei um salto de plataforma puxando a mesma estampa do biquine.
Devido ao sol intenso, eu preservei a minha pele passando filtro solar e uma maquiagem leve.
- Você está linda, Megan – Kate falou espalmando as duas mãos sobre o queixo, maravilhada.
Eu dei uma voltinha e questionei.
- Está demais?
- Não! Está perfeito, Meg – ela falou, então foi ai que eu notei que ela estava linda num biquine com detalhes azuis e shorts jeans – Aproveite e separe uma muda de roupas e maquiagem para a noite – falou batendo na bolsa que carregava nos ombros.
- Ok – abri meu guarda-roupa já tendo em mente o que eu iria separar para a noite.

[...]

Como a casa dos gêmeos era próxima a minha, decidimos ir andando até lá, trocando mensagens com nossos amigos que estavam a nossa espera para abrir as cervejas.
De acordo com Georg, na casa ao redor da piscina no sol ardente e misterioso próximo ao inverno, estavam todos os nossos amigos e alguns conhecidos dos gêmeos, mas o restante do pessoal só chegaria mesmo à noite, quando os pais dos gêmeos nem estariam em casa, eles foram viajar em uma segunda lua de mel e permitiram a casa para que eles dessem a tal festa, já que os gêmeos fizeram aniversário e não fora devidamente comemorado.
Assim que chegamos, fomos recepcionadas por Tom, já que de acordo com o mesmo, o outro anfitrião estava adormecido numa espreguiçadeira e ele tivera que levantar para abrir o portão para nós. Nós nos acomodamos ao redor da piscina, onde o pessoal conversava animadamente tomando coca-cola, logo que cheguei, avistei Bill deitado, com óculos de sol cobrindo seus olhos e o abdômen tatuado à mostra.
Eu não tive nem tempo para recuperar o fôlego e senti as mãos de Emma que estava louca para me contar sobre o novo namorado dela, que se chama Dante, um garoto mais velho, divertido e muito atraente que ela conheceu no centro da cidade há poucas semanas.
Então, eu me sentei ao lado dela na beira da piscina, não antes de tirar meu short e a camiseta, assim como todas as outras garotas ao redor, aproveitando o sol que fazia e provendo de uma boa conversa com a minha melhor amiga.

[...]

Houve um momento em que eu, apesar me divertindo bastante com as pessoas ao redor, eu sentia que precisava ficar um momento só, repassar o protetor, retocar a maquiagem... Enfim, um minuto para recobrar o fôlego. Principalmente, por que Bill havia despertado de seu sono e de alguma forma, a sua presença ainda me fazia ficar sem palavras e até que cheguei à conclusão de que Tom já não me causa tantos arrepios quanto antes, mas ainda tem uma faísca bem lá no fundo.
Disfarçadamente, eu fui em direção ao banheiro do andar de baixo, com a bolsinha com os produtos de beleza necessários em mãos. Bati na porta ao encontrá-la fechada a chave, notando que pelos sons vindos do interior do cômodo, alguém se divertia lá dentro. Um ocupado saiu de duas pessoas, e logo deduzi que havia mais de uma pessoa ali, e me dando a liberdade de conduzir para o interior da casa, eu segui para o andar de cima onde, na época que eu era feliz e não sabia, eu frequentava nas tardes que eu adormecia no quarto com o Bill.
Terminei de subir as escadas sentindo que havia alguém me seguindo desde o banheiro do andar de baixo. Entre a escada e o extenso corredor até o banheiro no final do corredor, ao lado da suíte dele, eu dei algumas entreolhadas e nada fora avistado, e para certificar que ninguém estava me perseguindo e assegurei-me disto, voltando-me para trás para ter a plena certeza. Mas não fora uma boa ideia de virar-me novamente para uma última olhada, e como em filmes de terror, lá estava ele, olhar distante, frio e silencioso. Com o susto, eu deixei que minha bolsa caísse aos meus pés, sentindo meu coração disparar tanto pelo susto quanto pela sua presença marcante.
- Que susto! – exasperei, soltando um longo suspiro.
- Desculpe, eu não queria te assustar. Eu só queria estar a sós com você – ele se apressou em dizer, se impondo em minha frente.
- Mas eu não quero estar a sós com você, me dê licença – caminhei em sua direção, a fim de ir embora, depois eu retornaria para continuar meus objetivos anteriores, mas o meu plano de sair de fininho não deu muito certo.
Ele fechou a distância entre nós com passadas longas, não dando tempo para que eu apanhasse a bolsinha que caíra com o susto anterior. Quando eu me inclinei para apanhá-la rapidamente, ele se apossou dos meus ombros, deslizando as mãos longas e frias pela minha cintura... E em questão de segundos, nossos lábios se encontraram, quentes e molhados.
Aos poucos, eu senti todas as minhas resistências que levei certo tempo para construir, tento em vista o fato de ele estar presente em minha vida por partilhamos das mesmas aulas no colégio, se derrubarem num passe de mágica. Eu me impressionei comigo mesma, o quanto eu sou fraca para o amor, me entreguei tão rápido que quase em um instante me vi soltando abruptamente de seus lábios, tentando resistir com o restante de força que ainda se preservava em mim.
Mas no outro instante, eu vi as chamas em seus olhos antes frios. Ele chegou mais perto, a ponto de sentir a sua respiração sobre meu peito, ele depositou um beijo carinhoso na minha bochecha e fora deslizando sem pressa até o meu pescoço, onde depositou outro, eu estava extasiada com tudo aquilo que ele estava fazendo, calmo, sem pressa alguma. Seus braços ao redor da minha cintura puxavam-me delicadamente para si, fazendo com que nossos lábios se encontrassem num beijo consideravelmente carinhoso.
Continuei paralisada, sentindo o toque quente de sua pele sobre a minha pele, seus lábios se moverem vagarosamente junto aos meus. Diversas vezes eu me imaginei em seus braços, beijando-o, devorando cada momento... Sinceramente? Eu não queria que aquilo acabasse ou fosse interrompido abruptamente, mesmo que cada célula do meu ser gritasse “vá embora Megan”, as mesmas também gritavam “vá em frente Megan”.
Durante o beijo calmo e carinhoso, eu passei as minhas mãos pela sua nuca, sentindo seus fios de cabelo macio roçar em minhas mãos. Nem mencionei que ele havia cortado seu cabelo e raspado as laterais? Pois é, fazia alguns dias, ele ficara bem melhor assim... A um passo da perfeição.
Em meio aos beijos, eu pude ouvir o barulho da maçaneta girar lentamente até que a porta de seu quarto se abrisse totalmente, ele havia aberto-a. Bill abaixara devagar, alcançando meu corpo, quebrando o beijo, somente para envolver-me em seus braços, carregando-me para o interior do quarto, fechando a porta com um chute leve.
Durante o curto percurso da porta ao seu quarto, o que para mim parecia uma eternidade, eu aproveitei para aspirar seu doce e característico perfume. Ele me pôs sentada na borda da lateral da cama de casal em seu quarto, desfazendo o encanto de aspirar ao seu característico perfume. Ele dizia que queria uma cama de casal assim por ser espaçoso e extremamente preguiçoso.
Ele ficara em pé a minha frente, enquanto juntos e atrapalhados retirávamos a sua camiseta, depois os sapatos e por fim, a sua bermuda.
Ergui-me, sentindo em meus pés descalços, o gélido piso. Era visível a diferença de altura entre nós dois. Era incrível o fato de que isto me fazia sentir-me protegida, mesmo que ele tenha me magoado daquela forma, mas algo a mais ainda me atraía a ele, tanto fisicamente quando sentimentalmente.

Love me.
Hate me.
Keep me.
Change me.
Blame it all on me.

Ele continuou me abraçando, depositando beijos lentos em torno do meu rosto. Invertemos as posições, ele se sentara a borda da cama e eu me mantivera em pé, abracei-o, me deleitando em seus beijos, sentindo as suas mãos agarrarem com força em minha cintura.
Tínhamos apenas 17 anos e nos conhecíamos há tão pouco tempo, mas ainda assim, parecia que nos conhecíamos desde sempre. Como se a sua convivência e parte da nossa afinidade fez transparecer isso. Eu sei que agora, era a hora de eu fugir, de negar o que eu sinto, de sair correndo, de desistir, de não me entregar... Mas é uma oportunidade única que temos depois de tudo. Eu sei que apesar de tudo, ele sente algo por mim, não é tão forte quanto o amor, mas é algo que nos liga ainda. Mas o que é o amor?
Suas mãos quentes subiram lentamente pelas minhas costas, encontrando com os laços do biquine, desfazendo-os devagar, enquanto nos beijávamos.
E depois desde beijo, lapsos de memória não me deixam negar do que aconteceu entre nós, digo lapsos, pois eu estava muito extasiada para poder descrever cada detalhe. Eu me lembro de estar em êxtase, derretendo em seus braços. De ouvir seu arfar e seus gemidos em meus ouvidos como o som de uma música sensual única. De sentir o toque quente, incendiário em meu corpo, dos seus lábios... Lembro-me de sentir-me mulher, de ter as pernas trêmulas e de custar a recobrar o fôlego.
Eu me lembro do seu olhar penetrante e do seu sorriso malicioso ao fim de tudo.
E então, finalmente, a minha ficha caiu.

_______________________________________________

Não, não deixei essa primeira vez deles detalhada, por que virá uma que eu gostaria muuuuuito de dedicar um capítulo só para eles. E vocês vão entender quando ele chegar ♥

Bom, vou indo, espero que tenham gostado, qualquer coisa é só mandar uma mensagem, ficarei muito feliz. E comentem!

Bom dia Razz
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://in-dienacht.tumblr.com/
Missy Bardot
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 1011
Idade : 24
Localização : Santa Catarina
Data de inscrição : 19/06/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: Teenager - AVISO IMPORTANTE.   Seg Mar 04, 2013 5:08 pm

Ahh que bom que tu voltou...amei esse capítulo, Megan e Bill tem uma atração beeem forte hein?? haha continua study
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ilana
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 3843
Localização : Humanoid City
Data de inscrição : 01/02/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: Teenager - AVISO IMPORTANTE.   Seg Mar 04, 2013 5:55 pm

Espero que o Georg, agora que esta na vizinhança, de um belo de um soco no Bill! Eu ainda não engoli a "traição" dele, sem bem que não ficou tudo ainda muito claro...
Enfim... Melhor eu parar de especular e esperar o próximo capítulo!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://eternitytokiohotel.tumblr.com/
Cami
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 535
Localização : RS
Data de inscrição : 12/10/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Outro

MensagemAssunto: Re: Teenager - AVISO IMPORTANTE.   Seg Mar 04, 2013 9:43 pm

Ilana escreveu:
Espero que o Georg, agora que esta na vizinhança, de um belo de um soco no Bill! Eu ainda não engoli a "traição" dele, sem bem que não ficou tudo ainda muito claro...
Enfim... Melhor eu parar de especular e esperar o próximo capítulo!
Jesus, posta logo o próximo capitulo ou eu vou ter um surto.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Heloisa Lima

Fã


Número de Mensagens : 122
Idade : 17
Localização : rj
Data de inscrição : 13/05/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: Teenager - AVISO IMPORTANTE.   Sab Mar 09, 2013 10:52 pm

Toda semana, olhava pra ver se a senhorita tinha postado o capítulo, mas... nada. Até que enfim! Adorei o capítulo e que muuuuito a 2ª parte desse Smile
Entendo essa demora. Ás vezes é assim mesmo. Muitas pessoas pensam que a inspiração pra fanfic vem do cérebro, mas vem do coração. Esse momento que você tá passando na sua vida, pode estar mexendo com seu coração. Porém, é uma fase, que logo passa Wink

______________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://twitter.com/suckm3gustav
Anne Lander
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 339
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 19/12/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Orkut

MensagemAssunto: Re: Teenager - AVISO IMPORTANTE.   Ter Mar 12, 2013 7:21 pm

Olá meninas, voltei!

Obrigado pelos comentários <3 E por continuarem ao meu lado! Como eu disse, a fanfic vai ter continuidade nem que eu tenha que terminá-la com 60 anos Y.Y

Heloisa Lima escreveu:
Toda semana, olhava pra ver se a senhorita tinha postado o capítulo, mas... nada. Até que enfim! Adorei o capítulo e que muuuuito a 2ª parte desse Smile
Entendo essa demora. Ás vezes é assim mesmo. Muitas pessoas pensam que a inspiração pra fanfic vem do cérebro, mas vem do coração. Esse momento que você tá passando na sua vida, pode estar mexendo com seu coração. Porém, é uma fase, que logo passa Wink

Pois é, eu estou assim, com o coração apertado, mesmo. Mas aos poucos eu estou me encontrando novamente e até estou conseguindo escrever normalmente! Fazia um tempo que eu não conseguia escrever um dia e ter vontade de escrever no dia seguinte. Enfim, obrigado pela compreensão sua e de todas! Eu tenho um carinho muito especial por vocês ♥

Enfim, boa leitura! study


___________________________________________



Capítulo 12 – If I’can have you.
(Se eu não puder ter você).

Depois que tudo acabou eu, literalmente, me senti vazia.
Completamente ao contrário do que um dia eu achei que iria sentir. Eu nunca pensei que iria me entregar para qualquer um e iria me sentir assim, vazia. Foi maravilhoso, eu me senti nas nuvens por alguns instantes, mas logo quando acabou, veio àquela sensação horrenda de um vazio que não deveria existir.
Era ele! Eu gostava dele, assim como Georg, que fora meu primeiro e em absoluta vez, nunca eu me senti assim. Talvez, por que fora feito sem amor, num momento inapropriado... Bem que minha mãe me disse uma vez...
- Sexo sem amor, é apenas sexo. Não tem graça alguma, tem que ter clima, sorrisos, beijos que tirem o fôlego... No final, você vai se derreter na cama, abraçado a ele e vocês vão se sentir ligados emocionalmente e fisicamente de uma forma indescritível. Isso é amor, fazer amor. Se vocês não se sentirem assim e se todas essas coisas não acontecerem, não é amor. É apenas sexo e... Fuja dessas situações, é onde o coração geralmente sai partido. A não ser que ambos saibam das condições pós-sexo.
Isto é parte daquelas tradicionais conversas depois do “mãe, eu não sou mais virgem”. Mas apesar da vergonha de conversar sobre sexo com ela, eu levo essas palavras comigo, são sábias.
Continuei alguns longos minutos estando paralisada ao seu lado. Por um instante, eu fitei o teto branco de seu quarto tentando de alguma forma, entender tudo que acontecia ao meu redor, e em outro, eu me peguei observando-o. Ele parecia tão desnorteado e perdido como eu estava me sentindo agora, mas ambos não reagiam, no mínimo, deveríamos esclarecer o ocorrido.
No fundo, eu não tinha esperanças que nosso relacionamento fosse funcionar de verdade, talvez algum dia. Talvez, ele se apaixone por outra pessoa e eu o perca definitivamente. O Bill que está respirando calmamente do meu lado emanando um perfume delicioso pode ser outra pessoa completamente diferente daquela que eu conheci, extremamente fantasiosa. Eu deveria esperar por isto, já que ele era perfeito demais para mim, algum dia ele iria me apunhalar pelas costas.
Eu não quis prolongar mais aquele momento, então, eu tomei a atitude de me erguer da cama, apanhar minhas roupas vestindo-as rapidamente, tentando evitar todo e qualquer contato visual com ele, mas quando eu me sentei à borda da cama para calçar meus sapatos, afivelando o último par, eu pude sentir a sua mão tocar a minha. Assustada, eu me ergui rapidamente, com o coração e a respiração acelerados, afastando-me dele.
- Fique - ele disse com a voz completamente doce.
- Eu não posso - respondi. Minha voz saiu fraca, embargada.
Uma parte de mim ficou ali, quando eu parti, fechando a porta com cuidado atrás de mim.
Fui ao banheiro rapidamente para retocar a maquiagem leve e repassar o filtro solar, mas foi quando eu percebi que a casa estava escurecida, barulho e o cheiro da chuva invadiam a casa instantaneamente. Parei alguns instantes para observar os sons, os garotos gritavam "chuva", "vai molhar tudo", "meu cabelo!" (com certeza, essa pérola clássica foi da Kate) e entre outras vozes. Incrível como estar com ele me fez perder a noção do tempo e do espaço ao redor. Os raios invadiram a janela do banheiro, clareando o local e me despertando do meu momento de observação, assim, eu deixei o recinto, passando obrigatoriamente pelo quarto do Bill, que mantinha as portas fechadas assim como eu deixei ao sair de lá.
Passei pelo corredor e desci as escadas calmamente observando a bagunça ao redor da sala, repleta de adolescentes encharcados e brincalhões, coitada da Dona Simone, aja voz para dar bronca nesse pessoal todo quando ela chegar e der de cara com a sala bagunçada do jeito que está.
- Pessoal, nós vamos limpar aqui agora, senão não poderá rolar festinha! - Georg deu as ordens e parecia que todos os presentes obedeceram-no.
- Onde você estava? - Kate surgiu dentre as pessoas me observando de cima a baixo.
"Ah, eu estava lá em cima transando com o seu cunhado".
- Eu fui ao banheiro do andar de cima, parece que o de baixo estava ocupado - dissimulei o mais convincente possível.
- Ah sim, então nós vamos ficar aqui dentro e por uma música até a chuva passar – ela esclareceu a bagunça.
- Por mim tudo bem, mas eu vou dar um mergulho na piscina antes - falei, dando de ombros.
- Você é louca? Nessa chuva? Você vai MORRER! - ela aumentou o tom de voz, dando ênfase no "morrer".
- Só um mergulho! - ressaltei. Dei minha bolsa para ela e me dirigi até a piscina, à chuva estava forte e completamente revigorante... Algo que eu precisava agora para tentar por os pensamentos em ordem.
Às vezes eu tenho medo de que todas essas minhas preocupações de agora sejam pouco perto das preocupações do futuro. Às vezes eu me sinto adulta demais, portando a idade que eu tenho. Mas também, eu sinto que estar nessa fase de transição entre a adolescência e a vida adulta, tem os seus questionamentos e o meio termo entre a infância e a fase adulta. Tudo muda e qualquer escolha que você fizer agora, pode mudar completamente o seu destino, seja para bom ou para ruim.
Retirei meus saltos rapidamente, depositando-os na parte coberta da área da piscina junto do meu short pondo-o em cima do banquinho branco em cima de uma toalha seca. Caminhei ao redor da piscina, divagando sobre os últimos acontecimentos, passando os pés sobre a água, sentindo as gotas da chuva em meu corpo, molhando meus cabelos, fazendo com que o cheiro agradável do meu xampu espalhasse pelo ar.
Preparei-me para o mergulho e assim o fiz. Pude sentir a água me levar para o fundo, acostumando-me forçadamente com a temperatura gélida da mesma. Logo, eu me elevei, retirando o excesso de água em meu rosto, mesmo sentindo as gotas da chuva tocar meu rosto e molhá-lo ainda mais. Suspirei, nadando devagar até a borda da piscina, onde me assustei ao sentir braços frios envolvendo os meus braços e a minha cintura.
- T-Tom? - questionei ao notar que nos braços deste ser que me abraçava não havia resquício algum de tatuagem.
Seria menos doloroso se fosse ele.
- Eu mesmo - ele respondeu com a voz um pouco rouca.
- O que... Você está fazendo? – soltei-me dele com violência.
- Cumprindo a minha promessa - ele respondeu sínico.
- Você terminou com Kate? - questionei-me sem lembrar de que até a última vez que nos vimos, não havia resquício algum de mágoa ou tristeza, ou seja, a resposta a minha pergunta poderia ser, assim espero, negativa.
- Ainda não... - ele respondeu visivelmente desapontado.
- E nem o faça - alertei - Eu nunca poderia ficar com você, mesmo que você termine com ela, Tom. Ela sempre vai ser a minha melhor amiga... E no lugar dela, eu não queria ser amiga de alguém que roubou uma das coisas mais preciosas da sua vida. Ela te ama Tom, ela gosta mesmo de você, não a magoe.
- Nem se eu não estiver satisfeito com essa relação? - questionou dissimulado.
- Ela é perfeita! O que tem de errado? – questionei novamente com um pingo de confusão em mente.
- Ela não é você – ele respondeu com os olhos fixos em mim e a voz rouca, eu já devia esperar por esta resposta.
- Você já deveria ter se esquecido de mim – dei de ombros. Tanto tempo, com certeza deve ter sim.
- Impossível com você tão presente na minha vida – continuou arrastando a voz em forma a tentar seduzir-me. Ele deve ter se esquecido de que eu ainda gosto do irmão dele.
- Eu não sou nada perto dela... E pense, se você quisesse de verdade estar comigo, não teria arrastado esse relacionamento até aqui. Não termine com ela, só por minha causa, eu não quero ser a culpada e muito menos, eu não quero perdê-la. Eu espero que você entenda isso – disse o mais firme possível para fazê-lo afastar essa ideia de que quando ele terminar com Kate, e se terminar, eu irei cair aos pés dele.
- Eu vou terminar com ela de qualquer forma, só estou esperando o dia certo – ele falou, afastando-se de mim.
- Daqui a um ano? - ironizei. Eu não podia perder a piada.
- Amanhã.
Droga.
E aquilo me calou.
Não o respondi, então decidi deixar o local. Nadei até a borda contrária, mas ele me seguiu, puxando-me pela cintura.
- Me solta, Tom - clamei.
A proximidade perigosamente gostosa e proibida, de alguma forma, no fundo do meu ser, me atraía a ele. Ele se aproximou, cuidadosamente, me recostando na borda gélida da piscina. Eu tentei detê-lo pondo minhas mãos espalmadas em seu peito, afastando-o de mim. Mas era um ato fracassado tendo em vista de que ele era vezes mais forte do que eu, conseguindo assim, quebrar as minhas barreiras físicas e cuidadosamente com o seu hálito de algum drink doce e atraente se aproximando dos meus lábios, assim quebrando as minhas resistências num só beijo.
No começo, eu tentei me afastar, eu tentei detê-lo e entre murmúrios, eu ameacei gritar para que todos soubessem da verdade, mas logo, ele conseguiu com que eu me rendesse a ele e ao beijo, assim, a raiva que eu sentia por ele triplicou, intensificando a violência com que nós nos beijávamos. Um ano se passou desde o nosso último beijo, era como se esse tempo todo, nós estivéssemos juntos, como eu sempre desejei desde que nos conhecemos. Mas sem mágoas com a Kate... Permiti-me passar as mãos em seus ombros, sentindo as gotas de chuva respingar em nossos corpos.
E apesar de em tempos, esse beijo ser tudo que eu queria, ele não era para mim, nunca foi. Lembrei-me de Kate e de todos os momentos felizes que nós tivemos, e aquilo foi como um baque forte, fazendo-me empurrá-lo com força, assim rapidamente, antes que ele pudesse me enfraquecer novamente com beijos, eu me retirei da piscina num pulo, secando-me com a toalha avulsa na cadeira embaixo da área coberta da piscina junto com meus shorts e saltos.
Adentrei ao interior da casa, sem olhar para trás, ignorando sua presença, apenas secando-me e concentrando-me em esquecê-lo definitivamente. Logo, eu encontrei a sala vazia, com exceção de Kate que me aguardava com a sua compreensão e beleza além do alcance.
- Bill cedeu o quarto dele para nós tomarmos banho e nos vestir - ela disse visivelmente alegre com as mochilas com as nossas roupas de festa nos ombros.
- Ainda vai rolar festa? – questionei surpresa, disfarçando a surpresa principal de pisar novamente naquele cômodo, principalmente agora.
- Vai sim, tem um pátio atrás da casa, vamos ficar lá – respondeu erguendo-se.
- Ah sim, então vamos logo! – caminhamos para o cômodo.
Vamos ao lugar onde eu, há poucos minutos, transei com o dono do local.
Quando chegamos ao quarto, eu pude perceber que o local estava bem arrumado e não com os lençóis desalinhados e a cortina fechada como antes. Kate apanhou uma toalha em cima da cama e avisou-me que ia tomar um banho rápido e que depois, usando a outra toalha, eu tomaria um banho também. Parece que ele deixou tudo arrumado para nós...
O clima palpável da casa era de pura diversão. Jovens se preparando para uma pequena festa caseira com os amigos mais próximos... Sinceramente? Depois dos ocorridos, a única coisa que eu gostaria mesmo de fazer, era deitar-me até tarde depois de uma xícara de chocolate-quente com biscoitos com gota de chocolate. O excesso de açúcar e chocolate melhoraria meu humor e eu dormiria bem melhor do que se tivesse tomado um remédio para dor de cabeça com um copo de leite quente. Mas também beber e tomar um porre daqueles com os meus amigos, me faria bem.
Fiquei próxima à janela, observando a chuva cair calmamente sobre as árvores ao redor, enquanto cantarolava uma música qualquer até que Kate saíra do banho trajando uma calça jeans skinny e uma regata com detalhes e com um lindo decote. Claro, que dentro da bolsa dela ainda tinha um belo par de sapatos, maquiagem, secador e tudo mais para ficar ainda mais bela do que ela é. É admirável a beleza dessa garota, tem tudo para ser uma modelo de sucesso!
- Sua vez! - ela falou, jogando sua toalha molhada em cima de mim despertando-me do meu momento de admiração.
- Que nojo! - falei em tom de brincadeira, ela riu.
Tentei não me lembrar do quando aquele ambiente pertencia a ele. E de como aquele cômodo, uma vez, fora cenário de um momento único nosso, quando após o almoço delicioso preparado pela mãe dele, nós fomos escovar os dentes e começamos a fazer caretas no espelho com a boca cheia de pasta de dente, quase perdendo o fôlego de tanto rir juntos, e durante o banho, me peguei sorrindo ao lembrar tanto deste quanto de tantos outros momentos que nós dois tivemos em tão pouco tempo em uma relação e aquilo se esvaiu em minhas mãos como a água que escorria pelo meu corpo até o ralo. Permiti-me esvaziar meus pensamentos e apenas sentir a água quente escorrer pelas minhas costas me relaxando por alguns instantes.
Assim que o delicioso banho cessou-se, sequei-me com a toalha, notando que nela, continha o doce perfume que ele possuía. Aquilo me fez esquecer por alguns segundos toda a dor causada pelo dono do mesmo. Assim que voltei à vida, fui colocar o meu vestido curto com mangas compridas, com fundo preto e grandes flores azuis com o miolo amarelo, sendo uns dos destaques do mesmo. Foi Kate quem me presenteou com ele, ela sempre dizia o vestido com cores tão vivas destacava a cor da minha pele e me deixava ainda mais bela, então eu sempre fazia questão de usá-lo sempre quando ela estivesse por perto.
Sai do banheiro ouvindo os elogios carregados dela. E elogiando-a também, no meio tempo em que eu estava no banho, ela havia secado os cabelos enrolando as pontas e uma maquiagem incrivelmente linda, ninguém pensaria que ela fez aquilo tudo em 15 minutos, talvez devesse ser prática, Kate sempre andou arrumada e bonita, com maquiagem feita e cabelo impecavelmente lindo e invejável.
- Vem aqui para eu arrumar seu cabelo, está uma palha! - disse, rindo.
- Obrigado Senhora Cabelo Perfeito! – eu permaneci séria diante do grande elogio a minha palha, ops, cabelo.
Caminhei até ela e me sentei sobre a cama, esperando pelos serviços capilares gratuitos dela. Depois completamos com uma bela maquiagem e saltos, os dela saltos marrons e brilhantes e os meus amarelos. Ela ainda complementou o visual com um blazer aberto com fundo de animal print e eu coloquei óculos escuros com armações azuis presos no cabelo como se fosse uma tiara ou algo do tipo, apesar da ausência de sol, apenas para destacar. Eu havia idealizado que o dia seria de sol intenso, pois bem, parece que já havia anoitecido...
Quando tudo estava extremamente arrumado, nós arrumamos nossas mochilas com as roupas sujas e depois arrumamos o que acabamos por bagunçar com a passagem pelo cômodo e, por fim, nós descemos, onde os garotos e o resto das meninas se encontravam divertindo ouvindo boa música e tomando cerveja. Recebemos alguns elogios e olhares e assim fomos nos sentar.
- Cadê a animação? – eu questionei, enquanto ia me sentar no colo do Georg.
- O pátio está molhado - Tom respondeu se mostrando desapontado... Seu dissimulado. – Nós estamos presos à sala.
- Tem karaokê, quem cantaria? - Bill sugeriu. Ouvir a voz dele, ainda não me fazia bem.
- Eu - me manifestei.
Todos se surpreenderam. Eu jurava de pés juntos que eu NUNCA cantaria na frente de ninguém mais além dos meus avós, mas percebi que essa era a hora de ser julgada. Será que eles gostariam da minha voz?
- À vontade! - Bill falou. Ele sempre teve curiosidade de ouvir a minha voz em uma música, então... A sua animação está definida e explicada.
Ergui-me, indo escolher uma das músicas da lista disponível dos DVDs, até que eu encontrei uma que minha mãe escutava todos os dias sempre dizendo que a letra era completamente dedicada ao amor que ela sentia pelo meu pai. Surpreendi-me ao encontrar a música e sabia que ela era perfeita para a ocasião... Ou não.
- Escolhi a música, agora se preparem - falei, enquanto apanhava o microfone, sentindo minhas mãos tremerem.
- Estamos todos curiosos! - Kate se manifestou, dando pulinhos no sofá ao lado de Tom.
A música então começou, concentrei-me nas notas iniciais, relembrando da letra simples e significativa da música. Assim, literalmente, soltando a voz, eu iniciei a música ouvindo os "ohhh" dos presentes na sala. Durante a mesma, sabendo a letra e o tempo de cada, eu olhei para os presentes como se eu estivesse dando um show. O que não era de todo falso, já que eu estava surpreendendo todos com a minha voz.
Eu não sei a quem eu dedicaria à letra da música... Bill, meu amor... Ou Georg... Meu melhor amigo e primeiro amor. Mas ela era bem significativa, se eu não pudesse ter um dos dois em minha vida, eu não queria nada mais... Ou, eu poderia incluir Tom nessa também?
Quando eu acabei, fora chuva de aplausos, aplausos em pé! Eu custava a acreditar... Meu segundo público, já que o primeiro sempre fora meus avós, e eu fui aplaudida desta forma. Fiz uma pequena reverência e agradeci com um enorme sorriso no rosto.
- Caramba, Megan, você tem que ser cantora! - Kate foi a primeira a gritar após os aplausos.
- Vocês nem viram minha apresentação de La Isla Bonita com meu primo professor de espanhol em Los Angeles, foi simplesmente inesquecível – falei, relembrando do dia. Verão de 2008; ele precisava de alguém para cantar com ele para seus alunos.
- Sério mesmo, não desperdice a sua voz, é linda! - Lívia se manifestou empolgada.
- Com tantas no mercado, eu não sei se eu me daria bem - expliquei-me, demonstrando minha insegurança.
- Você tem que entrar no coral da escola ano que vem... Eles iam te amar! – Emma propôs.
- Será? Coral e cheerios serão muita responsabilidade para mim.
- Você dá conta, mas NÃO, EM HIPÓTESE ALGUMA, DESPERDICE A SUA VOZ! – claro que Kate gritou as últimas palavras em meio a pulinhos empolgados.
- Pode deixar – sorri.
Custei a acreditar no que eu havia acabado de fazer e... Bem feito, por sinal.

___________________________________________

Então, eu gostaria de fazer algumas notas finais antes de fechar o capítulo. Ele está dividido em duas partes, esta postada agora e mais uma que virá ao longo da semana. Ela será menor, é apenas um diálogo entre Megan e Georg e em breve vocês entenderão o por quê dessa atenção sobre os dois.

Outra, a música cantada no vídeo é pela Naya que por vez é a atriz que eu selecionei para ser a Megan Castillo. Nos próximos capítulos virão outras que eu selecionei, os melhores solos dela no Glee (quem não assiste, recomendo).

Bom, até mais yaya
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://in-dienacht.tumblr.com/
Missy Bardot
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 1011
Idade : 24
Localização : Santa Catarina
Data de inscrição : 19/06/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: Teenager - AVISO IMPORTANTE.   Qua Mar 13, 2013 10:17 am

Ah esse capítulo foi tenso e intenso...caramba,estou mega curiosa para saber com quem ela vai ficar porque né só falta ela pegar o Gustav a maioria do TH ela já pegou hahahahahahaha brincadeirinha...continua study
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ilana
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 3843
Localização : Humanoid City
Data de inscrição : 01/02/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: Teenager - AVISO IMPORTANTE.   Sex Mar 15, 2013 9:11 pm

OMG, o que foi isso? Se fosse eu dava um belo de um tapa no Tom... Ô menino sem jeito. Mas agora, sério que ela esta dividida novamente? - embora ainda "penda" mais para o Bill...
E falando nele, o Bill ainda esta namorando com aquela mina e tals?
Na boa, mesmo a Megan se sentindo vazia depois, eu achei que houve um pouco de sentimento, de ambos!
Apenas curiosa para o próximo capítulo!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://eternitytokiohotel.tumblr.com/
Heloisa Lima

Fã


Número de Mensagens : 122
Idade : 17
Localização : rj
Data de inscrição : 13/05/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: Teenager - AVISO IMPORTANTE.   Sab Mar 16, 2013 6:48 pm

Ai meu coração é frágil.. Continue que eu adorei!

_____________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
http://twitter.com/suckm3gustav
Cami
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 535
Localização : RS
Data de inscrição : 12/10/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Outro

MensagemAssunto: Re: Teenager - AVISO IMPORTANTE.   Dom Mar 17, 2013 12:58 am

Ilana escreveu:
OMG, o que foi isso? Se fosse eu dava um belo de um tapa no Tom... Ô menino sem jeito. Mas agora, sério que ela esta dividida novamente? - embora ainda "penda" mais para o Bill...
E falando nele, o Bill ainda esta namorando com aquela mina e tals?
Na boa, mesmo a Megan se sentindo vazia depois, eu achei que houve um pouco de sentimento, de ambos!
Apenas curiosa para o próximo capítulo!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Missy Bardot
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 1011
Idade : 24
Localização : Santa Catarina
Data de inscrição : 19/06/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: Teenager - AVISO IMPORTANTE.   Qui Mar 28, 2013 11:28 am

Cadê tu??? Sad
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anne Lander
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 339
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 19/12/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Orkut

MensagemAssunto: Re: Teenager - AVISO IMPORTANTE.   Seg Abr 01, 2013 8:01 pm

Boa noite, belas <3
Como vão? Obrigado por comentarem!

Perdoem o meu atraso, é que minha internet estava falhando todos os dias, agora que ela voltou (e espero que não falhe novamente). O lado bom é que sem internet, eu presto mais atenção no que eu estou escrevendo e já tenho meio capítulo andado.

Mas enfim, esse é pequeno, mas ainda essa semana, eu posto o próximo. Marquei até no meu celular para que eu não me esqueça, se eu não postar, é por conta da minha internet, vou cobrar o administrador dela, por que assim não dá.

Boa leitura study


_______________________________________




Capítulo 12 – If I’can have you.
(Se eu não puder ter você).

A festa perdurou até umas duas e meia da madrugada. Nas primeiras horas após o meu pequeno show, os outros tentaram cantar no karaokê também, alguns com sucesso e aplausos fervorosos e outros nem tanto com algumas reprovações, inclusive meu dueto com Kate foi incrível, ela tem talento! Como eu nunca havia ouvido a voz do Bill, eu me surpreendi quando ele e o restante dos meninos decidiram mostrar suas músicas aproveitando dos instrumentos antigos no porão.
Simplesmente incrível como as músicas diziam muito sobre uma pessoa, principalmente de quem as compôs. Eu me identifiquei momentaneamente com algumas das músicas, inclusive algo que eu apreciava bastante nas músicas que eu gosto é as batidas e a melodia calma e até romântica. Algumas das músicas da banda foram mais agitadas o que fez com que o pessoal dançasse alegremente. Era bom saber que eles não iam desistir dos seus sonhos, até por que a banda deles tem tudo para ser um sucesso. E às vezes, eu os invejo por isso, eu não tenho nenhum pingo de coragem de entrar no mercado musical com a minha voz por mais que todos me encorajem para isto... Ainda penso em fazer faculdade e trabalhar como o restante daqui também pensa.
Depois, quando a chuva cessou-se novamente (já que ela ia e vinha) nós decidimos pedir pizza. Após o momento para reabastecer as energias, nós colocamos uma música e nos divertimos pelo restante da noite entre conversas e gargalhadas. Bill começou um pouco tímido, mas logo se divertiu como todos será que ele estava se sentindo tão abalado quanto eu pelo que tivemos hoje?

[...]

Quando chegamos a casa, meus avós acordaram para nos receber e questionar se nós estávamos bem. Assim, rapidamente minha avó nos deu um prato com biscoitos e um copo com leite quente para nos alimentarmos antes de dormir.
Nós dois nos sentamos ao redor da mesa de jantar, e apesar de algumas bebidas alcoólicas ingeridas, eu não estava bêbada e nem Georg, então, começamos a conversar sobre coisas aleatórias sobre a festa. Nesse instante, eu senti que eu precisava desabafar sobre os ocorridos durante a mesma.
- Georg - chamei-o.
- Hm? - ele murmurou em resposta, já que estava com um pedaço de biscoito na boca.
- Vamos lá fora um minutinho? - ele concordou imediatamente tomando um último gole de seu copo de leite.
Apesar de o tempo estar frio e da chuva que voltou a cair forte, indicando que o inverno está mais próximo do que nós imaginamos, eu preferiria ter essa conversa em um lugar afastado de onde meus avós pudessem me ouvir. O que eles pensariam de mim? Nunca que eu iria desrespeitar o interior do nosso lar, com esses acontecimentos sujos da minha vida. Até hoje eles pensam que o único homem a quem eu me entreguei, fora Georg, pois era... Até umas horas atrás. A conversa seria rápida e eu agradeceria eternamente por ter Georg na minha vida para que eu pudesse desabafar sem me importar com os julgamentos. E se ele quisesse, daria os puxões de orelha necessários para que eu soubesse onde seguir no dia seguinte, ele era mais como um guia fundamental na minha vida. Sem ele, eu não sei como eu conseguiria seguir adiante.

- Aconteceu alguma coisa, não foi? - ele questionou.
- Eu só queria que esse ano acabasse logo! - eu respondi, dando um longo suspiro, em seguida. Coloquei as mãos dentro do bolso da jaqueta de moletom que eu havia raptado da mala dele, mas só por que além de ser grande e quentinha, tinha o cheiro dele - Aconteceu Georg, aconteceu. E que droga, eu sou muito idiota mesmo, argh! - eu expressei a minha raiva sobre mim mesma.
- Vem, desabafa - ele me chamou num abraço, tendo em vista que meus olhos já estavam cheios de lágrimas, indicando que boa coisa não vinha por ai - Me conte o que aconteceu.
- Bom, eu transei com o Bill e beijei o Tom. Está ótimo para você? - respondi, dando um meio-falso-sorriso diante da minha grande piada.
- Se eu não conhecesse você, diria que você é a maior vadia do bairro! - ele gargalhou gostoso, o que me fez sorrir também - Em que contexto tudo isso aconteceu?
E então com detalhes, eu contei a ele tudo o que havia acontecido, desde o beijo do Bill no corredor até minha retirada da piscina após o beijo forçado do Tom. Ele não me interrompeu, talvez ele estivesse formulando as suas opiniões sobre os acontecidos. E o que eu mais queria ouvir eram elas, assim, no final, eu pesaria as nossas opiniões e saberia como agir nos próximos dias, já que a bomba ainda vai explodir.
- Então, eu subi com Kate para nos arrumarmos. Eu me segurei cada instante para não contar para ela tudo... Mas mais uma vez, eu fiquei com medo de perdê-la e de vê-la magoada por causa dele. Tom é um cara maravilhoso, mas é um abusado e sem caráter com as mulheres. Ficou tanto tempo com ela, para fazer isso... Eu não quero nem ver como ela estará nessa semana, eu vou até comprar os chocolates e os lenços... - eu iria continuar, mas Georg me interrompeu.
- Será que ele vai terminar contando sobre vocês? - questionou.
- Se ele fizer isso, vai até ser melhor para deixar tudo esclarecido, mas eu espero que não... – eu respondi completamente insegura.
- Então se prepare para o pior - ele disse, enquanto passava as mãos sobre meus ombros, me reconfortando carinhosamente.
- Mas e o que você acha de tudo isso? Devo ignorar completamente o Bill ou voltar para ele? – questionei, enquanto apreciava a carícia reconfortante que ele fazia sobre meu ombro.

- É visível que ele gosta de você. Mas você tem que se perguntar se vale a pena nutrir esse sentimento, se ele realmente correr atrás de você, dê uma oportunidade, afinal, foi ele quem errou contigo, mas se ele não fizer nada, espere. Se for verdadeiro, ele virá.
- Engraçado que quando você diz essas coisas, eu sempre me sinto melhor. Você sabe o quanto eu te amo?
- Não sei... Mas apenas eu sei que eu te amo muito, pequena - ele caminhou até eu, para dar-me outro abraço reconfortante.
- Vamos subir antes que nós ficaremos gripados - falei, dando os braços para ele que apenas concordou com a ordem. Fomos à mesa terminar de nos alimentar, para logo nos prepararmos para dormir.
Às vezes eu penso se agora vale a pena insistir em criar esperanças de que um dia nossa amizade, torne amor novamente. Eu o amo, muito, eu tenho um carinho especial por ele, nós, como namorados, nos demos muito bem. Discutíamos muito pouco e em maior parte estávamos aos beijos ou... Na cama. Tínhamos uma ligação especial e eu me sentia à vontade com ele, tanto na hora de desabafar qualquer coisa, quanto na hora de tirar a roupa. Mas ao mesmo tempo, eu sinto parte disto com o Bill, retirando a parte da ligação especial para a amizade, por que isso eu tenho desde muito antes de eu saber quem era Bill, antes da minha segunda decepção amorosa, e pior, eles são irmãos, caramba. Deve estar no sangue magoar e partir corações.
Antes de me adormecer, eu fiquei remexendo na cama, possivelmente incomodando Georg que dormia comigo, sem sono, apenas repensando e revirando em tudo que aconteceu antes e hoje, até que finalmente, eu fui vencida pelo cansaço e adormeci.

_______________________________________

Gostaram?

O próximo é um pouquinho triste, na verdade, os próximos. Então, vão separando seus lencinhos.

Amo vocês <3 yaya
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://in-dienacht.tumblr.com/
Cami
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 535
Localização : RS
Data de inscrição : 12/10/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Outro

MensagemAssunto: Re: Teenager - AVISO IMPORTANTE.   Seg Abr 01, 2013 9:49 pm

Oh lord, o Tom vai contar pra Kate sobre eles dois?? Gente isso vai dar merda, só pode. Enfim adorei esse capitulo, o Georg é muito compreensivo, to querendo ele pra mim Very Happy Não demore pra postar o próximo. Kusses.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Missy Bardot
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 1011
Idade : 24
Localização : Santa Catarina
Data de inscrição : 19/06/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: Teenager - AVISO IMPORTANTE.   Ter Abr 02, 2013 8:11 am

Ahh Anne, sério? Não posso me emocionar muito vai dar pinta aqui no meu trabalho hahahaha brincadeirinha...
Tenho uma pergunta para a personagem.- Liebe Megan, você vive comendo biscoitinhos e pizzas nessa fic, como você faz pra não engordar e continuar gostosa a ponto de deixar os gêmeos caidinhos por você? kkkkkkk

Continua, amo muito essa fic, mesmo ela sendo triste ás vezes... estou torcendo para que dê tudo certo para a Meg study
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ilana
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 3843
Localização : Humanoid City
Data de inscrição : 01/02/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: Teenager - AVISO IMPORTANTE.   Seg Abr 08, 2013 5:28 pm

Zzumbie escreveu:
Oh lord, o Tom vai contar pra Kate sobre eles dois?? Gente isso vai dar merda, só pode. Enfim adorei esse capitulo, o Georg é muito compreensivo, to querendo ele pra mim Very Happy Não demore pra postar o próximo. Kusses.

Merda é pouco!! Se o Tom contar tudo acabou-se amizade, quer apostar? rçrçrç
CARA ELA AINDA GOSTA DO BILL <3
Por favor, eu amo o Georg, mas ela tem que ficar com o Bill u.u

Prossiga!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://eternitytokiohotel.tumblr.com/
Anne Lander
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 339
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 19/12/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Orkut

MensagemAssunto: Re: Teenager - AVISO IMPORTANTE.   Sex Maio 03, 2013 10:57 pm




AVISO



Olá garotas, tudo bem com vocês?

Eu gostaria primeiramente de agradecer a vocês pelos comentários e por manterem-se tão fiel a fanfiction por mais que eu atrase, sinceramente, eu atraso. Mas é como eu expliquei, eu estou passando por uma fase difícil e agora, por mais que as coisas estão dando certo, ainda tenho que lutar por elas. A primeira delas, foi a faculdade, eu passei e tudo mais, estou feliz a beça, mas preciso assinar papéis, imprimir documentos e isso está me deixando louca, mas faz parte. E também estou mudando tudo agora, inclusive, meu computador. Sim, meu velhinho de 6 anos, vai ficar com os meus pais/irmão.
Isso é um pouco difícil para mim, esse computador pegou a segunda melhor parte da minha vida, a etapa conhecer Tokio Hotel, me apaixonar por eles, mudar a minha vida e conhecer as pessoas mais incríveis que eu poderia conhecer. Ele tem parte de mim e vai para a sala ganhar vírus e mais vírus nas mãos do meu pestinha de 9 anos, vai ser duro ver isso. Mas por outro lado, vai ser ótimo aderir a tecnologia e escrever em outro lugar, sempre me inspiro com coisas novas, mas com isso, vem uma série de complicações. Eu dependo do meu primo com os programas e eu não sei quando ele vai estar disponível para me ajudar e nem vai adiantar fazer download de tudo, por quê eu vou estar sem internet naquele computador e provavelmente vou formatar esse então, resumindo, vou demorar um pouco mais para postar.
Eu poderia postar agora, mas eu estou pingando de sono, meus dias tem se resumido em resolver pepinos e deixar essa casa limpinha e mesmo ela sendo pequena, fica suja com uma facilidade incrível. eu gosto de por os detalhes e tudo mais que vocês estão acostumados e meu sono não permite. Estou morrendo para escrever tudo isso, acreditem.

Como eu sempre digo, eu NUNCA vou abandonar a fanfiction, acreditem. Meu sonho é passar tudo que eu tenho em mente para o papel, digo, word. E não vou sossegar enquanto eu não por um "FIM" nela. Mas preciso organizar as coisas da matrícula da faculdade e arrumar o computador novo para deixar ao meu gosto. E isso vai demorar alguns dias mais.


MAAAAAAAAAAAAAAAAAS, eu programei um post novo para o meu blog (lá o capítulo sai editado do jeito que eu fiz no word então ficou mais fácil) para quem quiser ler os capítulos adiantados/atrasados. E claro, eu vou postar todos eles aqui ainda, quando eu voltar.


Eu digo isso, por que sei que amanhã cedinho vou sair para caçar o computador novo e provavelmente eu vou chegar com ele e não vou ter tempo de avisar vocês, mas enfim, agora fiquem avisadas!


O link do blog é releasethepain e o próximo capítulo está programado para amanhã pela tarde.


Beijos e amo vocês demais! qualquer coisa (me mandem mention no twitter @backtoher/@annelanderx), adivinhem o número do meu celular e me mandem sms. hahaha :3


Última edição por Anne Lander em Sex Maio 03, 2013 11:09 pm, editado 1 vez(es) (Razão : AVISO)
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://in-dienacht.tumblr.com/
Missy Bardot
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 1011
Idade : 24
Localização : Santa Catarina
Data de inscrição : 19/06/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: Teenager - AVISO IMPORTANTE.   Seg Maio 06, 2013 12:33 pm

Tudo bem liebe..resolve teus problemas aí com calma, mas não esqueça de nós estaremos aguardando anciosas!!!! bj
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ilana
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 3843
Localização : Humanoid City
Data de inscrição : 01/02/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: Teenager - AVISO IMPORTANTE.   Sex Maio 10, 2013 9:58 pm

Ahh, tudo bem, contanto que continue postando haha
Espero que tudo se resolva!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://eternitytokiohotel.tumblr.com/
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Teenager - AVISO IMPORTANTE.   Hoje à(s) 2:53 am

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Teenager - AVISO IMPORTANTE.
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 3 de 3Ir à página : Anterior  1, 2, 3
 Tópicos similares
-
» O que é mais importante(prioridade) numa linha de baixo?
» Vazou na nét / Importante mensagem para o mundo
» O importante é fazer música e alegrar a alma ...
» Cuidado - Equipamento roubado
» Cabos

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
TH BRASIL OFICIAL - Fórum :: Fan Stuff :: FanFics-
Ir para: