Fórum Oficial do Tokio Hotel no Brasil - TH BRASIL OFICIAL FÓRUM
 
InícioPortalRegistrar-seLoginIr para o site@THBRASILOFICIALFacebook

Compartilhe | 
 

 Crise no Paraíso +18 - Capítulo 9

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
Meris
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 482
Idade : 22
Localização : Sampa -meu amor eterno *_________*
Data de inscrição : 29/12/2008

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Amigos

MensagemAssunto: Crise no Paraíso +18 - Capítulo 9   Qui Set 20, 2012 11:51 pm

Hi Amoras. What a Face

Vim explicar o motivo de começar a postar duas fics no forum. Por conta da nova regra do Nyah terei que me adequar e voltar a postar agora sempre por aqui, não acho ruim, apenas estou puta com essa novidade inesperada. Essa fic minha, estava em andamento no nyah, mas como não sei quanto tempo ainda terei para postar lá, resolvi começar a postar aqui, assim com o tempo poderei iqualar as leitoras daqui com as de lá e depois todas poderam ler juntas por aqui. Bem isso se eu tiver uma alma bondosa para me salvar dos spoliers.

A fic já estava bem adiantada, então não vou enrolar muito para postar, até porque desejo que minhas leitoras de lá venham para cá, depois de mim conseguir iqualar as fics no mesmo capítulo.

Resolvi postar hoje a noite, pois amanhã não sei se vai dar, já que tenho que escrever o capítulo da outra fanfiction: Fuck School e dessa mesma fic no Nyah.

Bem espero ter tido sua atenção até agora, bem vamos a fic. Aviso: Terá cenas de sexo logo no começo, se não curte nem leia.

                                                                 
  ---------




Nome: Crise no Paraíso.
Personagens: Tom, Ambry, Jennifer.
Classificação: +18.
Autora: Meris.
Terminada: Não.
Avisos: Sexo, Álcool, Heterossexualidade, Nudez.
Gênero: Romance, Comédia, Drama, Amizade.
Capítulos : Sei Não.
Beta-Reader : Word?


Sinopse


A vida de Jennifer Lemetz estava sendo perfeita como sempre, até ela descobrir que é extremamente mal de cama, as coisas não estariam tão maus se ela não fosse namorada de Tom Kaulitz. Vinda de uma família extremamente correta, a mesma não sabe nem com quem pedir ajuda para seu problema. Ela depois de um almoço de domingo com a namorada do irmão, decide seguir sua mente fértil e procura uma prostituta (Ambry) para ensiná-la os segredos da sedução e do amor. Mas uma surpresa maior ainda colocará mais crise nesse paraíso. Tudo começará quando Ambry descobrir que o tal homem de Jennifer, não é nada mais nada menos do que seu melhor cliente, pelo qual a mesma mesmo não assumindo sempre foi extremamente apaixonada, entretanto o que Ambry fará depois de descobrir tudo? Continuará a trabalhar para Tom e Jennifer ao mesmo tempo? É o Tom como conseguirá esconder a verdade? E Jennifer como conseguirá esconder tudo de todos? Uma grave crise parece estar chegando ao paraíso desses três.


Continuo? Posso postar? Alguém se dispoem a ler?


Última edição por Meris em Ter Jul 23, 2013 2:16 pm, editado 10 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.flickr.com/merisdeluxe
Milena Kaulitz
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 3499
Idade : 19
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 26/05/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Twitter

MensagemAssunto: Re: Crise no Paraíso +18 - Capítulo 9   Sex Set 21, 2012 1:40 pm

OOOH GOD *---*

Posta!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://meninaskaulitz.blogspot.com/
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Crise no Paraíso +18 - Capítulo 9   Sex Set 21, 2012 3:25 pm

Posta yaya
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anne Lander
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 339
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 19/12/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Orkut

MensagemAssunto: Re: Crise no Paraíso +18 - Capítulo 9   Sex Set 21, 2012 4:36 pm

Posta :3 yaya
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://in-dienacht.tumblr.com/
Meris
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 482
Idade : 22
Localização : Sampa -meu amor eterno *_________*
Data de inscrição : 29/12/2008

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Amigos

MensagemAssunto: Re: Crise no Paraíso +18 - Capítulo 9   Sex Set 21, 2012 5:16 pm

2 primeiros capitulos pensei em comparar como é a noite do Tom com cada uma delas, se não curte ler, leia depois do segundo capítulo. Brigado pelo incentivo Maria Eduarda,Milena Kaulitz e annebk, espero que gostem. Agora a primeira tortura do dia.

Os lábios dele beijavam pacientemente toda extensão do colo nu dela, e iam descendo os beijos tão calmamente como a fina camisola de cetim caindo daquele escultural corpo, as íris azuis dela reviravam de prazer, mesmo dormindo com diversos homens, ele era um dos poucos que conseguiam a fazer perder totalmente o controle sobre a situação. Ambos já estavam novamente tentando se fundir um no outro, ficar por alguns minutos formando um único ser unido energizado em total sincronia, como sempre, sem dizer nada eles sabiam exatamente como o outro queria que algo acontecesse quando estavam juntos. Ela então inverteu as posições, jogando as costas dele contra o macio colchão do hotel e ficando por cima, posicionou as pernas na lateral da cintura dele, as mãos másculos então foram subindo do joelho até a torneada coxa dela, onde o mesmo usou de uma grande força para apertar a região, os lábios finos se juntaram de prazer ao sentir a força e o desejo de seu homem em há possuir. Com a cintura a mesma começou a rebolar sensualmente enquanto o olhava com uma enorme cara de malícia, os dois respiravam ofegantes e sons abafados de prazer saiam do fundo da garganta de ambos, ele posicionou as mãos na cintura dela e a empurrou um pouco mais para baixo a fazendo rebolar ,daquela forma tentadora, em cima de seu membro que já estava totalmente ereto de excitação, teria a penetrado naquele momento se ambos ainda não estivessem com suas respectivas roupas debaixo. As reboladas e os movimentos circulares lentos e provocantes o tiravam do sério, o mesmo precisava possuí-la, e pensar que a menos de 10 minutos atrás ele ainda estava falando com o amigo no celular. Ela só de olhar para aquele quadrado maxilar percebeu que não iria demorar muito para ele despejar todo seu líquido, como de costume o mesmo estava com os olhos fechados e pressionava firme um lábio contra o outro, tentava controlar a todo custo os seus impulsos para poder aproveitar melhor o momento. Os movimentos circulares foram diminuindo o ritmo lentamente à medida que o tronco dela ia descendo a encontro do peitoral nu e definido dele.

_Você vai se arrepender se não ver o que treinei só para o meu preferido! – Afirmou ela sussurrando no ouvido dele apenas para deixá-lo ainda mais ligado.

Ela se levantou de cima dele, pegou uma cadeira simples por ali e colocou de frente para cama. Onde o mesmo já se encontrava sentado, atento a cada movimento daquele incontrolável corpo, com um sorriso safado estampado na face. A mesma colocou uma música francesa extremamente excitante aos ouvidos dele, se sentou na cadeira e voltou a o encarar com aquele olhar penetrante enquanto abrir e fechava as pernas de forma extremamente sensual, para o provocar ainda mais, subiu em cima da cadeira e começou a se movimentar no ritmo da música o excitando ao mesmo tempo com a visão do corpo dela e o olhar matador, com calma a mesma tirou a parte de cima da sua lingerie e mantendo o ritmo dos movimentos começou a se tocar, com o mesmo calmo e sensual ritmo logo a fina parte debaixo da lingerie também foi lançada no chão.

_Faz daquele jeito que eu gosto faz – Pediu ele e ela imediatamente sentou se novamente na cadeira de frente para ele.

Os olhos dele pareceram nem ao menos piscar com medo de perder qualquer movimento, ele nem ao menos percebeu quando começou a tocar We Found Love. Ela se masturbava daquele jeito louco que apenas as mãos dela conseguem fazer, se revezava entre o olhar de forma sensual e jogar a cabeça para trás gemendo alto o nome do seu preferido, o levando a loucura sem nem ao menos o tocar, a mão livre dela percorria todo o corpo escultural da mesma, conseguindo o provocar ainda mais. Ela retirou seus dedos totalmente umedecidos de dentro de si, molhados com seu próprio liquido, enfiou os dedos diretos na boca e os chupou como se tivesse fazendo isso com o membro dele, em seguida o chamou com os dedos já limpos. Ele tirou a cueca e praticamente voo para cima do corpo de sua presa, a penetrou com tudo sem nenhum aviso prévio, os dois se fundiram do jeito que tanto gostam e conseguiram de algum jeito mágico dividir a cadeira, ele entrava e saia fortemente de dentro dela, a cadeia batia com força no chão apenas demonstrando o tamanho do desejo que o possuía. Com as mãos ele segurava firme nas costas da cadeira, já as mãos dela união fortemente o corpo dos dois, o suor escorrendo pelos corpos atrapalhava um pouco as fortes estocadas.

_Você está tomando remédio? – Perguntou ele quase sem ar , após parar com os movimentos dentro dela, o mesmo sabia que seriam necessárias poucas investidas para atingir o seu ápice, e ele não queria sair de dentro dela para colocar o preservativo naquele momento. Fazia tempo que não tinha uma noite como essa.

_Estou, não sou demente! – Afirmou ela e depois riu.

Como ele estava pensando, não foi preciso muitas estocadas para despejar todo seu o liquido dentro do corpo dela, ela então começou a se movimentar e logo o orgasmo da mesma chegou, as mãos dela cravaram tão forte nas firmes costas firmes dele que o mesmo acabou quebrando as costas da cadeira , mas agilmente ele a segurou pelas costas para ela não cair, ambos ofegantes encostaram a testas de um na do outro.

_Senti sua falta, sumido – Disse Ambry sorrindo.

_ Todas sentem falta de Tom Kaulitz! – Afirmou ele e ambos riram baixo.

_Vai ficar comigo aqui essa noite? – Perguntou ela em seguida uniu os lábios dos dois, o que era para ser um beijo quente acabou sendo um demorado selinho, porque não demorou muito para ele afastar seus lábios do dela.

_Não, preciso ir para casa jantar com a minha família, mas pode dormir aqui essa noite, quando descer eu vou pagar a diária!

Ele saiu de dentro dela, levantou se e caminhou até o banheiro, afinal Tom não podia chegar em casa com aquela cara de cansaço e o cheiro do sexo

_Você vai voltar não é? – Perguntou Ambry nua encostada no batente da porta do banheiro, enquanto o via começar a tomar como sempre seu rápido banho.

_Quem sabe? Trás minhas roupas para cá, por favor? – Pediu ele já ensaboando rapidamente seu corpo.

_Porque você não me faz companhia no jantar? Posso pedir para fazerem aquela lasanha que você tanto gosta, está bem? – Perguntou ela tentando não apagar dentro de si o último fio de esperança.

_Minha família já está me esperando, preciso ir rápido porque já estou atrasado – Disse ele começando a perder a paciência – Pega logo minhas roupas pode ser?

_Não precisar se irritar, estou indo pegar! – Afirmou ela entrando no quarto e recolhendo as roupas dele – Você ainda vai ser meu Tom Kaulitz.

Continuo?
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.flickr.com/merisdeluxe
Anne Lander
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 339
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 19/12/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Orkut

MensagemAssunto: Re: Crise no Paraíso +18 - Capítulo 9   Sex Set 21, 2012 7:35 pm

Eu sou a pior pessoa para fazer comentários, mas eu estou adorando e coitada da Ambry!
Continue yaya
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://in-dienacht.tumblr.com/
.JH.
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 3022
Data de inscrição : 26/02/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: Crise no Paraíso +18 - Capítulo 9   Dom Set 23, 2012 12:10 pm

Rá, cheguei o/

Ai gente, como Tom é um cafageste KKKK'

Esse foi o sexo com a "profissional" Ambry, quero ver com a outra, já que ela não sabe nada Rolling Eyes #desastre

Awnn Meris, mas é claro que continua!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Danielle K
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 3199
Idade : 33
Localização : Rio de Janeiro
Data de inscrição : 21/09/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: Crise no Paraíso +18 - Capítulo 9   Dom Set 23, 2012 12:52 pm

Que safado nossa!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Meris
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 482
Idade : 22
Localização : Sampa -meu amor eterno *_________*
Data de inscrição : 29/12/2008

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Amigos

MensagemAssunto: Re: Crise no Paraíso +18 - Capítulo 9   Dom Set 23, 2012 5:34 pm

Pra quem queria saber como as coisas funcionam com a Jenny. Brigado pelo apoio meninas. Passando voando por aqui, indo digitar mais essa fic para postar.
Já havia horas que os dois estavam deitados no sofá simplesmente apenas se beijando, a mão de Tom parecia estar grudada na face de Jennifer, se não fosse pela iniciativa dela os dois ainda estariam sentados no sofá vendo um sangrento capítulo de Guerra dos Tronos.

_Tom... Tom... Tom... O que você acha da gente ir pro seu quarto? – Perguntou ela enquanto ele dava sem parar selinhos rápidos na boca dela.

_Tem certeza? – Perguntou ele com a sobrancelha direita arqueada, com um o imenso sorriso no rosto diminuído vagarosamente.

_ É lógico otário, afinal não foi pra isso que você alugou esse apartamento? Para agente ter mais privacidade? – Perguntou ela descendo um pouco o corpo e apoiando o queixo no meio do peitoral dele – Ou vai me dizer que foi pela sua linda vizinha?

_Dona Teresa? – Perguntou ele com as duas sobrancelhas arqueadas.

_A sexy Dona Teresa no auge...

_Dos seus 80 anos.

_Uma oitentona bem sexy, diga-se de passagem, não acha?

_Claro, aliás, licença que já estou atrasado para o meu jantar com a Dona Teresa! – Afirmou ele se levantando do sofá depois de tirar Jennifer de cima e a deixar sozinha estirada no sofá – Afinal de contas na casa da Dona Teresa eu como muito melhor do que aqui.

_Isso vai lá comer na Dona Teresa que eu vou interfonar para o Manuel! – Afirmou ela se sentando no sofá.

_O porteiro?

_Claro, ele pode ser simples, mas aposto que sabe comer muito melhor que você – Disse ela o encarando com um olhar de superidade o que fez Tom rir. – Até sei rimar quando penso em comer e Manuel na mesma frase.

_Como você pode me comparar com alguém? Lembre-se você era virgem até conhecer o papai aqui – Disse ele, depois bateu firme com as duas mãos no peito.

_Droga! Eu devia ter dormido com toda Berlim antes de ser sua! – Afirmou ela após bater forte na almofada branca que estava ao seu lado no sofá.

_Ai você não seria minha Jennifer! – Afirmou e ele e em seguida a pegou no colo com tudo, a mesma fechou as mãos atrás do pescoço dele.

_Quer dizer que se eu fosse puta, você nunca teria ficado comigo? – Perguntou ela enquanto ele a levava nos braços até o quarto.

_Isso mesmo, eu sou muito seletivo quando o assunto é mulher! Não durmo com mulheres que já dormiram com mais de dois caras! – Disse ele tentando parecer sério, entretanto Jennifer tentou em vão segurar a risada que saiu entre os lábios meio fechados.

_Porque você todo poderoso Tom, quando vai às baladas, consegue só de ver a menina saber com quantos homens ela dormiu. Certo?

_É isso mesmo! Sou foda né? – Perguntou ele entrando com ela no quarto.

_Não, você é um merda! – Afirmou ela e o mesmo a jogou com tudo na cama.

_Ei assim você afeta minha masculinidade amiga – Disse ele fazendo voz de biba afetada enquanto tirava sua calça e sua blusa. Jennifer também já havia tirado seu vestido, deixando a mostra mais uma das suas simples roupas debaixo. Uma calcinha tão sexy quanto as roupas de missa da Dona Teresa, e o sutiã com o rosto do Bob Esponja que com aquele amarelo intenso quase cegou Tom.

_Desculpa querida, não era meu intuito te ferir. Vem agora e me prova sua masculinidade! – Ordenou ela e o mesmo logo tratou de unir a boca dos dois.

Os dois começaram com um beijo intenso, Tom passou a mão por todo corpo dela tentando aproveitar cada espaço sem tecido do corpo. A mesma com os pés tratou de retirar as cuecas dele, Jennifer estava disposta a fazer alguma coisa diferente para finalmente conseguir ter realmente uma noite boa, mas para o azar dela o truque com os pés não deu tão certo quanto no filme em que ela tinha visto a mulher fazer isso com seu amado, ao contrario do filme Tom não ficou nem um pouco mais ligado ou sedento pelo sexo. Tom tirou a calcinha dela rapidamente com as mãos e resolveu deixar o sutiã do jeito que estava, o mesmo tirou a camisinha da calça, e a colocou em si sozinho, abriu as pernas de Jennifer e começou a entrar nela vagarosamente. As mãos dela travaram nas costas dele, ela fechou os olhos na curvatura do pescoço dele, mesmo com Tom saindo e entrando de dentro dela, a mesma não conseguia sentir nada de tão surpreendente, apenas sentia seus músculos se contraírem e relaxarem. Logo ele pareceu terminar seu serviço porque saiu de dentro dela completamente tirou a camisinha e se deitou ao lado dela na cama. Jennifer constrangida com mais uma péssima noite, se virou de lado disposta a dormir e tentar em vão esquecer esse problema que já a perseguia há dois meses.

_Ei nada de dormir longe de mim! – Afirmou ele puxando para mais perto, a mesma pousou de lado a cabeça no ombro direito dele, as mãos de Tom começaram a mexer nos fios loiros e compridos de Jennifer – Que foi pequena? Aconteceu algo?

_Não querido, tudo ótimo como sempre! – Afirmou ela se sentindo mal por ter se tornado algo comum ela mentir sobre a relação sexual dos dois para Tom.

_Ei eu te amo! – Afirmou ele sincero e em seguida beijou a testa dela.




Continuo? E ninquém é ruim de comentário em annebk.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.flickr.com/merisdeluxe
.JH.
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 3022
Data de inscrição : 26/02/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: Crise no Paraíso +18 - Capítulo 9   Dom Set 23, 2012 6:44 pm

_o/ voltei

Vixxi realmente as coisas não estão boas com esse dois na cama :/

E que ideia de usar um soutien amarelo? E calcinhas de vovós? Uns preparativos, funciaonaria 66' Hmm assim nem um SexGott "vinga" KK'

Continua siim xDD

Meris, mandei uma Mp no Nyah, dá uma lida é coisa simples *-* {só pra não se perder na história}

Volto no proximo cap, blz
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anne Lander
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 339
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 19/12/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Orkut

MensagemAssunto: Re: Crise no Paraíso +18 - Capítulo 9   Dom Set 23, 2012 9:02 pm

Eita que isso, sutiã amarelo?! Péssima cor, que isso! Shocked

Ela precisa com urgência de uma ajudinha mesmo!

Continue, eu estou a-m-a-n-d-o! E sim sou péssima em comentários hahaha mas sou leitora assídua!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://in-dienacht.tumblr.com/
Danielle K
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 3199
Idade : 33
Localização : Rio de Janeiro
Data de inscrição : 21/09/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: Crise no Paraíso +18 - Capítulo 9   Dom Set 23, 2012 10:34 pm

Eita!Ele casou com a Brigith Jones?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Meris
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 482
Idade : 22
Localização : Sampa -meu amor eterno *_________*
Data de inscrição : 29/12/2008

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Amigos

MensagemAssunto: Re: Crise no Paraíso +18 - Capítulo 9   Ter Set 25, 2012 5:42 pm

Comentaram, estou postando. Ainda não vi Bright Jones inteiro, ela também é ruim de cama? Sim Anne ela precisa de ajudar, e vai ter. Postando rapido essa fic porque tenho já vários capítulos escritos. Valeu Danielle, Anne Landes e minha amora Jacqueh.


Aquela tinha tudo para ser mais uma típica manhã de domingo para todos que passavam pela praça em frente ao Parlamento Alemão, se não fosse pelo fato das irmãs Lemetz estarem sentadas na mesa de fora do Grand Coffe. As duas estavam ali desde a hora que abrirá quando Jennifer obrigou sua irmã mais velha de ir a encontrar urgentemente. Quem olhasse as duas nunca descobriria o real motivo para a moça, de cabelos castanhos levemente ondulados com mechas loiras naturais, estar com uma cara tão triste e aborrecida, o café dela ainda nem havia sido tocado, se fosse inverno com certeza todo líquido estaria congelado. E morena com um intenso cabelo liso e preto parecia tão disposta em animá-la quanto os passarinhos estão de se amar na atual primavera. As duas tão extremamente opostas e ao mesmo tempo tão parecidas, ambas possuíam o rosto em formato de coração herdados da mãe, os cabelos longos e brilhantes, corpos com muitas curvas para duas alemãs e um sorriso com covinha fascinante roubado da avó materna. Ao mesmo tempo em que eram extremamente parecidas tinham muitas característica extremamente únicas. Iara com cabelos negros longos e lisos, um olhar do tipo matador, sempre se vestiu do melhor jeito mulher dominante e controladora nunca saindo de um enorme salto ponta fina, olhos intensamente verdes pegados do pai, sempre muito inconsequente com tudo e todos, apenas tirando sua filha Clarisse de apenas 1 ano. Mesmo Iara sendo o exemplo vivo do tipo de mulher que Angelina Jolie vive interpretando em filmes de ação, por algum motivo desconhecido, os homens sempre preferiram Jennifer com seus longos e encaracolados cabelos castanhos, a boca carnuda, o rosto no estilo menina sapeca e ingênua somados com os olhos castanhos escuros por algum motivo sempre serviram para deixar os homens fascinados pela mesma, talvez fosse o jeito de menina perfeita que nunca abandonou ou olhar de anjo perdido e indefeso que a mesma sempre teve. Até mesmo os mais apressados homens que passavam correndo para entrar no Parlamento, diminuíam um pouco os passos para poder observar aquela delicada boca carnuda somados com a demais perfeição que só servia para atiçar diariamente a rotina dos pobres mortais que por ali trabalhavam ou viviam. Desde que Jennifer havia alugado um apartamento naquela região, para poder sair da casa dos pais depois de 22 anos, as calçadas começaram a ter uma movimentação maior do que as lotadas de turistas perto do murro de Berlim, todos já haviam decorado a rotina daquele anjo e passavam diariamente em seu caminho tentando em vão chamar atenção. Entretanto naquela linda manhã de domingo Jennifer não estava com seu tão envolvente sorriso estampado na face, estava sem o doce sorriso que ilumina até a vida dos pobres pombos, gerando certa preocupação em todos que se perguntavam o motivo para ela estar mal tendo uma vida tão perfeita?

_Jennifer se anima logo, ninguém suporta te ver infeliz! Consigo até ouvir as perguntar preocupadas de mamãe se ela te ver assim tão cabisbaixa – Disse Iara enquanto tirava os lisos cabelos negros do ombro – Ontem vocês estavam tão felizes no aniversário da Clarisse.

_Estávamos felizes ontem no aniversário da minha sobrinha linda, o problema foi quando chegamos ao apartamento dele e eu decidi que devíamos fazer aquilo, foi horrível! O pior que é sempre horrível! Devo ser a pior mulher do mundo na cama, nem as freiras são tão ruins quanto eu! – Afirmou Jennifer desanimada enquanto observava a unha que a mesma refez de madrugada enquanto Tom dormia.

_É assim tão ruim?

_Se fosse só tão ruim tava é bom, só sei que é ruim porque nunca senti esse tal...

_Orgasmo? – Perguntou Iara arregalando os olhos, ela já imaginava que era ruim mais não ao ponto de sua irmã estar transando dois meses sem sentir nada.

_É, nunca senti acho que nada perto, mesmo tendo perdido com ele a dois meses atrás, acho que eu saberia se tivesse sentido algo tão fantástico, não é?

_Claro que iria saber, todo mundo sabe quando tem! Como vocês ficam depois do sexo?

_Ele sai de cima de mim beija minha testa e depois dorme.

_Que merda! Pelo visto os negócios estão realmente péssimos entre vocês dois! Todos o adoraram na festa de ontem!

_Ele é um fofo comigo e com todo mundo que eu gosto. Eu que sou a namorada errada! – Bufou Jennifer desanimada – Como são as coisas entre você e o Fred?

_Para de se punir maninha, se vai ver é apenas uma falta temporária de química, não vai demorar muito para vocês se encontrarem na cama, vai melhorar! – Afirmou Iara tentando em vão mostrar uma esperança para irmã que ela mesma já não tinha sobre os dois. Mas homens como Tom, na visão de Iara, não se encontra em qualquer bar, e ela não iria deixar de jeito nenhum a irmã jogar um homem desses no lixo - E eu não vou ficar contando da minha vida sexual com o meu marido!

_Vai sim! Você é minha irmã mais velha e devia ter conversado todos esses assuntos comigo há muitos anos atrás, sou sua irmã mais nova e tenho que aprender tudo agora, você é a única pessoa da família em que pode me ajudar nesse momento! Iara, eu não posso perder o Tom!

_Eu não sou a única pessoa da nossa família que pode te ajudar...

_Pode tirando isso da sua cabeça! Porque eu não vou pedir ajuda pro nosso irmão, não vou chegar e perguntar para ele o que o excita na hora do sexo de jeito nenhum – Disse Jennifer duramente e em seguida virou goela abaixo todo café morno.

_É muito mais útil ajuda do Thomas do que a minha! Além de ser sua irmã mais velha eu já sou casada a 1 ano e meio e vida de casada com filho e muito diferente de vida solteira. Sem contar que o Tom não vai te largar por conta disso!

_Vai sim, ele é o tipo de homem que leva isso como ponto crucial em um relacionamento.

_Em minha opinião você está distorcendo todas as coisas e entrando em pânico a toa, não foi só sexo que levou o Tom a pedir para você ser dele há quase quatro meses atrás, ele viu algo mais valioso do que sua falta de experiência na cama, algo que nem você consegue ver em si mesma! Para de pirar maninha.

_Isso não é loucura da minha cabeça! Quanto tempo mais ele irá aquentar minha falta de experiência? Dou no máximo só mais dois meses para eu ficar a ver navios. Preciso solucionar isso logo, não posso perder um homem gentil, educado, simpático, sincero, honesto, engraçado, positivo, compreensível, bonito e leal como o Tom – Disse ela convicta começando a pensar novamente em um modo de salvar urgentemente seu relacionamento – Iara eu acho que ele pode estar me traindo, o...

_Se andou fumando o que? O Tom te traindo é impossível, a cada dia que passa ele parece mais dependente de você e te tratando melhor, se torna mais carinhoso e dedicado a cada segundo! – Afirmou Iara incrédula por estar tendo que ter uma conversa daquelas com Jennifer, ela estava pasma com as dúvidas que andavam rondando como sempre a mente muito fértil de sua irmã. Se Thomas, o irmão mais velho das duas ouvisse uma injúria dessas contra seu grande amigo, com certeza iria ficar irritadíssimo com as acusações feitas sem nenhum prova, por conta disso Iara sabia o motivo pelo qual a irmã havia chamado ela ao invés do irmão para desabafar dessa vez.

_Por isso mesmo, sabe Iara, quando completamos um mês juntos ele estava totalmente estressado e grosso comigo, não era mais o Tom de quando estávamos nós conhecendo. Então de repente tudo mudou e ele voltou a ser o mesmo de antes, acho tudo isso muito estranho!

_Você realmente sempre teve uma mente extremamente fértil! Thomas te mataria se você falasse tudo isso para ele. O Tom devia estar passando por alguma fase ruim com a banda – Disse Iara convicta enquanto pedia com a mão direita estendida a conta para o garçom que por ali passava.

_Thomas faria o papai me deserdar! – Afirmou Jennifer e em seguida as duas riram – Estou me sentindo mais leve agora que você não está concordando comigo, afinal só deve ser uma loucura da minha mente, não é?

_Com certeza é mais uma loucura sem fundamento da sua mente, você não consegue achar normal um cara tão legal quanto Tom estar com você, então fica colocando besteira na cabeça, maninha você sempre teve essas neuras! Agora vamos logo, porque mamãe fica irritadíssima quando nós atrasamos para típico almoço de domingo. Fred já deve estar lá com a Clarisse e o Thomas com a nova namorada, chamou o Tom? – Perguntou Iara colocando o dinheiro dentro da comanda.

_Não! Preciso de um tempo só com a minha família para refletir e esclarecer tudo, tentar achar uma solução para esse meu problema. Nem reclama de nada em Iara! Vamos porque sua filha já deve estar querendo leite.

As duas se levantaram e ficaram na calçada esbanjando sua beleza. Enquanto Jennifer esta vestida apenas de calça jeans, blusa branca, um imenso óculos de sol, uma bolsa no estilo vintage e um imenso salto branco de ponta fina e sem maquiagem, Iara estava vestida no próprio estilo secretária gostosa: salto alto, lábios vermelhos, saia grudada no corpo e uma blusa justa branca por dentro que apenas valorizava ainda mais os peitos de grávida. O glamour presente em todos Lemetz inundava aquela calçada.

Continuo?

Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.flickr.com/merisdeluxe
Milena Kaulitz
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 3499
Idade : 19
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 26/05/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Twitter

MensagemAssunto: Re: Crise no Paraíso +18 - Capítulo 9   Qua Set 26, 2012 2:03 pm

Oh voltei Smile

Desculpa a demora em comentar os capítulos anteriores,nem tinha sabido que você tinha postado Razz

Mas voltando a falar da fanfic: ESTOU AMANDO!!!

Puxa,to me viciando já yaya

Jennifer, até me dá um pouco de dó dela No

Mas continue Liebe,e logo Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://meninaskaulitz.blogspot.com/
.JH.
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 3022
Data de inscrição : 26/02/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: Crise no Paraíso +18 - Capítulo 9   Qua Set 26, 2012 5:57 pm

Nha eu também estou viciada nestá fic KKKK'

Iara tentando convencer ela de que o Tom não á trai, coitadinha da Jenny :/

Nossa como as duas são diferente SUAHSAUHUAHSUA

Pelas descrições elas são lindisimas *-------------*

Continua ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Danielle K
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 3199
Idade : 33
Localização : Rio de Janeiro
Data de inscrição : 21/09/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: Crise no Paraíso +18 - Capítulo 9   Qua Set 26, 2012 10:14 pm

Quando eu vejo essas coisas sobre sexo,fico me perguntando se ele na vida real trai a Ria.Coitada da garota!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anne Lander
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 339
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 19/12/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Orkut

MensagemAssunto: Re: Crise no Paraíso +18 - Capítulo 9   Qua Set 26, 2012 10:31 pm

Eu queria ter uma irmã assim para eu conversar mais intimamente, meu irmão tem 8 anos, não sabe nem ler direito! Razz
Mas eu gostei do capítulo, é um dilema de todas as mulheres não é? Gostei mesmo, realista, haha.

Continue <3

Voltar ao Topo Ir em baixo
http://in-dienacht.tumblr.com/
Meris
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 482
Idade : 22
Localização : Sampa -meu amor eterno *_________*
Data de inscrição : 29/12/2008

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Amigos

MensagemAssunto: Re: Crise no Paraíso +18 - Capítulo 9   Dom Out 14, 2012 7:04 pm

1. Desculpem pelo atraso, falta de tempo mesmo.
2. Que bom que você voltou MilenaKaulitz
3. Brigado pelo apoio Jaqueh, Dannielle, Milena e Anne.
4. Comento melhor no próximo capítulo, agora passando rapidamente por aqui.




As duas entraram no primeiro táxi que apareceu. Não demorou muito para logo o taxista parar na frente do casarão aonde todos os Lemetz vem sem criados há décadas, localizado numa rua calma a arborizada encravada perto do mais velho teatro da cidade. Uma rua totalmente atípica para região onde se localiza ali naquela pequena rua sem saída ainda havia imensos casarões, que resistiram as duas guerras e a divisão do país, enormes árvores estavam no meio de calçadas ladrilhadas com pedras tão antigas quanto à primeira revolução industrial. Um paraíso diferente das outras ruas que a rodeavam, onde como em todas capitais europeias se predominavam os amontoados de pequenos prédios, calçadas totalmente concretas e algumas poucas árvores sem histórias encravadas em seus troncos.

O casarão amarelo creme, localizado no numero 138, foi construído talvez até antes da primeira unificação dos estados germânicos, há anos os Lemetz tinha comprado aquela casa que vem passando de geração em geração para o filho mais velho. Um imenso jardim se estende até a pequena varanda branca da mesma cor que as janelas, uma varanda onde sempre houve uma grande cadeira de balanço pressa no teto e uma pequena mesa no outro extremo. Dois grandes andares se espalham pelo imenso terreno, com cercas pequenas apenas nas laterais e no fundo, uma grande casa como nós antigos moldes alemãs, os sete quatros somados com as três grandes salas, atualmente interligadas, a enorme cozinha, a apertada dispensa, oito banheiros, a biblioteca e o escritório sempre serviram para internináveis brincadeiras de esconde-esconde e para as empregadas apenas aceitarem trabalhar ali com altos salários e ajuda. Por fora o velho e conservado casarão pode até mesmo servi para cenários de filmes antigos, entretanto por dentro as únicas coisas velhas existente eram as velhas lembranças de viagens e valiosas antiguidades herdadas de parentes falecidos. Todos cômodos com uma disposição aconchegante dos moveis. Iluminação suave e quente, uma decoração moderna e totalmente feita em tons neutros por isso deixava tudo muito mais arejado.

_Nem adianta tentar fugir dele! E você ainda pensando que ele estava te traindo, homem que traia não vem sem ser convidado para almoço de domingo na casa da sogra! – Afirmou Iara enquanto subia as escadas da varanda, depois de apontar para o carro de Tom parado do outro lado da rua.

Jennifer deu um sorriso amarelo antes de abrir a pesada porta de madeira da entrada. Assim que as duas entraram na sala não ouviram nenhum barulho, então automaticamente deduziram que todos deviam estar nos fundos da casa. Dona Annie nunca perderia a chance de fazer um almoço na beira da piscina em um domingo tão agradável.

_Finalmente meus anjos chegaram! – Afirmou Phill, assim que Iara fechou a porta de correr transparente que separa a cozinha dos fundos da casa.

_Meu Deus porque está tão meloso em papai? Cadê minha filha? – Perguntou Iara enquanto como a irmã cumprimentava a todos.

_Está dormindo no quarto meu quarto e do seu pai. Por isso seu pai está todo carente – Disse Annie enquanto enchia novamente a taça de vinho do marido. – Meninas essa aqui é a Viviane a companhia que seu irmão trouxe! – Afirmou ela tentando se mostrar indiferente ao ciúme que sempre teve do filho, que já a possuía desde a hora em que os dois chegaram.

Jennifer sorriu para Viviane depois de cumprimentá-la. Jennifer estava disposta apenas dar um pequeno selinho em Tom, entretanto o mesmo logo fechou os braços atrás da cintura dela e a puxou para mais perto, tirou rapidamente as mãos da cintura e pouso na face onde acariciou de leve a região. O beijo que começou lento logo foi pegando mais velocidade, suas línguas começaram a brincar, acariciar e envolver deliciosamente uma a outra, os lábios não se desgrudavam. Jennifer fechou suas mãos atrás do pescoço dele, as mãos dele deslizaram pelo corpo e se firmaram na cintura novamente. Tom levantou um pouco a cabeça, a obrigado a ficar nas pontas dos pés para não acabar com o momento. A quente, carinhosa e calmante língua dele apenas servia para empurrar para o fundo da mente dela as terríveis dúvidas que a assombravam. Um beijo tão romântico e entregador que ninguém parecia se importar com a troca tão pura e linda de carinho entre os dois. Pareciam dois adolescentes extremamente apaixonados que se vem após um longo tempo, e não dois adultos que dormiram juntos na noite anterior. Os dois até podem ter uma péssima química na cama, entretanto os lábios de um parecem ter sido moldados para se encaixar no do outro. Ela desde a primeira vez que o beijou, percebeu o quanto o mesmo ficou dependente, tanto que se dependesse de Tom os dois podiam passar noites em claro se beijando, o que algumas vezes costumava acontecer.

_Você não sabe como meus lábios estavam loucos de saudade – Disse ele sorrindo apôs sem fôlego cessar com o longo beijo.

_Exagerado.

_Vai me dizer que não estava com saudade de mim? – Perguntou ele fazendo beicinho de criança, enquanto com as mãos na cintura dela ainda mantinha os dois unidos.

_Nem um pouco crianção! – Afirmou ela e riu antes de selar rapidamente os lábios dos dois. Com os braços em torno do pescoço dele, ela começou a mecher nos dreads de Tom.

_Mentirosa! Porque você saiu do meu apartamento antes de eu acordar? Pensei que iríamos vim juntos para casa da sua mãe, fiquei te esperando e te ligando, porque você não atendeu? Estava preocupado.

_Jenny e Viviane será que vocês podem me ajudar a trazer as coisas da cozinha? Iara vai lá dar uma olhada na sua filha – Mandou Anne num tom de voz tão gentil que chegava a se confundir com um pedido para que não conhecesse.

Foi preciso Jennifer dar diversos beijos para ele finalmente a deixar ir para cozinha ajudar a mãe e Viviane. Assim que ela chegou à cozinha, sua mãe as encheu de coisas para fazer, antes de sair para comprar umas coisas no supermercado que havia esquecido. As duas ficaram conversando na cozinha enquanto ajuntavam as coisas para levar para mesa a beira da piscina, o ruim de dispensar a empregada no domingo e que Dona Annie costuma fazer quem tiver por perto de empregado, menos o mimado Thomas.

Conversa vai conversa vem, sem perceber como de repente, Jennifer estava ouvindo Viviane contar uma história de uma amiga dela que era extremamente ruim de cama.

_Um dia estávamos eu, ela e Thomas em um bar, então ela começou a desembuchar tudo. Seu irmão do nada deu para ela o telefone de uma tal de Jéssica.

_Quem era a Jéssica? Algum tipo de professora?

_Não! Ela trabalha numa casa de prostituição, na hora quase matei seu irmão, entretanto ele me explicou que era uma história antiga dele, então relevei. Pior mesmo foi ver essa minha amiga embarcando na ideia fértil do seu irmão, você acredita que ela começou a pagar para uma prostituta a ensinar tudo sobre sexo? Não é cômico demais? – Perguntou Viviane enquanto ria.

_Muito, que loucura – Disse Jennifer enquanto começava a martelar mais uma fértil ideia em sua mente, ela precisava conseguir o celular do irmão logo.


Continuo a tortura?
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.flickr.com/merisdeluxe
Anne Lander
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 339
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 19/12/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Orkut

MensagemAssunto: Re: Crise no Paraíso +18 - Capítulo 9   Dom Out 14, 2012 10:26 pm

Eita! Agora sim começa a pegar fogo :}
Amando a fic!

Continue.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://in-dienacht.tumblr.com/
.JH.
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 3022
Data de inscrição : 26/02/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: Crise no Paraíso +18 - Capítulo 9   Ter Out 23, 2012 4:52 pm

Citação :
Muito, que loucura – Disse Jennifer

Que loucura né Jenny ¬¬' RUM U.U uma doideira que ela vai entrar de cabeça né =X
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milena Kaulitz
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 3499
Idade : 19
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 26/05/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Twitter

MensagemAssunto: Re: Crise no Paraíso +18 - Capítulo 9   Dom Out 28, 2012 9:43 am

Jacqueh' ::TH:: 483 escreveu:
Citação :
Muito, que loucura – Disse Jennifer

Que loucura né Jenny ¬¬' RUM U.U uma doideira que ela vai entrar de cabeça né =X

Hum, agora que as coisas vão esquentar Shocked

Ai, o beijo deles foi tão lindo, parecia real com os detalhes Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://meninaskaulitz.blogspot.com/
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Crise no Paraíso +18 - Capítulo 9   Seg Dez 10, 2012 8:23 pm

Continua Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Meris
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 482
Idade : 22
Localização : Sampa -meu amor eterno *_________*
Data de inscrição : 29/12/2008

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Amigos

MensagemAssunto: Re: Crise no Paraíso +18 - Capítulo 9   Ter Dez 11, 2012 10:04 am

1. Desculpem pelo atraso, falta de tempo.
2.Valeu pelo apoio minhas leitoras lindas, minhas amoras.
3.Seja Bem-Vinda Isabelle_438.
4.Calma em meninas, ainda falta uns capítulos para pegar fogo de verdade, a Jaqueh sabe o que estou falando.
5.Qualquer erro me avisem, espero que gostem.
6.Essa capa do capítulo é temporaria


.Capítulo 5.

Brandom


Pelo resto do almoço Jennifer apenas ficou pensando em um modo de conseguir o celular de Thomas. Seu primeiro plano, falho, foi pedir para o irmão o número de uma prima deles, ao invés de emprestar o celular para ela poder ver o número, o mesmo falou pausadamente e diversas vezes os números que ela apenas fingia anotar. Já o segundo plano não surgia de modo algum na sua mente fértil, então a mesma tratou de embebedar o próprio irmão. O embebedou para fazê-lo esquecer de que ainda precisava levar a namorada embora, só para garantir, Jenny ainda embebedou Tom e Viviane para ninguém querer ir embora tão cedo. Logo depois do almoço, Annie e Phill se recolheram para o interior da casa e foram cuidar de Clarisse.

_Não sei bem o que você está fazendo, mas vou embora antes que você decida embebedar meu marido! – Afirmou Iara ao pé do ouvido da irmã enquanto se despedia dela. – Adeus crianças e cuidem-se, porque eu e Fred já vamos embora.

_Mana fica mais um pouco, eu, Fred e o Tom ainda nem jogamos carta – Disse Thomas e depois desatou a rir sem motivo junto com Tom e Viviane.

_Já são sete horas e amanhã a sua sobrinha tem creche, sem contar que eu e Fred não trabalhamos com o papai como você! – Afirmou Iara após soltar seus longos e brilhantes cabelos negros.

_Vai para casa sua velha de 26 anos – Resmungou Thomas e em seguida virou seu copo de uísque, que logo foi preenchido de novo por ninguém mais do que Jenny.

_Boa noite para os irresponsáveis de 27 anos – Disse Iara já caminhando ao lado do marido para dentro da casa.

_Perai que eu tenho 24 anos e a sua irmã ainda tem 21 anos. Boa noite, casados! – Afirmou Tom e os dois apenas se viraram para acenar antes de sumirem dentro da mansão.

_Sinto falta de quando éramos mais jovens, essa casa estava sempre lotada com nossos amigos. O Tom mesmo deve ter vindo em uns 500 churrascos aqui. Tantos churrascos na piscina – Disse Thomas extremamente desanimado ao ponto de jogar seu uísque todo no gramado.

As palavras de Thomas funcionaram como uma luz na mente da irmã, trazendo a tona o tão esperando segundo plano. Todos se calaram enquanto a mesma em seus pensamentos analisavam os prós e contras de sua arriscada ideia. Ao mesmo tempo em que ela podia ganhar tudo também podia perder. Seu irmão então se levantou da espreguiçadeira a qual estava dividindo com a namorada, Jennifer não pensou duas vezes e se jogou com tudo na piscina, apenas deixou para trás a garrafa de uísque, nem ligou para o fato de estar de calças jeans e blusa branca.

_Vem gente, a água está quente, essa noite nós ainda podemos ser jovens!

Tom e Thomas tiraram os shorts e as camisetas antes de entrarem na água, Viviane apenas se jogou após ficar somente com sua minúscula lingerie. Jennifer respirou aliviada por conta de a primeira etapa ter saído exatamente como o desejado, eufórica se jogou nos braços de Tom, junto começaram a se beijar daquele jeito tão interminável e maravilhoso.

_Preciso ir ao banheiro – Mentiu Jennifer após cessar o beijo entre os dois, não podia perder tempo com nada nem ninguém.

Ela saiu da piscina. Sem perceber, Tom acabou a ajudando quando o mesmo começou a jogar água no casal vulcão. Jennifer rapidamente pegou o celular do bolso do short do irmão e se trancou no banheiro de trás da churrasqueira, agradeceu pelo celular ser a prova d’água. Desesperada e com as mãos trêmulas e molhadas teve que olhar três vezes a lista de contatos para finamente achar o número, para sua sorte havia apenas uma Jéssica na lista. Logo discou o número, entretanto só atenderam na segunda tentativa.

_Casa de acompanhantes, bom dia – Disse uma voz fina do outro lado da linha.

_Oi é da casa de prostituição? – Perguntou Jennifer tentando deixar a voz o mais grave possível, as mãos da mesma tremiam de nervoso.

_Nós preferimos chamar de casa para acompanhantes, com quem falo?

_Brandom – Mentiu Jennifer falando o primeiro nome que veio em sua mente, no caso o do cachorro de Tom.

_O que deseja Senhor Brandom? – Perguntou a moça gentilmente.

_Uma puta competente, que saiba o que faz.

_Algum gosto em especial? É sua primeira vez?

_Nada em preferencial. Só tem que ser boa! Sei recompensar.

_Qual dia? Senhor prefere aqui ou em algum hotel da sua escolha? Caso escolha o hotel, o preço já está incluso no programa, mas se quiser pagar como cortesia sinta-se a vontade.

_Quarta-feira ás 14 horas no Hilton, pode ser qualquer quarto, só peça para deixar avisado na recepção – Disse Jennifer e em seguida desligou ofegante o celular.

Ela se encarou alguns minutos no espelho, sua blusa branca totalmente grudada no corpo valorizando suas curvas, os cabelos ondulados estavam extremamente lisos, porém ainda brilhantes. Jennifer pediu para Tom e Thomas ainda estarem brigando como duas crianças na piscina, assim ela poderia deixar o celular e subir para o seu antigo quarto, onde tomaria um banho quente e colocaria uma muda de rouba velha. Não estava nem um pouco a fim de voltar para piscina. Apôs abrir a porta, Jennifer sentiu seu corpo ser jogado com tudo de costas contra o gramado, antes de pensar em dizer algo, Tom praticamente se deitou imediatamente em cima dela. Ele uniu a boca dos dois em um beijo faminto, o tipo de beijo ardente onde as línguas brigam inteiramente uma contra a outra, uma luta onde ninguém quer que o outro perca logo ou desista, os lábios tentando em vão não se desgrudar, bocas e cabeças que dançam numa deliciosa falta de ritmo. A mão esquerda dele começou a adentrar na colada blusa dela, primeiro ela se assustou, entretanto o intenso beijo estava muito bom para algum dos dois pensar em acabar com a brincadeira, a mão foi subindo por caminhos desconhecidos, ele então se sentou na grama e a puxou para cima das pernas dele, pela primeira vez se encaixaram. Juntos cessaram contra gosto o beijo para que pudessem arrancar a blusa e o sutiã de Jennifer, voltaram a se beijar ainda mais ferozmente. Com as duas mãos, Tom começou a mecher nos seios de sua amada, a torturando com um prazer que ela nunca havia tido antes, muito intenso para podre e doce Jenny conseguir continuar a o beijar.

_Tom... Tom... Tom... Tom... – Disse ela entre gemidos de prazer pela primeira vez na vida, a mesma sussurrava o nome dele como um refrão grudento de hit de verão. Ela agradecia mentalmente pelo banheiro ficar no fundo da churrasqueira, sem visão nenhuma para piscina.

_Faz daquele jeito que eu gosto faz – Implorou ele ao pé do ouvido dela e em seguida o mordeu.

_Que jeito meu querido? – Perguntou ela curiosa enquanto desfrutava ao máximo o momento.

Ele então cessou os movimentos com as mãos e se afastou, olhou estranhamente no fundo daquelas íris castanhas.

_Jennifer? – Perguntou ele extremamente assustado, a bebida já havia o confundido.

_TODO MUNDO PODE IR DORMIR, PORQUE AMANHÃ TODOS NÓS TRABALHAMOS – Gritou a voz de Annie, vinda de algum lugar do qual os dois não conseguiam distinguir.

Tom se levantou de imediato, devolveu para Jennifer seu sutiã e a camisa que começou a se vestir de imediato, ele parecia envergonhado.

_Você me faz perder o controle! – Afirmou ele e em seguida começou a caminhar até a piscina, sumindo da vista dela.

_Quem que me dera Tom, quem me dera! – Afirmou ela para si mesma antes de se levantar.

Jennifer em passos largos chegou à piscina, aproveitou que Viviane e Thomas estavam se secando longe de suas roupas para conseguir guardar o celular do irmão sem ele perceber nada, entretanto assim que a mesma se abaixou de costas sentiu uma mão molhada a virar com tudo. Rezou para ser Tom enquanto erguia seu olhar.

_Jenny o que você está fazendo com o meu celular? – Perguntou Thomas a olhando seriamente.


Continuo?
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.flickr.com/merisdeluxe
Milena Kaulitz
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 3499
Idade : 19
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 26/05/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Twitter

MensagemAssunto: Re: Crise no Paraíso +18 - Capítulo 9   Ter Dez 11, 2012 12:31 pm

Ih Jenny, o Tom tá te confundindo com outra pessoinha Suspect

Continua Liebe \õ/
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://meninaskaulitz.blogspot.com/
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Crise no Paraíso +18 - Capítulo 9   Ter Dez 11, 2012 6:19 pm

KKK ele confundiu ela com a outra, ainda bem que não foi tão grave
Continua Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Crise no Paraíso +18 - Capítulo 9   Hoje à(s) 2:58 am

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Crise no Paraíso +18 - Capítulo 9
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Crise no Paraíso +18 - Capítulo 9
» A Maldição Da Bruxa Dorothy Jackie (Capítulo 2 postado!)
» A outra face - Tom - ÚLTIMO capítulo on!!!
» Bloody Kiss {atualização 121214} Capítulo XI.
» FASHION S.l.a.v.e (3° Capítulo-Nova Estagiária...)

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
TH BRASIL OFICIAL - Fórum :: Fan Stuff :: FanFics-
Ir para: