Fórum Oficial do Tokio Hotel no Brasil - TH BRASIL OFICIAL FÓRUM
 
InícioPortalRegistrar-seLoginIr para o site@THBRASILOFICIALFacebook

Compartilhe | 
 

 FF +18 Luz do Desejo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6 ... 11, 12, 13  Seguinte

Você acha que o Bill deve morrer?
Sim
33%
 33% [ 3 ]
Não
67%
 67% [ 6 ]
Total dos votos : 9
 

AutorMensagem
Sara Kaulitz2
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 1172
Idade : 19
Localização : Humanoid City
Data de inscrição : 22/05/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Sex Jan 18, 2013 12:05 am

O que? Cooomo assim o Bill se atreve a ir até lá? Haha, pelo menos o Tom viu que o maior culpado ali é o safado do Bill u.u
Não quero que o Tom termine com a kim, eles se amam. Ai, coitada da Beth :/
Pelo visto ainda vai rolar muita coisa kk
Ansiosa pelo próximo capitulo *-*
Voltar ao Topo Ir em baixo
AnaCarolina_ff
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 591
Idade : 20
Localização : Rio de Janeiro
Data de inscrição : 29/10/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Sex Jan 18, 2013 1:47 pm

BILL SEU DESGRAÇADO! AMIGO DA ONÇA! TRAÍRA! p*t*
Ainda bem que a Kim se deu conta que ama o Tom antes de fazer uma besteira! E que bom também que ele viu que o traidor ali é o Bill safado...
Aww esse momento "eu te amo" dos dois Razz
Continuaaaa
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://re-ssurgir.blogspot.com.br/
sam.sousa

Fã


Número de Mensagens : 144
Idade : 22
Localização : brasilia
Data de inscrição : 25/01/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Sex Jan 18, 2013 5:25 pm

aaa continua logoo sem condições de fazer um comentario melhor por enquanto!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Adriana R.
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 406
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 29/07/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Sex Jan 18, 2013 10:15 pm

- Em breve teremos capítulos narrados pela Beth e Bill, aguardem -

Chapter 24: I wish I could stop in stare


Nada neste mundo me aliviou mais aquele dia do que ouvir de Tom que ele me perdoava. Minha vida sem ele seria tão... sem graça. Eu estava feliz por um lado e triste pelo outro. Beth ficaria sabendo de tudo, e eu sabia que ela viria até mim para tirar satisfações. Isso se ela acreditasse que eu tive culpa nisso tudo. Ok, eu também queria, mas eu me segurei porque sabia que era errado.

Eu e Tom não sabíamos o que fazer. Não nos largávamos, fazendo aquele abraço seguido de beijos durar por um bom tempo. Eu só sabia soluçar e ele fazia "Shhh" na minha orelha, acariciando meu cabelo.

- Psiu, amor, precisamos nos soltar ou iremos ficar colados por osmose. - sussurrou Tom ao meu ouvido, soltando uma risada no final.

Levantei a cabeça e me inclinei para lhe dar um selinho. Soltei-o e sorri. Eu não sabia o que fazer ou para onde olhar. Tom ficou parado me observando andar até o sofá e veio atrás de mim. Eu me sentei, me encolhi e ali fiquei.

- Você não pode ficar assim eternamente. Eu já disse que não vou embora, eu te amo. - disse ele acariciando minhas costas.

Senti duas lágrimas escorrerem pelo meu rosto, impedindo que eu falasse algo. Eu o fitei e meus olhos se encheram de mais lágrimas. Tom, ao ver meu estado, me abraçou e me fez cafuné.

- Eu... estraguei tudo... minha amiz... amizade com a Beth... quase te per... perdi. - balbuciei entre soluços.
- Ela irá te entender, meu amor. Eu te garanto.
- Não, não vai. Eu conheço ela... ai... ela deve me odiar neste instante.
- Claro que não. Olha, você precisa ir dormir mais um pouco. Vá para o seu quarto, descanse.
- Vem comigo, por favor. Não sai mais de perto de mim. - implorei a ele enquanto soluçava.
- Claro que vou. - respondeu-me ele com um sorriso meigo no rosto.

Subimos até meu quarto e eu me deitei. Tom deitou-se ao meu lado, me abraçou e sussurrou:

- Pode dormir, eu estarei aqui quando você acordar. Sempre estarei.

Adormeci embalada pela doce voz dele cantarolando uma música de ninar ao meu ouvido. Lembro-me de ter sonhado com um campo cheio de flores, as mais belas existentes. Ao longe eu via alguém vindo. Era Tom. Ele vestia um conjunto branco e estava descalça. Seus olhos brilhavam no mais puro cor de marfim quando a luz do sol batia. Seu sorriso era encantador e atraente. Mas quando tentei tocá-lo, ele virou fumaça e a imagem de Beth surgiu. Tudo ficou vermelho e ela gritava sem parar. Gritava e gritava a um ponto ensurdecedor. Acordei num susto e não senti mais Tom ao meu lado.

- Cadê aquela vadia?? Eu vou matar ela! - gritava Beth lá de baixo.

Beth. Ela me odiava.

- Escute, escute! O Bill é o culpado!
- Os dois são! Ela também queria que eu sei! VADIA DESCE AQUI!

Me encolhi na cama e esperei até ela ir embora. Ouvi passos na escada e em seguida em entrou como um furacão no meu quarto.

- Agora você se encolhe, hein?! Sua vadia! - gritou Beth puxando meus cabelos.

Tom correu atrás dela e a puxou até que me soltasse.

- Eu nunca mais quero te ver! ESQUEÇA QUE UM DIA FOMOS AMIGAS! ESQUEÇA TUDO! Você merece a solidão!
- Sai daqui, Beth, sai! - gritou Tom apontando para a porta.
- E você, corno manso, quem sabe um dia sua dignidade volte! Agora a do seu amigo, NUNCA MAIS! Aquele filha da puta vai morrer sozinho!

Beth saiu em disparada pelo quarto afora e pude a ouvir chorando enquanto descia. Ouvi a porta bater.

- Essa foi a última vez que conversei com minha amiga. - afirmei para Tom.

Ele me olhou ternamente e sentou-se ao meu lado na cama. Me abraçou e disse:

- Você não pode pensar assim.
- Mas é verdade. Ela nunca mais vai querer me ver.

Beth me odiava, Bill estava em algum lugar por aí, tinha cinco dias de suspensão da escola e uma culpa enorme pela surra que Ria havia levado. Ah, minha consciência me consumia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
PKaulitz
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 419
Idade : 23
Localização : Paraná
Data de inscrição : 02/08/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Sex Jan 18, 2013 10:36 pm

Eita, que o barato é louco.

CORNO MANSO!! <-------------------------- Mijada

Pelo menos os dois estão bem!! U_U

E quero ver o Bill se ferrar!! Muhahahahaha!!!

Ande, e poste outro, Adriana Banana. U_U

Voltar ao Topo Ir em baixo
AnaCarolina_ff
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 591
Idade : 20
Localização : Rio de Janeiro
Data de inscrição : 29/10/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Sex Jan 18, 2013 11:00 pm

Poooooooooste outro, pfvr!
Até entendo o lado da Beth, mas não queria que as duas brigassem... é mt ruim não ter amigos com quem contar :/
Enfim! Prossiga...
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://re-ssurgir.blogspot.com.br/
sam.sousa

Fã


Número de Mensagens : 144
Idade : 22
Localização : brasilia
Data de inscrição : 25/01/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Sab Jan 19, 2013 12:05 pm

prossiga preciso saber o que vai acontecer agora com o bill a beth aaa continuaaa logoo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Steph MADA
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 758
Idade : 17
Localização : Lins.SP
Data de inscrição : 19/12/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Sab Jan 19, 2013 6:25 pm

o.o
ESTÁ DEMAIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIS
Beth, querida, eu sabia que o Bill éra um tapado...
mas a verdade é que...
O TOM É O BILL E O BILL É O TOM, nessa fic.
bm, é minha conclusão, pq só o tom poderia fazer isso...
aí que idiotice!
continue! scratch
Voltar ao Topo Ir em baixo
Adriana R.
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 406
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 29/07/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Dom Jan 20, 2013 1:24 am

NARRADO POR: ELIZABETH (VULGO "BETH")

Chapter 25: Scream!


Porra de vida! Fiquei com aquela cretina por ANOS! Fomos amigas, MELHORES AMIGAS durante todo esse tempo e agora ela me fez isso! Claro, quer jogar toda a culpa no Bill, mas eu conheço ela muito bem e sei que ela provocou também! Aquela VAGABUNDA!

Naquele dia eu saí da casa de Kim batendo tudo. Bati a porta, bati meu braço no corrimão da escada, BATI MEU CARRO! Só não bati uma punheta pro Bill, claro. Aquele filho da puta! Ele devia estar em algum lugar, zanzando por aí feito um cão sem dono e sem rumo, choramingando a pitanga que perdeu. Bem feito! Se eu pudesse, colocaria pimenta nas cuecas dele para ele aprender!

Cheguei em casa tão nervosa que esqueci de trancar a porta ao entrar. Deixei-a toda escancarada e fui correndo até a cozinha. Lá eu abri a geladeira e peguei um copo de suco. Engoli aquilo goela abaixo e me sentei na cadeira. Só de lembrar de tudo aquilo que tinha acontecido, me dava uma vontade de gritar. E foi isso que fiz. Gritei tão forte que veio um moço perguntar o que tinha acontecido:

- Moça? Tem alguém aí? - perguntou o moço da porta da sala.
- Tem, e sai daqui! - gritei.
- Tá tudo bem? - perguntou ele de novo enquanto entrava em casa.
- Por acaso te deixei entrar? - gritei enquanto me levantava e pegava uma faca para ameaçá-lo - Sai daqui!
- Ei! Calminha! Só quero ajudar! Por que você tá gritando tanto? - perguntou ele levantando os braços.

Ele era alto e forte. Tinha os cabelos lisos até um pouco abaixo do ombro numa cor castanho-mel. Seus olhos eram esverdeados. Ele tinha um olhar sério e sedutor. Encarei-o por alguns segundos até soltar a faca em cima da mesa.

- Olha, obrigada pela intenção, mas não quero ajuda.
- Você estava gritando muito. Eu moro aqui do lado, qualquer coisa, me procure.
- Com certeza. Como é seu nome.
- Georg. E o seu?
- Elizabeth.

Sorri forçadamente na tentativa de parecer simpática. Caralho, ele era lindo e tentou me ajudar. Porque não se esforçar? Ele retribuiu o sorriso e disse:

- Casa ao lado, porta marrom. É só bater. Ou gritar, como preferir. - brincou ele sarcasticamente, soltando um risinho.

Vi ele saindo porta afora e fui logo em seguida para trancá-la. Me encolhi ao lado da porta e fiquei olhando algumas roupas que o Bill esquecera quando eu o enxotei de casa. Ele chegou de mansinho e me contou o ocorrido, colocando-se como culpado e culpando um pouco a Kim, mas eu não aguentei ouvir e já sai gritando e o despachando. Ele gritava que me amava, que havia se arrependido, mas eu não acreditava. Tudo mentira daquele porra. Joguei as roupas dele no chão e exigi que ele fosse embora. Ele pegou tudo tão correndo que acabou esquecendo duas cuecas em casa. E era para elas que eu olhava. Eram as duas preferidas dele que ele só usava para dormir. Eca. Eram nojentas, mas eram minhas lembranças dele. Claro, eu iria queimá-las. Um dia. Não agora.

Depois de alguns minutos agachada e pensando, levantei-me e fui resolver o que tinha para resolver. Peguei as cuecas dele e as coloquei em cima do fogão ligado. Elas se desfizeram. O cheiro dele subiu no ar, fazendo-me ter uma nostalgia desgraçada. Era incrível a forma como esse filho da puta tinha me conquistado em tão pouco tempo. O jeito dele, o olhar, as palavras, as promessas... Tudo jogado na porra da lata de lixo! E junto se foi uma amizade de mais de dez anos! O único que não tinha culpa nisso tudo era Tom... Coitado, ele amava mesmo minha ami... Quero dizer, a Kim. Ele a iria perdoar com certeza. Eu só ficava pensando até quando ele aguentaria tudo isso.
Voltar ao Topo Ir em baixo
PKaulitz
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 419
Idade : 23
Localização : Paraná
Data de inscrição : 02/08/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Dom Jan 20, 2013 1:35 am

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Cheirando cueca do Bill!! Digo, a cueca queimando.

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Não paro de imaginar a cena!! LOL

O que será desse palito largado às traças?! D':

U_U

Quero mais capítulos!! MAIS!! *-*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Adriana R.
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 406
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 29/07/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Dom Jan 20, 2013 2:30 am

NARRADO POR: BILL

Chapter 26: A vida continua...


Eu estava sozinho no meio da rua, sem minha Beth. Eu havia me tocado que a amava muito no momento em que comecei a lhe contar tudo o que havia acontecido entre mim e Kim. Os olhos dela brilhavam de tristeza. Depois eles se transformaram em fúria pura e ela me botou para fora de sua casa. Eu "morava lá". É que eu permanecia mais lá do que em casa. Tinha roupas lá, entre outras coisas... Na correria de pegar tudo e sair, acabei esquecendo duas cuecas lá. Ela daria fim nelas, certeza.

Sentado na praça, eu via os casais apaixonados passando e se acariciando e me lembrava de nós dois juntos. Sim, eu havia mentido para ela. Duas vezes. A primeira foi quando a traí e a segunda quando estava contando a história a ela. Eu disse que a Kim tinha parte da culpa em tudo, mas claro que não. Eu que a havia provocado. Mas eu fiz aquilo pensando em ficar bem com ela! Porém a única coisa que eu consegui foi o ódio dela... E isso me matava por dentro.

Passaram-se 45 minutos e eu permanecia parado ali no banco. Estava um dia lindo, e em dias como este, eu e ela costumávamos ir a algum lugar isolado. De preferência perto das montanhas. Por ali ficávamos durante todo o dia. Era maravilhoso e secreto. Era um momento para só nós dois. E isso se tornou mais frequente depois do dia em que os pais dela se mudaram para Florianópolis. Fazia duas semana que eles tinham ido embora. Então, para não ficarmos sempre na casa dela, nós ficávamos também na minha sempre que podíamos. Era um namoro muito bom... Era. Odeio verbo no passado.

Decidi ir até minha casa. Fui andando mesmo para cansar logo o meu corpo e dormir o quanto antes. Demorei, mais ou menos, quinze minutos até chegar. Ah, a minha casa... Tantas lembranças da Beth. Agora seriam somente lembranças. Ela não iria querer me ver nunca mais. Fui até o espelho e vi que minha bochecha direita estava inchada. Lavei-a e coloquei gelo. Meu amigo, cara. Meu melhor amigo. E eu o havia perdido. Tom era o melhor amigo que alguém poderia ter! Para mim ele não havia falado sério quando disse que só queria a Kim para ele! E outra, a Kim era muito atraente, ele deveria ter sido mais específico que não queria que eu tentasse algo com ela. Sempre que estávamos os quatro juntos eu evitava de olhar para ela. Ela era muito atraente e sempre me fazia ficar excitado. Suas histórias corriam pela cidade feito água na cachoeira. Eu a imaginava fazendo tudo aquilo que haviam me dito e ficava louco... E eu também evitava de olhar para ela por respeito a Beth. Mas no dia do hospital foi fatal... Ela segurou minha mão, me encarou, e eu senti uma pontada. Não no coração, claro. Daí por diante não consegui mais segurar minha fúria por um beijo dela e por até algo a mais... Só que eu me esqueci da Beth. Esqueci completamente. E agora, o que eu ia fazer?

- DOIS DIAS DEPOIS -

A dor de não a ter mais comigo estava se estabilizando. Já não chorava tanto quando lembrava dela e de Tom. Tom. Essa perda doía mais do que um tiro.

Neste dia fui ao mercado para fazer compras. Minha casa estava vazia de alimentos decentes. Eu precisava comer comida de verdade. Cheguei no mercado e peguei tudo o que tinha de mais saudável. Fui na parte de bebidas e comecei a escolher os sucos. Tinha de laranja, de manga, de morango... Morango. Esse era o suco preferido da Beth. Passei reto por ele e peguei o de abacaxi. Coloquei-o no carrinho e fui até a parte de doces. Péssima ideia. Quando entrei no corredor, adivinha quem eu avistei? Isso mesmo, Beth. Ela estava simplesmente conversando com o maior pegador da cidade, o Georg. Aliás, eu tinha informações de que ele também havia pegado a amiga dela. Ex-amiga, né. A Kim. Foi ele quem a deixou sangrando numa vez que eles transaram na última festa que ela extrapolou. Agora eu é que estava surpreso, como ela tinha coragem de falar com ele? Ou será que ela não se lembrava dele? Quando fui me virar para ir ao outro corredor, tropecei na prateleira, fazendo ela e Georg olharem para trás. Pude sentir o ódio no olhar dela quando viu que era eu. Abaixei a cabeça e fui até o outro corredor.

Sim, eu a havia perdido para sempre.
Voltar ao Topo Ir em baixo
AnaCarolina_ff
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 591
Idade : 20
Localização : Rio de Janeiro
Data de inscrição : 29/10/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Dom Jan 20, 2013 2:38 am

SOFRI COM A CHEIRADORA DE CUECAS KKKKKKKKKKK haha
Mas então, será que rola Beth e Georg vizinho gatão? Hmm
_____________________________________________

Bill, você merece cada pontada de dor que está sentindo. Você foi um babacão! Apenass

Prossiga!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://re-ssurgir.blogspot.com.br/
PKaulitz
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 419
Idade : 23
Localização : Paraná
Data de inscrição : 02/08/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Dom Jan 20, 2013 2:56 am

Ô MIDESU DU CÉU! T_T

Palito, assim você parte o meu coração de papel (kk)!! Ç.Ç

Afinal de contas o Gezão é só mau elemento, conversar com ele não tem nada haver. U_U

É palito, tá osso pra você!!! Quem mandou perverter Kims alheias. U_U

BEM FEITO!!

Cadê o resto??!! Ç.Ç
Voltar ao Topo Ir em baixo
Joyce Kaulitz th
Fanática
Fanática


Número de Mensagens : 1624
Idade : 21
Localização : no quarto com o th
Data de inscrição : 11/11/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Dom Jan 20, 2013 10:41 am

divertidos esses capitulos ,CONTINUE
Voltar ao Topo Ir em baixo
Steph MADA
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 758
Idade : 17
Localização : Lins.SP
Data de inscrição : 19/12/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Dom Jan 20, 2013 1:30 pm

Uí, Gege é o maior pegador?
Você confundiu ele com o Tom. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Contenue.
Billleco, voce está ferradinho.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Adriana R.
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 406
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 29/07/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Dom Jan 20, 2013 5:14 pm

NARRADO POR: ELIZABETH (VULGO BETH)

Chapter 27: Brave New Life


Eu me recusava a ficar em casa choramingando por aquele babaca! Sério, eu tinha uma vida pela frente, tinha que viver! Só que agora eu iria seguir sem amigos, sem namorado... SEM MINHA FAMÌLIA QUE SE MUDOU SEM MIM! Mas eu superaria. Ah, superaria.

Um dia após o ocorrido eu decidi sair um pouco de casa para tomar um ar e ver a paisagem ( vulgo meu vizinho bonitão). Sentei na escada da entrada e fiquei olhando os carros passarem, os galhos das árvores dançarem conforme o vento batia... Até que ele apareceu. Os cabelos lisos esvoaçando pelo ombros, uma expressão sexy e séria que fazia qualquer uma se derreter toda. Seus braços musculosos à mostra em uma blusa apertada e discreta. Caralho, como ele era sexy.

- Olá, Georg! - grite da escada acenando para ele.
- Olá, Beth! - gritou ele vindo em minha direção.

Ele veio correndo e se sentou ao meu lado.

- Hey, garota! Está melhor hoje? - perguntou ele cumprimentando-me com um beijo na bochecha.
- Sim, decidi que não vou mais sofrer por ele.
- Ele quem? Você não me contou o que aconteceu...
- Ah, sim vou te contar.

Comeceik a história desde o dia em que a Kim conheceu o Tom até ontem. Porém ele me cortou na parte em que contei que a Kim foi encontrada caída e ensanguentada.

- Espera, espera, Kim? Ai caralho...
- O que houve?!
- É... - falou ele coçando a nuca - Não sei como te contar isso, mas é que... Foi eu quem a deixei naquele estado.

Paralisei. Pasmei. Abri a boca numa expressão de espanto.

- Mas... Mas... Porquê? - perguntei.
- Eu já a estava observando fazia algumas festas, e queria muito transar com ela. Fiquei sabendo que naquela época ela era fácil, fácil, e corri para dar o "bote". Aproveitei que ela estava caindo de bêbada e a puxei para o porão. Ela estava toda dura e eu não conseguia penetrar nela direito. Acabei machucando-a quando tentei fazer algo mais erótico, como amarrá-la num cano, etc. Ela só sabia rir, mas eu não ía perder aquela oportunidade. Transei com ela mesmo assim, sem me importar, mas quando eu a vi sangrando litros e litros, eu me assustei e sai correndo. Achei que tivesse machucado ela demais. Só que eu fui embora e esqueci de soltá-la. Alguns dias depois do ocorrido eu fiquei sabendo através de um amigo que um cara a havia encontrado.
- Mas se foi isso o que aconteceu, porque você provocou ela naquele dia na festa?? Eu estava lá!
- Eu estava mais do que bêbado naquele dia... Tinha bebido todas e mais um pouco. Me lembro de que quando a vi eu senti uma súbita vontade de ir falar com ela e não sabia o que dizer. Então eu disse aquilo... Nem quero lembrar.
- Agora tudo faz sentido... E aquele teu amigo, porque ele estava tão sóbrio?
- Ele disse que aquela noite era a noite de eu ficar bêbado. É uma brincadeira que fazemos, a cada festa um fica loucão e chapa o coco.
- Ah, que brincadeira divertida. - ironizei.
- É, falando sério, é bacana, mas eu não faço mais. Depois daquele dia eu me affastei daquele meu amigo e comecei a andar com outras pessoas.
- E se mudou para cá por causa dele também?
- Por causa de muita gente que eu não queria mais contato. Elas iam na minha casa e não me deixavam em paz. Então, me mudei sem avisar ninguém.
- Mas você sabe que um dia eles descobrirão onde você está morando, não é?
- Sim, mas agora eu tenho porte de arma e possuo um rifle.
- É uma forma ótimo de espantar visitas! - comentei enquanto gargalhávamos.
- Olha, adorei conversar com você, mas preciso ir. Vamos sair qualquer dia desses? - perguntou-me Georg.
- Olha... Eu ainda não estou pronta para um encontro, e...
- Não, não, como bons amigos... Por enquanto. - disse ele sussurrando a última parte da frase.
- Ok, então! Amanhã eu vou ao mercado, quer vir comigo?
- Sim! Eu também ia ao mercado amanhã, pelo menos agora terei companhia!
- Vou umas cinco da tarde, tudo bem? Eu passo na sua casa.
- Fechado! - animou-se ele se levantando. - Até amanhã, Beth!
- Até! - acenei para ele.

Ir ao mercado nunca me pareceu tão divertido! No dia seguinte, às cinco em ponto, eu passei na casa dele. Fiquei esperando ele do lado de fora, até que ele saiu. vestia uma camiseta branca de meia-manga, uma calça jeans e um tênis. Já eu vestia chinelo havaianas, um shorts jeans e uma camiseta velha. Que mico. Mas foda-se, era assim que eu ia.

- Chinelo havaianas, faz tempo que não uso um. Tem certeza de que vai até o mercado com eles? - perguntou-me ele.
- Sim, por que?
- Vai que você cai no meio do caminho, tropeça em alguma pedra e começa a gritar que nem aquele dia. Vou fingir que não te conheço.
- Relaxa, se isso acontecer eu me seguro nas tuas calças até você ficar nu.
- Quer me ver nu?
- Não, só quero rir da cara de bobão que você vai sair.

Soltamos uma risada alta e seguimos até o mercado. Ao chegarmos, cada um pegou um carrinho e então fomos juntos pegar o que precisávamos. Nesse meio tempo ficamos conversando, e eu descobri que ele era filho único e que fumava. Tentei convencê-lo de que aquilo não era bom, mas ele acabou comprando um maço de cigarro na minha frente e acabei desistindo.

- Bom, acho que já compramos tudo. - disse ele quando estávamos na parte de congelados.
- Não, não, ainda faltam os doces!
- Sim, claro, os doces!

Fomos até o corredor dos doces e pegamos alguns chocolates.

- Sensação! Tem barra de chocolate sensação aqui! Não acredito! - gritei animada enquanto pulava com o chocolate na mão.
- É bom?
- Você nunca comeu? - perguntei indignada.
- Nunca. Vou pegar uma também para ver se é bom.

Quando ele pegou o chocolate, ouvimos um estrondo vindo do fim do corredor e viramos para ver o que tinha acontecido. Era Bill. Ele estava ali, no mesmo mercado que eu, no mesmo corredor... Eu não conseguia fugir dele! Fuzilei-o com o olhar de desprezo mais profundo que pude fazer e disse ao Georg:

- Vamos sair daqui.
- O que houve?

Sai andando com o carrinho e ele veio atrás de mim.

- Você conhecia aquele carinha? - perguntou-me ele.
- Sim, ele que é o Bill, meu ex. Maldito! -gritei dando um soco no carrinho de compras.
- Calma, ficar assim não vai adiantar nada.
- Eu só queria que ele sumisse para sempre. Só isso, mais nada.


Voltar ao Topo Ir em baixo
PKaulitz
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 419
Idade : 23
Localização : Paraná
Data de inscrição : 02/08/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Dom Jan 20, 2013 5:28 pm

Ai Gezão!! Assim o coração não suporta, SEU LINDO!! doce

Coisa linda sair pra passear no mercado... KKKKKKK

Quero saber onde vai dar as coisas!! Ansiosa pacas.

Quero mais capítulos!! MAIS CAPÍTULOS! *_*

Voltar ao Topo Ir em baixo
sam.sousa

Fã


Número de Mensagens : 144
Idade : 22
Localização : brasilia
Data de inscrição : 25/01/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Dom Jan 20, 2013 6:52 pm

aaaa agr fiquei com pena do bill...mas fazer o que ele mereceu...continua quero saber o que vira a seguir!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Adriana R.
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 406
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 29/07/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Dom Jan 20, 2013 9:54 pm

NARRADO POR: KIM

TRILHA SONORA DESTE CAPÍTULO Geh - Tokio Hotel

Chapter 28: The death... Maybe.


Os dois dias que se seguiram do dia que tudo aquilo aconteceu foram os piores. Eu juro que tentei ficar bem, mas eu sentia a falta de Beth. Ela era minha melhor amiga e eu gostava muito dela. Tom, como sempre, era muito paciente comigo e estava sempre me apoiando. Eu só me perguntava se ele confiava em mim como antes.

No segundo dia, acordei super disposta a desaparecer. Meus pais não ligavam para mim, não se importavam comigo. Minha empregada que nunca mais deus as caras, minha melhor amiga que não falava mais comigo, meu namorado que era um doce e eu o havia traído... Estava tudo dando errado!
Me olhei no espelho e vi uma pessoa pálida e com olheiras fundas. Tom devia estar lá embaixo fazendo algo para comermos, e eu, bom, eu estava aqui em cima, depressiva. Coloquei meu chinelo e fui até a cozinha. Não tinha ninguém. Tinha um bilhete em cima do balcão, onde havia escrito:

"Amor, fui até a padaria e já volto. Te amo."

Aquelas palavras... Como tive coragem de enganá-lo? E ele ainda me perdoou. Eu não o merecia.

Fui até a geladeira e fiquei olhando. Até ali eu tinha lembranças de Beth. Aquelas jezuitas que Tom havia comprado junto dela estavam ali. Me lembro do sorriso e da felicidade dela quando entrou em casa com uma sacola cheia de doces. Foi a última vez que a vi sorrindo para mim. Foi a última vez que presenciei minha amiga em um estado emocional excelente. Agora, ela devia estar depressiva, chorando, e eu aqui, sem poder ajudar. Afinal, eu era a causa das lágrimas dela.

Do lado do bilhete, tinha um facão enorme e afiado. Minha mãe costumava usá-lo para cortar o bico dos seus cremes importados. Eu nunca soube o porque. Uma vez, quando era criança, tentei usá-lo para apontar um lápis e apanhei dela. Na verdade, ela me deu um tapa leve porque tinha medo de quebrar as unhas. Ridícula. Meu pai mal ia na cozinha. Tudo o que ele queria de lá ou ele pedia à minha empregada ou a mim. Claro, comigo era mais frequente. Ele mal me olhava nos olhos e nunca me deu um abraço. É, aquela faca tinha muita história junto de minha família... E se eu acabasse com todas essas histórias com a própria faca? Seria uma ideia maravilhosa... É. Peguei a faca e a fiquei olhando por alguns minutos. Passei-a perto do meu pulso, deslizando, para ver se estava realmente afiada. Sim, estava. Ela tinha participado de tanta coisa junto a mim e meus pais, tantas vezes eu vi minha mãe ameaçando meu pai com ela... Todas essas ruins lembranças que me matavam por dentro. Estava na hora de ela me matar de fora para dentro. Passei a ponta da faca sob meu pulso e a forcei. Deslizei-a para frente e para trás até abrir uma enorme ferida. Quando vi todo aquele sangue escorrer, cambaleei para trás e joguei a faca de volta ao balcão. Cai no chão e uma dor intensa percorreu todo o meu braço. Tentei agarrar no balcão para me levantar, mas meu pulso estava fraco e sangrava muito. Eu tentei mas doeu tanto que meu pulso veio abaixo, se esfregando pela porta do balcão e manchando-a de sangue vermelho vivo.

- Kim? - ouvi a porta abrir e Tom me chamar.

Soltei um grito de dor e ele veio correndo até a cozinha. Olhei para ele de canto de olho e pude ver o desespero em sua feição. Ele colocou as mãos na cabeça e começou a chorar.

- Meu amor, porque você fez isso? Olha só para o seu pulso, está sangrando! Meu Deus, você tentou se matar?

Eu mal conseguia falar, mas fiz um esforço.

- Sim... Não quero mais... - tentei mas logo fiquei sem voz

Tom me pegou no colo e me colocou no carro. Lembro-me de tê-lo ouvido dizer que iria me levar até o hospital. Depois disso eu desmaiei. Apaguei totalmente.


Última edição por Adriana R. em Dom Jan 20, 2013 10:02 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
PKaulitz
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 419
Idade : 23
Localização : Paraná
Data de inscrição : 02/08/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Dom Jan 20, 2013 10:00 pm

bua (Ainda coloca Geh...)

Que sad, manola!! Ç.Ç

...

Não sei o que dizer... Ç.Ç

Cadê outro capítulo?! T_T
Voltar ao Topo Ir em baixo
AnaCarolina_ff
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 591
Idade : 20
Localização : Rio de Janeiro
Data de inscrição : 29/10/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Dom Jan 20, 2013 11:37 pm

Sem palavras No
Continua
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://re-ssurgir.blogspot.com.br/
Adriana R.
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 406
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 29/07/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Dom Jan 20, 2013 11:42 pm

NARRADO POR: TOM

Chapter 29: I'll never let you down


Nunca corri tanto com um carro na minha vida. Ultrapassei faróis vermelhos, entrei na contra-mão, passei voando pela lombada. Cheguei no hospital cem 15 minutos e certeza de que com mais de 5 multas na carteira. Abri a porta do banco de trás e peguei Kim no colo. Ela continuava desmaiada e estava pálida como papel. Seu pulso ainda sangrava muito e suas veias estavam azuladas. Chutei a porta do carro e corri com ela para dentro do hospital.

- PELO AMOR DE DEUS, ALGUÉM ME AJUDE, ALGUÉM! ELA ESTÁ MORRENDO! - gritei.

Dois enfermeiros vieram ao meu encontro e trouxeram uma maca. Coloquei-a nela e a levaram para a emergência. Fui com eles, me recusando a ficar na sala de espera. Minha Kim sangrava tanto...

Sentei num banco ao lado da maca dela quando os enfermeiros saíram do quarto. Em seguida veio um médico que, sem me avisar nada, tirou-a do quarto e a levou para algum lugar. Sai do quarto aos gritos e logo veio um enfermeiro me acalmar.

- Calma, eles a estão levando para fazer exames. Preciso que me diga o que aconteceu.
- Eu não sei, ela tentou se matar com o facão. Não vi o ocorrido porque tinha saído.

Ele anotava tudo atentamente.

- Certo. Ela tem alguma alergia? Doença?
- Não que eu saiba. Se tivesse ela teria me contado, certeza. O que farão com ela?
- Vou passar todas essas informações ao médico e ele fará o que tiver se fazer. Peço perdão em nome dele por não ter vindo falar diretamente com você, é que quando contamos a ele sobre o ocorrido, ele saiu correndo do consultório e me pediu para pedir a você informações sobre o que tinha acontecido.
- Eu mal vi o rosto dele, quem era esse médico?
- Doutor Archimedes. Por acaso ele já os conhecia?
- Sim... Ah, claro. Por isso ele ficou desesperado. Mas eu quero ver minha pequena, por favor. Me deixe ver ela.
- Não posso, senhor. Terá de esperar por ela aqui mesmo.

Abaixei a cabeça e fui sentar-me no banco. Não podia tocar minha pequena e sentir se ela estava bem. Não podia admirar aqueles olhinhos dela e acariciar seu cabelo. Uma lágrima escorreu pelo meu rosto. Por mais que ela tivesse me traído com Bill, eu a amava e não conseguia sentir raiva dela, muito menos deixá-la. Imagine o que podería ter acontecido se eu não estivesse lá quando ela tentou se matar? Ela teria morrido, sem poder se salvar, sem ter quem socorrê-la... Não conseguia pensar nela morta. A imagem dela em um caixão me doía a cabeça. Eu só queria que tudo aquilo não tivesse acontecido. Queria tanto que ela não se sentisse mais culpada pelo o que aconteceu, queria que ela voltasse a ficar bem e que não chorasse mais escondida, pensando que eu não estava vendo e ouvindo. Outro dia achei uma carta dela debaixo do colchão, onde ela dizia que não me merecia e que ela era uma burra. Ela se chingava o tempo todo e falava que tinha estragado a única coisa boa que tinha ocorrido na vida dela. Ao ler aquelas palavras eu pude perceber o quanto ela me amava e se arrependia. Eu também a amaval. Muito. Desde que vim da Alemanha, eu me sentia sozinho e sem alguém para compartilhar. Tudo bem, na eu tinha Bill na época, mas não era a mesma coisa... Eu queria alguém para beijar, acariciar, amar... E ela era essa pessoa. Era com ela que eu queria passar o resto da vida. E por mais torta e complicada que ela fosse, com um passado horrível, eu a amava e não deixaria isso morrer. Eu tinha proposto a mim mesmo em ajudá-la. E eu não a deixaria ficar mal... Não a abandonaria.

Depois de tanto pensar e pensar, pude perceber que estava debulhando em lágrimas. Olhei no relógio e havia se passado quinze minutos. Passei quinze minutos mergulhado nos meus pensamentos. Comecei a secar as lágrimas e um enfermeiro entrou na sala.

- Senhor Tom?
- Sim, sou eu. - afirmei levantando-me.
- Fizemos um exame em sua namorada e constatamos que...
- Espera, em quinze minutos?
- Não foi preciso de muito para ver que ela precisa de uma doação de sangue e terá de costurar o pulso... As veias dela estão azuladas e a cor dela está mais branca do que um papel. Ela tem parentes por aqui?
- Não... Todos estão fora faz meses. Ela só tem a mim.
- Bom, então isso é um problema. Teremos de ver se tem sangue compatível com o dela no banco de sangue.
- Ei, espera, espera, meu sangue é O+. Posso doar para qualquer pessoa.
- Isso é uma ótima notícia! Vamos, você vai fazer alguns testes sanguíneos.

Saí daquela sala cheio de esperanças. Ela iria ficar bem, eu iria poder ajudá-la! Mas só tinha uma coisa...

- Enfermeiro, depois que ela receber o meu sangue, ela poderá ir para casa, né?
- Então, senhor, ela terá de ficar em repouso, além do mais, o do senhor será só um começo... Ela precisa de bem mais sangue e precisa fazer alguns exames ainda.

- Então ela ficará por mais tempo aqui?
- Sim, senhor. Mas lhe garanto que ela ficará melhor.

Segui em silêncio até a sala de exames. Eu já havia feito aquilo uma vez.

- Ajuda saber que já ajudei um amigo meu com sangue aqui neste hospital mesmo?

O enfermeiro, que estava mexendo no armário, fechou-o e disse:

- Mas é claro que sim! Diga me seu nome inteiro que eu o encontrarei aqui no sistema.
- Tom Kaulitz.

Ele correu para o computador e pesquisou o meu nome. Vi um brilho de felicidade e alívio nos olhos dele.

- Achei! Tom Kaulitz, 18 anos, Sangue O+. O senhor pode doar o sangue! Vamos para a sala expecífica para isso.

Fomos para a sala de doação de sangue. Ele limpou meu braço e colocou o a agulha.

- Você vai ficar uma hora com isso no braço. Depois desse tempo, aquele enfermeiro ali - disse ele apontando para o cara na porta da sala - irá tirar isso do seu braço e te dar um lanche. Enquanto isso vou no banco de sangue do hospital ver se tem o típo sanguíneo da sua namorada ou algum O+.

Eu estava tão feliz em poder ajudá-la! Estava cheio de esperanças!
Voltar ao Topo Ir em baixo
PKaulitz
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 419
Idade : 23
Localização : Paraná
Data de inscrição : 02/08/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Dom Jan 20, 2013 11:57 pm

O Tom é tão meigo e tolo. Ai coração. *-*

Eu estou sem saber o que comentar já!!! T_T

Só sei que quero mais capítulos!! Ansiosa, ansiosa!! .-.

TOMELO bj
Voltar ao Topo Ir em baixo
Steph MADA
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 758
Idade : 17
Localização : Lins.SP
Data de inscrição : 19/12/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Seg Jan 21, 2013 12:39 am

T^T Tomzinho
ai ai to amando essa fan fci. posta mais,
só não escrevo mais pq to comvida com essa historia de amor.
T_T
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sara Kaulitz2
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 1172
Idade : 19
Localização : Humanoid City
Data de inscrição : 22/05/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Seg Jan 21, 2013 1:10 am

Ai, como assim a kim tentou se matar? :/
Adorei os capítulos *-*
Continua rápido, ansiosa pra saber o que vai acontecer.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Hoje à(s) 9:10 am

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
FF +18 Luz do Desejo
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 5 de 13Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6 ... 11, 12, 13  Seguinte
 Tópicos similares
-
» [Kaulitzcest] O Doce Desejo (+18)
» CAMERAMAN METALICO DOENTE
» FF +18 Luz do Desejo
» Todos Assistem 2.3 Traidos Pelo Desejo (1992)
» Obseção, sete vidas e um unico desejo! ( A seita Final )

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
TH BRASIL OFICIAL - Fórum :: Fan Stuff :: FanFics-
Ir para: