Fórum Oficial do Tokio Hotel no Brasil - TH BRASIL OFICIAL FÓRUM
 
InícioPortalRegistrar-seLoginIr para o site@THBRASILOFICIALFacebook

Compartilhe | 
 

 FF +18 Luz do Desejo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3 ... 5, 6, 7 ... 11, 12, 13  Seguinte

Você acha que o Bill deve morrer?
Sim
33%
 33% [ 3 ]
Não
67%
 67% [ 6 ]
Total dos votos : 9
 

AutorMensagem
AnaCarolina_ff
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 591
Idade : 20
Localização : Rio de Janeiro
Data de inscrição : 29/10/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Seg Jan 21, 2013 1:00 pm

Tom é tão fofo gente, aw yaya
Continua pfvr
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://re-ssurgir.blogspot.com.br/
Adriana R.
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 406
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 29/07/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Seg Jan 21, 2013 9:25 pm

NARRADO POR: TOM

Chapter 30: Blood. New Blood.


Quando terminei de doar, o médico veio me tirar dali e me levou até uma sala para toma lanche. Tinha um suco de laranja e um pão com queijo e presunto. Perfeito. Comi aquilo e relaxei na cadeira. O mesmo enfermeiro me levou até a sala de espera, que tinha uma televisão e várias cadeiras. Aquela sala dava sono de tão quieta que era. Me recostei na cadeira e olhei para cima fixamente. Permiti aos meus pensamentos que eles viajassem na minha história com a Kim e com o nosso possível futuro, para que eu me me esquecesse daquela situação e ganhasse mais esperanças. Me imaginei com ela tendo vários filhos, todos correndo por nossa casa enorme. Ela ainda mais linda e deslumbrante, com um vestido preto até os joelhos, com algumas rendas e vestindo um sapato de salto também preto. Seus cabelos lisos e avermelhados corriam pelas costas e caiam por seu ombro.. Ela tinha um sorriso lindo no rosto, sua pele estava corada e mais viva do que nunca. Ah, na minha imaginação, ela não tinha depressão. Era só sorrisos e felicidade.

- Senhor Tom? - chamou o enfermeiro, cortando minha imaginação.

Chacoalhei a cabeça e respondi:

- Sim?
- Não encontramos sangue compatível com o dela no nosso banco de sangue. Por sorte, o do senhor foi totalmente aceito pelo dela. Porém precisamos achar mais sangue compatível o quanto antes.
- E agora? - desesperei-me, levantando num pulo.
- Eu mesmo irei o hospital que tem aqui perto para verificar. Isso não pode esperar mais.

A eficiência daquele enfermeiro me surpreendia. Ele era, além de atencioso, uma pessoa muito preocupada com seus paciêntes.

- Muito obrigado pela ajuda, enfermeiro...
- Jefferson.
- Obrigado, Jefferson, pela atenção que tem nos dado. - agradeci solenemente.
- Não faço mais do que o que é de meu dever. - respondeu ele com um sorriso enorme.

Algo me dizia que ele encontraria o sangue compatível.

- Posso ir ver minha pequena?
- Espere mais quinze minutos que as visitas estarão liberadas.

Agradeci e sentei-me. Ele foi pra o corredor e desapareceu quando virou na escada.

Aqueles foram os quinze minutos mais demorados da minha vida. Corri pra o quarto dela quando deu o horário. Ela ainda estava um pouco mal, mas parecia bem melhor do que antes.

- Meu amor. - murmurou ela abrindo um sorriso lindo.

Sorri para ela e peguei sua mão. Ela me olhava com amor e ternura. Sua feição era triste e alegre ao mesmo tempo.

- Sente-se melhor? - olhei para o pulso dela, que estava roxo no local onde haviam costurado.
- Um pouco melhor. Me disseram que você doou o sangue que agora corre em minhas veias. Você faz parte de mim agora. - sussurrava ela.
- Sim, meu amor.
- Obrigada.

Sorri e dei-lhe um beijo na testa.

- Agora, só me conte uma coisa, porque você quis fazer isso? Eu prometi estar sempre contigo, não prometi?
- Eu estava triste, me sentindo culpada, desprezada pelos meus pais, sem amigos... Eu quis terminar com tudo.
- Mas você pensou em como eu viveria sem você por aqui?
- Você seria um homem livre e sem que precisasse se preocupar com uma traidora...
- Ei, ei, ei! Nunca mais repita isso. Você não é uma traidora. Você é o amor da minha vida.
- Como você consegue ser tão amoroso comigo depois de tudo o que houve?
- Às vezes o amor e a razão se juntam numa coisa só. Eu sei quem tem culpa no que nesse rolo todo. Agora vamos esquecer isso.
- Será que irão encontrar mais sangue para mim?
- Claro que irão, minha pequenina. Você ficará boa logo, logo.

Sentei-me ao lado dela e permanecemos em silêncio.

- Já pensou na hipótese de eu morrer? - perguntou-me ela.
- De novo pensando nisso? - falei levantando-me e olhando para ela fixamente - Você não vai morrer. Você vai ficar bem e ainda viveremos muito juntos. Não repita isso novamente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
PKaulitz
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 419
Idade : 23
Localização : Paraná
Data de inscrição : 02/08/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Seg Jan 21, 2013 9:31 pm

Ah, eu poderia morder o Tom pra sempre.

Coiso lindo e meigo!!!!!!!!!

doce

Que tristeza sem fim isso. T_T

Vai ter mais capítulos? Ç.Ç
Voltar ao Topo Ir em baixo
FantasyTrue
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 348
Idade : 22
Localização : Porto, Portugal
Data de inscrição : 04/07/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Seg Jan 21, 2013 9:41 pm

O amor deles é tão puro,


eu acabo sempre a chorar



mais *-*
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://twitter.com/FsFantasytrue
AnaCarolina_ff
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 591
Idade : 20
Localização : Rio de Janeiro
Data de inscrição : 29/10/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Seg Jan 21, 2013 10:49 pm

PKaulitz escreveu:
Ah, eu poderia morder o Tom pra sempre.

Coiso lindo e meigo!!!!!!!!!

doce

Que tristeza sem fim isso. T_T

Vai ter mais capítulos? Ç.Ç

+1

KD GENTE? yaya
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://re-ssurgir.blogspot.com.br/
Steph MADA
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 758
Idade : 17
Localização : Lins.SP
Data de inscrição : 19/12/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Ter Jan 22, 2013 1:12 am

Oh anjo Tom... venha aqui baby :anjo:
Meu lindo...
POsta!
Voltar ao Topo Ir em baixo
sam.sousa

Fã


Número de Mensagens : 144
Idade : 22
Localização : brasilia
Data de inscrição : 25/01/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Ter Jan 22, 2013 4:29 pm

aaaa tommmzinhooo lindoo ele é tão fofo com ela amoooo essa ff continua logooo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Adriana R.
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 406
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 29/07/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Qui Jan 24, 2013 10:25 pm

NARRADO POR: KIM

Chapter 31: Alive!


- ALGUNS DIAS DEPOIS -

Ah, como era bom voltar para casa! Sentar no meu sofá, deitar na minha cama, ficar bem com o meu namorado... Demorou, mas fiquei melhor! Felizmente aquele anjo de enfermeiro encontrou sangue compatível com o meu e fiz a transfusão. Tive de ficar em observação no hospital e fazer outros exames. Para minha infelicidade, o médico disse que a área que eu me corte vai ficar sensível por uns dias e que é para eu evitar fazer esforços com a mão para não comprometer o pulso.

Assim que chegamos, Tom preparou um lanche completo para nós comermos. Ele sorria de orelha a orelha e sempre vinha me dar um beijo. A pessoa que mais sofreu com medo de me perder foi ele. Ele que me ajudou, que correu atrás de hospital, que havia ficado ao meu lado... E eu o havia traído. Porra, isso não saia mais da minha cabeça. Será que eu iria ficar pelo resto da vida pensando nisso?Me culpando disso? Eu tinha que arranjar algum jeito de esquecer isso...

- Amor, venha comer! - chamou ele da cozinha.

Fui e sentei na cadeira ao seu lado. Comecei a comer, mas ele não. Ele olhava fixamente para mim, tinha um sorriso enorme e os olhos brilhavam.

- O que foi? - perguntei corando.
- É tão bom te ver assim, forte, corada, saudável.

Sorri e fiquei sem graça.

- Coma, vai. Não vou comer sozinha.
- Ok, ok. - disse ele.

Eu estava bem, mas ainda me sentia muito... culpada. Afinal, porque ele não era uma pessoa normal e me rejeitava como todos os outros namorados traídos do mundo? Porque ele tinha de ser tão perfeito? Tão compreensivo? Eu já nem sabia mais o que pensar, imaginar... Só sabia que tinha que tirar aquele peso das minhas costas.

Quando terminamos de comer, fui para a pia lavar a louça. Eu nunca havia tocado em uma louça na vida, mas eu estava fazendo qulquer coisa para não ter que olhar para ele e me senti pior. Comecei lavando um copo, que deixei cair dentro da pia, causando um enorme estrondo. Eu continuei lavando e só me dei conta de que ele estava parado ao meu lado quando ele me cutucou. Deus, ele não saia de perto de mim, eu precisava ficar sozinha.

- Amor, vai lá no meu quarto e pega meu notebook, por favor. - pedi a ele como uma desculpa para que me deixasse sozinha.
- Para quê você o que?
- Quero mandar uns e-mails, você faz isso por mim?
- Claro, volto num instante. - disse ele dando-me um beijo na bochecha e saindo.

Ufa, agora eu tinha um tempo para pensar. Fechei a tornei e apoiei o braço que estava bom na pia. Abaixei a cabeça e senti uma lágrima escorrer... Eu estava entrando em depressão?

Quando Tom voltou, eu já havia continuado a lavar a louça. Estava mais séria do que nunca e não me virei em nenhum momento para falar com ele. Ele ficou ao meu lado, mais uma vez, parado.

- Onde colocou o notebook? - perguntei seca.
- Ali na mesa. Amor, você não pode fazer esforço com o pulso.
- Isso aqui não é esforço algum.
- Mas você nunca gostou de lavar louça...
- Mas agora gosto.
- O que você tem, hein? - perguntou-me ele.
- Nada, nada. Só estou cansada.
- Então vá se deitar e deixa que eu termino por aqui. - falou ele colocando-se na minha frente.

Não tive outra escolha a não ser sair dali. Fui para o quarto e deitei na cama. Fiquei pensando em mil coisas e quando dei por mim, já havia adormecido.

Acordei às sete da noite, com o som da televisão. Pelo o que entendi, Tom estava assistindo novela. Novela? Meu Deus. Desci as escadas e lá estava ele, vidrado de frente à televisão, sem desgrudas os olhos na novela Salve Jorge.

- Afinal, desde quando você curte novela? - perguntei rindo.
- Ah, essa é muito interessante! Essa Wanda maldita, traficadora de mulheres! E essa Lívia? Minha nossa! - exaltou-se ele gesticulando com as mãos para cima e para baixo, arregalando os olhos de surpresa.

Comecei a rir sem para. Agachei no canto da escada e ele ficou me encarando com aqueles olhos arregalados.

- Olha isso, olha isso! Como ela é cínica! - gritava ele apontando para a novela.
- Isso.. é... surreal! - falei enquanto ria sem parar.
- Ai, amor, não aguento! Vem aqui assistir comigo.

Sentei-me ao lado dele e fiquei prestando atenção nas reações dele. A cada cena, uma careta nova. Nariz torcido, boca aberta, olhos arregalados, cara de safado. E claro, eu sempre me mijava de tanto rir.

Como era bom vê-lo feliz.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ana Carolina Telles
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 975
Idade : 20
Localização : Humanoid City
Data de inscrição : 20/09/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Outro

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Qui Jan 24, 2013 10:29 pm

Que bom que eles voltaram, e o Tom vendo Salve Jorge? eu ri
Continua.
Voltar ao Topo Ir em baixo
PKaulitz
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 419
Idade : 23
Localização : Paraná
Data de inscrição : 02/08/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Qui Jan 24, 2013 10:35 pm

Primeiro: que bom que as coisas estão bem, apesar dessa depressão da Kim.

Segundo: Tom, eu aceito você de guarda-costas, SEU LINDO!!

E sem mais tardar, terceiro: COMO ASSIM TOM VENDO NOVELA?? TOM, NÃO ME BROXE!!!

Tem mais capítulos???! Já não fez ontem... Unf...

safado2
Voltar ao Topo Ir em baixo
FantasyTrue
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 348
Idade : 22
Localização : Porto, Portugal
Data de inscrição : 04/07/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Qui Jan 24, 2013 10:41 pm

Evil or Very Mad

Esta felicidade tem pavio curto
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://twitter.com/FsFantasytrue
AnaCarolina_ff
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 591
Idade : 20
Localização : Rio de Janeiro
Data de inscrição : 29/10/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Sex Jan 25, 2013 1:33 pm

Aiiii essa novela é muito boa mesmo! Tom, vem ver aqui comigo pra gente ter uns ataques juntos Twisted Evil
E agora Kim? Vai conseguir superar? :/
Continuaaaaa
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://re-ssurgir.blogspot.com.br/
Joyce Kaulitz th
Fanática
Fanática


Número de Mensagens : 1624
Idade : 21
Localização : no quarto com o th
Data de inscrição : 11/11/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Sex Jan 25, 2013 2:04 pm

continue logo yaya
Voltar ao Topo Ir em baixo
sam.sousa

Fã


Número de Mensagens : 144
Idade : 22
Localização : brasilia
Data de inscrição : 25/01/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Seg Jan 28, 2013 11:51 pm

nossa muito bommm continuaaa
Voltar ao Topo Ir em baixo
Steph MADA
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 758
Idade : 17
Localização : Lins.SP
Data de inscrição : 19/12/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Qua Jan 30, 2013 2:50 pm

o.o
Continua!
tá fantastica!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Adriana R.
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 406
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 29/07/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Qui Fev 07, 2013 9:21 pm

NARRADO POR: BETH

Chapter 32: The first and most important kiss ever!


Depois do dia do mercado, eu e Georg começamos a nos ver constantemente. Saimos juntos, fomos mais vezes ao mercado (um passeio romanticamente aceito), fomos a uma pizzaria.. Ele era uma pessoa sensacional. Quando estava com ele, não conseguia pensar no Bill. Ele era um ótimo amigo. Amigo... Ah, claro, amigo!

Numa quarta-feira bem cedo, acordei com um barulho na janela. Levantei devagar evi uma sombra na janela. Soltei um grito de susto e percebi que era Georg. Ele ria da minha cara de tapada. Levantei-me e abri a janela.

- O que você faz aqui? - perguntei com a voz rouca de sono.
- Tenho uma câmera, o sol está raiando e as flores encantadoras. Vamos ao parque tirar algumas fotos? - pediu-me ele com um sorriso.
- Mas tem que ser agora? Acabei de acordar.
- Por isso não, eu espero. - ele disse isso e já entrou no meu quarto pela minha janela. Sentou-se na cama e ficou me olhando. - Ora, vamos, pode começar a se trocar.
- Não acha que está muito folgado, não? Vai para a sala, capeta! - gritei enquanto ria da cara de bobo dele.

Ele se levantou e foi para a sala rindo. Fechei a porta do quarto e comecei a me arrumar. Eu não tinha roupas muito bonitas para ir a um parque numa quarta de manhã, por isso vesti o melhor que encontrei. Arrumei o cabelo na penteadeira e me maquiei. Ok, eu iria a um parque, mas tinha que me maquiar, oras! Quando saí do quarto, Georg estava na janela da sala observando os carros passarem. Virei de fininho e fui para o banheiro. Terminei de me arrumar e voltei para a sala. Ele continuava na janela, mas dessa vez estava sério.

- Psiu, que cara é essa? - perguntei ao lado dele.
- Nem percebi que você tinha chegado. Estava pensando um pouco na vida...
- Porque?
- Ah, não sei. Estava pensando no futuro...
- Deixa para pensar nele depois, vamos pro parque!
- É, você tá certa. - Georg riu - Vamos.

Chegando no parque eu tive de dar razão para o Georg: tudo estava realmente muito bonito aquele dia. Os pássaros voavam de um lado para o outro, as flores estavam lindas... Cheguei perto de uma para sentir o seu cheiro e ouvi um clique atrás de mim.

- Georg você tirou foto minha? - perguntei.
- Ficou linda, acredite. - afirmou-me ele com uma expressão firme.
- Assim espero. - avisei dando de ombros.

Ouvi ele rir bem baixinho atrás de mim. Ele foi se afastando e fotografando tudo o que via pela frente. Ele parou em uma parte do parque e tirou umas mil fotos do céu.

- Isso tudo é amor pela paisagem ou tá procurando alguma cidade espiritual pelas fotos? - perguntei sarcasticamente.
- Quem sabe não estou procurando um raio de sol para te presentear?
- Que brega! - falei isso e caí na risada. Georg também riu.
- Sou péssimo com cantadas.
- Se é assim ruim falando, imagine agindo? - falei enquanto ria.
- Ah, está me desafiando?
- Não, não. Estou de boa. Tire suas fotos, vai.
- Quanta doçura. - ironizou ele rindo.

Sentei na grama e tapei o sol com as mãos. Me arrependi de não ter levado um óculos de sol com proteção para os raios solares e qualquer outra porra que tivesse!

- Ah, sol maldito! - gritei deitando de cara para a grama.
- Olha, se quiser comer salada, tem um restaurante bem ali, não precisa comer grama. - sussurrou Georg sarcasticamente ao meu ouvido.
- Vou fazer você comer ela! - gritei e levantei. Puxei ele para a grama, mas ele logo recuou. Levantei-me e corri atrás dele. Ele jogou tudo no chão e correu pelo parque. Quando o consegui agarrar, pulei em cima dele, fazendo-o cair no chão. Rolamos ambos grama abaixo, rindo feito dois palermas.

- Ai minha barriga! - falei quando finalmente paramos um do lado do outro.

Georg ainda ria enquanto o sol fazia com que seus olhos verdes brilhassem. Quando conseguimos parar de rir, nos demos conta de que estávamos virados um para o outro.

- É... vamos lá buscar suas coisas, eu... - tentei falar mas Georg me impediu.
- Shhh, calma. Eu não vou te morder. - sussurrou ele acariciando meu rosto. - Deixe-me fazer uma coisa.
- Mas o que...
- Shh, só deixe.

Ele chegou mais perto e roçou seus lábios nos meus. Beijou-me suavemente. Senti seus cabelos esvoaçarem por cima dos meus. Seu toque era macio e firme. Sua boca, fina e macia, acariciava a minha enquanto o calor do seu hálito misturava-se com o meu. Nossas línguas se encontravam no mais suave dançar.

Foi o melhor beijo da minha vida.
Voltar ao Topo Ir em baixo
FantasyTrue
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 348
Idade : 22
Localização : Porto, Portugal
Data de inscrição : 04/07/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Qui Fev 07, 2013 9:31 pm

: ) ja tinha saudades de ler esta fic


<3
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://twitter.com/FsFantasytrue
PKaulitz
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 419
Idade : 23
Localização : Paraná
Data de inscrição : 02/08/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Qui Fev 07, 2013 9:33 pm

:@@:

Não sei se me assusto por ter finalmente postado um capítulo ou pelo Georg tirando foto de céu feito o Bill...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Ai, céus...

Finalmente, sua cabelo de ...

Espero que te dê surto criativo porque quero ler mais.

(:
Voltar ao Topo Ir em baixo
Adriana R.
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 406
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 29/07/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Qui Fev 07, 2013 11:14 pm

NARRADO POR: BILL

Chapter 33: She's the new one.


Beber, beber, beber... Isto é o que fazia-me sentido agora! O álcool conseguia me fazer esquecer da vida, da minha vida... A Elizabeth. Eu passava o dia todo no bar perto do meu apartamento. Era um bar velho, com velhos pançudos bebendo e lendo revistas da Playboy. Era nojento, mas era ali que eu esquecia da minha vida.

Numa sexta-feira à noite, resolvi ir a uma balada perto dali. Tocava somente música eletrônica e era disso que eu precisava. Claro, era estranho ir a uma balada sozinho, na maioria das vezes o Tom me acompanhava, mas agora eu não tinha com quem contar, então iria sozinho mesmo.

Na porta da boate eu já estava um pouco tonto. Tentei parece o mais sério e sóbrio que pude quando chegou minha vez de entrar. Felizmente, eu consegui. Entrei na boate e corri para a pista de dança. Comecei a dançar feito um louco sem parar. Esbarrei em muita gente, dei ombrada, braçada, cotovelada, mas que se dane, eu precisava daquilo. Aquela depressão pós-termino de namoro estava me consumindo no bar de Tio Juca há dias, e isso tinha que parar. E dançar era a única maneira de soltar tudo aquilo que eu estava sentindo.

Depois de muito dançar, fui para o bar e pedi uma dose dupla de vodka com gelo. Se era para foder tudo numa noite, então eu iria chutar o pau da barraca. Bebi a dose e pedi mais outra... e outra... e outra... e voltei para a pista. Passei as mãos nos meus cabelos e senti um melado estranho. Fazia dias que eu não lavava o cabelo. Senti uma enorme repulsa de mim mesmo e decidi ir embora. Olhei no relógio e já eram 3 horas da manhã.

No dia seguinte a primeira coisa que fiz foi ir tomar banho. Passei exatamente duas horas no chuveiro. Ou eu estava muito fedido há dias, ou aquela dança na boate havia feito eu suar feito um condenado. Bom, como eu não me recordava muito bem os últimos dias, suponho que não tinha tomado banho desde que eu e Beth terminamos. Que nojo de mim mesmo.
Sai daquele banho me sentindomais limpo e inteiro. Meu cabelo agora estava macio e brilhoso, como devia estar. Era sábado e eu iria para a balada de novo.

Às 23 horas da noite em ponto eu estava na porta da boate. Só que dessa vez sóbrio. Entrei calmamente e fui para o bar. Pedi uma lata de cerveja e fiquei observando o movimento. Muitas meninas bonitas, muitas... vadias. Mas nenhuma que me interessasse. Peguei minha lata de cerveja e fui para o outro lado. Parei e tentei encontrar alguém interessante. Dei um gole na cerveja. Joguei ela de lado e fui dançar, desisti de procurar por alguém. Comecei a dançar no ritmo da música, acelerando e ficando devagar... Fui andando, dançando, até que dei uma cotovelada em alguém e ouvi um gritinho de dor.

- Desculpe-me, eu não te vi. - pedi à moça.

Ela tinha os cabelos compridos e um pouco ondulados. Eram castanhos. Tinha o rosto fino e delicado e uma voz adorável. Os olhos eram expressivos e castanhos.

- Não foi nada, não foi nada. - disse ela com toda a calma.
- Como é o seu nome? - perguntei sem hesitar.
- Laura. Prazer. E o seu?
- Bill. Onde te machuquei?
- Não me machucou, só deu uma cotovelada bem fraca no meu braço. Sério, está tudo bem.
- Posso te pagar uma bebida? É o mínimo que posso fazer.
- Vamos. - gritou ela. O som estava altíssimo e só assim era possível conversar.

Chegamos no bar e perguntei a ela que tipo de bebida gostava. Ela respondeu "Sex on the Beach". Uma bebida doce e por sinal muito boa. Pedi uma dose de whiskey com bastante gelo para mim.

- Bom, então você é daqui? - perguntei a ela.
- Sim, sou sim. Moro aqui desde pequena.
- Onde estudou? Também moro aqui desde criança e não me lembro de você.
- Estudei na escola perto da avenida principal, quase ninguém estudava lá.
- Ah, eu estudava na escola que tem ali na rua perto da fábrica de chocolate.
- Você mora aqui perto? - perguntou-me ela.
- Ah, sim, moro no prédio que tem subindo aqui a rua. - falei gesticulando para a rua que tinha de frente a entrada.
- Moro na rua atrás da sua. Como nunca nos vimos?
- É que eu passava mais tempo na casa da minha ex-namorada do que na minha.
- Terminaram porque? Você disse "ex".
- Fiz uma burradas... Prefiro não falar disso.
- Ah, me desculpe.
- Não, não foi nada.

Nossas bebidas chegaram e paramos de falar. Virei o meu copo rapidamente e ela ainda estava dando bicadinhas na bebida. Era toda delicada. Quando ela finalmente virou o copo, foi tudo goela abaixo.

- Nossa, que virada! - gritei animado.
- Vamos dançar? - perguntou Laura.
- Claro!

Fomos dançar e Laura segurou-se nos meus ombros. Segurei-a pela cintura e dançamos quase colados. Ela, requebrando, e eu, todo duro. Definitivamente.

Depois de muito dançarmos, Laura me soltou e ficou me encarando. Segurou na minha blusa e me puxou contra ela. Ela estava bêbada, claro. Mas eu não iria perder a oportunidade. Beijei-a ali mesmo. Agarrei-a e fui lhe beijando o pescoço até a boca. Passei a mão por sua bunda e a apertei. Ela segurou em meus cabelos e desceu a mão até meu pênis. Levei-a até a parede e nos agarramos ali.

Ficamos assim o resto da noite... Mas pela manhã, terminamos tudo aquilo em casa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
FantasyTrue
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 348
Idade : 22
Localização : Porto, Portugal
Data de inscrição : 04/07/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Qui Fev 07, 2013 11:25 pm

Shocked

affraid

Oo Laura


sua safadjenha *de cara*
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://twitter.com/FsFantasytrue
PKaulitz
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 419
Idade : 23
Localização : Paraná
Data de inscrição : 02/08/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Qui Fev 07, 2013 11:25 pm

LJERGWXEJNRLFCH BLSJKR.CFXLEJK JRWJ DSL32KJ RLJFE CEGRF

Vo-cê é uma sa-ca-na!!! Não merece meu comentário. Mas comento pra mostrar minha indignação. U_U

Bill, é um fedido mesmo, Tom já confirmou isso!! FEDIDO, FEDIDO. Alemão do cabelo duro...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Quero outro!! Ç.Ç
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ana Carolina Telles
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 975
Idade : 20
Localização : Humanoid City
Data de inscrição : 20/09/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Outro

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Sex Fev 08, 2013 8:39 pm

Laura....... Sem comentarios.........
Eu queria tanto que o Bill voltasse para a Beth.
Voltar ao Topo Ir em baixo
sam.sousa

Fã


Número de Mensagens : 144
Idade : 22
Localização : brasilia
Data de inscrição : 25/01/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Sab Fev 09, 2013 4:47 pm

continua logoo mas tira essa laura muitooo ciumes ela hammm.....
Voltar ao Topo Ir em baixo
Steph MADA
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 758
Idade : 17
Localização : Lins.SP
Data de inscrição : 19/12/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Sab Fev 09, 2013 5:25 pm

Vish, Billeco porco!
Ai, que sorte da Beth em beijar o Georg *bebum*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Adriana R.
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 406
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 29/07/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Dom Fev 17, 2013 10:25 pm

NARRADO POR: KIM


Chapter 34: We deserve some fun.


Sabe quando você sente-se completo? Tão completo que não consegue nem pensar em outra coisa? Então, é assim que me sinto ao lado de Tom. Ok, isso não é nenhuma novidade, mas é que agora este sentimento se fortificou de tal maneira que eu não tenho mais controle. E claro que isso é um problema! Imaginem só se eu perco o controle (ainda mais) deste sentimento que cresce dentro de mim por ele? Não que eu tenha medo de continuar nosso relacionamento, mas acho que tudo o que aconteceu me deixou mais frágil e menos... controlada? É, deve ser isso... Só tenho medo daquilo que eu posso fazer agora que estou assim.

Naquela tarde de domingo eu me permiti dar uma volta às nova de manhã na praça vazia da cidade. Estava tudo muito bonito. Tom insistiu em vir comigo e acabei cedendo. Andamos de mãos dadas pela praça, admirando os pássaros e tudo mais. Um passeio tanto quanto romântico. Sentamo-nos no banco perto de uma macieira e ficamos sentindo o cheiro das flores. Abraçados, ele acariciava o meu braço e beijava minha testa. Ah, como era aconchegante estar em seus braços. Eu olhava uma trilha de formigas que levavam alguns pequenos pedaços de folhas para um ninho ali perto. Por sorte elas estavam bem longe de mim.

- Sabe, amo, estive pensando, e se viajássemos? - propôs Tom.
- Viajar? Mas para onde? - perguntei espantada.
- Para minha terra natal, ué. Alemanha!
- Olha, não me parece má ideia! E pretende ir quando?
- Nas tuas próximas férias. Que tal?
- Acho ótimo! - animei-me dando um beijo doce nele.
- Quer ir comer alguma coisa? Já são dez horas.
- Suco de morango e 12 pães de queijo lá Casa do Pão de Queijo? - perguntei batendo palmas.
- Claro! Vamos!

Eu adorava aquele lugar. Era tudo tão saboroso. E não muito barato, mas valia a pena pagar um pouco a mais. Ao chegarmos, pedimos nossos 12 pães de queijo e suco de morango e nos sentamos em uma das mesinhas. Começamos a beliscar os pães de queijo, que o eu tinha pedido para rechearem com cheddar.

- Primeira vez que como pão de queijo com cheddar, nem sabia que isso era possível. - disse Tom lambendo os dedos.
- É uma delícia, não é?
- Uma delícia é pouco, isso aqui é de outro mundo!

Comecei a rir com a cara de criança que ele fazia ao mordiscar os pães de queijo. Sabe aquela frase "a cada mordida uma surpresa"? Então, ela se encaixava perfeitamente naquela situação, dava até para fazer uma propaganda daquela situação. O Tom entra em cena com um balde de pães de queijo e senta numa graminha. Morde um pão de queijo com cheddar e começa a flutuar. Seus dedos lambuzados começam a dançar no ar e em seguida ele olha para a câmera e diz "Pães de queijo, a cada mordida uma surpresa" e levanta o balde.
Meu Deus, o que eu tinha fumado?

- Psiu, sonhadora. - estalava Tom os dedos na minha frente - Planeta terra chamando, planeta terra chamando!
- Desculpe, eu estava longe, longe.
- É, eu percebi. No que estava pensando?
- Nada de importante, pura besteira. Quer voltar para casa já?
- Eu que te pergunto, quer? Ficamos sempre trancafiados lá, vamos ficar o dia todo fora hoje... O que acha?
- Vou para qualquer lugar com você.

Fomos ao cinema. Num domingo e o cinema estava vazio. Tudo conspirava para um dia romântico só nós dois! Fomos assistir o filme "O Voo". Eu duvidava que iriamos assistir alguma coisa, mas tudo bem.

Na sala de cinema, sentamos no fundão. Nas última cadeiras da extrema esquerda. Só havia duas pessoas a mais naquela sala, o que era bom. Quando começou os traillers, senti a mão de Tom na minha perna.

- Então, vai querer mesmo ver o filme ou vai querer o brinde? - sussurrou ele ao meu ouvido.
- Depende do brinde. - respondi fazendo um sorriso diabólico.
- Minhas mãos te darão a resposta.

Ele foi subindo a mão por debaixo de minha saia. Chegou na minha calcinha e enfiou-a dentro dela. Acariciou minha vagina e foi colocando seus dedos dentro dela aos poucos. Segurei no braço da cadeira e sengurei sua mão, fazendo ele colocar os dedos mais para dentro. O filme começou com um avião e foi só isso que lembro ter visto. Eu e Tom avançamos para eu masturbando ele em pleno cinema vazio. Aproveitamos que as duas únicas pessoas da sala estavam bem lá na frente e sentei-me em seu colo. Por debaixo da saia ele enfiou seu pênis em mim e tomei todo cuidado para não gemer. Segurei-me na cadeira e começamos a nos movimentar. Ele abaixou um pouco a parte de cima do meu vestido e beijou os meus peitos. Eu ia para cima e para baixo, sentindo o membro dele ficar cada vez mais duro. Quase gemi, até que ele segurou o meu cabelo e disse.

- Para baixo.

Agachei-me e comecei a chupá-lo. Acariciava suas bolas enquanto fazia isso. Tom soltava gemidos bem baixinho, o que me estimulava para fazê-lo gozar. Fui subindo com a língua até sua barriga. Voltei até seu pênis e percebi que ele estava a ponto de gozar. Sentei-me ao seu lado e ele segurou o pênis para cima. Foi porra para todo lado.

- E agora? - perguntou ele assustado.
- E agora nós saímos daqui para nunca mais voltar. - falei enquanto ria bem baixo.

Fui correndo para o banheiro verificar se não estarra esporrada e assim também fez Tom. Havia um respingo no meu cabelo. Fiz uma extrema cara de nojo quando vi e lavei o cabelo com mais água do que tinha feito em toda a vida. Acho que eu parecia um cachorro lambido de tanta água que havia passado no cabelo. Saí do banheiro de dei de cara com Tom todo molhado.

- Mas.. o que... - perguntei caindo na gargalhada.
- Tinha porra na blusa, porra na calça, porra no tênis, só não tinha porra no rabo! - dizia ele enquanto acenava com os braços.

Cada vez mais eu ria e ele acabou por rir também.

- Você tá parecendo um cachorro molhado. - disse-me ele.
- Pelo menos não to parecendo que mergulhei numa caixa d'agua suja.
- Engraçadinha.
- Sua engraçadinha. - falei piscando o olho.

Voltamos para casa e fomos direto cochilar. Ah, aquele havia sido o melhor domingo de todos!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Hoje à(s) 4:14 pm

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
FF +18 Luz do Desejo
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 6 de 13Ir à página : Anterior  1, 2, 3 ... 5, 6, 7 ... 11, 12, 13  Seguinte
 Tópicos similares
-
» [Kaulitzcest] O Doce Desejo (+18)
» CAMERAMAN METALICO DOENTE
» FF +18 Luz do Desejo
» Todos Assistem 2.3 Traidos Pelo Desejo (1992)
» Obseção, sete vidas e um unico desejo! ( A seita Final )

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
TH BRASIL OFICIAL - Fórum :: Fan Stuff :: FanFics-
Ir para: