Fórum Oficial do Tokio Hotel no Brasil - TH BRASIL OFICIAL FÓRUM
 
InícioPortalRegistrar-seLoginIr para o site@THBRASILOFICIALFacebook

Compartilhe | 
 

 FF +18 Luz do Desejo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5 ... 11, 12, 13  Seguinte

Você acha que o Bill deve morrer?
Sim
33%
 33% [ 3 ]
Não
67%
 67% [ 6 ]
Total dos votos : 9
 

AutorMensagem
sam.sousa

Fã


Número de Mensagens : 144
Idade : 22
Localização : brasilia
Data de inscrição : 25/01/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Seg Jan 14, 2013 12:24 am

aaa não é justo com o Tom depois de tudo o que ele fez pra conquista-la e protege-la não é justo ela trair ele!!! sou contra ainda mais pq é muito tragico o bill fazer isso com o tom que só quer o bem dele e ainda por cima o considera um irmão !!!! SÒ ACHO!!!! ¬¬2
Voltar ao Topo Ir em baixo
AnaCarolina_ff
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 591
Idade : 20
Localização : Rio de Janeiro
Data de inscrição : 29/10/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Seg Jan 14, 2013 12:29 am

Ahhhhhh, eu senti, no fundo da minha alma, que algo tava rolando entre esses dois. Minhas suspeitas estavam certas.
Se a Kim trair o Tom, ela será uma grande safada ingrata, mas ele pode se sentir a vontade para vir na minha cama que eu consolo ele, a gente aproveita e testa 1 coisa... Twisted Evil
Continue querida *-*
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://re-ssurgir.blogspot.com.br/
Sara Kaulitz2
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 1172
Idade : 19
Localização : Humanoid City
Data de inscrição : 22/05/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Seg Jan 14, 2013 1:30 am

sam.sousa escreveu:
aaa não é justo com o Tom depois de tudo o que ele fez pra conquista-la e protege-la não é justo ela trair ele!!! sou contra ainda mais pq é muito tragico o bill fazer isso com o tom que só quer o bem dele e ainda por cima o considera um irmão !!!! SÒ ACHO!!!! ¬¬2

Leitora Nova!
Sim, concordo! Nao é justo ela trair o Tom. Nem ele e nem a Beth.
Mas continua liebe.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Adriana R.
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 406
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 29/07/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Seg Jan 14, 2013 7:45 pm

Chapter 18: Baby, did you forget your reason?


No fim da tarde, Bill e Beth foram embora. Fiquei feliz por ter um tempo a sós com Tom, eu precisava mesmo ter esse tempo com ele. Mas ele estava estranho comigo desde que pegou Bill olhando para mim. Na verdade, ele estava calado demais. Fui falar com ele assim que ele fechou a porta.

- Está tudo bem? - perguntei colocando a mão em seu ombro.

Ele se virou e me fitou por um instante antes de responder.

- Perfeitamente.
- Mentira.
- Quer que eu diga o que?
- A verdade.
- Ok, vamos lá. Já não é de agora que eu pego o Bill te encarando, e...
- Ah, essa história de novo não! - gritei e virei de costas.

Tom me pegou pelo braço e disse:

- Agora você vai me ouvir. Não vou tolerar vocês dois flertando na minha frente! Se querem se pegar, me avisem antes para que eu vá embora e os deixe em paz!
- Quem disse que eu quero ele?! - gritei gesticulando com as mãos.
- Seu olhar, o modo como vocês se encaram!
- Você está vendo demais! Eu te amo, seu idiota!
- Você sabe o que eu sinto por você, mas eu não sou cego.
- Escute bem, eu não quero nada com ele, mas se eu for para os braços dele um dia, saiba que você será o único culpado. - avisei-o apontando o dedo no peito dele.

Ele segurou os meus pulsos e me olhou nos olhos. Senti a dor e o medo de me perder em seu olhar tristonho. Um dread caiu em seu rosto, cobrindo a lágrima que escorria de seu olho esquerdo.

- Jamais repita isso. Jamais. Eu não vou deixar você ir embora.
- Então pare de me empurrar a ele. Eu não quero nada com ele. Eu quero você. Só você. Chega de se importar com o modo que nos olhamos, isso já está virando obsessão! Por favor.

Ele me soltou e segurou minha nuca com sua mão direita. Com a outra, agarrou minha cintura e encostou seus lábios nos meus.

- Quero você assim, comigo, para o resto da vida. Quero sentir seu hálito, seu perfume, quero ouvir sua voz todos os dias. Eu te amo.
- Eu também te amo. Muito.

Dei-lhe um beijo delicado. Acariciei seu pescoço e senti seu coração bater cada vez mais forte conforme eu o ia beijando. Eu amava ele. Demais. Mas de onde vinha a minha atração pelo Bill? Eu sabia que não era amor... Sim... Não era.

Soltei-o e admirei seu rosto por alguns minutos.

- É hora de ir dormir, mocinha. - ordenou-me ele colocando a mão na cintura e engrossando a voz.
- Mas papai, está tão cedo. - respondi fazendo biquinho.
- Você se cansou muito ontem e hoje, tem de ir dormir cedo. Vamos, vou te ninar.
- Vai me cantar uma canção? - perguntei batendo palminhas.
- Melhor, vou enfiar-te uma canção.
- É assim que pretende que eu durma, querido pai? - falei rindo.
- Ah, não resisti. Mas vamos dormir que nós precisamos. Por mais cedo que esteja.

Realmente, ele estava certo, Eu precisava mesmo ir dormir. Do mesmo modo que deitei na cama eu adormeci. Só fui acordar no dia seguinte às seis da manhã.

Como sempre, Tom já havia se levantado antes de mim e tinha ido preparar o café da manhã. O cheiro inebriante de geleia de damasco com pão quente ia até o meu quarto. Arrumei-me e desci correndo para comer.

Tom já estava comendo quando cheguei na cozinha. Tomava um copo de leite com Toddy e comia pão com geleia. Sentei-me na mesa e comecei a me servir.

- Ah, bom dia para você também, educada. - ironizou ele enquanto ria.
- Bom dia, meu amor! Meu Deus, que fome. Eu poderia comer um boi!
- E eu poderia comer... Ah, esquece. - disse ele rindo.
- Tonto! - falei dando-lhe um tapinha no braço.

Comi tanto naquela manhã que parecia que meu estômago iria explodir. Tom era um ótimo cozinheiro, eu tinha que admitir.

Chegamos na escola e me senti um alienígena. Todos nos encaravam e faziam gestos. Uns gritavam "fora!", outros batiam palmas... Claro, Ria. Ela era a culpada por tudo aquilo. Corri até a sala, e Tom veio atrás de mim. Quando lá entrei, havia uma roda em volta de uma mesa. Parei na porta e Tom veio logo atrás. Todos se viraram para nós e abriram a roda. No centro dela se encontrava Ria toda roxa e machucada. Onde ela havia feito tantas feridas? Eu vi quando a tiraram do bar, ela só tinha alguns hematomas no braço! Aquilo não estava certo.

- Olhem só quem veio para a escola, o Casal-Somos-Valentões.
- O casal o que? - perguntem sem entender.
- Pensam que não sabemos o que vocês fizeram com ela? - perguntou uma menina ruiva do meio da roda.
- O que?! - abismou-se Tom.
- Ora, não finjam mais, meus queridos. Todos já sabem que vocês me abandonaram nas mãos dos bandidos lá no bar.
- Mas... - tentei falar.
- Mas nada. Valentões vocês, não? Abandonaram uma dama indefesa! Olhe quantos hematomas eu tenho.

Todos viraram-se para ela e começaram a mimá-la. Senti duas mãos sobre o meu ombro e virei-me para ver quem era. Eram dois garotos, um loiro platinado de olhos amendoados e um com o cabelo comprido e avermelhado até os ombros e a pele branca feito neve.

- Estávamos lá no bar quando ela os atacou, sabemos que ela está mentindo. - falou o menino loiro.
- Precisamos desmascará-la perante todos estes idiotas que ela hipnotizou. - afirmou o menino ruivo.
- Mas como? - sussurrei.
- Não sabemos, mas vamos descobrir. Outras testemunhas também estudam aqui e vamos falar com elas. - falou o loiro.
- Juntem todas as testemunhas e nos encontrem no pátio às 16 horas. - pediu Tom.
- Fechado. - disseram ambos em uníssono.
- Eu os vejo hoje às 16 horas.

Algo me dizia que teria um mundo de gente no pátio mais tarde. E quando digo um mundo, digo mais ou menos vinte pessoas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
AnaCarolina_ff
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 591
Idade : 20
Localização : Rio de Janeiro
Data de inscrição : 29/10/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Seg Jan 14, 2013 8:02 pm

Ahhhhhhhh, Kim não traia o Tom! Se trair saiba que trago ele pra minha casa e não devolvo mais... está avisada. cha
1 curiosidade: O que acontece no próximo capítulo?????????????
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://re-ssurgir.blogspot.com.br/
FantasyTrue
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 348
Idade : 22
Localização : Porto, Portugal
Data de inscrição : 04/07/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Seg Jan 14, 2013 8:20 pm

Não admito que os capítulos sejam tão pequenos, chamo a puliç
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://twitter.com/FsFantasytrue
Adriana R.
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 406
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 29/07/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Seg Jan 14, 2013 9:12 pm

Chapter 19: The big idea


Às 16 horas em ponto havia um mundo de gente no pátio, como eu havia previsto. Contei e ao todo havia 18 pessoa ali presentes. Nove meninas e nove meninos.

- Nossa, eu... Quanta gente. - balbuciei.

Tom ficou de boca aberta e não falou nada. O menino ruivo deu dois passos a frente disse:

- Conseguimos estas pessoas que estavam presentes aquele dia. Todos concordaram em ajudar a desmascarar a Ria.
- Um garoto ali no fundo disse ter gravado quando a tiraram do bar. - gritou o loiro do canto esquerdo do amontoado de pessoas.

Do meio da roda saiu um garoto gordo e baixinho. Ele tinha bochechas grandes e um olhar de menino.

- Bom, é... Eu gravei o vídeo, ia até postar no YouTube, mas achei desnecessário... - falou o menino olhando para baixo.
- Posso ver? - pedi docemente.

Ele me passou o celular e dei play no vídeo. Certamente aquilo seria de grande ajuda. Ele havia pegado bem o momento em que ela sai do bar sem nenhum hematoma igual àqueles que ela apresentou em sala de aula. Isso a desmascararia. Mas precisávamos de outra coisa.

- Isso não é o suficiente, mas usaremos. Obrigada... como você se chama?
- Júnior. - respondeu o menino gordinho.
- Obrigada, Júnior. - agradeci sorrindo para o garoto tímido.

Ele voltou para a roda e todos ficaram em silêncio, pensando.

- Eu tenho algo que pode lhes ajudar. - gritou um garoto que veio andando até nós.

Ele era alto e tinha os cabelos enrolados pretos. Era bem moreno e tinha uma expressão triste.

- Eu... ajudei a Ria.

Fiquei boquiaberta. Todos começaram a cochichar e o garoto começou a tremer.

- Acalme-se. - pedi a ele - Me conte isso direito. Conte a nós.
- Ela foi na minha casa na noite do tiroteio e pediu a arma do meu pai emprestada. Ele é policial militar e guarda duas armas em casa. Ela me disse que estava sozinha em casa e estava ouvindo uns barulhos estranhos e queria se proteger. Eu acreditei, afinal, ela sempre foi tão doce comigo... Ela abusou do fato de eu a amar desde a 7ª série. Emprestei a arma a ela, que me prometeu devolvê-la no dia seguinte. No mesmo dia, meus amigos vieram me chamar para irmos ao bar e fui. Bom, deste ponto em diante vocês sabem o que aconteceu.
- Vadia, ela te enganou. Você tem provas disso que está dizendo? Como é seu nome?
- Tenho só essa história e a arma que está com ela. Me chamo Jorge.
- A arma, ela não te devolveu? - perguntei.
- Não, eu vi os policiais a levarem no dia da investigação. Na verdade, meu pai já sabe de tudo e prometeu tirar as armas de casa. A arma agora está com ele no quartel.
- Bom, não temos outra saída a não ser usar essas duas provas e o resto do pessoal aqui contra ela amanhã. - finalizou Tom.
- É. Vocês concordam em aparecer amanhã aqui na porta da escola bem cedo? - perguntei.
- Tenho uma ideia melhor. - falou o Júnior. Vocês todos me passem o número de celular de vocês e de todos os seus amigos daqui do colégio. Inimigos, amigos, todos que conhecem.
- Sabe o que está fazendo? - perguntei.
- Tenho certeza absoluta. - ele abriu a bolsa e pegou um caderno e uma caneta - Anotem neste caderno todos os números. Amanhã teremos um show.

Ao todo eu tinha o telefone de 15 meninos e 4 meninas. Anotei todos os números ali e confiei no que aquele garoto pretendia fazer. No fim de tudo, usaria a história de Jorge. A sede de vingança havia tomado conta de todos os meus poros.



Voltar ao Topo Ir em baixo
AnaCarolina_ff
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 591
Idade : 20
Localização : Rio de Janeiro
Data de inscrição : 29/10/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Seg Jan 14, 2013 9:28 pm

Uuuuuuuuuuh, vou adorar ver a Ria cair de cara no chão quando for desmascarada!
Prossiga pfvr
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://re-ssurgir.blogspot.com.br/
sam.sousa

Fã


Número de Mensagens : 144
Idade : 22
Localização : brasilia
Data de inscrição : 25/01/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Ter Jan 15, 2013 5:38 am

Aa tomara q eles consigam se vingar da ria!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
FantasyTrue
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 348
Idade : 22
Localização : Porto, Portugal
Data de inscrição : 04/07/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Ter Jan 15, 2013 8:10 pm

RiaVad**


Se ferrou fia!
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://twitter.com/FsFantasytrue
Adriana R.
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 406
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 29/07/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Ter Jan 15, 2013 9:37 pm

Chapter 20: "Welcome to the jungle, baby. You gonna die!"


Nunca demorou tanto para um dia passar. Fizemos de tudo para que chegasse logo o dia seguinte: assistimos um filme, transamos, comemos, transamos, fomos ao parque, transamos... E a hora não passava! Fomos dormir tarde da noite, cansados e exaustos do dia que "não passou".

No dia seguinte a escola estava movimentada como de costume. Chegando na sala, todos dali nos encaravam como se fossemos algum tipo de monstro. Pobres coitados, foram enganados pela Ria. Deixamos nossas mochilas nas carteiras e fomos até o piso superior. Procuramos a sala dos meninos loiro e ruivo. Era uma sala no fim do corredor, virando a direita.

Entrando na classe, todos nos aplaudiram. Fiquei olhando aquilo sem ter reação.

- Viva aos que nos incentivaram a desmascararmos aquela vadia! - gritava Jorge.

Quando finalmente pararam com as palmas, Tom e eu agradecemos e perguntei para Júnior:

- Que horas você enviará os SMS?
- No final da terceira aula todos já terão recebido tudo. - garantiu-nos ele.

Sorri em agradecimento pelo favor que faria e acenei. Todos nos aplaudiram quando saímos da classe.

Passamos a primeira aula de biologia dormindo, a segunda de língua portuguesa babando no caderno e a terceira, de história, acordadões! Eu e Tom olhávamos no celular a cada cinco minutos.

Faltando 4 minutos para a aula terminar, ouvimos todos os celulares da classe tocarem ao mesmo tempo. Olhei para Tom e abri um sorriso sarcástico. Abri o meu celular e coloquei os fones de ouvido. No começo do vídeo tava escrito "THE REAL STORY ABOUT RIA'S KIDNAPPING" Em seguida vinha o começo do vídeo e um círculo vermelho nos braços e pernas de Ria, escrito: "Você vê hematomas como os que ela apareceu aqui na escola? Claro que não". Então o vídeo decorria normalmente. Quando todos terminaram de ver o vídeo, o sinal tocou e toda a escola se posicionou no corredor. Ria saiu de mansinho, pois também havia recebido o vídeo, mas duas meninas a seguraram.

- Ora, ora, aonde pensa que vai, machucadinha? - falou uma grandalhona de cabelos pretos embaraçados.
- Eu.. eu... Tenho que ir lavar o rosto. - respondeu ela tremendo.
- Lavar? Não vai precisa... Não agora! - gritou a grandalhona e em seguida deu um soco no nariz de Ria. Ela, que era segurada por duas garotas, foi com a cabeça para trás e um mar de sangue banhou-lhe o rosto. A escola toda gritava e aplaudia a grandalhona, que desferia socos e tapas nela. Eu fiquei para sem ter nenhuma reação. Tom me abraçou e tapou-me os olhos quando Ria vomitou sangue no corredor. Após isso, o diretor chegou, mas já era tarde demais.

- O que está acontecendo aqui? Quem me enviou aquele vídeo?! - gritava o diretor histericamente.

Ao ver Ria caída no chão, ele se desesperou e a pegou.

- Todos levarão suspensão de cinco dias! Quem bateu nela!?

Todos se afastaram e somente a grandalhona ficou parada.

- Você - disse o diretor apontando para a garota -, na minha sala agora. Está expulsa!

Todos começaram a gritar e a garota pulava de alegria. Encolhi-me no peito de Tom e sussurrei:

- Eu não queria que acabasse assim. Só queria desmascará-la.
- No fundo você sabia que isto iria acontecer.
- Sim, só não quis acreditar.

Depois de o diretor sair, o inspetor veio até nós e disse:

- Estão dispensados por hoje, o diretor encerrou as aulas até a suspensão de vocês acabar. Boa sorte, crianças.

Todos ao nosso redor pulavam e gritavam. Quando ficamos sozinhos no corredor, todos que sabiam da história vieram nos abraçar e no fim veio a escola toda. Nos levantaram e nos jogaram no ar. Mesmo com tudo aquilo, não me sentia muito bem com o fim que aquilo tinha levado. Mas, em todo caso, era hora de comemorar.

No fim de tudo, a confissão de Jorge perante todos nem foi necessária. Tudo correu naturalmente sem ele precisar se pronunciar.

Chegando em casa eu me sentia satisfeita e mal ao mesmo tempo. Tom ria altíssimo e batia palmas. Eu o abraçava, pulando de felicidade. Oras, ela havia me feito sofrer a vida toda! Agora o que me estranhou mais foi que não haviam convocado os mandantes daquilo tudo na sala do diretor... Será que ninguém descobriu? Pelo visto, fizemos um trabalho muito bom.

- Agora que tudo isso passou, que tal...? - perguntou-me Tom.

Respondi sua pergunta abrindo-lhe o cinto da calça. Abaixei sua calça e sua cueca e acariciei seu pênis. Tirei minha calça e encostei-me na parede. Tom me penetrou e segurou minhas pernas junto de seus quadril. Beijou meu pescoço enquanto fazia movimentos.

Ficamos ali por quarenta minutos. Fomos para o sofá, para a mesinha... E, no fim de tudo eu me toquei de uma coisa: Não havíamos, pela segunda vez, usado camisinha.
Voltar ao Topo Ir em baixo
AnaCarolina_ff
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 591
Idade : 20
Localização : Rio de Janeiro
Data de inscrição : 29/10/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Ter Jan 15, 2013 9:47 pm

Aeeeeeeee o/ justiça foi feita!
E essa mancada da camisinha ein... podemos esperar um little Kaulitz? Hmm
Obs: Tom e Kim são insaciáveis gente Shocked
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://re-ssurgir.blogspot.com.br/
PKaulitz
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 419
Idade : 23
Localização : Paraná
Data de inscrição : 02/08/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Ter Jan 15, 2013 9:50 pm

O_O

Minha nossasinhorinha!!!

Que biolenciaaaaa! <- Segundo Maria Mijona.

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!! Vão tudo no calor da chavas, quero só ver gente grávida... Hohohoho.

Quero outro capítulo! Trate de fazer mais unzinho!! T_T
Voltar ao Topo Ir em baixo
Adriana R.
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 406
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 29/07/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Ter Jan 15, 2013 11:07 pm

Chapter 21: "Move on"


Posso contar nos dedos as vezes que me senti tão bem assim. Era perversamente bem que eu me sentia. Por mim eu repetiria aquele dia outra e outra e outra vez. Porém, por mais alegre que eu ficasse, o fato de termos transado sem camisinha duas vezes me preocupava. Eu não sabia direito que dia era, portanto não sabia se estava ou não no meu período fértil.

- Tom... algo está me preocupando. - falei enquanto estávamos abraçados no tapete da sala.
- Me diga, meu amor. - pediu-me ele dando um beijo em minha testa.
- Transamos sem camisinha por duas vezes seguidas.

Senti a respiração dele parar. Olhei para o lado e Tom encarava o teto com os olhos arregalados.

- Eu não havia notado... - murmurou ele.
- E agora? - perguntei.
- Você está no seu período fértil?
- Eu não sei o meu, não tenho menstruação regulada...
- Merda. Quer fazer um teste de gravidez?
- Não! Quero dizer, agora não. Chega de preocupações.
- Não, precisamos ver isso logo!
- Não, por favor. Hoje não.
- Tudo bem.

Eu sabia o meu período fértil, só não quis contar para não desesperá-lo. Eu não queria me preocupar com isso agora, por mais que me preocupasse. Uma criança agora não seria lá boa ideia.

Ouvimos alguém bater na porta e corremos para nos vestirmos. Ajeitei o cabelo num coque alto e atendi. Eram Beth e Bill. Ah, que novidade.

- Vamos, entrem. - falei.

Beth exibia um sorriso enorme no rosto, mostrando seus dentes com aparelho. Bill tinha um meio sorriso e ainda parecia fraco.

- Kim, fiquei sabendo do que aconteceu na escola, só pode ter sido ideia sua! Não foi? - pulava ela animada.
- Sim, foi eu. - respondi assustada.
- Ah, me conta, como foi? Bateram muito nela?
- Sim... Afinal, para quê tanta euforia?
- Você sabe o quanto eu esperei por esse dia? Anos!
- Sim, nós esperamos! - gritei abraçando-a enquanto gargalhávamos.

Bill estava sentado no sofá junto de Tom, conversando. Beth se afastou e foi se sentar ao lado do namorando. Abraçou-o e se encolheu junto de seu colo. Fui e me sentei ao lado de Tom.

- ... e então ele pegou as duas maçãs e as colocou na boca. O menino com a câmera caiu em cima dele e o garoto deu de cara no chão, enfiando as duas maçãs dentro da boca. Então - contava Tom rindo -, começamos a chamá-lo de quatro bolas: duas na cabeça de cima e duas na de baixo.

Os dois riam e se contorciam. Contavam histórias de suas infância e amigos. Fiquei observando ele contarem suas desventuras.

- Quando eu era criança, eu e meu irmão botamos fogo num arbusto e entramos em desespero. Saímos correndo pelo parque e um policial veio atrás de nós, gritando. Ele correu atrás de nós até cair no lago dos patos quando viramos a direita e ele foi reto para o lado. Eu lembro que - contava Bill gargalhando - os patos começaram as bicar a careca dele e ele se debatia na água.
- Espera, você tem irmão? - perguntou Tom atordoado.
- Não, ele era um amigo que eu considerava como irmão.
- Ah, que bacana! Quando posso conhecê-lo? - animou-se Tom.
- É... Não pode. - murmurou Bill abaixando a cabeça.
- Porque?!
- Ele morreu de leucemia aos 10 anos. - contou ele passando a mão no rosto.

Beth e eu olhamos para ele, sem saber o que falar.

- Olha, é... Me desculpa, Bill. - pediu Tom sem jeito.
- Não, não se preocupe. Já me acostumei com a morte dele.

Ficamos em silência por alguns minutos, até que Beth disse:

- Tom! Vamos comigo até a padaria? Quero comprar alguns doces para comermos!
- Vamos... - disse Tom.
- Não, amor, fique. Vá você, Bill. - implorei.
- Estou com dor, não quero abusar demais. - mentiu ele descaradamente! Obvio que era mentira!
- Então eu vou! - falei já levantando.
- Não, fique com ele, por favor, amiga. - pediu-me Beth.

Eu não tinha saída, afinal. Ou ficava, ou ficava.

- Tudo bem. - conformei-me - Eu fico.

Elizabeth abriu um enorme sorriso e puxou Tom porta afora. Sentei-me no sofá e soltei um longo suspiro.

- Agora está com medo de ficar a sós comigo? - perguntou-me Bill, passando a mão pelos meus ombros.
- Não, só não quero trair Tom.
- Ora, e quem disse que eu quero trair o meu amigo?
- Não se preocupa com Beth?
- Sim, e você?
- Não tente me pegar. Claro que me preocupo!
- Então não será preciso temer nada. Nem sentir culpa.
- Hã? - perguntei sem entender.
- Olha, podemos fazer isso escondidos, tipo, agora. - sussurrou ele ao meu ouvido.
- Não, sai, sai, sai! - gritei empurrando-o com as mãos. - Você não estava dolorido, cansado?
- Eu estou, mas para outras coisas estou muito bem disposto.

Bill colocou sua mão esquerda no meu queixo e virou o meu rosto de frente ao seu.

- Bill, me solta, me solta, sai, eu... - gritei e o empurrei, mas ele segurou minhas mãos e me beijou.

Me debati por alguns minutos mas depois desisti e cedi. Seu beijo era quente e sua língua dançava sobre a minha. Seu hálito fresco e quente entrava em minha boca e descia pelo meu corpo, causando-me arrepios. Ele soltou meus pulsos e passei as mãos por seu cabelo platinado. Sua boca foi descendo por todo o meu pescoço e depois voltou. Por um momento eu estava aproveitando, mas quando me toquei do que havia feito...

- Bill, sai! - gritei empurrando-o com toda minha força.

Ele foi parar do outro lado do sofá todo torto.

- Isso não devia ter acontecido. Não.Devia! - gritei histérica.
- Mas aconteceu e eu sei que você gostou.
- Com que cara eu vou olhar para Tom agora? E quando ele disser que me ama?
- Olhe com a mesma cara de sempre, oras.
- Ele é seu amigo!
- Sempre dividimos as namoradas.
- Não sou algo divisível!
- Será?
- Você mesmo disse que ele não suporta ser enganado ou traído!

Ao me ouvir dizer isso, Bill gaguejou e parou de falar. Alguns segundos depois ele disse:

- Bom, agora já foi. Paciência. - disse ele.
- O que faremos agora?
- Move on.
Voltar ao Topo Ir em baixo
PKaulitz
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 419
Idade : 23
Localização : Paraná
Data de inscrição : 02/08/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Ter Jan 15, 2013 11:20 pm

Safados!! D:

Eu já imagino uma possível reação do Tom ao imaginar tal coisa... Muahahahaha!

AH, eu queria ler mais... D:

Espero que você não atrase mais pra postar antes das suas férias acabarem!!

(:
Voltar ao Topo Ir em baixo
sam.sousa

Fã


Número de Mensagens : 144
Idade : 22
Localização : brasilia
Data de inscrição : 25/01/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Qua Jan 16, 2013 3:28 am

tadinho do tom mas a culpa é toda do bill pq ela tentou sair e ele a segurou e cai entre nos o billzin é irresistível né....tadinho do tom e da kim que vai se sentir a pior pessoa do mundo graças a tentação chamada Bill!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
AnaCarolina_ff
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 591
Idade : 20
Localização : Rio de Janeiro
Data de inscrição : 29/10/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Qua Jan 16, 2013 10:37 am

BILL SEU SAFADO! TARADO! APROVEITADOR! p*t*
E agora? Coitado do Tom! Coitada da Beth! Ai que situação! A Kim vai surtar!
Pooooooooor favor, prossiga bem rápido, não me mate de curiosidade )):
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://re-ssurgir.blogspot.com.br/
Adriana R.
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 406
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 29/07/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Qua Jan 16, 2013 10:18 pm

Chapter 22: Feeling unfaithful


Tom e Beth chegaram e estávamos encostados no sofá, longes um do outros fitando o nada. Devagar fui levantando minha cabeça para Tom, mas não o consegui encarar. Ele esboçava um sorriso de felicidade e satisfação e trazia duas sacolas lotadas de doces. Pela cor marrom com laranja das sacolas, deduzi que ele trazia jesuitas nelas. Era o meu preferido e ele sabia muito bem disso. Olhei para Bill, que tinha um sorriso enorme na cara, que era direcionado a Beth. Ela vinha na direção dele com uma sacola com potes de geleia, doces enlatados e pães.

- Compramos o suficiente para para passarmos a noite aqui! - animou-se Beth.

O que? Noite?!

- Como assim? - perguntei sem esconder minha indignação.
- É que Tom e eu combinamos um programinha para nós quatro.
- Mas...
- Beth, é melhor deixarmos para outro dia. Estou cansado e quero ficar abraçado com você esta noite. Pode ser? - pediu Bill com a voz mais doce que conseguia fazer.
- Tudo bem, meu amor. - respondeu ela abaixando a cabeça - O que faremos com todas essas guloseimas?
- Leve para minha casa e comeremos nós dois esta noite, que tal?
- Ótima ideia meu amor! - animou-se Beth.

Bill se levantou, despediu-se de nós e foi até a porta. Beth foi logo atrás dele e fez o mesmo. Fiquei observando eles irem embora e imaginando o que faria agora.

- O que você tem, Kim? perguntou-me Tom fazendo-me uma massagem.
- Nada.. só estava querendo ficar a sós com você. - respondi virando-me e lhe abraçando.
- Aconteceu alguma coisa enquanto eu fiquei fora? - perguntou ele desconfiado.
- Não, não. É só que acho que estamos passando tempo demais juntos deles. Quero passar um tempo só eu e você.
- Tem certeza de que tá tudo bem?
- Absoluta. - menti.

Fechei a porta e o puxei para o meu quarto. Deitamos na minha cama virados um para o outro.

- Se algum dia eu errar, fizer uma besteira, você promete que vai me ouvir e me perdoar? - perguntei a ele desesperada por dentro.

Tom passou a mão pelo meu cabelo e abriu um sorriso.

- Amor, você está me escondendo algo e eu não gosto nada disso. Fale logo.
- Não, não estou. É que me bateu um medo de te perder de repente.
- Não vejo razão para isso, você sabe que eu te amo do fundo do meu ser.
- Eu sei. Mas você não respondeu a minha pergunta.
- Olha... Eu sou muito rancoroso quanto a isso. Eu sei, é um defeito. Mas por você, somente por você, eu prometo te ouvir e e tentar te perdoar. Mas eu confio em você e sei que jamais me enganará.

Aquelas palavras dele me atingiram feito uma bala perdida. Uma vontade súbita de chorar subiu até meus olhos e não queriam mais sair de lá. Fechei-os por um instante e forcei um sorriso. Quando abri, Tom me deu o mais doce dos beijos.

- Minha pequenina. - sussurrou ele ao meu ouvido.

Eu me sentia um lixo de ser humano.
Voltar ao Topo Ir em baixo
AnaCarolina_ff
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 591
Idade : 20
Localização : Rio de Janeiro
Data de inscrição : 29/10/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Qua Jan 16, 2013 10:28 pm

Aw, o Tom lá todo fofo e ela escondendo uma bomba dessas!
E Bill, querido, sua cara de pau é tão incrível que ta precisando de óleo de peroba lixa
Prossegueeee!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://re-ssurgir.blogspot.com.br/
PKaulitz
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 419
Idade : 23
Localização : Paraná
Data de inscrição : 02/08/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Qua Jan 16, 2013 10:29 pm

D:

Que bandidos!! O Bill é o pior, vamos ser sinceros aqui. U_U

Quero ver onde tudo vai dar!! AHHHHH, ansiosa pra carélhious!! T_T

Espero que o Tom chute a bunda da Kim!!

Esperando pelo próximo que eu sei que vai ser um capítulo kilométrico!!

*_*
Voltar ao Topo Ir em baixo
FantasyTrue
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 348
Idade : 22
Localização : Porto, Portugal
Data de inscrição : 04/07/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Qua Jan 16, 2013 10:36 pm

LOL Pri -Just-
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://twitter.com/FsFantasytrue
sam.sousa

Fã


Número de Mensagens : 144
Idade : 22
Localização : brasilia
Data de inscrição : 25/01/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Qui Jan 17, 2013 4:36 am

eu não quero q o tom termine com a kim ela gosta dele a maior culpa foi da tentação Bill!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Adriana R.
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 406
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 29/07/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Qui Jan 17, 2013 10:58 pm

Chapter 23: Almost fine.


Adormeci profundamente naquele fim de tarde e só acordei de madrugada. Tom estava deitado ao meu lado, esparramado na cama. Levantei de fininho e desci para a sala. Estava tudo escuro e quieto. Sentei-me no sofá e liguei a televisão. Me encolhi quando vi o programa que passava: Casos de Família: "Ela me traiu e eu não aceito" - REPRISE. Claro, agora o mundo conspirava para me fazer enlouquecer cada vez mais. O primeiro participante do programa entrou e começou a contar o caso dele: "Ela me traiu com o meu 'mió' amigo, ela é uma desgraçada por demais, sô! Eu 'num' aceito isso nããão! Botei ela pra fora de casa 'mermo'!" Soltei um grito quando ele terminou de falar e desliguei a televisão. Taquei o controle remoto longe e comecei a chorar. Eu olhava para todo canto daquela casa enorme e lembrava de cada momento que eu e Tom tivemos ali. O primeiro beijo, nossas carícias, risada... E eu tinha jogado tudo isso pelos ares quando beijei Bill!

Depois de alguns minutos, ouvi alguém bater na janela. Olhei para ela e vi uma sombra atrás da cortina. Fui até lá e, para minha surpresa, era Bill. Afinal, o que ele fazia ali àquela hora? Abri a janela e falei:

- Sai daqui, vamos. O que faz aqui?
- Não consegui dormir e vim dar uma volta. Já estou aqui faz um tempo. EU ouvi a televisão e deduzi que fosse você. O Tom não costuma ligar a TV de madrugada.
- Ok, sou eu sim, viu? - perguntei acenando com o dedo cara minha cabeça - Agora vai embora.
- Não, eu quero conversar com você. Vem aqui fora.
- São três e meia da manhã, tenha bom senso!
- Shhh, vem aqui, por favor.

Revirei os olhos e fiz o que ele me pediu. Parei ao lado dele.

- Fale. - ordenei.
- Eu fiquei pensando em você esta noite...
- Você não tem este direito. Pense em Beth. Pense no seu melhor amigo.
- Eu penso, eu sei, mas há algo acontecendo...
- Sim. você é um babaca. Plin, descoberta! - acenei com as mãos para cima como se fosse uma bombinha - Agora se manda daqui.
- Porque você é tão fria comigo?
- Você.Ainda.Pergunta?! Como consegue ser tão cínico?
- Mas...
- Sai daqui! - gritei apontando o dedo para a rua.

Bill segurou meus braços e me beijou. Tentei morder sua boca, mas ele não deixava. Me lembrei que eu tinha um joelho e podia chutar o seu "saco". Ah, que bela descoberta! Fiz exatamente isso quando me dei conta.

- Isso doeu! - gritou ele se encolhendo e botando as mãos no pênis machucado.
- É para você aprender que comigo não é o seu lugar. É com a Beth.

Bill me encarou e fez sua melhor cara de "sinta pena de mim". Dei de ombros e virei de lado. Naquele instante meu coração gelou. Tom estava parado a uns 20 passos de distância.

- Tom, eu... - balbuciei.
- Não precisa dizer mais nada. Eu vi tudo.

Bill olhou para ele assustado.

- Olha, Tom, não é isso que parece. - resmungou Bill.
- Ah, não? Pois me explique, querido melhor amigo. - ironizou Tom cruzando os braços.

Bill se levantou e tentou falar com ele.

- Olha, Tom, é que...
- Cala a boca! - gritou Tom e desferiu um soco no rosto dele. - Depois de todos estes anos você me faz isso! Seu desgraçado!

Bill caiu no chão e colocou a mão no rosto. Um machucado tinha aberto em sua bochecha e o sangue jorrava. Ele olhou para o amigo e disse:

- Mas nós sempre dividimos namoradas!
- Com ela é diferente, eu te disse isso!
- Achei que você estivesse de brincadeira!

Tom levantou-o pela gola da camisa e disse:

- Sai daqui. Suma, seu verme. Aproveita e conta para sua namorada o que você aprontou ou eu mesmo contarei.

Bill arregalou os olhos e tentou falar, mas Tom logo o jogou no chão e entrou para casa. Olhei para ele ali, caído, e virei de costas. Entrei para casa e tranquei a porta. Tom estava parado ao lado da geladeira. Fui até ele.

- Olha, Tom, tem uma explicação...
- Por isso você estava com aquele papo hoje mais cedo, não é? Você ficou com ele quando eu e Beth fomos na padaria, não é?
- Ele me agarrou enquanto estávamos no sofá. Eu me senti um lixo.
- Desgraçado.
- Você me perdoa? Por favor, não me faça sentir pior do que já me sinto.
- Eu disse que iria te ouvir e te entender. E tentar perdoar. Vou cumprir minha promessa. Mas não me peça muita coisa por alguns dias.
- Porque? Você não disse que me perdoou?
- Sim, mas não aceito o fato de vocês terem se beijado.
- Então você não me perdoa.
- Talvez seja melhor nós passarmos um tempo afastados.
- Não! - gritei abraçando-o - Por favor, não! Eu não sei do que serei capaz caso você vá embora.
- Você ficará bem.
- Não, não, não! Por favor! - agarrei-o com força e comecei a chorar.

Tom não correspondia ao meu abraço. Isso só me fazia chorar cada vez mais. Afastei-me e vi que Tom chorava também.

- Por que eu sinto que também vou me machucar se for embora? Por que não consigo mais me afastar de você? - dizia ele entre soluços.
- Porque nós nos amamos. Porque eu te amo. Por favor, me perdoe. Fique. - implorei, abraçando-o novamente.
- Não conseguirei te deixar. - afirmou ele correspondendo ao meu abraço.

Naquele momento eu me senti mais leve. Mas algo dentro de mim me dizia que aquilo não havia terminado. Ainda não.


Voltar ao Topo Ir em baixo
FantasyTrue
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 348
Idade : 22
Localização : Porto, Portugal
Data de inscrição : 04/07/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Qui Jan 17, 2013 11:07 pm

Chorei com este capitulo!


Ansiosa com o que vai acontecer
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://twitter.com/FsFantasytrue
PKaulitz
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 419
Idade : 23
Localização : Paraná
Data de inscrição : 02/08/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Qui Jan 17, 2013 11:09 pm

Mas é uma safa mesmo!! COMO VOCÊ TERMINA A COISA ASSIM??!!

U_U

O que tenho a comentar é que SE FERRARAM!! Muhahahaha!

Então esses sem vergonhas compartilhavam "ameixas"... Tsc, tsc.

Quero ver o que acontece!! D':

Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: FF +18 Luz do Desejo   Hoje à(s) 1:18 pm

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
FF +18 Luz do Desejo
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 4 de 13Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5 ... 11, 12, 13  Seguinte
 Tópicos similares
-
» [Kaulitzcest] O Doce Desejo (+18)
» CAMERAMAN METALICO DOENTE
» FF +18 Luz do Desejo
» Todos Assistem 2.3 Traidos Pelo Desejo (1992)
» Obseção, sete vidas e um unico desejo! ( A seita Final )

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
TH BRASIL OFICIAL - Fórum :: Fan Stuff :: FanFics-
Ir para: