Fórum Oficial do Tokio Hotel no Brasil - TH BRASIL OFICIAL FÓRUM
 
InícioPortalRegistrar-seLoginIr para o site@THBRASILOFICIALFacebook

Compartilhe | 
 

 391- três palavras, nove letras e um sentimento: EU TE ODEIO! FIC.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
AutorMensagem
ohannakaulitz

Fã


Número de Mensagens : 74
Idade : 19
Localização : Aracaju - Se
Data de inscrição : 26/05/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?:

MensagemAssunto: Re: 391- três palavras, nove letras e um sentimento: EU TE ODEIO! FIC.   Seg Jun 03, 2013 9:29 pm

Nossa ameei continuaaa Smile))

OhannaAlien;3
Voltar ao Topo Ir em baixo
Steph MADA
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 758
Idade : 17
Localização : Lins.SP
Data de inscrição : 19/12/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: 391- três palavras, nove letras e um sentimento: EU TE ODEIO! FIC.   Ter Jun 04, 2013 1:10 pm

AI! Et!
Tadinha dela Tadinha dela!
Tom, malvadjenho!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milena Kaulitz
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 3499
Idade : 19
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 26/05/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Twitter

MensagemAssunto: Re: 391- três palavras, nove letras e um sentimento: EU TE ODEIO! FIC.   Ter Jun 04, 2013 1:33 pm

♫ A coisa feeeeeia.. A coisa tá preeeeeeeeeeta ♫

kkkkkk

Ih Et, tu tá se lascando cada vez mais Neutral

Continua Liebe Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://meninaskaulitz.blogspot.com/
Izy's Drek

Fã


Número de Mensagens : 297
Idade : 19
Data de inscrição : 22/01/2012

MensagemAssunto: Re: 391- três palavras, nove letras e um sentimento: EU TE ODEIO! FIC.   Qua Jun 05, 2013 9:41 pm

CAPITULO 21- MISTÉRIOS NO AR

~NO BARZINHO~
- engraçado, ela disse que estaria aqui antes de nós- afirmou Alice.
- as vezes vai demorar um pouco...- Gust abraçada nela.
- espero que ela me perdoe. Eu não queria vai tanto tempo sem ela...- a voz doce de Bill estava começando a ficar aflita.
- calma, tudo se resolve- Alice colocou a mão no seu ombro, vendo-o dar um pequeno sorriso.

Eles se sentaram e assim começaram a pedir suas bebidas, enquanto isso Alice ligava no meu celular.

~ONDE EU ESTAVA~

Acordei com um toque de celular...Senti minhas mãos amarradas, minha boca com um pano branco, amarrada à uma cadeira de madeira. Assustei por ter só uma luz em cima de mim, por fora estava escuro, quer dizer...meio. Quando consegui enxergar direito, minha bolsa estava em cima de uma mesa na minha frente, e o celular ai dentro tocando...Tenho certeza de que é alguém querendo saber onde eu estou...Preciso pegar! Mais...Como?! Tentei arrastar a cadeira para perto, mais merda! que cadeira pesada do caralho! Justo agora que preciso chegar perto e....Não! Droga! o celular parou de tocar....

"toca di novo! vai por favor!"- pensei.

Por sorte ele começou a tocar de novo, gritei abafado pelo pano, cada vez mais tentando cair daquela cadeira ou sei lá, tentar pular pra ver se chega até ali, mais nada! Quando notei tinha uma porta ao lado da mesa, a maçaneta mexeu e alguém abriu a porta, não dava pra ver muito bem, a pessoa apagou a luz que estava em cima de mim, dava pra ver ó a sombra do seu corpo graças as luzes do corredor que estavam atrás. Parece ser um cara, forte, robusto, mais...de força, não gordura, forte, musculoso, fiquei com medo mais tinha que encarar a minha real ali. De repente a pessoa saiu da porta e seguiu até a minha direção, me rodeando sem parar e quando menos esperei um tapa na cara me fez desmaiar novamente.

Acordei numa cama amarrada nos pulsos, ela estava mexendo com força, senti alguém em cima de mim, pesado, me movimentando rapidamente, minha boca abafada ainda pelo mesmo pano...Senti estocas fortes e completas até a pessoa gemer, parecia que estava mais duro possível....É realmente queria que fosse um pesadelo mais não, alguém estava me estuprando. Quando terminou saiu de dentro de mim mais ainda ficou um bom tempo beijando meu pescoço, acariciando meu rosto...Segurou com força nas minhas coxas para se levantar, o que doeu...Bem não sei o que mais doía em mim nesse momento. A pessoa me cobriu e saiu por uma porta, acho que estou em um quarto agora...Não resisti e adormeci ali mesmo, presa.

A pessoa seguiu por uma porta misteriosa até chegar em alguma sala, acho que ele ( por ter um pênis enorme) tem sua própria sala particular...Enfim, ele entrou dentro dessa sala, tinha um sofá preto e uma mesa com papéis, uma luminária, canetas e meu celular que ainda estava tocando pela 10° vez, a bolsa ficou em cima do sofá.
Ele pegou meu celular e viu o nome: "Alice cel", jogou-o novamente na mesa, sentando-se, chegando perto da mesa para terminar de ler alguns documentos:

Pagina 1
" Fêmonio em pó- esquenta o sangue (aumenta o prazer)- anotação: Colocar isso na vacina de Etchel.
* arrumar jeito de Bill ficar menos "atento"- depois da relação ele não dorme.
* Apenas os dois possuem relações prazerosas mais do que os "humanos", porém caso tenha com alguém "comum" só essa pessoa sente prazer, no caso Etchel e Bill sentem pouco. (avisar)
- lembrar: Etchel ficou estéria por conta disso (avisar ao Bill)
* mandar conta do Banco para Etchel- logo logo minha filha toma conta da máfia Smile
"quando vai contar que ela é sua filha?"- resposta: NUNCA...
*grampear novas formulas de vacinas aqui nos documentos- feito (ultimas folhas)"


De perto, pode ouvir uma risada fraca e por dentro do mesmo que roubou esses documentos, uma risada que diria "hum, bom saber disso" ou coisa do tipo.

~NO BARZINHO~

- to começando a ficar preocupada, ela não atende!- Alice estava em desespero enquanto Gustav segurava sua mão.
- calma amor, calma. As vezes aconteceu algo na máfia- falou baixinho.
- não! eu conheço minha amiga! vocês não entendem?! ela nunca se atrasa!- afirmou alto.
- Etchel, por que tanta demora?!- Bill estava desesperado mais se contendo por dentro.

E agora? o que fazer?
Voltar ao Topo Ir em baixo
ohannakaulitz

Fã


Número de Mensagens : 74
Idade : 19
Localização : Aracaju - Se
Data de inscrição : 26/05/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?:

MensagemAssunto: Re: 391- três palavras, nove letras e um sentimento: EU TE ODEIO! FIC.   Qui Jun 06, 2013 7:36 am

MEDELS CONTINUA , ETCHEL COITADA , AMANDO A FIC:))

OhannaAlien;3
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milena Kaulitz
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 3499
Idade : 19
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 26/05/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Twitter

MensagemAssunto: Re: 391- três palavras, nove letras e um sentimento: EU TE ODEIO! FIC.   Qui Jun 06, 2013 1:59 pm

Eeeeeeeeeeeeh Acho que a Dona Izy quer apanhar!! p*t*

Que mania de parar justo nas melhores partes blabla

Continua ~e rápido~ Liebe Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://meninaskaulitz.blogspot.com/
Izy's Drek

Fã


Número de Mensagens : 297
Idade : 19
Data de inscrição : 22/01/2012

MensagemAssunto: Re: 391- três palavras, nove letras e um sentimento: EU TE ODEIO! FIC.   Qui Jun 06, 2013 9:41 pm

CAPITULO 22- SEMANAS PASSAM, MINHA VIDA ACABOU...VONTADE DE ME MATAR MAIS...EU AINDA TENHO UM AMOR...BILL.

Umas duas semanas eu acho...Nada além de mim presa na cama, onde via o dia passar e a noite chegar por uma pequena janela de vidro com cortina clara. O quarto era muito bem cuidado, limpo e organizado...Só a cama estava desorganizada. Não aguentava mais isso! Como eu quero me matar, como eu quero sair daqui...Mais se eu me matar...nunca mais vou ver Bill, também quem me garante que ele não já arrumou outra?! Cada vez isso martelava minha mente, fazendo-me chorar, imaginando ele com outra...Meu Deus! Eu daria tudo para voltar ao passado, como eu quero sentir aquele perfume, tocá-lo, abraçar, beijar...Eu sinto muita falta dele.

Não sei o que vai acontecer comigo, até agora uma moça vem aqui no quarto, arruma minha cama enquanto eu estou em outra sala, comendo o café da manhã, almoço ou janta. Mais mesmo assim eu passo todos os dias amarrada, sem poder falar, sem poder me mexer...

Parei com os meus pensamentos quando ouvi a tranca da porta se mexer, ela abriu e senti que alguém estava chegando, não dava pra ver muito bem mas a pessoa entrou e fechou a porta, encostando suas costas, depois de alguns minutos deu seus primeiros passos...Primeiro percebi que fora um homem, talvez o mesmo que me estuprou duas semanas atrás. Ele fora se aproximando até que ficou na minha frente...Eu estava de cabeça baixa, e quando resolvi olhar para ele, não acreditei no que vi...Sem dreads, com uma camisa preta, calça jeans escura...Não! ele não! não pode ser! Não...pera...as...as vezes ele veio me ajudar....É...só pode! não é?! espero que sim...

Tom se aproximou de mim sentando na cama do meu lado, com a mão fora acariciando meu rosto, vendo fechar os olhos, deixando várias lágrimas caírem...

- é tão bom te ter aqui comigo...sabia?- respondeu.

Virei o rosto para o lado, sentindo chegar mais perto, beijando meu pescoço, respirando o perfume dos meus cabelos, se é que tinha algum...

-hum...adoro quando fica nervosa- me beijando mais uma vez- Mais acho que quero beijar outro lugar...- com as duas mãos tirou a mordaça, mais antes que pudesse gritar, ele segurou meu pescoço com força.

- To...Tom- me sufocava cada segundo, sinto uma dor forte, minha garganta fecha cada vez mais, o ar não passa...

- se gritar eu juro que dou um jeito de você perder sua bela voz- seus olhos estavam possuídos, como se o velho Tom não existisse mais.

- eu...eu...juro..por favor....- respondi sentindo ele parar de apertar mais ainda com a mão no meu pescoço.

- assim está melhor...Se me morder, só vai fazer as coisas piorarem pra você- disse baixinho perto da minha boca, me beijando loucamente, tentei fechar a boca mais por sinal ele voltou a apertar meu pescoço, fazendo abrir a boca, deixando sua língua invadir toda minha boca, eu não movia nada, apenas deixava ele "aproveitar" se é que posso dizer....

- hum...Senti sua falta amorzinho- dando mais uma sugada forte no meu lábio. Não contive e chorei mais ainda, quem me chamava de "amorzinho" sempre fora Bill...Ah Bill como eu queria você aqui....agora.

- relaxa, vai se acostumar com essa vida, vou dar muitos presentes se você se comportar direitinho- disse.

- Tom...por que?!- abaixei a cabeça de desabei, ainda não acreditava nisso.

- porque eu te amo e só eu posso de amar- levantou-me com a mão no meu queixo- EU te amo, não o Bill, só EU e EU. Não se preocupe amorzinho, nós seremos felizes! EU vou te fazer feliz, coisa que aquele traste não vez...- me respondeu.

- você é louco! eu jamais vou te amar!- gritei, fazendo dar eco, porém fui surpreendida por mais um apertão no pescoço.

- VOCÊ VAI ME AMAR E VAI ESQUECER O BILL! TÁ ENTENDO?! NUNCA MAIS VOCÊ VAI SAIR DESSE QUARTO!- gritou pra mim, me fazendo sentir mais medo.- agora acho que estou afim de sentir o seu amor por mim.

Subiu em cima de mim, eu estava só com uma blusa azul grande de cena que não faço a menor ideia dá onde veio, nos meus pés tinha um sapato de salto preto, uma calcinha tipo box preta e sem sutiã...Tom tirou a calcinha e logo desabotoou a calça, abrindo minhas pernas ao máximo, entrando dentro de mim. Eu gritava, pedia ajuda, pedia para ele parar, mais o que vez foi enfiar tudo e colocar uma de suas mãos na minha boca, saiu novamente e entrou, fazendo movimento de vai e vem, eu a cada estocada chorava mais ainda, gritava o nome do Bill, abafado mais dava pra entender...acho que uns vinte minutos fiquei naquela tortura, até ele gemer e se libertar...Saindo de mim, colocando sua calça novamente e se retirou do quarto, sem dar uma palavra...nada....me deixando ali, chorando, acabada, pensando em Bill.
Voltar ao Topo Ir em baixo
ohannakaulitz

Fã


Número de Mensagens : 74
Idade : 19
Localização : Aracaju - Se
Data de inscrição : 26/05/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?:

MensagemAssunto: Re: 391- três palavras, nove letras e um sentimento: EU TE ODEIO! FIC.   Sex Jun 07, 2013 2:47 pm

TOM SEU FDP , COITADA DA ET, MAS A FIC ESTÁ PERFEITA CONTINUA:)

OhannaAlien;3
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milena Kaulitz
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 3499
Idade : 19
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 26/05/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Twitter

MensagemAssunto: Re: 391- três palavras, nove letras e um sentimento: EU TE ODEIO! FIC.   Sex Jun 07, 2013 2:50 pm

affraid affraid affraid

Tom, seu... canalha!!! p*t*

Gente, ele tá parecendo um maníaco psicopata :oO:

Continua Liebe Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://meninaskaulitz.blogspot.com/
Steph MADA
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 758
Idade : 17
Localização : Lins.SP
Data de inscrição : 19/12/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: 391- três palavras, nove letras e um sentimento: EU TE ODEIO! FIC.   Sex Jun 07, 2013 3:30 pm

Tomeelcozito, isso são modos?
Que é isso rapaz?!
Continua, Izy.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Izy's Drek

Fã


Número de Mensagens : 297
Idade : 19
Data de inscrição : 22/01/2012

MensagemAssunto: Re: 391- três palavras, nove letras e um sentimento: EU TE ODEIO! FIC.   Dom Jun 09, 2013 8:56 pm

CAPITULO 23- MINHA VIDA ACABOU


Eu.....Tô acabado....Mais de uma semana que não durmo, mais de uma semana que vejo o sol nascer e eu ainda acordado, sempre com uma garrafa de algo forte do meu lado...Agora a minha vida tá assim: Não sinto fome, não sinto sono verdadeiro, as vezes durmo pouco pelo fato de estar bêbado ou com meus olhos cansados e inchados de tanto chorar...Mais ao acordar eu olho pra cama e ela não está mais lá....Me deixou, sem ao menos me dar um beijo...Ou dizer o que estava acontecendo, nem mesmo os policias me dão esperança mais...Acho que cansaram de mim, ligo todos os dias procurando respostas e sempre falam "Senhor Kaulitz a hora que tivermos notícias sobre a sua namorada, nós ligaremos" PORRA! EU QUERO A MINHA MULHER DO MEU LADO!

- ETCHEL!!!!!!!!!!!- gritei no quarto, soluçando ainda mais, meu corpo dói, meus pulmões já respiram com dificuldade, eu não aguento mais...Alice tenta me acalmar, diz que ela vai voltar, mais a cada dia que passe se torna mais angustiante viver...

Me ajoelhei no chão, a garrafa estava com um gole apenas, me levantei, tomei o gole, sentindo minha garganta arder...E Assim por raiva taquei a garrafa no espelho, vendo-o espatifar, junto com a garrafa...Não pensei duas vezes antes de ver todos os pedaços caírem no chão, peguei um deles e comecei a cortar meu braço, sentindo pontadas e mais pontadas de dor, até minha pele acostumar com isso...Sujei todo o lençol com sangue....Eu quero morrer, eu preciso morrer...Se ela se foi eu também vou...

~ NA SALA DA CASA DOS KAULITZ~

- Cara....Eu já não to aguentando mais ver ele assim- disse Gustav sentado no sofá, junto com Georg. Os dois estavam assistindo ou tentando a TV. Tentando não dar bola para os gritos e surtos de Bill, que a cada dia parecia ficar mais louco.

- hum....Eu também não mais...Você ouviu o médico, nada de entrar no quarto, é só deixar que passa....Junto com os remédios- disse meio desanimado.

- Oi gente- disse Alice entrando pela porta, ela estava com uma sacola e outra de remédios, provavelmente os de Bill. Deixou as sacolas no balcão da cozinha que era próxima da sala, foi até o sofá, dando um beijo na bochecha em Georg e um na boca de Gustav.- eai? como ele tá?

- ah ta lá gritando, agora mesmo acho que quebrou alguma coisa- respondeu Gustav.

- como assim?! e vocês não foram lá ver?!- ela aumentou o tom de voz.

- ué?! o médico disse que...- tentou Gust.

- o médico disse o caralho! E se ele....AI DROGA!- saiu correndo, vendo os meninos correrem atrás, quando chegou perto da porta do quarto de Bill ela rapidamente deu um chute, sabia que ele tinha trancado, vez com que a porta quebrasse e caísse no chão....Bill levou um susto saindo do banheiro, com o rosto todo molhado de lágrimas, segurando o braço machucado.

- Bill...- disse Alice vendo ele machucado e o espelho quebrado.

- sai daqui!....SAI DAQUI!!! VAI EMBORA! SAI DAQUI!- gritou o loiro.

- Bill....calma ok? Eu só queria ver como você está...Agora me dá esse pedaço de vidro...- vendo ele no bolso do loiro, com sangue.

- NÃO! EU NÃO QUERO VIVER!- assim que terminou a frase, caiu no chão de joelhos, largando o pedaço de vidro, vendo-o cair e se partir no meio. Alice correu para abraça-lo no chão, ele chorava mais e mais...Gustav e Georg olhava e algumas vezes soltavam lágrimas pelo amigo.

- vem Bill, você precisa de um banho...Vem eu vou de ajudar- ajudou ele a se levantar.

- môr!- Gustav meio que gritou.

- Gustav! ele é seu amigo!- ela respondeu brava.

- Não deixa...Eu tomo banho sozinho- respondeu Bill deixando Alice, entrou no banheiro e só fechou a porta, sem trancar. Tirou a blusa preta, a calça, o tênis...Ficando só de box escura. Se olhou no espelho...Tinha emagrecido muito, mais ainda tinha alguns músculos... Tirou a box e entrou dentro do box do banheiro, abrindo a torneira, deixando a água quente aquecer seu corpo...Lavou o corpo inteiro chorando, doeu para lavar o machucado feito, mais foi até o fim...Deixou a água molhar seus cabelos mais não aguentou...Sentou no chão, no meio dele, ficando bem no rumo do chuveiro, seu corpo fora tomando pela água com pressão, parecendo uma cachoeira quente....Abraçou as pernas e abaixou a cabeça, deixando as lágrimas caírem junto com a água pelo ralo....Ficando ali um bom tempo.

Quando acabou, saiu do box de vidro, vendo o espelho em cima da pia embaçado pelo valor, ao lado tinha um roupão branco pendurado em cima do vaso...Era o roupão dela...Não pensou duas vezes e colocou-o...Depois passou a mão de leve no espelho vendo as gotas de água se formarem...Viu uma parte do seu rosto e mais uma vez seus olhos estavam cheios de lágrimas... Virou para fora do banheiro, vendo Alice "entrar" com um copo de leite, um pão e um pratinho com remédios.

Ele se sentou na cama e viu ela chegar perto e se sentar na sua frente.

- Eu...Trouxe algo pra você comer...- ela quebrou o gelo.

- tô sem fome- ele respondeu olhando nos seus olhos.

- Bill, eu sei que está difícil pra você, mais você precisa comer algo....Pensa bem, quando a Et voltar ela não vai querer te ver assim...

- Alice....Eu agradeço- segurando nas suas mãos- mais ela não vai voltar...

- Bill...

- eu sei, não sou burro-começando a chorar e segurar suas mãos com força- Mais meu amor não vai voltar...

Eles ficaram ali um bom tempo, chorando, acreditando na minha volta... Enquanto isso..

~ NA MINHA PRISÃO~

Já fazia um bom tempo que Tom não aparecia, porém era melhor assim, porque todas vez era para cama, sexo, sexo e sexo....Já não aguentava mais...Ele mandava a moça me dar meia injeção... O que na verdade eu preciso se 100% dela...Eu tô fraca, sem fome, sem sono...A cada dia mais magra...feia, parecendo uma verdadeira puta....puta? AH.....BILL! Foi por isso que nós brigamos...E Ele?! como está?! Eu nunca mais falei com ele depois daquele tapa....Não deve nem mais lembrar de mim...Com certeza deve estar com uma nova namorada...Nem deve lembrar de mim...Não, Bill não faria isso...Faria?

De repente ouço a porta se abrir, sorte...Era só a moça que arrumava o quarto, eu estava de pé olhando para a pequena janela...que Aliás não dá pra ver nada, porque mesmo sem a cortina é só mato...Sei lá, só tem árvore.

Ela começou a arrumar o quarto, quando um dos caras lá fora gritou o nome dela...Acho que é Marlene....Sei lá...Ela me disse "só um minuto" e saiu...Eu nem dei bola até olhar a cama...Meu Deus! O celular da bicha ficou aqui?! Não, isso....Isso é uma chance!

Peguei ele rapidamente...Liguei para o número da Alice...Foi no automático...Tocou, tocou e nada....DROGA! Alice atende pelo amor de Deus!

~ SAINDO DO QUARTO DO BILL~

(contado por Alice)

Fiz o Bill dormi, mais calmo...Ele comeu e bebeu o leite, tomou os remédios e dormiu...Bom agora não tem tanto risco...Quando sai do quarto dele meu celular tocou, um número desconhecido, mais que já tinha ligado duas vezes...Ai saco! odeio atender número que eu não conheço...

peguei ele e "alô?"

- ALICE!- ouvi uma voz meio de choro- Alice sou eu! Etchel! por favor me ajuda!

- Et?! Et?! é você?! Meu Deus onde você está?!- falei meio baixo para Bill não acordar.

- Alice presta a atenção! eu tenho pouco tempo! Teve uns caras que me sequestraram, eu to num lugar não sei onde, mais Alice me ajuda! Olha eu não sei onde eu estou, mais estou viva! Esse celular é de uma moça que arruma o quarto onde eu estou...Ai droga ela tá voltando...Alice me ajuda!

- Não! espera!- tentei mais ela desligou...Que bom! minha amiga, minha irmã está viva! agora é fazer de tudo para descobrir onde ela está...

~NA PRISÃO~

Desliguei e apaguei a ligação, choquei ele na cama e voltei onde eu estava, ela voltou e pegou o celular...Terminou de arrumar a cama e saiu. Graças, pelo menos Alice sabe que eu não estou morta.
Voltar ao Topo Ir em baixo
ohannakaulitz

Fã


Número de Mensagens : 74
Idade : 19
Localização : Aracaju - Se
Data de inscrição : 26/05/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?:

MensagemAssunto: Re: 391- três palavras, nove letras e um sentimento: EU TE ODEIO! FIC.   Seg Jun 10, 2013 9:27 am

Ain papai espero que a Etchel consiga sair dessa:))

OhannaAlien;3
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milena Kaulitz
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 3499
Idade : 19
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 26/05/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Twitter

MensagemAssunto: Re: 391- três palavras, nove letras e um sentimento: EU TE ODEIO! FIC.   Seg Jun 10, 2013 1:37 pm

Eita meu coração até acelerou bounce

Continua Liebe Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://meninaskaulitz.blogspot.com/
Izy's Drek

Fã


Número de Mensagens : 297
Idade : 19
Data de inscrição : 22/01/2012

MensagemAssunto: Re: 391- três palavras, nove letras e um sentimento: EU TE ODEIO! FIC.   Seg Jun 10, 2013 9:05 pm

CAPITULO 24- BOM DIA...

Acordei pelo sol entrando pela porta de vidro que dava já na piscina, abri e fechei meus olhos várias vezes, tentando lembrar onde eu estava...Claro, no meu quarto, olhando para o teto com medo de olhar para o lado...Engoli meio seco e decidi olhar, achei que iria ver o nada de sempre mais...Ela. Eu sabia! Eu sabia! Era tudo um pesadelo, forte....Mais um pesadelo....Como ela era linda dormindo...Parecia um anjo dormindo.

Dei um leve carinho com a mão no seu rosto, o que vez ela acordar, seus olhos abrindo com calma, olhando para baixo e depois pra mim...

- Bom dia amorzinho- disse levemente, chegando perto do seu rosto.

- achei que tinha desistido de mim- me respondeu colando ainda mais nossos rostos.

- eu jamais varia isso...- abracei-a fortemente, não queria que ela fosse embora, nunca mais. Queria que ficasse aqui comigo, pro resto da vida.

- Bill...- estava com a cabeça encostada no meu peito.

- hum...- respondi de olhos fechados

- eu te amo- ela me respondeu, como eu gosto quando ela diz isso...

- eu também te amo...muito- abracei ainda mais forte, nunca mais quero solta-la, nunca mais...

Fui acordando novamente...Era apenas um sonho...Não acredito! Então tudo aquilo era verdade? Senti uma dorzinha no meu braço...Olhei e vi o que tinha feito, é parece que sim. Mais....Parecia tão real?! Ah Et... Onde você está?

~ NA PRISÃO~

- Bill, Bill...Ah!- acordei assustada...Achei que tudo isso era real...Ah Bi, pensei que já estivesse em casa, com ele, mais mão...Era tudo apenas um sonho. Sentei na cama e abracei meus joelhos, não contive e chorei mais ainda...Toda vez que conseguia dizia o nome pelo qual eu ainda estou viva: B-i-l-l.

Por quanto tempo mais Tom vai me deixar aqui? Se depender já faz...quase um mês? Não sei...Mais me sinto numa cadeia, bem...Prefiro ficar numa cadeia do que aqui, onde fico sozinha durante dias e dias e quando vejo vem um tarado pra cima de mim, só pra dar um e sair sem ao menos falar alguma coisa...Tô cansada dessa vida! Acho que dá próxima vez vou ser mais esperta e não demorar pra pegar o celular da mulher...

~JÁ NA CASA DOS KAULITZ~

- Bom dia- respondi ao ver meu irmão acordado, parecia feliz...sorte a dele.

- eai? como você está?- ele me respondeu sentado na mesa de café.

- como eu pareço?- olhei ironicamente.

- na real...acabado- me respondeu enquanto eu me sentava para tentar comer algo.

- é você acertou- respondi olhando pra baixo.

- hum...eu sempre acerto- levantando e colocando o prato na pia da cozinha...

- vai sair?- perguntei vendo-o todo arrumado.

- vou, tenho que fazer umas coisas, mais eu volto e a Alice vai chegar daqui a pouco então tente não fazer besteira igual ontem ok?- disse saindo pela porta. Nem me deixou responder...Sério, prefiro ficar com os garotos e a Alice do que com meu próprio irmão...Nem dá bola pelos meus sentimentos, poxa...Eu sei que eu atrapalho mais eu tenho sentimentos...Droga! Tô começando a chorar de novo...Não Bill, seja forte, seja forte, seja....EU NÃO CONSIGO! Debrucei na mesa de vidro e madeira e desatei a chorar...Meus cabelos estavam soltos, caídos nos meus ombros, tampando a minha cara...Eu soluçava mais e mais até que ouvi a porta abrir...Nem dei bola pra quem era, só queria ficar ali, chorando até ver se essa dor passa.

- Bill...- uma mão leve pousou no meu ombro, reconheci a sua voz...Alice.

- eu não quero mais!- desabei mais ainda.

- Ah Bill...- ela passava a mão no meu cabelo, odeio quando fazem isso!

- Tira...a mão..do meu cabelo...- tirei a mão dela e ela começou a dar umas risadinhas- do...do que está rindo?!

- é que a Et sempre falava que só ela podia mexer nele...desculpa- ela me respondeu docemente.

- eu é que peço desculpas por ser grosso- abaixei a cabeça.

- olha...vai achar que eu estou mentindo mais não estou....Sabe onde eu estava até agora?!- ela deu um pulo.

- onde?- respondi, aff...Não tô muito afim de adivinhar.

- na delegacia...

- fazendo?!- assustei e me levantei rapidamente...Será que...ela achou algo sobre o meu amor?!

- Ontem assim que você dormiu eu recebi uma ligação de um número...Por sorte eu atendi...Era a Et! Era ela! Não sei como, mais era! Ela me disse que está bem, que está viva, mais uns caras sequestraram ela...Só que ela teve que desligar...Mais eu fui até a delegacia pra dizer isso, eles pegaram o número do celular e agora estão fazendo a busca! seu amor está vivo Bill! VIVO!- ela meio que gritava e eu bem...Não acreditei...

- Et...Viva?! ah...AH!!!!!!!! meu amor! vivo?!- não resisti e abracei Alice fortemente, agora minhas lágrimas eram de felicidade, ela está viva e isso que importa...
Voltar ao Topo Ir em baixo
ohannakaulitz

Fã


Número de Mensagens : 74
Idade : 19
Localização : Aracaju - Se
Data de inscrição : 26/05/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?:

MensagemAssunto: Re: 391- três palavras, nove letras e um sentimento: EU TE ODEIO! FIC.   Ter Jun 11, 2013 9:55 am

AAHHH MEDELS O.O Espero que tudo fique bem, e que o Bill encontre a Et:))

OhannaAlien;3
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milena Kaulitz
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 3499
Idade : 19
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 26/05/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Twitter

MensagemAssunto: Re: 391- três palavras, nove letras e um sentimento: EU TE ODEIO! FIC.   Ter Jun 11, 2013 1:35 pm

Sei lá, não to com muitos bons pressentimentos.. Suspect

Continua Liebe Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://meninaskaulitz.blogspot.com/
Steph MADA
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 758
Idade : 17
Localização : Lins.SP
Data de inscrição : 19/12/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: 391- três palavras, nove letras e um sentimento: EU TE ODEIO! FIC.   Ter Jun 11, 2013 2:00 pm

Eba!
Achem ela logo
Chega de sofriemento!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Izy's Drek

Fã


Número de Mensagens : 297
Idade : 19
Data de inscrição : 22/01/2012

MensagemAssunto: Re: 391- três palavras, nove letras e um sentimento: EU TE ODEIO! FIC.   Ter Jun 11, 2013 10:26 pm

CAPITULO 25- WHAT?

( contado por Tom)

Hoje é dia! dia de ver minha amada...Minha bela, só minha. Estava dirigindo quando meu celular tocou, peguei e vi a ligação "Ria"....Céus essa garota nunca vai me deixar?! Encostei em uma calçada para que nenhum guarda me irritasse.

- fala- respondi.
- Tommy? Será que agente pode ser ver hoje?- ela me perguntou com a esperança de que eu diga sim.
- olha eu tô atolado, hoje os meninos queriam ficar no estúdio, então...- olhei para uma loja, tentando disfarçar.
- ah...ok então...beijos- ela desligou.

Não vou negar, até gosto um pouquinho da Ria, mais na real...Meu negócio não é com ela. De repente meu celular toca de novo...Ah! quer ver que é ela de novo?!

- eu já disse que não quero nada!- gritei no celular, dessa vez não parei de dirigir.

- Tom? É a Alice- porra, errei de pessoa- pode falar?

- ah...Oi Alice, desculpa pensei que era outra pessoa, posso sim, eu acabei de parar num sinal- respondi

- bom é que eu precisava da sua ajuda...Ontem Etchel conseguiu me ligar e...- não deixei ela terminar.

- O QUE?! O QUE VOCÊ DISSE?!- não é possível!

- calma! olha eu só peço pra não dar esperanças negativas pro Bill! O importante é que ela está viva! e os policias sabem disso agora...Bom tenho que desligar, pelo menos faça isso pelo seu irmão- ela desligou sem ao menos me deixar responder...Etchel! vagabunda! Ah...mais isso não vai ficar assim....Não mesmo!

Assim que o sinal ficou verde, dei a volta e segui para a velha máfia...Graças! pelo menos as árvores grandes meio que cobriram ela...Assim todos pensam que ali não funciona mais nada...Corri mais rápido que pude, e assim que cheguei parei o carro fazendo ele dar uma freada brusca...

Um dos caras abriu o portão pra mim, corri até o quarto que ela estava...Estava tão nervoso que nem vi como cheguei direito ali, só sei que fora muito rápido.
Abri a porta bruscamente...

(contado por Etchel)

Mais uma vez olhando para janela até que ouvi gritos de Tom, que assim chutou a porta com força, mais ela não quebrou, ele estava com raiva, ódio, fúria...Comecei a ficar com medo, o que será que ele...

- bonito! Mais lindo mesmo sua ingrata! Eu aqui tentando te fazer feliz e você acaba comigo?! Dá um jeito de ligar pra aquela idiota da Alice?! pra que?! pra dizer que estava viva?!- deu um tapa no meu rosto, fazendo-me cair no chão, segurando meu rosto que achei que tinha perdido nele.

Ele logo me ergueu pelos braços, me segurando com força- O QUE MAIS VOCÊ DISSE PRA ELA? EM! FALA!- me chacoalhando rapidamente.
- Tom! tá me machucando! por favor para...- comecei a chorar fortemente, abaixando a cabeça para não ver seus olhos vermelhos.
- você vai pagar pelo que vez, e vai ser agora!- me jogou na cama, eu engatinhei nela para fugir mais ele me segurou pelos pés e me puxou de volta. Travou suas pernas nas minhas para não fugir de novo, tirou a blusa rapidamente, os sapatos, e por fim a calça...Não sei como. Por fim a box branca, chegou perto de mim e tirou a camisola preta de seda, rasgando-a e em seguida fazendo isso com a calcinha vermelha...Subiu em cima de mim, colocando todo o peso do seu corpo.
- isso é por me desobedecer- abriu minhas pernas e penetrou, não na vagina, mais fazendo sexo anal. Eu gritava e segurava com força na coberta, até sentir completa...Saiu e entrou várias e várias vezes...Senti algo escorrendo e quando consegui olhar era sangue, Tom me batia na bunda com força, e de repente me vez ficar de quatro...Chegou uma hora que a dor era tanta que eu não sentia mais meu corpo, foi nessa hora que ele gritou e gozou dentro de mim, dando ultimas estocadas fortes. Quando saiu eu desabei na cama, meu corpo não correspondia, minha alma torturada, minhas pernas tremiam de medo...Achei que ele tinha ido embora, por ser final da tarde onde o sol estava se pondo. Com dificuldade me virei e o vi ainda nu mais de costas perto de uma sacola preta, de onde ela surgiu? Não dei bola, mais fiquei com medo quando ele virou novamente pra mim, pegou novamente nas minhas pernas e virou-me rapidamente de barriga pra cima, quando vi estava com um travesseiro nas mãos, fora chegando perto e cada vez mais perto, colocando o travesseiro em cima da minha barriga...Eu podia sentir um cheio diferente, um perfume que conhecia...O perfume de Bill.

- uma surpresa pra você- mordendo meu pescoço, me agarrando fortemente, fazendo o travesseiro ficar colado entre mim e ele, com isso fora gerando um amasso por parte dele, e logo penetrou novamente mais na minha vagina...Tentei não prestar atenção com quem eu estava transando e então fechei os olhos e lembrei do Bill...Sentindo aquele perfume maravilhoso, lembrava das noites de amor que tive com ele, as quais fazia muito tempo que não lembrava...Tentei imaginar que estava fazendo amor com ele, e minhas lágrimas novamente começaram a cair, não queria desgrudar daquele travesseiro, eu sabia que era dele, do Bill...tinha que ser. Foi a primeira transa que consegui sentir prazer, não por completo mais um pouco, por lembrar de Bill.

- Hum...- Tom gemendo mais uma vez no meu pescoço enquanto me abraçava e eu abraçava o travesseiro que estava em cima de mim, me afastando do corpo de Tom.

- eu vou te dar um remedinho pra você ficar do jeitinho que eu gosto.- afirmou saindo de mim e indo até a mesa, pegando um copo de água e uma capsula branca e verde- toma!- me forçando a tomar, e tive que tomar.

- o que é isso?- perguntei quando terminei de tomar- vai me matar?

- não meu amor, jamais iria te matar...Lembra daquela festa que o cara te levou pro quarto? Aquela que EU te salvei? o mesmo remédio que Robert te deu...

Não consegui responder, a mesma sensação daquela noite veio novamente, eu apaguei, e tenho certeza de que Tom vez tudo que queria comigo naquela noite.
Voltar ao Topo Ir em baixo
ohannakaulitz

Fã


Número de Mensagens : 74
Idade : 19
Localização : Aracaju - Se
Data de inscrição : 26/05/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?:

MensagemAssunto: Re: 391- três palavras, nove letras e um sentimento: EU TE ODEIO! FIC.   Qua Jun 12, 2013 7:30 am

AAHHH TOM CRETINO , A ETCHEL COITADA, MAS CONTINUA A FIC ESTÁ PERFEITA:))


OhannaAlien;3
Voltar ao Topo Ir em baixo
Steph MADA
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 758
Idade : 17
Localização : Lins.SP
Data de inscrição : 19/12/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: 391- três palavras, nove letras e um sentimento: EU TE ODEIO! FIC.   Qua Jun 12, 2013 1:50 pm

Tadinha Da Et!
Tadinho do Bill!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milena Kaulitz
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 3499
Idade : 19
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 26/05/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Twitter

MensagemAssunto: Re: 391- três palavras, nove letras e um sentimento: EU TE ODEIO! FIC.   Qua Jun 12, 2013 1:53 pm

Tom Canalha, Cretino, Maldito.. p*t*

Ele tá psicótico, precisa se internar..

Continua Liebe Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://meninaskaulitz.blogspot.com/
Izy's Drek

Fã


Número de Mensagens : 297
Idade : 19
Data de inscrição : 22/01/2012

MensagemAssunto: Re: 391- três palavras, nove letras e um sentimento: EU TE ODEIO! FIC.   Qui Jun 13, 2013 3:07 pm

CAPITULO 26- UMA UNICA OPORTUNIDADE 

Acordei nua na cama, abri e fechei meus olhos várias vezes...Olhei pra cima no teto e em seguida para o lado direito da cama...Tom já tinha saído? Graças...Não quero ver por um bom tempo. Porém a porta do banheiro me deu falsas esperanças...Ele saiu com uma toalha amarrada na cintura, foi até o sofá pegar sua roupa, mais acho que percebeu que eu estava acordada, olhando na minha direção. Vindo até mim, acariciando meu rosto, meus lábios...Em seguida me dando um beijo forte, mais...suave, passando as mãos no meu corpo. 




- por que em que ser assim?- perguntei com medo, encostada no seu peitoral. 




- porque esse é o único jeito de ficar perto de você- me respondeu com calma, sem ódio ou raiva. 




- sabe que me machuca, não sabe?- olhei nos seus olhos, fazendo novas lágrimas nascerem, caindo, escorrendo até chegar no meu pescoço...Umas Tom tirava com uma das mãos. 




- O que mais me machuca é perceber que não me ama mais...- me respondeu, engolindo talvez...Um choro?! 




Dando-me um beijo na testa e levantando, se arrumando e logo em seguida fora embora. 




- sinto muito, mais eu nunca te amei- respondi pra mim mesma, e com isso uma ultima lágrima saiu...Mais essa será a ultima! Me levantei e fui pro banheiro, tomar banho. 




~ Na casa dos Kaulitz~




Dói fazer desse jeito, mais eu não tenho escolha! Se eu soltar ela, ela nunca mais vai querer saber de mim...Depois de tudo que eu fiz enquanto Bill estava na Alemanha, fui eu que fiz tudo pra salva-la! Eu estou amando alguém que não me ama e outra me ama mais eu não amo...Estranho não? Não posso ser fraco agora, depois de longas noites de prazer com Etchel, que se dane Ria! 




- ué? chegou agora ou está saindo?- me perguntou Bill, ele ainda estava de pijama, o que me fez pensar que agora que acordou. 




- cheguei agora- respondi ainda sentado no sofá. 




- hum...Ah Tom, a Ria ligou...- ele me respondeu de cabeça baixa. 




- e você disse o que?- perguntei. 




- nada, ela me perguntou se você estava, eu ia responder mais ela pediu só pra te avisar que ela tinha ligado, porque como você estava no estúdio não podia atender...Tom, você...mentiu pra ela?- Bill fez uma pausa quando falou meu nome, odeio quando ele faz isso, significa que sabe que eu tenho algum segredo e que não quero contar...Não é atoa que somos irmãos. 




- sim Bill eu menti...Eu falei que não iria sair com ela porque tinha que ficar no estúdio- respondi. 




- por que? algum problema? parecia que estavam tão bem...- ele se sentou no sofá ao lado do que eu estava, como sempre, Bill acha que quando eu tenho um problema o melhor é desabafar com ele... 




- ela tá muito pegajosa e eu não gosto de garota assim, só menti dessa vez, e também ela já mentiu várias e várias vezes, e sempre a mesma mentira. De ir pro shopping com a irmã e bla bla bla....Só pra irmã dela falar mal de mim...Então tô de confiança tranquila- respondi me levantando para pegar um pouco de café. 




- ok, se você tão assim, nessa panca de mentiras...Bom eu não tenho nada a ver com isso- Bill respondeu de cabeça baixa e logo se levantou ao meu encontro, ele de um lado do balcão perto da sala e eu no outro lado dentro da cozinha. 




- eu sei, mais sabe...Ela já não faz muito meu tipo...- respondi para que acabasse logo com esse papo. 




- hum...Bom hoje eu vou sair então...- ele me respondeu. 




- sério, com quem?- perguntei. 




- É uma moça que eu conheci, nada de mais...Ela é amiga da Alice, também era amiga da Etchel...




- largou a mão da Et, não é?- perguntei com a esperança de que a resposta fosse "sim". 




- não muito, mais é que Alice disse que ela está viva, no começo acreditei bastante mais ela não ligou nem deu notícias de novo, então comecei a me perguntar se o que Alice disse é verdade ou não...O que mais pensar ainda que é mentira- me respondeu. 




- É, faz o que? Uns...Dois dias?- perguntei, claro que sabia mais edai? 




- é acho que sim...Bom só vou comer algo, nada de mais...Não quero me envolver por um bom tempo com mulheres...- deu uma risada baixa. 




- É só não abre o guarda roupa ok?- falei brincando, vendo-o sair e me chamar de idiota... 




Passei um bom tempo em casa, Ria me ligou de volta e nós acabamos largando, também eu já queria isso faz muito tempo, Bill ficou andando na casa de um lado ao outro, conversando com Alice eu acho, pois sempre o nome da Et era sitado, depois Gustav e Georg chegaram e nós ficamos tomando cerveja e decidimos jogar video game. Isso já era umas sete da noite, quando Bill apareceu todo arrumado com jaqueta preta, jeans escuro, tênis preto e branco...Todo se achando. 




- eai? como estou?- perguntou. 




- isso é porque não é nada de mais...Imagina se fosse?!- Gustav brincou. 




- é tá bom...Parece até uma diva- Georg rindo. 




- cala a boca vai!- Bill brincou, e de repente Alice chegou. Até parece que todo mundo agora tem a chave da nossa casa?! que putaria...




- oi, oi amor- dando um beijo em Gust- Nossa Bill arrasou! 




- valeu, Bom gente eu já estou indo, beijocas pras maricotas- saindo e indo pra porta da sala. 




- beijocas pras maricotas...Que criatividade ele não?- Eu brinquei. 




- é seu irmão!- e todos nós rimos, depois ficamos jogando mais e mais...




( contado por Bill)




Não sei o que dizer, quer dizer...Bem...Ah sei lá, é estranho sair com uma garota depois de ter sido abandonado, mais...Vida que é vida é bem vivida...Ai Bill, seu idiota! Até tá parecendo a...Et...Que sempre falava essas frases loucas e doídas...Com aquele sorriso que só eu entendia...Não! Não para! Para de pensar em alguém que te abandonou! chega! 


Parei de pensar quando cheguei no local, um restaurante fino até...Parei o carro, saí dele e peguei uma mesa lá dentro, mais este tinha grandes janelas de vidro, onde podia ver a rua, peguei logo uma das primeiras...Pedi um copo de vinho e esperei Emily chegar...Esse era o nome dela. Eu pedi sim se podia busca-la mais ela não quis... 




- Bill?- uma voz conhecida atrás de mim. 




- Oi- me levantei- tudo bom? Eu peguei essa mesa aqui, bom..Se quiser podemos mudar- respondi. 




- não essa está ótima!- ela se sentou e eu logo me sentei, ela usava um vestido vinho maravilhoso, sapatos fechados, uma maquiagem forte, cabelos castanhos cumprido solto. 




- e então? como você está?- ela me perguntou. 




- bem eu acho...e você?- perguntei. 




Assim ficamos ali, conversando, depois pedimos algo pra comer, ela me contou a vida que até não me interessou muito, embora eu estivesse ali, minha mente voava por aquela rua úmida, sim...Tinha chovido um pouco, estava frio aquela noite...Eu lembrava de Et toda vez, e meu coração ajudava meus pensamentos aumentarem...Acelerado e quente, como os abraços que ela me dava. 


~ NA PRISÃO~




Não vou mais ficar aqui! pronto! acabou essa história de ficar trancada! Decidi por mim mesma fugir...Esperei a ultima vez que aquela moça ia aparecer no quarto, pra arrumar as coisas e assim eu poder dormir...Assim que ela se foi, trancando a porta eu me arrumei, bem...Apenas com um vestidinho curto de sega preta, umas botas de couro que eu achei...Parecia até uma puta! As botas estavam de baixo da cama...Mais...Espera ai...Esse quarto...Parece até o quarto de Hell, ele era o cara que sempre guardava disfarces pra mim sempre que tinha alguém para matar! Claro que não reconheci! Burra! os cômodos estão colocados de maneira diferente, com certeza Tom deve ter feito isso pra não lembrar dele ou tentar me enganar...Então é isso?! Eu estou presa em um lugar onde eu nasci, cresci, vivi? Ah...Tom besta! eu sei todas as saídas desse lugar...Achei também um sobretudo bege e o vesti, puxei a cortina, tirando-a e assim lembrei que a janela de Hell era sempre quebrada na trinca...Consegui abrir ela, saindo dali rapidamente...Fechei-a novamente e caí no chão de joelhos por ser um pouco alto o muro...Corri rapidamente para ninguém me ver, e quando cheguei perto de umas árvores distantes, voltei meus olhos e realmente era a antiga máfia, Tom deve ter pensando que ninguém jamais iria me procurar  ali... Bom não faz diferença agora... 




 Corri o que pude, o bairro onde era a máfia era meio isolado de Erie...Segui as ruas até chegar ao centro da cidade, percebi que tinha chovido pelas ruas estarem molhadas mais agora não era hora de apreciar a paisagem e de correr o meu máximo. Corri uns dez minutos até chegar na rua central, vendo vários carros nas ruas, pessoas na praça, bares e restaurantes abertos, isso por ser sexta-feira...Atravessei a rua e um cara quase me atropelou...Por pouco, mais consegui chegar a outra calçada...Parei um pouco pra respirar...Céus, como eu preciso das minhas injeções...Não aguento mais correr...Não Et! Não desiste! Não agora! falta pouco..falta pouco...e...o Carro do ....Bill?! Não é possível! É ele mesmo! Olhei em volta pra ver se acho ele...Demorei um pouco para olhar no restaurante...Meu amor! Não acredito! meu amor ali?! perto de mim...Mais...Outra garota? Ele estava com suas mãos com as mãos dela...Não...Eu sabia...Bill não iria ficar muito tempo me esperando... 




Comecei a chorar sem ver, eu ali, só precisava atravessar a rua para entrar no restaurante...Mais meu corpo congelou, nessa hora começou a chover...Fraco mais os trovões alarmaram e assim a chuva ficou mais forte...




~DENTRO DO RESTAURANTE~




- Et para vai...- ele ria depois de algo engraçado que a moça disse. 




- É Emily...- ela corrigiu vendo ele ficar sério. 




- desculpa- ele abaixou a cabeça- Eu...ainda não...




- Bill- segurando suas mãos- Olha eu sei que é difícil mais você tem que esquecer alguém que e te faz mal...Alguém que te machuca...E outra... 




- Et?!- enquanto ela falava Bill resolveu olhar de novo pra rua, e assim viu na calçada da frente: Um rosto pálido chorando, molhada o corpo inteiro pela chuva, de sobretudo bege escuro pela água...Os cabelos grudados e molhados do rosto...Seria ela?! Sua Etchel?! Sua amada... 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Steph MADA
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 758
Idade : 17
Localização : Lins.SP
Data de inscrição : 19/12/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: 391- três palavras, nove letras e um sentimento: EU TE ODEIO! FIC.   Qui Jun 13, 2013 4:18 pm

Ele tem que ir atrás da Et! Se ele não for, eu paro de ler. To falando sério!
Ela tem que parar de manha e entrar no restaurante!
Continua.
Voltar ao Topo Ir em baixo
ohannakaulitz

Fã


Número de Mensagens : 74
Idade : 19
Localização : Aracaju - Se
Data de inscrição : 26/05/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?:

MensagemAssunto: Re: 391- três palavras, nove letras e um sentimento: EU TE ODEIO! FIC.   Qui Jun 13, 2013 5:21 pm

O.O FINALMENTE ELA SAIU DALI, BILL SEU COISO VAI ATRAS DELA:))


OhannaAlien;3
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milena Kaulitz
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 3499
Idade : 19
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 26/05/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Twitter

MensagemAssunto: Re: 391- três palavras, nove letras e um sentimento: EU TE ODEIO! FIC.   Qui Jun 13, 2013 8:06 pm

Bill anda logo!! Vai atrás dela!!

Continua Liebe Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://meninaskaulitz.blogspot.com/
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: 391- três palavras, nove letras e um sentimento: EU TE ODEIO! FIC.   Hoje à(s) 4:14 pm

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
391- três palavras, nove letras e um sentimento: EU TE ODEIO! FIC.
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 4 de 5Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
 Tópicos similares
-
» 391- três palavras, nove letras e um sentimento: EU TE ODEIO! FIC.
» Letras sinistras...
» 2012.10.20 - «O TREMOÇO VOLTA À ESCOLA» - Faculdade de Letras
» Quais bandas do Metal Extremo, tem as piores letras?
» Tópico de Letras!

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
TH BRASIL OFICIAL - Fórum :: Fan Stuff :: FanFics-
Ir para: