Fórum Oficial do Tokio Hotel no Brasil - TH BRASIL OFICIAL FÓRUM
 
InícioPortalRegistrar-seLoginIr para o site@THBRASILOFICIALFacebook

Compartilhe | 
 

 You say you hate me and I say I love you +18 Fic

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
Izy's Drek

Fã


Número de Mensagens : 297
Idade : 19
Data de inscrição : 22/01/2012

MensagemAssunto: You say you hate me and I say I love you +18 Fic   Sab Ago 31, 2013 11:59 pm

Nome: You say you hate me and I say I love you

Personagens: Bill, Tom, Annie, Audrey, Kate, Georg e Gustav

Classificação: qualquer um pode ler

Autora: Izy's Drek

Terminada: ainda não sei

Avisos: gírias e linguagem impropria

Gênero: Espiritismo, romance, drama...

Capítulos: ainda não sei.



You say you hate me and I say I love you



Quando amanheceu ela acordou, foi para o banheiro e assim fez sua higiene matinal. Voltou para o quarto com a cama de casal, uma escrivaninha, guarda roupa médio. Cama, escrivaninha e guarda roupa em tons cor de café com camurça claro, e, entre a porta do banheiro e a lateral do guarda roupa tinha um espelho grande onde podia ver o corpo todo. Ela volta do banheiro só de calcinha e sutiã branco com florzinhas rosas, olhou para seu corpo, no começo não gostou muito da visão...

Mas por demorar um pouco ela percebe que não é tão feia assim: coxas mais grossas porém formosas, traseiro definido, barriga seca porém seios nem tanto grandes. Annie Rabbe, garota de 16 anos, olhos e cabelo castanho claro, bom os olhos castanho-esverdeados. Essa era ela, bonita, simples e meiga. Ela coloca o jeans da tng, um tênis preto e uma blusa preta simples de alça. Saiu do quarto rumo a sala e assim saiu de sua casa. Annie trabalhava numa loja de roupas como vendedora, o dinheiro recebido como herança do pai e do trabalho ajudou a moça comprar uma pequena casinha em Los Angeles.

Próximo passo era comprar um carro...Pois agora ela estava com uma moto não muito chique. Ela sobe na moto e logo recebeu uma mensagem no celular: “ miga eu e a Kate já estamos no café, estamos te esperando, beijos” Não demorou muito e Annie já estava no café, uma padaria.

Ela entrou e logo viu suas amigas em uma das mesas.

- eai pessoas! - eai miga? – responde Kate.

- nossa to morrendo de fome...Já pediram alguma coisa?- Annie pergunta.

- não, agente tava te esperando pra pedir- Audrey respondeu com o cardápio nas mãos.

- hum...- Annie responde

Não demorou muito e um garçom veio atender as meninas. Ele estava com o cabelo preso, cor castanho escuro, de barda curta. Os músculos apareciam na roupa que não era nada do que uma camisa branca de manga e uma calça meio social preta. Na camisa tinha uma placa de metal com o nome, mas Annie parou para ver o piercing que o rapaz tinha no lábio inferior.

- querem fazer os pedidos?- ele perguntou com uma voz doce e sedutora.

- ah...Sim. Eu quero um café forte sem açúcar e sem leite, e uma torrada francesa- afirmou Audrey.

- eu quero um capuccino sem creme por favor- pediu Kate.

- e a senhorita?- perguntou olhando pra Annie que mordia o lábio inferior sem querer.

- ah...Eu quero um capuccino com chocolate por favor- ela pediu e ele se retirou.

- Annie sua louca!- afirmou Audrey baixinho- cantando o cara bem no serviço dele?!

- eu não fiz nada!- ela riu.

- ah não, só quase disse “ meu pedido é que você me coma” só isso- afirmou Kate.

- além disso eu nem sei o nome dele...

- é Tom- Kate falou.

- como sabe?

- é que enquanto você flertava o rapaz eu olhei na placa da camisa...O nome do rapaz é Tom- ela respondeu.

- aqui está- o mesmo rapaz chegou com os pedidos- o café forte sem açúcar e sem leite com a torrada- entregou na mesa do lado de Audrey- o capuccino sem creme- entregou para Kate – E o capuccino com chocolate- entregando perto de Annie, muito perto, ao ponto de que quando fora deixar o capuccino na mesa perto dela aproveitou o momento e assim com a outra mão deixou um papelzinho cair sobre as coxas da garota. Ele se retirou e Annie pegou o papel e abriu...Vendo seu número e o nome dele escrito.

- ai meu Deus!- ela disse baixinho.

- o que?- Audrey perguntou.

- não, não é nada- ela respondeu.

- olha só quando agente sair daqui eu quero ir numa loja de roupa intima ok?- pergunta Kate.

- ta tudo bem- as outras duas responde.

eai? continuo? Embarassed Laughing 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Steph MADA
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 758
Idade : 17
Localização : Lins.SP
Data de inscrição : 19/12/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: You say you hate me and I say I love you +18 Fic   Dom Set 01, 2013 5:28 pm

Quem mandou você parar?
Hein?
- ah não, só quase disse “ meu pedido é que você me coma” só isso- afirmou Kate. escreveu:
Tom, come ela!
Continuaa
Voltar ao Topo Ir em baixo
Izy's Drek

Fã


Número de Mensagens : 297
Idade : 19
Data de inscrição : 22/01/2012

MensagemAssunto: Re: You say you hate me and I say I love you +18 Fic   Dom Set 01, 2013 6:51 pm

CAPITULO 2


( contado por Annie)

Estávamos todas nós na loja de roupa intima, que alias era mais uma loja de sex shop, só podia ser porque as calcinhas, os sutiãs...Tudo era meio diferente pra mim...Bom não estou acostumada a ver tudo isso, agora Audrey e Kate já são mais especialistas nisso. Porém não vejo elas assim, eu vejo elas como se fosse uma lista:

• Nome: Audrey Gates
• Idade: 20 anos
• Nasceu: França
• Emprego: trabalha em uma loja de roupas
• Característica: menina alta de cabelos longos liso castanho, magra com aparelho dentário. Olhos castanhos e sotaque Francês.

E a outra:

• Nome: Kate Galles
• Idade: 20 anos
• Nasceu: Boston, EUA
• Emprego: trabalhava em uma farmácia
• Característica: menina alta de cabelos longo liso preto, olhos castanhos escuro, magra.

É claro que elas não são uma lista, claro que são minhas melhores amigas, tipo Audrey é mais calma, mais romântica...já Kate é mais realista mais tudo bem. Sempre estão comigo pro que der e vier...Mais ali naquela loja elas falavam a mesma língua e eu não entendia nada! Era como se trocassem minhas amigas por especialistas do prazer...Do sexo talvez.

- Annie achei uma coisa pra você!- Kate afirmou e eu fui até ela ver o que era. - olha! O que acha?

- quando cheguei perto era uma calcinha preta fio dental com um sutiã onde tinha o coelinho da playboy em brilhantes.

- ah fala serio! Isso não é pra mim...- respondi.

- claro que sim boba! Por que não vai experimentar?- Kate me perguntou.

- eu não sei se é uma boa idéia...

- ah deixa de ser idiota vai!- disse Audrey.

- ta, ta, eu vou vai...

Entrei num dos box e tirei tudo...Logo em seguida coloquei a calcinha e o sutiã. Realmente eu estava sedutora mais...pra que eu ia usar isso? Afinal nem namorando eu tenho, sou virgem de tudo...Malicio algumas coisas mais nunca fiz nada...Mais ali me vendo me senti mais...gostosa eu acho. Comecei a passar a mão na cintura, acompanhando a forma da calcinha...Será que eu teria chances um dia de usar isso pra...Bom...Quem sabe.

- ficou ótima em você- respondeu um cara atrás de mim.

Levei um susto quando olhei para ele do espelho grande na minha frente, ele estava dentro do box ( que dava bastante espaço para nós dois) com a cortina atrás dele. O cotovelo direito estava de apoio na parede para apoiar a cabeça e a outra mão estava no bolso da calça bem próximo do...bem...do zíper. Ele me olhava de cima abaixo, tanto para minha bunda quando para minha frente refletida do espelho. Estávamos uns quatro passos longe um do outro. Ele usava uma calça jeans escura e uma camiseta branca tipo regata mostrando uma tatuagem no braço, parecia uma sereia eu acho, braço esquerdo. Junto com a mão toda tatuada e um escrito perto do pulso e ante braço.
Também tinha uma tatuagem estranha no peitoral, em tom de vermelho...Bom ela só o que dava pra ver.

Tinha piercings nos dois lados do lábio inferior, um no nariz tipo touro e um na sobrancelha, todos dourados. O cabelo loiro comprido estava preso em um elástico preto. Lambia o lábio inferior com vontade, como se fosse me devorar.

- o senhor não devia ter entrado aqui!- apresei em pegar minhas roupas e cobrir o que dava após sair da paralisação que estava, afinal o susto fora grande ao ver um homem entrar no meu box sem que eu conheça.

- na verdade não mas...- me olhando de cima a baixo- eu achei que você ficou muito linda desse jeito.

- ok agora dá pra sair?!

- hã...não precisa ficar nervosa princesa- deu um sorriso safado- eu já estou indo.

- ótimo agora sai daqui!- quase gritei para não fazer escândalo. Ele saiu e eu me vesti rápido, após sair do box olhei para um lado e para o outro pra ver se ele ainda estava lá mais não achei nada. Perguntei para as meninas se elas viram algo e as duas disseram não.

Eu fiquei com a calcinha e o sutiã preto e um outro bordô...Afinal não sou de ferro, porém tive muito medo daquele cara...Depois de termos saídos da loja eu contei o que ocorreu para Audrey e para Kate que ambas riam de mim e acharam que eu era louca porque não tinha nenhum homem ali daquele jeito.

- e mesmo que tivesse eu se fosse você deixava ele te comer- ria Kate ao terminar a frase. Não gostei muito do que ela falou mas fingi que não tinha ouvido.
Voltar ao Topo Ir em baixo
ohannakaulitz

Fã


Número de Mensagens : 74
Idade : 19
Localização : Aracaju - Se
Data de inscrição : 26/05/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?:

MensagemAssunto: Re: You say you hate me and I say I love you +18 Fic   Dom Set 01, 2013 8:12 pm

Logo no primeiro capitulo Bill todo taradão kkkkkk , Continua Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
Izy's Drek

Fã


Número de Mensagens : 297
Idade : 19
Data de inscrição : 22/01/2012

MensagemAssunto: Re: You say you hate me and I say I love you +18 Fic   Seg Set 02, 2013 9:10 pm

CAPITULO 3




“Um sentimento é um sentimento, uma lagrima é apenas uma lágrima e mesmo assim finjo que estou bem. Não, na verdade não, estou sem comer quase três dias...Isso já é um ótimo começo. Ana, Ana, Ana...Espero que não minta pra mim como a Mia mentiu, pois a minha primeira vez que vomitei tive problemas sérios por causa da pressão de provocar a ânsia. Espero que não minta pra mim como ela mentiu”

- Annie?- chamou Audrey, tirando dos meus pensamentos.

- hum?- respondi - olha eu sei que não gostou muito do que a Kate falou mas sabe como ela é...- me respondeu.

- não, não ligo pra isso...Estava até pensando em outra coisa- dei um falso sorriso. Realmente amo a Kate, mas as vezes o jeito que me trata, o jeito que fala comigo, o jeito que tem de mostrar que de nós três ela consegue pegar mais homens chega a ser ridículo.

É como se tivesse uma baixa autoestima e quisesse provar algo para alguém.

- você sabe que de nós três...Bom ela tem mais chance- respondi.

- não...Eu não acho que isso seja verdade- Audrey me respondeu.

Agora estávamos na minha casa, nada de que uma casa simples de dois andares. Tudo feito de madeira como norma das casas dos EUA. Estávamos na sala vendo a lareira acessa tomando vinho, Kate estava com um rolo e não quis vir...Já estava bem de noite, tipo umas onze da noite.

- olha uma coisa é fato: você sempre pode contar comigo, sempre e sabe disso- Audrey era o tipo de garota que eu mais amo como amiga: É aquele tipo que se encaixa em qualquer lugar, uma garota meiga, doce, que nunca te abandona, faz tudo para te agradar.

- sabe...as vezes fico pensando como seria minha vida sem você.- dei um sorriso.

- com toda certeza seria muito chata...- ela riu.

- Tenho certeza de que você está bem...Não está?

- É mais ou menos...

- por quê?

- É que sempre que eu paro pra pensar em algo, sempre penso na família. Assim, as coisas que aconteceram comigo. O fato de nunca ter amor por um pai, o fato de nunca agradar certas pessoas...sabe?

- ei, passado é passado!- colocou a mão na minha mão- nunca deixe que essa passado tome o seu futuro! Esqueça! Você agora fez uma nova vida aqui, agora o que importa é que você tem o que você sempre quis! Ser feliz longe de tudo isso!

- é tem razão- respondi- é só que meio que volta o sentimento sabe?

- sei mais não é isso que vai te deixar pra baixo!- pegando minha taça para que nós pudéssemos brindar.

Depois de umas horas Audrey foi embora. Estava muito tarde e ela precisava acordar cedo para trabalhar, ainda bem que era sexta no dia seguinte. EU ainda estou desempregada mais ainda vivo com o dinheiro que recebi, Kate ainda está desempregada mais logo arruma um emprego. Antes de dormir ( o que eu não estou com sono) decidi entrar um pouco na internet. Procurei alguns vestidos de festa, decoração pra casa, animais de estimação... Nada me chamou muito atenção.

Quando percebi já estava procurando sobre armas. A que eu mais gostei fora uma Desert Eagle. Uma pistola semi-automática, e ação simples operada a gás que utiliza vários calibres... Em cor prata com o cabo preto. Não sei o porquê mais sempre armas me chamam atenção: facas, armas, etc. Cara acho que sou louca... Não sei, nem eu sei quem eu sou. Desliguei o notbook e fui dormir, bom tentar dormir.

agora a coisa esquenta! Twisted Evil 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Steph MADA
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 758
Idade : 17
Localização : Lins.SP
Data de inscrição : 19/12/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: You say you hate me and I say I love you +18 Fic   Ter Set 03, 2013 1:12 pm

Assassina?
Sem Or.
Continua está bagaça!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Izy's Drek

Fã


Número de Mensagens : 297
Idade : 19
Data de inscrição : 22/01/2012

MensagemAssunto: Re: You say you hate me and I say I love you +18 Fic   Ter Set 03, 2013 8:15 pm

CAPITULO 4



(Annie)


Estava em uma enchente onde tinha entulhos de casas, a água era fria e tinha uma cor avermelhada como se estivesse com sangue. Tentava retirar uma das vigas de madeira de cima de mim quando percebi uma medalha nazista caiu na água. Olhava para um lado ao outro vendo que a superfície estava clara, podendo ver os escombros das casas que ali existia. Quando consegui sair dali caminhei mais a frente e logo vi um campo de concentração, onde tinha um galpão grande escuro iluminado por holofotes giratórios. Estava chovendo e perto desse galpão tinha outras casinhas menores, uma parte do campo tinha soldados conversando em alemão, outros estavam dirigindo grandes tanques de guerra e em um dos lugares estiada a bandeira nazista. Acordei assustada e pulei na cama, olhei para um lado ao outro e vi que fora tudo um sonho, um sonho que parecia muito real.

Olhei pro relógio e vi que era ainda três horas da manha. Lá fora parecia estar chovendo um pouco,
com trovões e vendo forte, um dia simples de frio. Sentada na cama decidi voltar a dormir...

( Eu)

Não tinha como escapar, só sabia correr e correr mais e mais...fugir naquele dia de chuva fria e aquele vento forte, tudo isso só porque eu tentei roubar. Os caras de carro estavam atrás de mim, sentia aquela luz que vinha do farol nas minhas costas, por sorte estava muito escuro e então entrei em um monte de arvore que tinha ali perto. Me escondi e esperei o carro da policia passar, até que vi uma casa de dois andares simples...Ah que se ferre porque é ali que eu vou entrar pra passar a noite. Entrei por uma das janelas e cai direto na sala, fiz um barulho com os pés ao cair no assoalho de madeira...merda! fechei a janela de novo e fui caminhando até ver a escada. Subi e deu em direção a um quarto com a porta fechada...

( Annie)

Assustei novamente por ouvir um barulho lá na sala, como sem alguém estivesse entrando. Com toda certeza eu ia ser roubada, não tenho duvidas disso. A pessoa fora subindo nas escadas e assim parou na porta do meu quarto, ficando um silencio horrível até que ele arrombou a porta e eu mais uma vez pulei da cama.

- ah! Quem é você?! O que você quer?!

( Eu)

Não vou negar que levei um susto ao ver aquela garota gritando ao me ver mais não mostrei reação, apenas levantei a arma pra cabeça dela, mirando bem no meio.

- sssshhh....quetinha- ordenei chegando perto dela.

- por favor não me machuque- ela implorava e saía da cama rumo a parede, se segurando nela.

Cheguei mais próximo e coloquei a arma no seu peito.

- hum....ah- ela gemeu de medo e fechou os olhos.

- só quero passar a noite aqui por segurança princesa- eu falei tocando seu rosto com a mão.

- por favor faz o que quiser mais não me machuque...Olha eu não tenho tanto dinheiro mas...- ela chorava na minha frente.

- ssshhh...Eu mandei ficar quieta não mandei?- coloquei a arma bem na garganta e ela se prensava entre mim e a parede.

- hum...por favor- suplicou.

- sssshhhh....- olhei de cima a baixo e vi que só estava de calcinha e sutiã- hum...Posso querer algo em troca, assim não te machuco.

- ah...Vo-você?!- ela abriu os olhos e se assustou...

- isso mesmo princesa- dei um sorriso safado.

- mais por quê eu?! Ah!...- tinha alterado a voz quando forcei a arma na garganta.

- eu achei você muito bonita naquela loja- respondi- principalmente quase nua- e assim tirei a coxa
das mãos dela que cobria o corpo, vendo-o novamente como tinha visto naquela tarde.- ah...

Lambi os lábios de tanto ver aquele corpo perto de mim, fui chegando mais perto e coloquei minhas mãos na cintura junto com a arma.

Depois deixei-a na cômoda perto da cama e fui passando minhas mãos nas suas coxas, chegando até no traseiro, apertando forte.

Me aproximei do pescoço e comecei a beija-la, morde-lo sem parar. Subi minhas mãos até seus seios e os apertei de leve.

- ah...hum- ela gemeu.

- hum...vejo que gosta disso- disse vendo ela me olhar- agora eu vou fazer o que quiser com você.

( Annie)

Ele me tocou fazendo movimentos circulares por cima da minha calcinha, fazendo eu me excitar ainda mais. Pegou nos meus cabelos e me puxou forte para um beijo. Sua língua mexia comigo, me deixava mais com vontade ainda, comecei a toca-lo e quando vi ele me jogou na cama, tirou rapidamente seus sapatos, a calça e a blusa molhada ficando só de box preta. Percebi que ele tinha muito mais tatuagens sendo uma na costela e outra era uma estrela na virilha.

Subiu em cima de mim e com as duas mãos rasgou meu sutiã.

- ah...ahaa......- levei um susto pela rapidez.

Ele ficou apoiado pelas duas mãos na cama e assim começou a lamber meus seios. O piercing na língua aumentava ainda mais os meus desejos. Chupava-os com fome, com vontade. Fora descendo até a minha barriga e chegando perto da virilha.

- não...por favor- supliquei.

- sssssssshhhhh....quietinha princesa- com as duas mãos fora tirando minha calcinha e assim quando vi estava nua e de pernas meio abertas. Meus joelhos estavam dobrados e meus pés em cima da cama, as mãos dele estavam apertando as duas coxas, quando vi já estava colocando minha mão perto da dele...Queria toca-lo... Ele se abaixou e fez eu abrir ainda mais...Logo me chupou com força.

- aaaahhhh!!!!!!........ Me lambeu até que senti dois dedos entrar em mim.

- vo-você é muito grande...Por favor para!- pedi.

- huum...- dando mais uma puxada de ar me fazendo ir a loucura- Isso é que eu nem entrei ainda- se levantou mais ainda estava com os dedos dentro de mim, mexendo-os- pelo que vejo temos uma viagenzinha aqui.

Saiu de dentro de mim e se levantou tirando a box...Não tive como não notar o membro enorme que tinha...perfeito e ao mesmo tempo grande.

( Eu)

Não tinha como negar, ela estava louca pra me tocar, saber como eu era...Seus olhos não saiam daquele lugar. Me aproximei e puxei ela pra ficar sentada na beira da cama.

- gosta disto?- me referi ao meu pênis. Ela não respondeu, apenas lambeu um dos cantos da boca.

Peguei a sua mão rapidamente...

- o que está fazendo?

- apenas faça o que eu mandar- ordenei colocando-a no meu membro- Agora vai pra frente e pra trás. Ela começou a se movimentar e logo já estava me masturbando. Deus, não sei se ela já tinha feito isso antes mas...Estava perfeito. - hum...assim, desse jeito- pendi a cabeça pra trás. Senti um hálito mais quente se aproximando, vi que estava de olhos fechados quase chegando perto, me afastei e joguei ela na cama de novo.

- ah!

- eu não mandei você me chupar mandei?

- não...Mais...

- mais nada! Agora vira de bruços!- ordenei e quando ela virou segurei seus cabelos com força- antes que eu me esqueça...Qual o seu nome princesa?

- aha... hum...Annie- ela disse colocando sua mão em cima da minha no cabelo para que eu parasse de puxar.

- hum...belo nome Annie...Quando for gemer...Geme o meu nome ok?

- mais eu não sei....Ah!- dei um puxão forte nela.

- é Bill...agora repete

- Hum...Bill- ela disse

- ótimo! Agora você já sabe meu nome.

Ela se virou e eu rapidamente cheguei bem perto, colocando minhas mãos na sua cintura, vendo ela se segurar na cama com força...Não demorei muito e já estava penetrando nela.

- AAAAHHHHH!!!!!!!- ela gritou alto.

- sssssssshhhhhhhhhh.....eu to quase lá- respondi. Quando entrei por inteiro comecei a me movimentar com vontade, afinal ela era muito gostosa, tanto por dentro quando por fora. Perdi a noção do momento e pensei só no meu prazer mas voltei ao ouvir o meu nome sendo chamado.

- BILL! BILL POR FAVOR PARA....AAAAAAAHHHHHHH!!!! TA DOENDO, TA DOENDO....- ela suplicou e começou a chorar. Sai de dentro dela e deitei na cama arrastando ela pra cima, fazendo se sentar em mim...Enfiei meu pênis novamente e vi ela se segurar com força nos meus braços com a cara escondida no meu pescoço.

- agora mecha-se!- ordenei. Ela demorou um pouco mais começou a se mexer bem de vagar. - mais rápido!- ordenei novamente

( Annie)

Estava sendo a minha primeira vez...Sendo a minha pior vez. Bill fazia eu me movimentar com força pegando na minha cintura mais o que eu sentia era dor, muita dor...Não sentia nenhum prazer ali, pensei que fosse sangrar por perder minha virgindade mas isso não aconteceu. Ele estocava forte com desejo de se libertar.

- aha...Bill...Bill eu não to sentindo nada...por favor, pare!

me jogou na cama...se levantou e subiu em cima de mim.

- o que ta sentindo quando eu meto em você ah?- ele me perguntou...Seus olhos pareciam estar mais claro quando a raiva o dominava- anda! Responde.

- dor...muita dor- respondi com medo.

- hum...você tem alguma loção ou coisa do tipo?- me perguntou.

- tem um gel que uma amiga minha me deu...Nunca usei porque não sei pra que serve...Ta na gaveta- ele fora até a cômoda, abriu a gaveta e pegou.

- sua amiga te deu um lubrificante?!- ele me perguntou espantado. Não respondi, apenas acenei positivamente. - se um dia eu a conhecer me lembre de agradecer - respondeu. Ele abriu o pote e colocou por cima de seu membro, voltou o pote em cima da cômoda e veio até mim.

- não precisa colocar proteção?- perguntei recebendo um olhar fatal.

- eu sei o que estou fazendo- respondeu enfiando aquele membro duro dentro de mim que agora estava mais fácil de se mover. Bill estava em cima de mim, segurando minhas pernas por trás.

- hum...ah...hum...gostosa isso...- gemeu. Senti algumas pontadas de prazer e em um movimento ele acertou em cheio em mim...

- Bill!!!- gritei - ah vai falar que ta doendo de novo?!- fez uma cara de decepção.

- não...Não! faz isso de novo! Por favor!- ele entendeu e enfiou mais fundo, acertando meu ponto em cheio

- Ahhhhhhhh.........Isso! Isso! - geme meu nome- gemeu enquanto ia se libertar- AAAAAAAAHHHHHHHHH......Geme vai!

- Bill...Bi..AAAAHHHHH BBBIIILLLIII!!!! AAAAAAHHHH.......

- eu to quase...- aumentava ainda mais seus movimentos- ahaa....AAAAAAAAHHHHHHHHH....hhhuummm....Gostosa!
Quando se libertou caiu em cima de mim, sua respiração estava forte, pesada. Quando conseguiu respirar saiu de cima e mim e colocou sua box preta, acendeu um cigarro e ficou em pé, olhando um pouco a rua que a janela do meu quarto mostrava. Ficou um silêncio como se nós dois não estivéssemos feito nada...

- Você...Não vai vir dormir? – perguntei.

- ffffffuuuuu...- soltando a fumaça branca do cigarro- pode indo que eu já vou.

Acenei e assim virei de costas pra janela, fiquei ali um bom tempo pensando que fora muito mais que um...Estupro? talvez...Se um de verdade ele não ligaria por estar sentindo dor...Mas não, ele se preocupou comigo. Demorei para dormir mas acabei pegando no solo de novo, tinha até esquecido do que aconteceu, porém me assustei quando a cama se mexeu e ele veio me abraçar por trás, colocando seu braço, me envolvendo e com o rosto colado no meu.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Steph MADA
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 758
Idade : 17
Localização : Lins.SP
Data de inscrição : 19/12/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: You say you hate me and I say I love you +18 Fic   Sex Set 06, 2013 11:53 pm

:oO: :oO: 
O que foi isso?
Gente... Bill careca e ladrão. tsc tsc cha cha 
Annie, você tem um... Lubrificante...lol! 
Continua! Mais cenas assim, senhora.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Izy's Drek

Fã


Número de Mensagens : 297
Idade : 19
Data de inscrição : 22/01/2012

MensagemAssunto: Re: You say you hate me and I say I love you +18 Fic   Seg Set 09, 2013 2:10 pm

CAPITULO 5


( Bill)

Acordei bem cedo, tipo umas oito e pouco da manha. Esfreguei os olhos e coloquei meu braço no lado da cama que Annie estava...Nada. olhei para um lado ao outro assustado e não tinha ninguém. Com toda certeza me veio na cabeça a conclusão: ela aproveitou e foi na delegacia por causa do estupro. Merda! Agora eu to fudido!

Peguei minhas coisas e comecei a me vestir, a causa estava ao contrario e eu burro não percebi, comecei logo a enfiar uma perna e depois na outra mais me desequilibrei e cai no chão, fazendo um barulho alto.

- SheiBe!- gritei

- Bill- ela me chamou, olhei pra cima e a vi apenas de toalha- o que está fazendo?

- nada, nada- levantei rapidamente- eu só pensei...

- pensou que eu tinha ido na policia por causa de ontem não foi?

- é...mais ou menos- respondi.

- e suas calças estão do lado contrario- ela deu um riso e eu olhei pra baixo. Dei um leve sorriso como resposta. - eu estava indo tomar banho...Se quiser pode vir comigo

- hum...- olhei de cima a baixo- parece uma ótima idéia.

Entramos no banheiro, ela ligou o chuveiro enquanto eu tirava minha calça e minha box. Comecei a ver fumaça que vinha da água quente e logo a via completamente nua como na noite anterior. O box era de vidro que estava cheio de gotas de água e vapor. Entrei junto com ela e comecei a acariciar no rosto que estava colado junto ao meu.

Ela me abraçou fortemente, beijando todo meu pescoço, minha clavícula, se afundando ainda mais enquanto eu abraçava-a e passava minhas mãos na sua bunda, nas coxas e nos seios. Vi um sabonete liquido e derramei nos dois corpos, esfregando-os fazendo criar espuma, segurei ela pela cintura e empurrei para parede, fazendo ficar presa entre mim e ela.

- Bill...- gemeu no meu ouvido. Senti meu membro endurecer ficando bem perto da vagina dela...o que me dava mais vontade de transar ali mesmo. Com essa vontade peguei uma de suas pernas e levantei na altura da cintura. Beijei-a como nunca, colocando minha língua dentro da sua boca, dançando levemente.

- Hum...Bill...Bi...- ela dizia enquanto eu mordia seu pescoço.

- hum o que?- perguntei.

- eu não to pronta pra mais uma vez- me respondeu.

- por quê? Não gostou?- perguntei meio assustado.

- não...É que eu...ainda está doendo um pouco por causa de ontem.

- Ahou...entendi.

- me perdoa?- ela perguntou e isso me doeu por dentro, poxa eu que devia perguntar se ela me perdoasse mas...Como sempre não tenho coragem pra pedir perdão.

- tudo bem- acariciei seu rosto- eu entendo. Ela sorriu e me beijou novamente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Steph MADA
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 758
Idade : 17
Localização : Lins.SP
Data de inscrição : 19/12/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: You say you hate me and I say I love you +18 Fic   Ter Set 10, 2013 6:44 pm

Porque parou?
Parou porque?
Esses dois safados... Bill mais ainda, fica estrupiando as pessoas.
Continua, bebe
Voltar ao Topo Ir em baixo
Izy's Drek

Fã


Número de Mensagens : 297
Idade : 19
Data de inscrição : 22/01/2012

MensagemAssunto: Re: You say you hate me and I say I love you +18 Fic   Sex Set 13, 2013 6:22 pm

CAPITULO 6- CAMINHANDO PARA O HORROR


VÁRIOS MESES DEPOIS....

Depois daquela noite, Bill e eu resolvemos ficar mais próximos. Eu sei que é loucura mais não posso fazer nada! eu me apaixonei por ele ...E ele por mim.

Em uma noite conheci o seu irmão, Tom, o mesmo cara do café...Estranho na minha opinião...Bom agora ele estava com Ria.

Audrey conheceu Georg, um amigo de Bill...E Kate bem...conheceu um amigo meu de vários anos atrás (também é amigo dos meninos por coincidência) Gustav.

Também o nosso amigo (meu, da Audy e da Kate) Andreas resolveu agora fazer parte da turma junto com sua namorada Susy.

Agora os cinco casais estão prontos para irem em um jogo idiota de beisebol. de Los Angeles até Santa Barbara. Carros dirigindo sem parar....saco!

- Bill não acha melhor agente parar?- perguntei

- eu não sei amor- ele me respondeu

No carro estava: Eu e Bill, Tom e Ria, Kate e Gustav...O carro do Bill era pequeno, pequeno a grande camionete 4x4 de Georg onde estava ele com Audrey, Andy e Susy.

- cara eu to exprimido aqui, cara- reclamava Thomas que estava com os joelhos apertando minhas costas por estar no banco do passageiro atrás de mim que estava na frente com Bill.

- relaxa, eu vou parar em algum lugar- respondeu Bill- mor, liga pra Audy e diga que nós vamos parar.

Peguei o celular e assim dei o recado...

- ela disse que Ge concordou em parar.

em alguns metros a estrada de pista unica começou a ter mais buracos...isso trepidava o Maverick preto de Bill.

- droga Bill! meu cabelo!- dizia Ria...sempre metida.

- Ria! quer fazer o favor de calar essa boca?!- disse Kate.

- as duas querem parar de brigar?!- perguntou Gustav- dês de que saímos de L.A vocês não param!

Bill deu uma risadinha e segurou minha mão, deu-me aquele olhar de "ainda bem que vocês não me dá problemas"

Passando algumas viradas vimos ao longe uma casa meio velha, sei lá...Parecia casa de terror e uma placa velha dizendo "pousada Dimons"

Bill Fez sinal com a mão quando abaixou o vidro para Ge entender que ele ia parar ali.

- tem certeza de que esse é um bom lugar?- perguntei

- fica tranquila, eu sei o que estou fazendo- me deu uma piscada.

Viramos o carro em direção a casa e cada vez mais se aproximando dela eu sentia um frio na espinha forte, uma intuição me dizia para não sair do carro, para não ir até ali... Quando chegamos mais perto paramos em frente a grande mansão velha com aspecto de abandonada. Saímos do carro e de repente surgiu do nada um cara meio gordo, velho e com cara de psicopata.

- Billi!- segurei no braço dele com força pelo medo.

-calma amor- ele me olhou seriamente.

- o que querem aqui?!- o senhor nos perguntou.

Eai? continuo? + comentários....+ fic! Very Happy \o/ hihi =) 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Steph MADA
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 758
Idade : 17
Localização : Lins.SP
Data de inscrição : 19/12/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: You say you hate me and I say I love you +18 Fic   Sex Set 13, 2013 6:51 pm

#Fudeo.
Se lascaram, acabou vida, acabou romance, acabou punheta. Acabou tudo!
Nem quero ver o que vai acontecer.
Continua!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Izy's Drek

Fã


Número de Mensagens : 297
Idade : 19
Data de inscrição : 22/01/2012

MensagemAssunto: Re: You say you hate me and I say I love you +18 Fic   Dom Set 15, 2013 7:16 pm

CAPITULO 7- O TERROR SÓ COMEÇOU


- Nós...Nós estamos indo para um jogo de beisebol em Santa Barbara e...- Bill começou a frase

- E queremos saber se podemos dormir aqui essa noite, se não for incomodo- terminei a frase

- ah...Bom. Pensei que fossem só um bando de pirralhos...Sou o Sr. Dimons, dono da pousada- chegando mais perto, dando a mão para Bill em forma de cumprimento.

- Prazer, sou Bill.

- então entrem...entrem- Dimons respondeu.

A casa parecia ter dois andares. Tinha uma cor meio bege mais estava suja, muito suja. Tinha oito degraus na entrada, duas ou três janelas quebradas com tábuas de madeira presas para impedir a luz do sol. Logo que entramos, vimos uma grande escadaria que dava para o andar de cima, tinha um tapete vermelho velho com poeira em cima para enfeitar. As paredes são escuras cheio de bolor, manchas...Tem pouca luz aqui dentro.

- bonita pousada- disse Tom atrás de mim e logo recebeu um tapa no ombro por Ria- ai!

Olhei para todos os lados e vi algumas pesas de arte como alguns quadros, pequenas estátuas em cima de cômodas...O chão era de mármore já bem envelhecido pelo tempo.

- vou chamar minha mulher, ela que cuida dos quartos, com licença- o homem saiu rumo a uma porta.

Bill olhou de cima a baixo o local onde estava, olhou com um certo medo e depois voltou a me olhar, deu um sorriso sem dentes.

- desculpem a demora- uma moça saiu com um vestido longo, sendo que na frente dele tinha um avental meio sujo de farinha. Um vestido cinza-azul escuro e velho.- Sou Lídia, esposa do Sr. Dimons.

- muito prazer- estendi a mão- Sou Annie

- então vocês estão indo para o jogo? Parece ser bem legal- ela respondeu.

- é sim, estamos esperando isso à meses- Bill deu um sorriso.

- então sejam bem vindos! Quantos quartos vão precisar?- ela perguntou toda calma.

- ah...eu não sei...Bom pode ser para cada casal?- Bill perguntou para os outros casais atrás de nós.

- bom, por mim tudo bem- Ge respondeu.

- aham...Então vai ser...cinco. Cinco quartos por favor- Bill respondeu.

- tudo bem, mas alguns terão que ficar aqui em baixo, só temos três quartos lá em cima- ela disse chegando perto do balcão e pegando a papelada.

- tudo bem...ah Annie lá em cima?- me perguntando maliciosamente.

- pode ser- dei um sorriso.

- eu quero lá em cima também- Tom respondeu.

- ah tudo bem- Bill respondeu olhando para o irmão que lhe lançará um olhar estranho

- Ge eu também quero lá em cima- Audrey pediu.

- hum tudo bem amor- ele respondeu.

- ok, aqui estão os papéis dos cinco casais, é só assinar. A despesa fica em 30 dólares a noite com café da manhã incluso, eu vou pegar a chave dos quartos- Lídia entregou para cada um dos meninos um papel e se retirou rapidamente para pegar as chaves.

Eles assinaram e colocaram os papéis no balcão, logo ela apareceu e entregou uma chave para cada um deles.

- obrigado- Bill respondeu.

- ok, agora agente precisa descarregar o carro, vamos?- Gustav

- vamos?- Bill colocou o braço no meu ombro e seguimos lá fora.

Cada um seguiu para os dois carros e começaram a tirar as malas. ficamos ali alguns minutos...

- acho que pegamos tudo né Bi?- perguntei

- acho que sim- me respondeu.

Virei-me em direção a entrada e vi uma garotinha de vestidinho marrom, loira de olhos castanhos segurando um ursinho.

me aproximei com um sorriso, afinal ela era realmente linda.

- oi, tudo bem?- perguntei

ela só acenou positivamente

- qual o seu nome?

- Lise- me respondeu

- Lise...que lindo nome!

- obrigada!- ela abiu um sorriso.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Steph MADA
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 758
Idade : 17
Localização : Lins.SP
Data de inscrição : 19/12/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: You say you hate me and I say I love you +18 Fic   Dom Set 15, 2013 7:22 pm

Esse lugar é estranho... to falando...
Vai acontecer alguma coisa...
Continua
Voltar ao Topo Ir em baixo
Izy's Drek

Fã


Número de Mensagens : 297
Idade : 19
Data de inscrição : 22/01/2012

MensagemAssunto: Re: You say you hate me and I say I love you +18 Fic   Sex Set 27, 2013 9:11 pm

CAPITULO 8- PRIMEIRO DIA


Estávamos todos descarregando as malas, eu estava ajudando Bill com a mala quando percebi uma presença estranha atrás de mim. Olhei para trás e lá estava ela rindo pra mim, seu rostinho era tão branco, seu olhos castanhos-esverdeados...

- olá- dei-lhe um sorriso e voltei a amarrar as malas...

- você é tão linda...A mais linda de todas aqui é você- ela disse segurando o ursinho.

- muito obrigada!- olhei para ela novamente- você é a mocinha mais bela que eu já conheci sabia?- ela ficou um pouco envergonhada mas logo deu um sorriso, mostrando todos os seus dentinhos brancos.

- qual o seu nome?- ela me perguntou.

- Annie- respondi

- seu namorado também é muito bonito- ela disse quando viu Bill se aproximar.

- hahaha...Eu também acho- pisquei pra ela.

- Annie...- ela disse

- Sim Lise?- respondi olhando para as malas e tirando-as do porta mala.

- Você...Sabe brincar?- me perguntou

- hum...- respondi dando a mala para Bill que saiu indo em direção as escadas- eu acho que sim...

- Gostaria de brincar comigo?- ela me perguntou. Senti uma dor no peito...Tadinha. Ás vezes ela brincava sozinha, sem nenhuma amiga ou coisa assim...Apenas com a imaginação...

- claro!- respondi sem pensar duas vezes- você me ensina?

- sim, podemos tomar chá. Eu serei uma princesa- me respondeu

- hum...Mas é claro vossa Majestade- me curvei imitando uma saudação- E onde nós podeis tomar chá?- já entrando na brincadeira.

Ela riu e logo pegou minha mão...Fomos mais atrás das casas e assim vi um pequeno jardim onde tinha uma mesa de concreto junto com um banco de madeira...Me sentei e logo vi que Lise fora em algum lugar pegar seus brinquedos.

Quando ela voltou, voltou com pequenas xícaras, um pano, tudo parecia de porcelana.

- quer ajuda vossa majestade? Permita-me que lhe ajude nessa hora tão solene- disse ajudando-a a por a mesa.

- Vós sois tão delicada minha cara Annie, permita-me dizer que vós sois a razão pelo qual lhe sirvo este pequeno chá- ela disse.

- Pequeno? Onde? Não vejo nada pequeno vossa Majestade Lise...Tú não sabes o quão grata fico por este magnifico chá!- dei-lhe um sorriso e assim ficamos brincando.

Horas e Horas eu fiquei ali com Lise...Meu sentimento de criança ressurgiu de tal forma que não sei explicar... Tanto tempo ali, ficamos falando de castelos, de príncipes, terras...etc. Perdi o tempo me divertindo com aquela pequena Lise.

BILL

- gente, alguém viu a Annie?- perguntei ao sair do meu quarto, já arrumei tudo, sozinho....Magoei. Pô...minha diva me deixou fazendo o serviço duro...Espero que ganhe algo de noite.

- acho que ela tá lá fora Bill- Kate estava passando pelo corredor e me respondeu.

- valeu Kate- respondi

Desci as escadas e fui lá fora, nada. Nem sinal dela...To começando a ficar preocupado.

- Annie!...Annie!- gritei...achei que ela ia me responder...Nada.

Continuei a gritar e dei uma pequena volta pela casa, e, no meio da volta ela estava lá, com uma menina de uns 5 anos brincando...Meus olhos arregalaram ao olhar para aquela menina. Meu peito doeu e ao mesmo tempo senti minhas costas travarem...Meus olhos não acreditar no que viam.

- Annie!- gritei mais forte, agora bem mais próximo dela. Ela se assustou e abriu um sorriso pra mim.

- amor...Deixei você e perdi a noção do tempo...- me respondeu com uma doçura.

- Vamos Annie! Anda vem- pegando no seu braço.

- que isso?! Enlouqueceu?- ela me perguntou

- isso é jeito de tratar uma dama?- a garota me perguntou- isso não é ser um príncipe.

- Acontece que este príncipe ama a sua princesa- respondi rapidamente- Vamos Annie!- arrastei ela pra fora daquele lugar.

- você não devia! Ela é só uma criança!- ela dizia

- vai por mim! eu sei o que estou fazendo- respondi arrastando ela pra dentro.

Fiz ela subir as escadas até o quarto que estávamos...Ela abriu a porta e entrou pisando duro.

- e não adianta ficar assim não!- respondi...Recebendo um olhar bruto

- você é um grosso! Eu não tava fazendo nada de mais!

- vai por mim...EU sei o que fiz- respondi

- ah...Sempre fala isso...- disse e se trancou no banheiro...

- Pena que eu tenho medo de te mostrar como eu te protejo...- respondi para mim mesmo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Steph MADA
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 758
Idade : 17
Localização : Lins.SP
Data de inscrição : 19/12/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: You say you hate me and I say I love you +18 Fic   Sab Set 28, 2013 10:36 am

SEM OR
Aposto que a menina é um fantasma!
'-' continua
Voltar ao Topo Ir em baixo
Izy's Drek

Fã


Número de Mensagens : 297
Idade : 19
Data de inscrição : 22/01/2012

MensagemAssunto: Re: You say you hate me and I say I love you +18 Fic   Sab Set 28, 2013 12:42 pm

CAPITULO 9- RAZÃO DO MEU VIVER


Tom

Nunca esperei isso...Quer dizer eu acho. Sei lá, achei que eu e Annie ficaríamos juntos...Mas isso não aconteceu. Tenho raiva de Bill ter aparecido na vida dela. Eu sei que ele não a ama, só está com ela pra não ficar na seca...aff.

Me sentei na pequena sala que tinha no andar de baixo e fiquei observando um quadro...Nele tinha uma caveira junto com umas frutas. Fiquei pensando no que o pintor desse quadro pensou ao fazê-lo. Com os meus pensamentos lembrei de uma das noites com ela...Minha doce Annie.

Pensamentos

Estávamos no carro...Era de noite...Ouvindo Bon Jovi baixinho...Nos beijando loucamente. Meu Deus...Como sinto falta daquele corpo... Ela subiu em cima de mim e ficou me arranhando por baixo da camisa enquanto eu segurava sua cintura...Tínhamos tomado um pouco de chuva, eu ia buscar ela no trabalho de noite...Ela virou garçonete de um restaurante. Fui com a esperança de dizer que eu a amava...Aquela saia curta...A blusa molhada...Sua pele gelada perto da minha...Seus doces lábios conectados em mim...Deus...como sinto falta dela.

Comecei tirando aquela blusa molhada, vendo-a de sutiã e agarrei no seu cabelo molhado gotejando as gotas da chuva que ainda caía com força lá fora... Não consegui levá-la para casa sem antes abusar daquele corpo. Parei em um beco e ali ficamos...No amasso mais delicioso da minha vida. Tirei seu sutiã e fiquei cheirando seu pescoço...Aquele perfume, me deixando bêbado.

- espera!- ela disse.

- que foi?- perguntei meio confuso...Até minha vista estava turva...

Ela suspirou profundamente- sabe que é a nossa ultima vez não sabe?- merda! ela tinha que me lembrar logo agora?!

- eu sei- fiquei chateado de cair na realidade- mas não sei se vou aguentar ver você com ele.

Ela segurou meu rosto e me beijou novamente.

- sabe que eu nunca vou me esquecer de você- olhando nos meus olhos.

- eu sei disso- respondi- mas me deixa aproveitar...Por favor?- supliquei.

Ela riu e voltou a me beijar. Sua língua quente e doce ao mesmo tempo me enfeitiçava, suas mãos frias no meu corpo me arrepiavam...Acho que estava mais em êxtase do que ela. Coloquei minhas mãos nos seus seios...Fazendo-a gemer bem perto do meu ouvido...

Tirei o restou da sua roupa, deixando-a apenas com a bota preta de salto, tirei as minhas roupas também...Ficando nu igual a ela, colocando-a por cima de mim. Estávamos no banco da frente, ela sentada em cima de mim...Não aguentei muito e procurei meu pênis com a mão...Chegando bem perto da vagina e penetrei...Ela me segurou com força até eu terminar de entrar...Sei que sem lubrificação é complicado pra ela...

- hum........ah....Tommy- cravou suas unhas na minha pele que agora estava fervendo por dentro...Sério, devia estar com uns quarenta graus aqui dentro.

Comecei a ajudar a se movimentar, segurando na sua cintura enquanto ela envolvia seus braços em volta de mim, me beijando loucamente, minhas mãos corria por seu corpo todo, dês das pernas até seus seios...

- Oh meu Deus....- não aguentei e gemi...Abrindo os olhos e olhando pra ela que estava rindo...Uma mescla de amor e safadeza ao mesmo tempo...Olhei pra baixo e vi meu pênis entrar e sair de dentro dela, dando-me mais prazer ainda.

- oh...Tommy! Oh! Isso...hum...

fim....

- Tom?!...Tom! Acorda!- Ria me sacudia

- ah?! o que? ah...- levei minha mão até meu rosto...

- tava dormindo com os olhos abertos?

- não, não...eu só...Eu só parei pra respirar um pouco...- dei uma desculpa.

- ah...ta- ela respondeu e saiu em direção a sala principal.

- Oh meu Deus- respondi de cabeça baixa e disse isso baixinho...Um fato eu tinha que concordar...Annie ainda me deixava louco...Cada vez mais louco.

Lá em cima

- Annie!- ele gritava meu nome até me encher e fazer com que eu saísse do banheiro.

- o que?- respondi

- poxa amor...Não gosto quando fica com ódio de mim- Bill me abraçava fortemente.

- você não devia ter feito isso...Tadinha ela é só uma criança!

- me desculpa? eu só quero seu bem...- Bill me beijou de leve...

- só desculpo se você pedir desculpas para Lise- eu respondi.

- ta vai...a hora que descermos eu procuro e peço...Agora vem cá e me dá um beijo- me arrastou até a parede e me beijou fortemente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ana Carolina Telles
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 975
Idade : 20
Localização : Humanoid City
Data de inscrição : 20/09/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Outro

MensagemAssunto: Re: You say you hate me and I say I love you +18 Fic   Dom Set 29, 2013 6:12 pm

Continua.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Izy's Drek

Fã


Número de Mensagens : 297
Idade : 19
Data de inscrição : 22/01/2012

MensagemAssunto: Re: You say you hate me and I say I love you +18 Fic   Dom Set 29, 2013 7:41 pm

CAPITULO 9- COISAS ESTRANHAS COMEÇAM ACONTECER


Annie

Bill me beijava com força, segurando minha cintura, seu coração estava acelerado...Parei de beijá-lo e olhei para seus olhos...

- seus olhos...- disse.

- o que tem eles?

- estão...esverdeados...Eu nunca tinha visto eles assim antes...Estão bonitos- respondi tocando seu rosto, fazendo soltar um pequeno gemido, fechar os olhos e abrir um pouco os lábios.

Ele abriu os olhos novamente e eu percebi, já não estavam mais do jeito anterior.

- tenho medo de te mostrar quem eu sou- colando nossas testas.

- eu não tenho medo de você- respondi sentindo um aperto nas minhas costas...Um abraço forte como se fosse de despedida.

- AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH!!!!!!!!!!- ouvimos um grito alto, fino, de uma mulher...Eu assustei e dei um pulo nos braços de Bill.

- que foi isso?!- perguntei.

Saímos do quarto em direção á outros gritos, parecia de Kate e Audrey...Vindos do quarto de Susy e Andy. No meio do caminho Georg e Gustav apareceram.

- o que aconteceu?!- Ge perguntou andando rápido junto com nós.

- não sei mais vamos descobrir- Bill respondeu correndo...Tivemos que correr para alcançá-lo.

Quando chegamos ao quarto as duas estavam lá chorando...

- Amor o que houve?!- Ge dizia para Audrey que estava no chão encolhida. Gust fora ver onde Kate estava.

- Oh meu Deus...- Bill disse. Segui seu olhar para a cama de casal. Agora fazia sentido pelos gritos...Susy e Andy ajoelhados e nus, com as mãos presas e juntas como nós fazemos quando rezamos...Suas costas, ambos os dois, tinham sido arrancadas...Agora aparecia os músculos e a coluna vertebral...O pior de tudo que a parte arrancada estava presa para cima, como se as peles fossem assas...Os dois estavam completamente em um gesto angelical...Sangrando sem parar...Eu entrei em pânico ao ver suas colunas saírem...

- aaaaaaaaaaaaahhhhhhhhhhhhhhhh!!!!!!!- foi a unica coisa que disse e me agarrei em Bill, ele me segurava fortemente.- Bill! Ai Meu Deus! Bill!- comecei a chorar sem parar.

- calma eu tô aqui...eu tô aqui...- ele respondeu

- quem faria uma coisa dessas?- Kate perguntou.

- eu não faço ideia- Audrey respondeu.

- eu faço...- Bill respondeu baixinho.

Enquanto isso...

-Ria!...RIIIAAA!!! cadê você?- Tom andava por um corredor a procura de Ria, estava meio escuro se não fosse pela luz da tarde entrar nas poucas janelas que tinha.

- Ria?! cadê você?- disse meio cantando...Abrindo as portas de outros quartos para ver se achava alguma coisa...

- que estranho...tá muito quieto aqui...- disse para si mesmo.

De repente ouviu choros e fora em direção a ele...Chegando mais perto de um quarto até ver que esta estava com a porta meio aberta...Parou de fininho e viu Lise...Toda ensanguentada com uma faca em mãos...

- Eu juro que não queria mas eu tinha que fazer- ela disse para alguém que Tom não conseguia ver.

- não tem problema...Continue assim- uma voz feminina disse tocando o ombro da garota.

De repente tudo ficou estranho e Tom viu algo ali que o aterrizou completamente...Fazendo seus olhos arregalarem e correr o mais rápido possível. Ele acabou parando em outro corredor que não conhecia...Mas seguiu-o mesmo assim...Estava tudo escuro...Mas por sorte chegou ao salão principal e ouviu vozes no quarto de Andy.

- gente!!!! alguém me ajuda!- logo entrou no quarto e viu o casal morto daquele jeito- Meu Deus...- colocou a mão na boca, assustado.

- Nós temos que ir embora daqui, agora!- Bill disse ao ver todos em estado critico...

Voltar ao Topo Ir em baixo
Cami
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 535
Localização : RS
Data de inscrição : 12/10/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Outro

MensagemAssunto: Re: You say you hate me and I say I love you +18 Fic   Dom Set 29, 2013 9:20 pm

POR HADES, QUE QUE É ISSO??? Continua mulher *--* a Annie tá pegando os dois é isso??
Voltar ao Topo Ir em baixo
Izy's Drek

Fã


Número de Mensagens : 297
Idade : 19
Data de inscrição : 22/01/2012

MensagemAssunto: Re: You say you hate me and I say I love you +18 Fic   Qua Out 02, 2013 8:44 pm

CAPITULO 10- HORA DE COMEÇAR O TERROR!!!!!!!!!!


- COMO ASSIM?!- Bill gritava e batia na mesa com força, estava de cara a cara com o S.Dimons... Que nada fez pelo acontecimento, pelo contrário, estava calmo como se fosse algo normal.

- sinto muito rapaz, não posso fazer nada- ele disse pela oitava vez.

- não é possível!!! PESSOAS FORAM TORTURADAS E MORTAS! DROGA!- Bill aumentou de voz.

- pela nona vez eu lha digo, não posso fazer nada...

- MAS COMO....

- Bill!- gritei atrás dele- não viu que não vai adiantar nada?!

Ele se virou para mim, seus olhos estavam verdes, estranhos, arregalados... Sua pele estava branca e fria.

- não vai adiantar nada...O que vai adiantar é irmos embora daqui- respondi.

- tem razão- ele acenou com a cabeça e disse em tom baixo- tem toda razão.

- Bill...- Tom se aproximou- se acalma, ok?- disse apenas para acalmar o irmão.

- COMO QUE EU POSSO FICAR CALMO!?- gritou novamente.

- só estou dizendo que você sabe...Não deve....- ele pousou sua mão no ombro de Bill.

" como assim não deve?"- pensei


- ok, ok, S.Dimons nós já pagamos pelos quartos...Acho que está tudo pago...Mas acho que é hora de irmos embora daqui- se virou para Dimons com um olhar que me causava arrepios.

- ha...- deu uma risadinha- vocês acham que é assim? que podem ir embora assim do nada?

- claro que podemos!- Kate disse em tom alto- temos esse direito e vamos embora agora!

De repente as janelas começaram a bater, as paredes tremerem...O vento forte entrando na casa, dando mais medo ainda...Como se algo forte e horrível fosse acontecer.

Me agarrei aos braços de Bill que estavam duros, tensos...Vi Tom se aproximar de mim e meio que me abraçar...

- nós vamos embora AGORA!- respondeu Bill para o S.Dimons ainda sentado.

- é o que veremos- disse, se levantou e se retirou...Assim feito ouvimos as janelas, as portas trancarem sozinhas!

- Bill!!!- disse ao ver que tudo estava se mexendo, a luz de fora estava densa, as janelas ainda batendo...parecia filme de terror.

- E agora?!- Ge perguntou agarrado em Audy.

- todos pros quartos! AGORA!- começamos a correr para um quarto apenas, para ficarmos juntos sem que ninguém ficasse para trás. Quando chegamos num dos quartos, Bill trancou a porta e começou a colocar peças de móveis para barrar a porta. Georg, Tom e Gustav ajudaram...

- eu quero sair daqui!- Audrey dizia em prantos.

- eu também quero...mais viva- respondi me abraçando em Bill.

Realmente....o terror só está começando...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Cami
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 535
Localização : RS
Data de inscrição : 12/10/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Outro

MensagemAssunto: Re: You say you hate me and I say I love you +18 Fic   Qua Out 02, 2013 10:04 pm

O que é isso? Gente esse cara é tipo um demônio. Tadinhos deles, espero que eles se salvem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Steph MADA
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 758
Idade : 17
Localização : Lins.SP
Data de inscrição : 19/12/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: You say you hate me and I say I love you +18 Fic   Qua Out 02, 2013 10:53 pm

:oO: 
Continua cara...
Que medo!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Izy's Drek

Fã


Número de Mensagens : 297
Idade : 19
Data de inscrição : 22/01/2012

MensagemAssunto: Re: You say you hate me and I say I love you +18 Fic   Sex Out 04, 2013 8:10 pm

[center]CAPITULO 11- COMO SAIR DESSE INFERNO?! [center]

[strike]Annie[strike]

As horas foram passando, e eu acabei dormindo...Não me lembro de nada, apenas lembro de ver Bill em pé, andando para um lado e para o outro, depois disso peguei no sono profundo. Acordei apenas no dia seguinte, bom eu acho... Assim que abri os olhos estava tudo escuro, apertado, abafado...Tentei levantar mas não consegui. Parecia que tinha uma porta....espera...porta? Não, uma tampa...Almofadada...Apertado e almofadado?!

- ai meu Deus!- minha fixa caiu na hora...Eu estava dentro de um caixão.- SOCORRO!!! ME TIRA DAQUI!!!!! SOCORRO BILL!!!!!!- comecei a gritar e arranhar a almofada de seda...Tudo escuro e me apavorando cada vez mais... Eu gritava e chorava, isso estava me dando claustrofobia.

- BIIIIIIILLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL!!!!!!!!!!!!!!- arranhava ainda mais, sentindo a almofada sair, desgrudar mais ainda tinha a madeira, como eu ia sair dali?!

[strike]Enquanto isso lá em cima.... [strike]

- não sei como isso aconteceu...- Bill dizia para si mesmo ainda dentro do quarto junto com os outros- eu...eu vou sair, vou procurar ela.

- não!- gritou Tom- é perigoso demais! eu vou com você.

- ah não vai não!- Bill se aproximou ainda mais do irmão.

- Bill! é mais fácil, eu posso ajudar também...- Ge começava a falar quando fora interrompido.

- não! não e NÃO! ninguém vai sair daqui a não ser eu!- e assim saiu porta fora, com medo mas ao mesmo tempo com coragem.

- ele vai morrer!- Kate gritou- Tom faça alguma coisa!

- mais é o que eu vou fazer- e Tom saiu atrás de Bill...fora do quarto.

No quarto ficaram Georg, Gustav, Audrey e Kate...Com medos e rezando para que tudo aquilo acabasse.

- Eu...Eu acho que vou atrás deles...Kate saiba que eu sempre de amei- dando um beijo rápido em Kate sem ela responder algo, Gust já tinha saído rápido do quarto e conseguido passar por todos os corredores, descer as escadas e de alguma forma conseguiu sair da casa. Rodeou a casa toda até parar na janela do quarto que eles estavam. Kate correu na janela para vê-lo, seguido dos outros.

- Annie!...Annie! Sou eu Gustav!- Gust gritou cada vez mais alto. Ele estava quase chegando perto onde eu estava enterrada viva.

De repente S.Dimons chegou por trás, Kate gritou alto para ele sair dali, Gustav o viu mais não conseguiu escapar...Fora morto com um golpe no pescoço...Perdendo a cabeça.

- GUSTAV!!!!!!!!!!!NÃÃÃÃÃÃOOOOOOOOO!!!!!!!!!!!- Kate chorava e batia na janela, se sentia culpada por não poder fazer nada, não deu tempo nem para dizer "eu te amo também" ou "você não vai"...Nada...Nada.

Audrey e Gerog abraçaram fortemente chorando juntos.

[strike]Bill [strike]

Não sei onde mais procurar, já olhei em todos os quartos e nada, banheiros, salas...Nada de Annie...Não vou embora sem ela, não mesmo, eu a amo e vou sair daqui vivo com ela! Parei um pouco para respirar mas ao mesmo tempo atento para qualquer coisa que acontecesse. Senti meu corpo tremer e quando virei...Lise estava atrás de mim.

Fuzilei-a com todo meu ódio.

- não adianta olha para mim assim...Anjo de Deus- ela me olhava com um olhar sínico.

- o que você fez com ela?! Anda! me diz onde ela está!- gritei em alto e bom tom.

- Annie? ha...você nunca vai encontrar...

- vou sim...sabe por que?

- não, não sei...

- porque eu a amo!- O vento forte entrou dentro da casa, senti minha transformação acontecer. Gritei pela dor, por ter demorado muito...Senti minhas costas doerem muito, sangrarem um pouco...Mas de repente sinto elas desenrolarem...Soltei um suspiro de tranquilidade. Minhas asas estavam de volta, depois de tanto tempo, estavam ali para me ajudar, brancas e brilhantes, com um tom meio azul-cinza, combinando com a cor dos meus olhos que também mudaram de cor.

Quando me dei conta virei um anjo por completo, e voltei a vê-la com os olhos arregalados, com medo de mim...Dei um sorriso sem mostrar os dentes e soltei uma rajada de ar com o bater das minhas asas...Fazendo-a voar longe.

- Bill?- olhei assustado para trás e vi Tom.

- o que está fazendo aqui?!- disse bravo- mandei ficar lá no quarto.

- sempre soube que você era diferente...Isso explica quando éramos crianças e sua cama vivia com penas- olhava com brilho nos olhos para minhas asas.

- se quiser pode ter uma igual a minha- dei um sorriso- mais agora quero que vá para o quarto e se proteja lá!

- Não! não vou deixar meu irmão morrer...Eu...Quero lutar!

- quer lutar por mim ou pela Annie?- perguntei- ou você acha mesmo que eu sempre fui um idiota ao ponto de não saber que vocês já transaram?

- Bill...A culpa foi minha...- ele tentou explicar

- Tom...eu sei. Deus tinha me dito que eu iria sofrer por essa mulher, mas no final ela ia ser minha. Isso você não pode mudar...Deus trouxe ela para mim, não para você.

- eu entendo...Mais me deixa ajudar? por favor...- suplicou

- tudo bem, você fica aqui dentro que eu tento ir lá fora- disse e meio que voei para fora daquela casa. Sabia que Tom não ia se machucar...Afinal um outro anjo estava ali para ajuda-lo.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Steph MADA
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 758
Idade : 17
Localização : Lins.SP
Data de inscrição : 19/12/2012

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: You say you hate me and I say I love you +18 Fic   Sex Out 04, 2013 8:53 pm

Cara... ele é um anjo!!
Nossa!
Quem é o outro?
Continua.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: You say you hate me and I say I love you +18 Fic   Hoje à(s) 2:57 pm

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
You say you hate me and I say I love you +18 Fic
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte
 Tópicos similares
-
» You say you hate me and I say I love you +18 Fic
» Hate Over Grown
» Hate Eternal
» Hate in Flesh - "Wandering Through Despair" (2011)
» Hate That I Love You

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
TH BRASIL OFICIAL - Fórum :: Fan Stuff :: FanFics-
Ir para: