Fórum Oficial do Tokio Hotel no Brasil - TH BRASIL OFICIAL FÓRUM
 
InícioPortalRegistrar-seLoginIr para o site@THBRASILOFICIALFacebook

Compartilhe | 
 

 She - One Shot

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Susi Ficwhiter
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 3815
Idade : 26
Localização : fazendo check-in
Data de inscrição : 12/09/2008

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: She - One Shot   Sex Jun 12, 2009 7:05 pm

Pessoas, a tia Susi aqui (sim, adotei esse apelido) está sozinha neste dia. Não que me faça diferença, mas não suporto mais ligar a Tv e só ver namoronamoronamoro (não liguem, eu é q tô com inveja de qm tem alguém). Portanto, se tu tens alguém, não importa o dia, a valorize. Se eu tivesse alguém (sonhando com o Bill) seria mais ou menos assim....
A música é do maravilhoso filme Notting Hill, She.
Lá vai!


se alguém quiser ver a letra: http://letras.terra.com.br/elvis-costello/8688/



(narrado por Bill Kaulitz)
Era só mais um dia na minha vida. O sol apareceu hoje, coisa meio rara neste lado do mundo. Abri uma pequena fresta da janela, com medo que alguma fã estivesse na rua. E tinha, várias. Suspirei ao pensar que teria de incomodar os seguranças pela milésima vez pra fazer coisas simples, como ir ao mercado. Desde o problema com as stalkers, nossa vida teve de se tornar cada vez mais fechada. Ossos do ofício...
Claro, Tom não está acordado, é cedo para ele. Resolvo não incomodar, tomo um copo de suco, e vou pro jardim, fingindo ser uma pessoa normal. Os cachorros vieram correndo quando me viram, mas o pior foram as fãs, que começaram a gritar e tirar fotos. Fingi não estar sendo observado, e não olhava mesmo que gritassem meu nome, logo voltei para dentro. Para o meu azar, Tom havia acordado, estava com a cara amassada. Senti que estava preparado pra me matar.
-Desculpe – disse minha voz quase inaudível.
-Que saco! Sabe que depois que descobriram a casa nova não param de gritar um segundo...eu tava sonhando! - Todo dramátido, ergueu os braços.
-Deixa eu adivinhar: Jessica Alba?
-Wow, como você sabia?
-Caso não tenha reparado, somos o mesmo esperma, é normal que possa ler sua mente, por mais pervertida que ela seja! - Eu ri, ele fez o mesmo. Mais uma vez eu via meu rosto, meu sorriso no rosto de outra pessoa. Esse negócio de ser gêmeo às vezes fica estranho.
-Hoje tem trabalho? - Tom disse, escondendo o rosto, debruçado na bancada da cozinha.
-Que eu saiba, nem o David nem Dunja ligaram. Acho que vamos ter o dia livre.
-Ô esperto! Ainda não sacou quem está acampando aí fora, não? Dia livre... só pra ficar dentro de casa mesmo!
-Ah, sei lá! Se vira, liga pro Georg, vocês sempre arranjam alguma bagunça pra fazer. - Fui saindo.
-Onde vai?
-Sair de carro um pouco.
-E se ligarem?
-Diga que morri e não sei que horas ressuscito!

Mais flashes quando saio. Meus olhos nem se irritam mais, estão tão acostumados a luz forte... pensava em quanto tempo demoraria pras fotos estarem em algum blog. Talvez em minutos eu poderia acessar qualquer um e me ver de outro ângulo brincando com os cães ou saindo de casa.
Minha paranóia começou a apitar quando vi um carro pelo retrovisor, parecia estar me seguindo.
“Ô inferno!”, cheguei a trincar os dentes de raiva. Será que não sabem quando chega o limite? Eu sou um cara de 19 anos que cresceu sendo seguido. Quando isso vai parar?
Depois de 7 minutos na estrada, aquele carro continuava a me seguir
“Já chega, tenho que fazer alguma coisa”
Pego uma estrada movimentada, só pra pegar trânsito. Assim que o sinal abre pra mim, viro no retorno, e piso no acelerador. Liberdade! Respirei fundo, e cheguei a rir. Sem rumo algum vou correndo, sentindo o vento que entra pela janela espalhar minha franja sobre o rosto. É maravilhoso estar quase voando naquele carro, sem algum lugar específico pra ir. Somente eu e a estrada.
Mas minha felicidade dura menos que eu esperava.
-Ah, não, não, não, não! - mas não importa o quanto eu fale, a gasolina foi se esgotanto. O carro parou numa estradinha de terra, no meio do nada. Saí dele, para ver se me localizava, mas tudo o que via era a estrada, e árvores dos dois lados. Volto pro carro.
-Merda! Ah, hoje é o dia! - olha que incrível: a bateria do carro havia acabado também. Sabia muito bem quem andou a descarregando, fazendo chupeta, em vez de ir num mecânico. “Valeu Tomi, vou te matar”.
Sabe aqueles dias que nada dá certo? Isso também acontece comigo. Lembro que estou com o celular...sem bateria.
-Ok, não vou me estressar! - Gritei dentro do carro.
Sem gasolina, sem bateria, num lugar sem uma alma viva. Pelo menos a câmera estava funcionando. Resolvo caminhar até o final da estrada, uma ladeira. Quando chego no topo, já sem fôlego, contemplo uma vista incrível: Berlim estava lá em baixo, e eu no topo dela. Tirei várias fotos, e nem vi o tempo passar.
Já era quase meio dia. Me lembrei de ter visto um posto de gasolina no caminho, então fui até lá. Uma boa caminhada, de uns 8 quilômetros. Chego morrendo de ódio, tanto que posso matar alguém. Depois de passar o cartão de crédito, encho o galão que tinha em mãos.
Quando estava na metade, adivinha?
É, começou a chover.
Uma senhora chuva, daquelas pancadas que dão e passam. Bem, pelo menos eu pensava isso. Depois de 20 minutos ali, estava a ponto de entrar em colapso nervoso. Até o dono do posto me chamou pra entrar, mas preferi ficar do lado de fora, sentado no chão. Ficou cada vez mais frio, e eu estava sem casaco, mas quando se está com raiva, nem frio se sente.
-É isso que eu ganho por tentar ter um dia normal... - praguejei.

A chuva começou a ter menos força. Eu me abracei e virei o rosto pra esquerda. Foi quando vi um vulto. De início um borrão comprido e preto, depois começou a adquirir a forma de uma pessoa. Parecia ser um cara, mas de perto eu identifiquei como sendo uma mulher. Ela também estava se abraçando, com o capuz na cabeça, sem ter nenhuma utilidade naquele dilúvio que desabou de repente. Ela entrou no posto e parou duas bombas à frente de mim. Tirou o casaco, e deixou à mostra os braços finos e pálidos. Era ruiva, mas não tinha certeza se o cabelo era natural ou tingido. Ela se virou na minha direção, e vi seu lápis preto escorrido no canto dos olhos. Na verdade, um lindo par de olhos verde-esmeralda. Ela me viu, e entre-abiu a boca.
-Ahnnn... posso ajudar? - Ela disse, arqueando a sombrancelha.
-No que?
-Pelo jeito não vem muito pra esse lado de Berlim. - Deu um meio-sorrido. Nessa hora o dono do posto apareceu irado, batendo a porta.
-Lavínya! Quer me matar do coração?!
-Ai, pai. Eu nem demorei...
-Você sumiu por quatro horas, nessa chuva! Cade aquele traste que vivia te seguindo?
-Quantas vezes vou ter que dizer que terminei? A mãe ligou?
-Ligou, disse que vem te buscar amanhã.
-Valeu. Já entro.
O dono do posto olhou para mim.
-Não demore - e fechou a porta. Eu me arrepiei. A garota juntou o cabelo e o espremeu, pra tirar a água.
-Por favor, esqueça o que ouviu. Ter pais divorciados dá nisso: um se importa comigo, e a outra nem sabe que existo.
-Tudo bem, eu entendo. - Ela deu de ombros e prendeu o cabelo num coque.
-Tá perdido?
-Não, é que meu carro tá sem gasolina na estrada, vim andando buscar. - Ela deu uma risada baixa – Porque tá rindo?
-Ai, ai. Você não vem muito pra esse lado de Berlim mesmo... vai ser um milagre se ainda tiver as marcas do pneu do seu carro.
-Tá dizendo que fui roubado?! - Levantei-me na hora.
-Não sei. Se fosse você ia lá ver.
Saí correndo, mas assim que coloquei meus pés na chuva, voltei. Não posso ficar resfriado de jeito nenhum. A garota ficou me olhando, com um sorriso torto.
-Que foi? É alérgico à chuva?
-Não é que... não posso ficar doente.
-Ok, se vira. - Ela foi entrando.
-Ô, espera! - ela voltou – quanto quer pra me levar até lá? Deve ter algum carro por aqui.
-Uau! Você deve ficar doente fácil mesmo! Espera aí. - Ela entrou, eu escutei uma pequena discussão. Depois de dois minutos, voltou com uma chave na mão.
-Tenho dez minutos – entendi o recado e a segui. Atrás do posto tinha uma caminhonete que um dia foi azul. Entrei morrendo de medo de pegar tétano, ela deu a partida, e seguimos ladeira a cima. Graças a Deus o carro anda estava lá, intacto.
-Uau, que carrinho maneiro!
-É...se nem sabe o quanto tive de trabalhar pra ter ele.
-Imagino. - Eu saí e ela me seguiu. Coloquei a gasolina, mas me lembrei de outra coisa.
-Ah... você poderia...
-Uma chupeta?
-Aham.
-30 euros à mais.
-Ok. - ela se surpreendeu po não ter nem negociado. Me ofereci pra fazer, mas ela fez questão. Logo tudo estava certo. Paguei o que devia: 150 euros.
-Você não é nada pobre pra me dar tanta grana assim do nada.
-Trabalho muito. Muito obrigada... Lavínya, não é?
-É...isso aí. E você é?...
-Bill.
-Ok, Bill, a gente se vê por aí. - Ela sorriu e voltou.

Qualquer cara teria deixado que ela fosse.
Mas eu não sou qualquer cara.
-Lavínya! - Ela se surpreendeu por ter falado seu nome
-Chora!
-Posso...tirar uma foto sua? Pago o quanto quiser.
Ela soltou uma gargalhada, e soltou o cabelo.
-Seja rápido.
Eu tirei rápido, mas me impressionei com ela. Inclinou a cabeça, e fez um olhar diferente...lindo. Achei estranho, mas não deixei transparecer. Quando peguei na carteira, ela disse que foi de graça, desde que não parasse na internet.
-Até algum dia... Bill. - Ela deu ré, e voltou.
Quando passei pelo posto, ela estava do lado de fora, e fez sinal pra que parasse. Mais do que rápida, jogou um pedaço de papel dobrado no banco do carona e se despediu. Voltei pra casa, e só vi o que era quando estacionei. Guardei no bolso imediatamente.
Tom estava desesperado, junto com minha mãe e meu padastro. Disseram que já tinham ligado pra polícia.
-Pra que tanto exagero?
-E se você tivesse sido sequestrado? Sei lá, eu tive de chamar!
-Podem ficar calmos, não aconteceu nada, só fiquei sem gasolina, só isso.

De noite, já encontrava as minhas fotos nos sites de fofoca. Nem liguei, já tinha me desestressado.
-Mais novo?
-Fale.
-Pelo menos aconteceu alguma coisa diferente?
-É...por acaso sim. Conheci uma garota.
-Hahahahah, tá legal, vou acreditar, claro!
-Olha – mostrei o papel. O telefone dela.
-Inventou isso, tenho certeza.
-Ah, é? - Tirei do bolso a câmera. Tom arqueou a sombrancelha quando a viu.
-Uau! Ela?!
-É...ela.
-Tem nome?
-Sim. Mas pra você só fica como... ela.

FIM

______________________________________________________________________________________
ficou tosco, eu sei, mas fiz com carinho, espero as opiniões!
Voltar ao Topo Ir em baixo
line kaulitz
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 458
Idade : 22
Localização : Recife-PE
Data de inscrição : 01/12/2008

MensagemAssunto: Re: She - One Shot   Sex Jun 12, 2009 7:38 pm

Ameiii
Ela é lindaa
ficou maraa Susi!!
seria legal se fosse uma fic
a história iria se prolongar com mais detalhes...
Voltar ao Topo Ir em baixo
hana angel
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 426
Idade : 23
Localização : Goiânia - GO
Data de inscrição : 26/04/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Amigos

MensagemAssunto: Re: She - One Shot   Sex Jun 12, 2009 7:57 pm

kkkkkkkkkkkk ri muito do final!!!!
Susi vc é malvada, deveria continuar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://diariodeumaescritoraamadora.blogspot.com/
Patricia K.
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 1064
Idade : 24
Localização : Serra, Espirito Santo
Data de inscrição : 27/02/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: She - One Shot   Sex Jun 12, 2009 8:07 pm

Amei Susi *.*

consegui imaginar o Bill direitinho *.*
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.twitter.com/lovebiu
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: She - One Shot   Sex Jun 12, 2009 9:45 pm

só uma palavra, tia susi: uau *O*
sua one ficou emocionante e linda. parabéns, de verdade.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: She - One Shot   Sex Jun 12, 2009 10:54 pm

SUSI GIRL, VOCÊ É GENIAL.
sutilmente encantadora a sua one. escreva mais dessas (k)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Louise *
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 666
Idade : 23
Localização : Schwerte an der Ruhr, NRW / Curitiba, PR
Data de inscrição : 25/11/2008

Minha ficha
Como conheceu o fórum?:

MensagemAssunto: Re: She - One Shot   Sab Jun 13, 2009 2:55 pm

Linda essa One!
Adorei!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Susi Ficwhiter
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 3815
Idade : 26
Localização : fazendo check-in
Data de inscrição : 12/09/2008

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: She - One Shot   Sab Jun 13, 2009 3:44 pm

Q bom q vcs gostaram, amores!
valeu mesmo!
Voltar ao Topo Ir em baixo
thais TRASH!
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 336
Idade : 23
Data de inscrição : 01/02/2009

MensagemAssunto: Re: She - One Shot   Sab Jun 13, 2009 4:16 pm

sabe aquele ditado de mal que vem pra bem?
então se encaixa perfeitamente na one *o*
ADOOOREI!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bella_Liebe TH
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 645
Idade : 20
Localização : São Paulo - SP
Data de inscrição : 06/12/2008

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: She - One Shot   Sab Jun 13, 2009 9:47 pm

Susi!Linda a fic!Muito legal mesmo!Parabens!
Beijoos!;*
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://ichbinbells.tumblr.com/
Dêssah
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 1122
Idade : 23
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 29/11/2008

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: She - One Shot   Dom Jun 14, 2009 2:35 pm

Own que linda essa one...
ficou perfeito, parabens!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.twitter.com/dessa_kls
Tiane Kaulitz
Fanática
Fanática


Número de Mensagens : 1663
Idade : 24
Localização : Taubaté-SP
Data de inscrição : 06/04/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: She - One Shot   Dom Jun 14, 2009 4:53 pm

Tia Susi você escreve fics incríveis,
agora tá escrevendo ones também?!
Ô menina de mil e um talentos...
Adorei muitooo essa one viu.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Maty...! :)

Fã


Número de Mensagens : 240
Idade : 22
Data de inscrição : 22/04/2009

MensagemAssunto: Re: She - One Shot   Dom Jun 14, 2009 6:20 pm

hsuahasuas
Não ficou tosco!!!
Ficou MUITO legaal!!
cheers

Sério...Eu amei!!
Wink

Parabens!
Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: She - One Shot   Hoje à(s) 5:01 am

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
She - One Shot
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Body Language {18} one-shot
» Diário de um MACHO! (Comédia One-Shot) POSTADA!
» Doce Ódio [One-Shot]
» One Shot-Um Simples Beijo.
» [B.A.P] UMA XOTA (ONE SHOT)

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
TH BRASIL OFICIAL - Fórum :: Fan Stuff :: FanFics :: One Shots-
Ir para: