Fórum Oficial do Tokio Hotel no Brasil - TH BRASIL OFICIAL FÓRUM
 
InícioPortalRegistrar-seLoginIr para o site@THBRASILOFICIALFacebook

Compartilhe | 
 

 Oneshot - Last Day

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
nee.ssah

Fã


Número de Mensagens : 102
Idade : 22
Localização : Na cama com o Tom - São Paulo
Data de inscrição : 04/02/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Amigos

MensagemAssunto: Oneshot - Last Day   Qua Ago 12, 2009 9:42 pm



Nome: Last Day
Autor: nee.ssah
Classificação: PG+16
Gênero: Drama/Romance
Beta-Reader: julythereza
Nº de capítulos: 1
Terminada ou não: Terminada
Teaser(sinopse): A vida dos gêmeos Kaulitz estava quase perfeita, mas uma notícia pode acabar com tudo o que foi construído... Só depende deles.
-
Bem, eu queria agradecer a minha beta, marida e amiga Julies, por ter me suportado falar de uniformes militares, escola militar, baboseiras e tudo maisdurante uma conversa de msn que no final deu isso. Obrigada por tudo, maridinha... Você é demais o/'.
lol!


-----

Capítulo Único - Parte I


Era uma tarde linda, o céu estava limpo, o sol iluminava todos os lugares possíveis e eles, os Kaulitz, estavam no parque com a família que haviam construído.
Emily, a mulher de Bill, estava esperando seu primeiro filho, uma menina. Lívia, esposa de Tom, sorria ao ver o marido rodopiar o filho Enzo.
Os irmãos estavam com 27 anos, felizes por estarem casados e terem uma família já quase formada, segundo Bill.
- Papai, quando eu crescer quero ser igual a você! – falava Enzo abraçando Tom que apenas riu e pegou o filho no colo.
Enzo tinha os olhos verdes como os de Lívia, porém loiro como Tom, cinco anos de idade.
- Mini-Tom. – brincou Bill sentado ao lado de Emily,
- Tio Bill, eu quero ser estiloso como você. – riu.
- Eu sou estiloso, não seu tio. – Tom fez uma careta, colocando o menino no chão.
A criança loira correu para brincar com as outras crianças, enquanto Tom abraçava a mulher à sua frente.
- Ele é igual ao pai. – deu um beijo na bochecha dele.
- Mas tem os olhos da mãe. – a apertou contra si. – Eu te amo, Liv. Não importa o que aconteça, quero que saiba que o seu amor ajuda a me manter vivo e é por causa dele que estou aqui.
- Também te amo e irei amá-lo até a eternidade. – beijou seus lábios num beijo cheio de amor e carinho.
- Ecaaa! – Enzo fez uma careta ao ver os pais se beijando.
Bill arqueou uma sobrancelha e riu.
- Em, será que a nossa filha será doidinha como o primo? – sorriu Bill, sentando o garoto em seu colo.
- Eu não sou doidinho... Mamãe sempre me diz que eu sou igual ao papai. – olhou para o tio confuso.
- Então você é maluco como ele é. – falou Emily, apontando para Tom, mas percebendo o olhar fascinado do menino em sua enorme barriga.
- O que tem aí dentro? – cutucou de leve a barriga da tia.
- Sua priminha. – sorriu Emily.
- Eu posso falar com ela? – olhou para a mãe.
- Claro. – respondeu-lhe.
O loirinho colocou o ouvido na barriga da tia e tentou ouvir algo, mas sem sucesso.
- Ei bebê, fala comigo? – perguntou, ainda com o ouvido grudado na barriga dela.
Nada.
- Por favor, prima! – e para a surpresa de todos, a criança chutou.
- Bill, ela chutou! – Emily pôs a mão na boca com uma tremenda surpresa, fazendo Bill sorrir.
- Machucou? – perguntou o inocente Enzo.
- Não, pequeno... – sorriu a mulher emocionada.
- Papai, você e o tio Bill são parecidos... – disse o menino olhando de um para o outro, afinal, por incrível que pareça não sabia que os dois eram gêmeos.
- O tio Bill é meu irmão gêmeo, Enzo. – sentou-se na grama do parque, como uma verdadeira criança de calças largas.
- O que é irmão gêmeo? – perguntou, olhando para Bill.
- Nós somos iguaiszinhos, o seu papai é igual a mim e eu sou igual a ele, entendeu? – respondeu Bill bagunçando o cabelo do menino.
- Mamãe, me dá um irmão gêmeo? – seus olhinhos brilhavam.
Tom começou a rolar de rir.
- Filho, irmãos gêmeos nascem juntos, no mesmo dia. – respondeu Tom, ainda rindo.
- Mas eu quero um irmão gêmeo, como você! – começou a chorar, abraçando o tio.
- Eu e a mamãe vamos trabalhar bastante hoje à noite para fazer o seu irmão gêmeo, tá? – riu maliciosamente.
- TOM, PARE DE FALAR BESTEIRAS PERTO DELE! – berrou Emily.
- Tá bom, tá bom... – bufou, cruzando os braços.
- O tempo está fechando, é melhor irmos para casa. – falou Bill se levantando com Enzo no colo.
- Ê cunhada, que barriguinha saliente, hein? – Tom alisou a barriga de 8 meses de Emily.
- Cala a boca, Kaulitz! – gritou, fazendo Bill rir. – Você também! – cruzou os braços, entrando emburrada no carro.
- Toooom, deixa o Enzo passar o fim de semana lá em casa? – Bill fez a cara do gatinho do Shrek.
- Nem sonhando, Bill. – riu. – Ele vai te deixar louco lá.
- Mas eu quero passar um tempo com ele! – fez biquinho, abraçando o irmão. – Por favor? – beijou a bochecha do irmão.
- Se você não fosse meu irmão, diria que está tentando me seduzir... – Tom se acabava de rir.
- Cala a boca, Tom! – começou a chover e todos entraram nos carros.
- Estou brincando, pirralho. Amanhã levo ele lá e deixo passar o fim de semana com vocês. – sorriu.
- Ebaa! – Bill praticamente pulava dentro do carro. – E eu não sou pirralho! – deu a língua.
- Sempre será dez minutos mais novo que eu, pirralho. – gargalhou.
- Vá se foder, Tom. – Bill arrancou com o carro, sendo seguido pelo irmão.

-----

Eles moravam bem longe daquele parque, foi uma verdadeira viagem para chegar em casa.
- Nosso bebê dormiu. – sorriu Lívia.
- Ainda está chovendo e o Enzo 'tá dormindo... Que tal fazermos o irmão gêmeo dele? – mexeu no piercing, rindo.
- Você continua sendo tarado! – sorriu, olhando Tom pegar o filho no colo.
- Deixa que eu o levo, mais tarde você dá banho. – piscou, entrando na enorme casa e subindo as escadas em direção ao quarto do filho.
Depositou-o cuidadosamente na cama, o cobrindo com o edredom de carrinhos.
- Presentinho inusitado... Quem diria... Tom Kaulitz pai? – riu, saindo do quarto.
Andava calmamente até seu quarto, pensando em como sua vida mudara com o tempo.
- Está preocupado com algo? – perguntou a mulher, do banheiro.
- Pensando em como tudo mudou desde que o presentinho veio. – sorriu, sentando na cama.
- Coisinha inusitada... Veio de intrometido. – riu, indo até o marido o abraçando por trás.
- Vem tomar banho comigo? – perguntou Tom, a puxando pela mão.
- Como se eu tivesse escolha. – sorriu, o seguindo-o.

-----

Emily e Bill estavam sentados na varanda do apartamento, onde a mulher apoiava a cabeça em seu ombro.
- Bill, você me ama? – olhou para o céu escuro.
- Mais que tudo. – passou a mão em sua barriga.
- Eu também. – riu, colocando sua mão por cima da dele. – Estou com saudades de Georg e Gustav. – comentou.
- Georg está na lua-de-mel e Gustav viajando pelo mundo. – respondeu.
- Quem diria que esse seria o futuro de vocês. – murmurou.
- Eu amo você. – falaram ao mesmo tempo, sorrindo em seguida.
- Não vejo à hora da nossa filha nascer... – falou Bill, acariciando a barriga dela.
- Qual vai ser o nome? – Emily perguntou.
- Danila, um nome forte. – sorriu, olhando a esposa.
- Anke? – sugeriu.
- Luna é mais bonito. – disse Bill fazendo uma careta.
- Nalu! – exclamou feliz.
- Hum, gostei. – riu – Isabella Nalu será o nome dela. – beijou Emily.
- Isabella Nalu Kaulitz... Um bom nome. – beijou o marido. – Obrigada por me dar essa criança tão linda. – o olhou nos olhos.
- Eu que agradeço, Em. – sorriu, a abraçando.

-----

O frio era imenso na casa de Tom e Lívia. Enzo tremia na cama, havia tomado banho e os pais o colocaram para dormir, mas a chuva o assustava, o frio tomava conta de si.
Decidiu ir para o quarto dos pais, talvez lá estivesse mais quentinho.
Pulou da cama, agarrando uma manta preta, e seguindo pelo corredor que dava na porta do quarto deles. Abriu a porta devagarzinho, subindo na cama dos pais e deitando entre eles.
- O que foi dessa vez, Mini-Tom? – perguntou a mãe.
- Está frio no meu quarto. – sussurrou.
Tom abriu os olhos e se deparou com o filho o encarando.
- O que foi Enzo? – perguntou.
O menino ainda o observava, enquanto a mãe dormia.
- Eu ‘tô com medo, papai. – fechou os olhos.
- Medo de que? – o cobriu com os grossos edredons.
O menino apertou a manta preta e aquilo o fez lembrar-se de Bill, de certa forma.
- Da chuva... Está frio. – murmurou envergonhado.
- Não precisa ficar com medo... Eu estou aqui... – beijou o topo da cabeça do filho, o observando ficar sonolento e logo cair no sono com um sorriso no rosto.

-----

O céu ainda estava nublado quando a manhã chegou. Os três estavam na cozinha preparando o café da manhã enquanto ouviam o noticiário na TV.
- O presidente da França disse que se iniciará uma guerra...
Tom parou no mesmo momento, ouvindo o que era dito.


-----

Ahm, se houver comentários eu posto a segunda e última parte... Tipo, ficou grandinha até O.O
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Oneshot - Last Day   Qua Ago 12, 2009 9:51 pm

como você pode parar num momento desses, hã? me diz!
mas... oooooooown, mini-Tom. eu aposto que este vai ser tarado que o próprio pai hoho.
continua, bitte *-*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tiane Kaulitz
Fanática
Fanática


Número de Mensagens : 1663
Idade : 24
Localização : Taubaté-SP
Data de inscrição : 06/04/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: Oneshot - Last Day   Qua Ago 12, 2009 9:56 pm

Que lindos! Eles pais?!
Quem diria hein.
Uma guerra? Ai meu Deus!
Continua Neessah, urgente!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bruna.

Fã


Número de Mensagens : 95
Localização : BHZ
Data de inscrição : 11/10/2008

Minha ficha
Como conheceu o fórum?:

MensagemAssunto: Re: Oneshot - Last Day   Qua Ago 12, 2009 10:26 pm

que graçinha *-*
continua ok?
Voltar ao Topo Ir em baixo
nee.ssah

Fã


Número de Mensagens : 102
Idade : 22
Localização : Na cama com o Tom - São Paulo
Data de inscrição : 04/02/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Amigos

MensagemAssunto: Re: Oneshot - Last Day   Qui Ago 13, 2009 6:27 pm

Oi pessoas lindas! Obrigada por comentarem *--* Vim trazer a última parte da fic, espero que gostem.
--

Capítulo Único - Parte II


-... O presidente da Alemanha falou oficialmente que será recrutado um novo exército para essa terrível guerra que
ocorrerá contra a França...
O homem desligou a TV e voltou para a cozinha, onde encontrou a esposa e o filho rindo de algo. Eles nem ouviram o que fora dito. Precisava tirá-los dali imediatamente!
O telefone tocou e ele atendeu com pressa.
- Tom? – perguntou a voz aflita de Bill do outro lado.
- Bill, eu acabei de ver... – sua voz era embargada - Tudo tem que dar errado agora. – falou, com a mão na cabeça.
- Eles estão mandando cartas para os que estão aptos a ir para o alojamento... Eu recebi mano. – chorava descontroladamente.
- Hey, se acalme! – começou a chorar também.
Olhou para a porta de entrada e lá estava a carta. Largou o telefone e pegou-a lentamente, sentindo as lágrimas escorrerem por seu rosto.
Abriu-a e deixou-se cair de joelhos no chão.


“O Exército Alemão o convoca para se apresentar no alojamento dia primeiro de setembro às 10h00min.”


Sem mais para o momento.

Alemanha, 31 de agosto de 2016.


Foi até o telefone, ouvindo o irmão chorar do outro lado.
- Iremos junto, irmão. – soluçou.
- Você também? – fungou.
- Sim... – começou a chorar novamente.
- Não quero ir, Tom. – desesperou-se – E Emily? Nossos pais? E a nossa vida?
- A gente vai voltar vivo, mano. – tentou passar confiança.
- Te vejo às 15h na casa dos nossos pais. – desligou.


-----

- Bill, não vá! – agarrou-o.
- Eu sou obrigado, Em. – a abraçou, chorando.
- Eu não quero te perder! – gritou – Será que você não entende? – o empurrou.
Logo correu até ele e o beijou, chorando agarrada a ele.
- Eu juro que voltarei vivo, Emily.
- Quando você...? – não conseguiu terminar a frase.
- Amanhã de manhã, com o Tom. – continuava abraçado a ela.
- Quando vai voltar? – acariciou seus cabelos.
- Não sei... Pode demorar meses, anos... – saiu só um fio de voz. – Cuide da Isa por mim, ok? Você irá com Lívia e meus pais para os Estados Unidos. – beijou o topo de sua cabeça. – Vem, vamos para a casa dos meus pais. – a levou até o carro.

-----

- Como assim ir para a guerra, Tom? – Lívia chorava.
- Hey, eu voltarei vivo, amor. – a abraçou.
- Por favor, não vá! – o beijou.
- Eu queria ficar, mas não posso. – chorava pensando no filho e na família que deixaria para trás - Eu vou amanhã cedo com o Bill... Pode demorar o tempo que for... Eu voltarei. – a beijou, apertando-a em seus braços.
Enzo só observava sem entender o que acontecia.
- Enzo, filho... Eu te amo muitão, viu? – abraçou o filho, o molhando com suas lágrimas grossas.
- Você é o meu herói, papai. – limpou suas lágrimas desajeitadamente. – Não me abandona! – começou a chorar, abraçando o pai com todas as suas forças.
- Eu não vou te abandonar... O papai vai ter que sair por um tempo, mas vai estar sempre aqui. – apontou para o coração do menino.
- Promete que volta? – o olhou choroso.
- Prometo... – sorriu tristemente, os chamando para irem à casa de D. Simone e Gordon.

-----

Dona Simone os esperava triste na porta da pequena casa. Ao ver seus filhos virem de cabeça baixa, correu para abraçá-los.
- Meus pequenos, não vão! – eles a abraçaram, segurando as lágrimas.
- Eu não tenho medo de morrer para salvar pessoas, mãe... Só não quero abandonar a minha vida, minha família, meus amigos. – Tom disse.
- Faço das palavras do Tom as minhas... – Bill recomeçara a chorar.
Simone os abraçou com toda a força, sentia que não perderia seus filhos naquele campo de morte.

A tarde passou rápida, todos estavam chorando, sabendo que poderiam perdê-los.
- A gente não vai morrer... Eu prometo que voltaremos vivos! – falou Tom abraçando Bill.
- Tom, eu não quero! – Bill soluçou no ombro do irmão.
- Eu não vou deixar nada nos acontecer. – beijou o rosto dele. Ainda eram crianças em corpos de adultos e Tom amava Bill imensamente, daria a vida por ele e era isso que faria caso necessário. – Eu te amo, Bill. – o segurava como se fosse perdê-lo.
- Eu também te amo... Minha metade. Você é sagrado, mano. – o apertou com toda sua força.
Não terminaria de forma alguma em morte, eles não permitiriam.
Foram todos embora da casa de Simone e Gordon, que não fora chamado por sua idade já avançada para ir à guerra.
Tom e Lívia abraçaram o filho, que sorria. A inocência dele não o permitiu entender o verdadeiro motivo daquele abraço.
O menino adormecera nos braços de Tom pouco depois, o colocando na cama e depositando um beijo em sua testa.
- Te amo, filho... Tome cuidado e fique de olho na mamãe por mim, ok? – saiu do quarto.
Tom entrou em seu quarto e beijou desesperadamente Lívia.
- Eu te amo, mais que tudo... Não me esqueça, por favor. – falava com a voz embargada, a olhando nos olhos.
- Nunca vou te esquecer, Tom. Amo-te demais pra isso.
E naquela noite, talvez a última noite deles, fora a mais perfeita de todas.

-----

- Emily, amo você, amo a Isa... Por mais que esteja doendo, vou proteger vocês com minha própria vida, nem que tenha que me separar de vocês. – estava na cama abraçando-a.
- Bill, apenas durma, descanse. Amanhã será um longo dia, amor. Eu e a Isa amamos você e ficaremos te esperando quanto tempo for preciso. – deixava as lágrimas transbordarem de seus olhos.
E abraçados eles dormiram, para amenizar a dor de se separarem, depois de tudo de bom que estava acontecendo na vida deles.

-----

O dia primeiro de setembro chegou, trazendo com ele a maior dor da vida de milhares de homens que serviriam a pátria, incluindo os gêmeos Kaulitz que aniversariavam no mesmo dia.
Bill levantou-se ao mesmo tempo em que Emily, recebendo um beijo e um sorriso triste.
- Eu confio em você. – acariciou seu rosto.
- Eu te amo. – entrou no banheiro para tomar banho.
Pouco tempo depois saiu pegando uma foto de Emily grávida e ele, depositando-a em sua mochila com algumas roupas e descendo para o café.
- Bill, não demore ok? – tentava não chorar, para passar confiança.
- Vou fazer o impossível. – a beijou.
Logo havia dado sua hora... A hora de partir.
- Em, não chore. – limpou suas lágrimas.
- Eu não posso deixá-lo ir! – se desesperava.
Bill a beijou como nunca a havia beijado... Um último adeus.
Ele caminhou até um ônibus que havia chegado para buscá-lo para o alojamento. O rapaz acenou para a mulher, que chorava sem parar na porta, vendo o homem de sua vida partir para salvar vidas.

-----

Tom acordou ao lado de Lívia, que já estava acordada, o fitando.
- Não dormiu? – perguntou, levantando relutante.
- Não consegui... - baixou os olhos.
- Não precisa se preocupar. – forçou um sorriso.
Tomou um banho rápido, pegando a mochila num canto do quarto, já preparada, indo para o quarto do filho.
- Enzo, cuide de tudo pelo papai, tá? Amo-te, filho. Não sinta raiva de mim. – passou a mão por seu rosto e vendo-o dizer entre o sono.
- Papai... Meu herói. – sorriu, fazendo o homem ali presente sorrir também e descer, para se despedir da mulher.
- Lívia, cuide do nosso filho, dos meus pais, de Emily, por favor... – beijou-a.
- Eu cuidarei, amor. – começara deixar o choro tomar conta de si.
- Ich liebe dich für immer. – sorriu entre o choro.
- Für immer. – o beijou novamente, se jogando em seus braços.
O som de uma buzina soou e Tom soube que sua hora chegara. Saiu da casa, a abraçando com toda a sua força.
Nenhuma palavra fora dita, apenas um sorriso triste de Tom, que representava um ‘Tudo vai ficar bem’.
Um último olhar e ele se fora... Mas não para sempre.
Os olhares dos gêmeos se cruzaram e juntos eles ficaram.
- Feliz Aniversário, Tom. – sorriu tristemente.
- Feliz Aniversário, Bill. – retribuiu Tom, pegando a mão do mais novo.
- Não termina aqui... – Bill falou, segurando com força a mão do irmão.
- Esse é só o começo... – Tom olhou para o nada.


FIM [/ounão]

-----

Bem, este é o final! Espero que tenham gostado Smile, como podem ver, tem algumas insinuações de Twincest, afinal. é o shipper que mais amo *o*.
Talvez eu faça mais uma one, que possa completá-la... Depende da minha mente.
Beijos, amo vocês!


Última edição por nee.ssah em Qui Ago 13, 2009 7:25 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Oneshot - Last Day   Qui Ago 13, 2009 6:34 pm

aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaah *chorando meeres e mais meeres* como pode? bua
Neesah, sua malvada D: mas ficou perfeita, howmake?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tiane Kaulitz
Fanática
Fanática


Número de Mensagens : 1663
Idade : 24
Localização : Taubaté-SP
Data de inscrição : 06/04/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: Oneshot - Last Day   Qui Ago 13, 2009 11:10 pm

Chorando (literalmente) rios, mares e oceanos aqui! bua1
Não acredito que eles tiveram que se separar da família!
Parabéns, ficou LINDA! Se puder faz uma fic continuando sim, bitte!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bruna.

Fã


Número de Mensagens : 95
Localização : BHZ
Data de inscrição : 11/10/2008

Minha ficha
Como conheceu o fórum?:

MensagemAssunto: Re: Oneshot - Last Day   Qui Ago 13, 2009 11:32 pm

mimimimimimi ;-;
como pode? +1
olha, eu não chorei... porque eu nunca choro em fics, mas essa fic me deixou com um nó na garganta [WTF]
enfim, gostei muito (:
vê se continua, neessah!
beijinhos :*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Carol Bublee
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 1019
Idade : 20
Localização : Três Lagoas - MS
Data de inscrição : 25/08/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Amigos

MensagemAssunto: Re: Oneshot - Last Day   Seg Out 26, 2009 3:14 pm

*Chorando 1.000.000.000.000.000.000 Meeres*
Meu Deus que isso nunca aconteça!
Por favor, faça uma continuação! E me avise! Please...
*enchugando lágrimas*
Não gostei, ameiii!
Caraca, vc escreve muito bem!
Parabéns!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.miss-scd.blogspot.com
Louise *
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 666
Idade : 23
Localização : Schwerte an der Ruhr, NRW / Curitiba, PR
Data de inscrição : 25/11/2008

Minha ficha
Como conheceu o fórum?:

MensagemAssunto: Re: Oneshot - Last Day   Seg Out 26, 2009 7:47 pm

ahhh nommmm
não creio que acabou aí!!!
Sad
continuação please!
Voltar ao Topo Ir em baixo
DINA
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 743
Idade : 23
Data de inscrição : 11/02/2009

MensagemAssunto: Re: Oneshot - Last Day   Seg Out 26, 2009 9:00 pm

malvada malvada malvada
menina muito malvada
me deixo com um gostinho de quero mais
eu quero uma continuaçãoo

POR FAVORRRRRRRRRRRRRRRRR

eu não gostei não
eu ameii florr....
por favorr..se tiver continuação me avise
please.
mais mai mais
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://dinacrazy.blogspot.com
Kaka Kaulitz S.
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 1165
Idade : 21
Localização : São Gonçalo, RJ
Data de inscrição : 18/04/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Orkut

MensagemAssunto: Re: Oneshot - Last Day   Seg Out 26, 2009 10:23 pm


Nossa que triste logo no dia do aniversário deles
Chorei 1000000000000000000000000000 meeres aqui!
Cara tem que ter continuação²
se tiver me avisa²
P L E A S E !
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.facebook.com/karensprado
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Oneshot - Last Day   Ter Out 27, 2009 2:05 pm

Ficou perfeitameitamente triste esse final' T-T
Mais ficou muiito Shoow essa One' *-*
Amey amey Nessah' \o/

Choreeirios na frente do PC'
Tadiinho deles (Kaulitz).
Bein no dia de celebra o niver' T-T
Tomare qe tenha continuação' ._.
[/qerendodemaisneinumpoco

Amey demais Nessah Wink
Parabéns' ;D

Baci baci :*

bj
Voltar ao Topo Ir em baixo
lê_kaulitz
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 968
Idade : 23
Localização : Piracicaba/SP
Data de inscrição : 29/12/2008

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Amigos

MensagemAssunto: Re: Oneshot - Last Day   Ter Out 27, 2009 3:16 pm

Carol Bublee escreveu:
*Chorando 1.000.000.000.000.000.000 Meeres*
Meu Deus que isso nunca aconteça!
Por favor, faça uma continuação! E me avise! Please...
*enchugando lágrimas*
Não gostei, ameiii!
Caraca, vc escreve muito bem!
Parabéns!

Faço das Plavras da Carol as minhas!
Eu Li essa One Shot com a Musica do Silverchair-Miss You Love Link, e chorei mais ainda, que perfeição!!
veja a Musica, espero que goste.
xD
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://theunsaidtruths.tumblr.com/
Kawanna

Fã


Número de Mensagens : 273
Idade : 22
Localização : Curitiba-Paraná
Data de inscrição : 01/07/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?:

MensagemAssunto: Re: Oneshot - Last Day   Ter Nov 03, 2009 7:35 pm

Parabéns amor!
A one ficou muito linda!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Oneshot - Last Day   Hoje à(s) 5:01 am

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Oneshot - Last Day
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Body Language {18} one-shot
» jong key (oneshot)
» Oneshot - Impossível não te amar
» Oneshot - Last Day
» 2min -oneshot-complet

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
TH BRASIL OFICIAL - Fórum :: Fan Stuff :: FanFics :: One Shots-
Ir para: