Fórum Oficial do Tokio Hotel no Brasil - TH BRASIL OFICIAL FÓRUM
 
InícioPortalRegistrar-seLoginIr para o site@THBRASILOFICIALFacebook

Compartilhe | 
 

 - E-mail...

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte
AutorMensagem
Nina

Fã


Número de Mensagens : 205
Idade : 23
Localização : Segunda estrela à direita, em frente até amanhecer
Data de inscrição : 08/11/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?:

MensagemAssunto: Re: - E-mail...   Sex Fev 26, 2010 2:08 pm

Leitora nova
aaaaaah como q sera a reaçao da Patty e do Andrew quando descobrirem
quem é o amigo dos e-mails
CONTINUA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kate S.
Iniciante


Número de Mensagens : 48
Idade : 26
Localização : Imbituba - SC
Data de inscrição : 25/02/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: - E-mail...   Sex Fev 26, 2010 8:28 pm

Leitora nova!!!

Jezuiz continua que essa fic ta MARA!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
kyaa.ximenes
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 655
Idade : 22
Localização : brasília (:
Data de inscrição : 03/04/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Amigos

MensagemAssunto: Re: - E-mail...   Sex Abr 02, 2010 7:17 pm




Depois do show, nos fomos para uma sala, onde esperávamos a banda vir. O cara alto, que pacientemente esperou o escândalo de Patrícia na entrada, estava lá, parado na porta com cara de mau. Ele já havia avisado que os rapazes estavam chegando.
- Andrew, nossa querida amiga Jessyca foi abandonada pelo amigo dos e-mails... Não acha? – Patty pergunta.
- É, parece que sim. – ele responde e eu continuo os ignorando.
- Espera um minutinho aê! Você disse que nós veríamos seu amiguinho o show todinho!
- E viram! – digo.
- Que?
- Explica isso direitinho... – Andy me arrasta até o final da sala, se afastando dos ganhadores do concurso – Pode começar.
- Por onde você quer que eu comece?
- Por que você disse que nós o veríamos durante o show? – Patty pergunta apertando os olhos.
- Porque vocês realmente o veriam durante o show, ora bolas...
- Jessy, não brinca com...
- Olá pessoal! – é a voz de Bill, interrompendo Andy.
Andrew se vira e sorri empolgado.
- Ahhh, pera... – Patrícia segura Andrew.
- O que é?
- Não sei o que dizer ao Tom!
- Se você falar que está sem calçinha já vai ser um grade começo... – ele fala.
- Esquece.
- Espera... – seguro os dois.
- O que foi agora?
- Ahhh, quero apresentá-los para meu amigo!
- Ah, me desculpe, mas Tom Kaulitz é mais importante que ele! – Patty tenta sair, mas eu continuo a segurá-la.
- Eles estão ocupados.
- Fala sério, Jessy...
- Ah, foi mau... – faço bico – Só pensei que...
- Corta essa!
- Beicinho não vale! – Andrew abaixa o rosto.
- Não, tudo bem, podem ir... – cruzo os braços, ainda com bico.
- Grr. Certo, certo, vamos conhecer seu amigo... – ele diz derrotado.
- Obaaaa! Valeu Andrew! – o abraço.
- Cadê ele? – Patrícia pergunta de cara emburrada.
- No meu bolso. – digo devolvendo-lhe a careta.
- Aff.
- Vou contar logo para vocês... – digo me desencostando da parede.
- Conta.
- Mas primeiro, Bill Kaulitz é sim, mais importante o Tom!
- Nem pensar!
- Shiu, deixa ela continuar... Ei! – Andy se vira para Patty – Patrícia, você disse que Tom é mais importante que o amigo dela e ela disse que Bill é mais importante que o Tom... Então...
- Então o que? – Patty pergunta.
- O amiguinho dela é o...
- É o...? – Patty pergunta.
- Bill... – Andrew diz.
- Que?
- Mas é impossível... – ele diz.
- Oi. – Bill vem até mim, fingindo que não me conhece.
- Pode me dar um autógrafo? – peço.
- Claro! Para quem eu assino? – ele pergunta sorrindo.
- Para Jessy... – lhe entrego uma caneta e um bloquinho.
- Jessy, de Jessyca? – ele pergunta assinando – Nome bonito, igual a você...
- Valeu. Sabe, meus amigos também são seus fãs... – aponto para Patty e Andrew.
- Devem ser, para virem ao show...
- Claro. – digo rápido – Pode dar um autógrafo para eles também?
- Sim, lógico. – ele vira a folhinha e assina.
- Andrew, Patrícia, olhem, Bill Kaulitz! – digo animada, eles ainda discutiam as possibilidades quando olham.
- Ai, caramba... – Patrícia diz.
- Oi, prazer... – Andy se apressa em apertar a mão do cantor.
- Olá, Jessy me disse que vocês são muito fãs!
- Jessy? – Andrew arqueia a sobrancelha, aposto que ele estava pensando por que o vocalista estava me chamando pelo apelido.
- É... – ele vira o bloquinho e lê meu nome – Isso, Jessy... – não é por nada não, mas ele está fingindo tão bem que eu estou começando a achar que ele realmente não se lembra de mim.
- Cara, você usa muito laquê! – Bill ri da Patty – Acho seu cabelo muito estiloso! Não só o cabelo, você no geral é uma figura!
- Valeu...
- Deveria ter mais homens assim... – ela diz pensativa.
- Ah, é?
- Isso, você é tão macho que tem coragem de usar maquiagem e esmalte! – uma fã diz.
- Tem que ser muito macho mesmo! – Patrícia concorda.
- Ah! – ele ria.
- Ainda bem que você não é gay!
- Patrícia!
- Que? Tsc. – ela não liga – Já pensou no desperdício?
- Você tem que ouvir cada coisa de fã... – digo cutucando-a.
- Não, está tudo bem!
- Sei não, não dá confiança a ela se não já era!
- Sabe, já vi a Jessyca arrumar briga com playboyzinho por falar que você parecia uma mulher...
- Coitado, vai demorar para ele poder voltar a sentar normalmente. – Andrew diz.
- Patty, Andrew! Argh, não liga para eles não Bill!
- Oi, oi... – Tom tira o bloquinho da minha mão – Seu nome, amor...
- Haan... Jessy. – digo virando para ele.
- Jessy? – ele pergunta segurando a caneta, talvez pensando se eu seria a Jessy dos e-mails.
- É, Jessyca... J-E-S-S-Y-C-A ou J-E-S-S-Y... – soletro calmamente – Pode escolher...
- Bem, meu irmão escreveu Jessy, então eu vou fazer o mesmo.
- Como queira...
- Acho que já te vi em algum lugar... – ele assina e me entrega.
- Er... Talvez.
- AHH! TOM! – Patrícia grita.
- É. – ele responde meio envergonhado – E aê?
- AHH! – ela o abraça e o segurança vem rápido.
- Não, está tudo bem... – Tom diz retribuindo o abraço.
- Caramba, estou emocionada, sério, acordei hoje de manhã crente que ia assistir ao show, voltar para casa e só, mas a Jessy conseg... AI! – eu a belisco – Opa. Esquece...
- Ah, tá. – ele diz dando de ombros, provavelmente achando ela uma louca, o que não é uma perspectiva muito diferente da minha, do Andrew e do resto do mundo – Onde eu assino?
- Aqui! – ela toma o bloquinho da minha mão – Para Patrícia ou Patty... Escolhe, o que soar melhor para você!
- Eu hein... – ele sorri balançando a cabeça.
- A última folha... – Bill cochicha quando passa por mim.
- Hãn? – quando o vejo, já está tirando foto com algumas fãs.
- Cara, Tom, sou muito seu fã! – Andrew diz – Manda muito bem na guitarra!
- Que bom que pensa assim...
- Ah, está dando autógrafo para Patty... Vira a folhinha e assina aí para mim também... Andrew ou Andy... Tanto faz...
- Vocês três estão juntos é?
- É...
- Ah! – ele sorri – Que sorte ganhar o concurso juntos!
- Pois é, que sorte! – Andrew diz com um sorriso torto.
- Tom... – interrompo – Não quero ser grossa, mas é que tenho que pegar o autógrafo com o Georg e o Gustav...
- Claro! – ele entrega o bloquinho para mim.
- Valeu! – puxo Andrew.
- Ele está suspeitando...
- Você acha? – perguntei olhando os autógrafos.
- Acho...
- Hum, tá, tá. Vai lá tirar a Patrícia de perto do Tom, se não ele enlouquece!
- Ah, é... Me espera aqui, quero ir com você até os outros dois!
- Não demora!
Olho a última folha do bloquinho e lá estava. Com uma letra escrita as pressas, ele pediu para que fossemos até o segurança loiro. O procurei e rapidamente vi um topete loiro.
- Achei...
- Vem. – Andrew me puxa.
- TOOOOOOOM! – Patty grita.
- Que mico. – digo bufando.
- Nem me diga!
Acho que Bill realmente os convenceu, afinal não tocaram mais no assunto.Fomos até Gustav, pegamos autógrafos, tiramos fotos... Aconteceu o mesmo com Georg, foi quando Andrew bronqueou duramente, me culpando por não ter tirado foto dos gêmeos Kaulitz.
- Que? A culpa é sua! Você deveria ter me lembrado!
- Aff... Agora é só o que me faltava! – bufei cruzando os braços.
- Eu hein, era eu que tinha que falar isso!
- Patrícia não está em suas plenas faculdades mentais por conta da presença do...
- TOOOOOM! – Patty choraminga – Olha, ele está ali, podemos tirar as fotos com ele e com o irmãozinho!
- Isso!
- Certo, sei onde podemos pegá-los no ato!
- Onde? – Patty pergunta.
- Bem ali. – Andrew aponta. Vejo Bill olhar para mim e, sutilmente, balançar a cabeça em direção ao segurança.
- Por aqui... – digo andando.
- Tomara que tenha razão.
- Fiquem aqui! – digo e vou até o segurança, rapidamente ele diz que já haviam lhe avisado e até riu falando que eu estava demorando tanto que chegou a pensar que Bill tinha avisado a ele e esquecido de falar comigo.
Chamei Patrícia e Andrew e fomos andando até o camarim deles.
- Eles já estão vindo! – o segurança fecha a porta e nos deixa a sós.
- Puta merda! Como conseguiu isso?
- Muito fácil Andrew, meu ‘amiguinho’ pode fazer isso!
- Aquele segurança é o seu amigo?
- NÃO!
- Por que o espanto, ele é aceitável! – Patty diz.
- Credo! – Andrew diz.
Cinco minutos se passaram. Patrícia, sentada na cadeira onde provavelmente os rapazes eram maquiados, mexia com uma corrente fina que estava na estante... Andrew, sentado ao meu lado no sofá, brincava com uma garrafa com um restinho de água... Eu apenas olhava a impaciência deles. Os dois já haviam me perguntado o que faríamos quando os quatro rapazes entrassem e eu só respondi que não sabia.
De repente a porta é aberta com força, Tom abriu a porta, mas entrou de costas para nós, ele falava algo para o irmão, que ria.
- Jessy! – Bill sorri – Steve pensou que eu nem havia te avisado para vir para cá! – ele me abraça.
- Patrícia, Andrew, eu queria fazer surpresa e lhes apresentar Bill Kaulitz, mas vocês já o conhecem... E como prometido, o viram o show inteirinho.
- Que? Você o que? Ai, meu Deus. – ela suspira encarando-os.
- P-prazer.
- Pois é, rapazes, essa é minha amiga Jessyca Vallori... – ele me abraça pela cintura.
- Prazer. – eles dizem em uníssono.
Será que isso vai dar certo? É o que eu fico me perguntando constantemente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Danii
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 888
Idade : 21
Localização : Piracicaba/SP
Data de inscrição : 03/11/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Amigos

MensagemAssunto: Re: - E-mail...   Sex Abr 02, 2010 8:21 pm

é impressão minha ou essa Paty tem alguns parafusos a menos??
kkkkk
Tom com medinho da Paty foi iláriooo
Hum ta rolando climinha entre a Jessy e o bill!!!!

continua!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Linne Kaulitz
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 1085
Data de inscrição : 18/10/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: - E-mail...   Sex Abr 02, 2010 8:29 pm

HSAUSHUASHS
é impressão minha ou essa Paty tem alguns parafusos a menos??²
Continuaa
Voltar ao Topo Ir em baixo
victoria
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 2274
Idade : 20
Localização : São Paulo,SP
Data de inscrição : 01/05/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: - E-mail...   Sex Abr 02, 2010 9:02 pm

Citação :
é impressão minha ou essa Paty tem alguns parafusos a menos??
kkkkk
Tom com medinho da Paty foi iláriooo
Hum ta rolando climinha entre a Jessy e o bill!!!!

continua!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Biaah *
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 991
Idade : 20
Localização : Sampaa
Data de inscrição : 25/03/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: - E-mail...   Sex Abr 02, 2010 10:18 pm

Paty ? Tom ? ri alto
Climinha entre Bill e Jessy ?

Continua!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Patty Back
Admin
Admin


Número de Mensagens : 4279
Idade : 22
Localização : Curitiba
Data de inscrição : 24/10/2008

Minha ficha
Como conheceu o fórum?:

MensagemAssunto: Re: - E-mail...   Sex Abr 02, 2010 10:37 pm

SJDLQBFKHDSBKCB\SDYQVGFKJHDRLBSFCDUAJDFBJDBFHDGFHDVHVFHDVCDVGUFDS
estou rindo muito! que baita confusão, euhein. rs
nanananananão, comecei mal. tom me acha louca Ç.Ç
jessy querida, bill não será apenas seu 'amiguinho', posso apostar XDDDDDDDDD

posta mais sua sumida x.x
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.flickr.com/photos/trishback
Carol Bublee
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 1019
Idade : 20
Localização : Três Lagoas - MS
Data de inscrição : 25/08/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Amigos

MensagemAssunto: Re: - E-mail...   Seg Abr 05, 2010 2:23 pm

Ah cara, adorei a Patty! Certeza, nós somos bem parecidas! KKK

Mais viu!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.miss-scd.blogspot.com
kyaa.ximenes
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 655
Idade : 22
Localização : brasília (:
Data de inscrição : 03/04/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Amigos

MensagemAssunto: Re: - E-mail...   Sex Abr 23, 2010 5:43 pm




Novamente o silêncio constrangedor que aparece quando estou com ele, o que me deixa mais nervosa e encafifada a respeito de tudo isso. Gustav e Georg estavam visivelmente surpresos... Quem esperaria uma amiga ignota do seu companheiro de banda no camarim após um cansativo show? Tom, no entanto, parecia esperar por isso.
- Hahaá, finalmente... Passei a tarde toda a sua caça, Jessyca. Você atendeu ao meu telefonema, esteve no hotel com o meu irmãozinho e ainda sim conseguiu escapar.
- Ela esteve tão perto e você não a viu! – Bill diz sorrindo vitorioso.
- Como assim?
- Você esbarrou em mim no saguão, parecia nervoso...
- Ah, claro, no saguão... Você era a garota de vermelho! – concordei com a cabeça – Belas pernas! – ele dá uma piscadela – Sabia que te conhecia de algum canto quando dei o autógrafo!
- E você já estava suspeitando...
- Um pouco. Jessy... – ele diz como se refletisse – Suspeitei primeiro por causa do seu nome, depois seus dois amigos... Não lembrava o nome deles, mas uma Jessy com dois companheiros era muita coincidência! – ele dá de ombros – Mas como Bill não se animou, não sorriu mais do que o normal, não comentou nada comigo, achei que não era você... É maninho, tenho que prestar mais atenção, você está começando a pegar o espírito da coisa.
- É isso que dá subestimá-lo! – Georg diz.
- Isso mesmo, tome cuidado comigo, Tom!
- Isso está realmente acontecendo? – Patrícia cochicha.
- Oh, sim, está sim! – digo apertando sua mão.
- Vamos lá Patrícia, não quer apertar meu irmão de novo? – Bill sorri como se isso fosse um tipo de vingança-não-tão-maligna.
Depois que Patty sufocou Tom em um carinhoso abraço, eles juntaram as coisas. Depois de uma multidão de fãs pedindo autógrafo, os quatro nos encontraram logo na saída deserta. Caminhando até o estacionamento onde estava a van, o ônibus e tudo mais, viemos conversando sobre o show, sabe aquelas curiosidades de artistas... Como foi, se nós havíamos gostado, se o Tom estava suficientemente sexy tocando guitarra... O de sempre.
- Oh sim, maravilhoso! – digo para Tom.
- Mas sabe, você poderia experimentar tirar a camisa... – Patty diz despreocupadamente fingida – Ah, só para descontrair! – dou-lhe uma cotovelada – Ai, vocês adoram me agredir!
- Não, só quando você diz besteira...
- O que corresponde a 97% do tempo que está acordada... – Andrew diz.
- E os outros 3% você está calada! – completo.
- Quando não está falando dormindo...
- Eu não acredito que vocês estão me envergonhando na frente deles!
- Não, tudo bem, não se incomode, está sendo divertido! – Tom diz recebendo uma encarada de Bill – O que é?
- Nada.
- Sabe, vocês estão sendo tão... Naturais... – Gustav diz – Normalmente as pessoas piram...
- O que? Do que você está falando? Patrícia é totalmente pirada! – Andrew diz.
- Você me entendeu...
- Tá. Olha, Jessy já esteve com Bill, eu sou normal e Patty tomou os remédios... – Andrew diz e Patty faz cara feia – Ok, ela não os tomou, mas deveria, eu já até sugeri alguns...
- Me sugeriu os que você usa! Se não faz efeito em você, por que fariam em mim? – ela diz de braços cruzados, todos riem.
- Não tente, a problemática e alvo da vez é você...
- Eu sempre sou o alvo!
- Oras, para mim está bom o jeito que ela é! – digo.
- Pra mim também! – Tom diz sorrindo, todos olham para ele, que fica com vergonha – Ah, olha, ali está a van! – ele aponta – Vamos logo, estou com fome!
- Huuuuuum, Tom mudando de assunto? Pode significar alguma coisa! – digo baixo para Patty.
- Ei, nada de fofoquinhas! – Georg diz.
- Oh, claro, é que eu e Patrícia estamos combinando em quais sites vamos postar essa nossa experiência de hoje... Gosto do site da Rússia, parece que são mega fãs!
- Ah, o site do Brasil também parece bom, temos que divulgar lá também! Uma conhecida minha pode nos ajudar com as traduções! – Patrícia brinca.
- Certamente postarão no site inglês! – Andrew diz sorrindo.
- Para de brincar, isso é sério! Se fizerem isso se arrependerão! – Bill diz.
- Relaxa bobão, é só palhaçada, eles jamais fariam isso, certo? – Tom pergunta.
- Certíssimo! – Patty responde.
- Legal. – eles dizem.
Fomos de van até o hotel, lá eles decidiram ir logo a um restaurante, já que Tom reclamava de fome. Bill dizia que não era possível tanta fome, todos haviam comido no mesmo horário, mas só Tom estava inacreditavelmente esfomeado.
- Pode ser lombriga. – Patty diz de implicância.
- Que?
- Pode sim, concordo com a Patrícia! – Gustav diz.
- Cala a boca, não tem nada a ver! – Tom diz vorazmente.
- Nunca se sabe! – Andrew dá de ombros.
- Não, Tom, Patrícia está certa, meu tio uma vez teve lombriga! – digo também de implicância.
- Não é lombriga!
- Tem razão, pode ser tênia! – Bill entra na brincadeira.
- Hãn?
- A gente está brincando seu bundão de merda! – George diz.
- Idiotas! – ele fecha a cara, mas logo abre um grande sorriso – Chegamos!
- Meu Deus, ele só pode ter puxado isso do nosso pai! – Bill diz revirando os olhos.
Tom abre logo a porta e vai pedir para a recepcionista mais três lugares a mesa. Bill desce e me ajuda a fazer o mesmo. Depois que os outros desceram fomos juntos, diferente de Tom, até a mesa reservada. Quando a comida chegou Tom me olhou por algum tempo, cheguei até a ficar assustada.
- Aconteceu alguma coisa?
- Você é aquele tal de ‘alguém’, não é?
- Que? – pergunto.
- É. – Bill responde.
- Hãn?
- O alguém que disse que ‘Humanoid’ tem um som mais ‘entoado’... – Tom diz riscando as aspas no ar.
- Espero que esteja satisfeita, Jessyca, eu estava afim de tocar ‘Ich Bin Da’! – Gustav diz fingindo desgosto.
- Esquece ele. – Georg diz.
- Espero que esteja feliz, David falou um bocado por causa desse desejo de última hora do Bill! – Tom diz.
- David? E-ele vai vir? – Patty pergunta.
- Não. Algo errado?
- Não! – ela responde rápido.
- Tá, de qualquer jeito ele não pode fazer nada mesmo. – Bill dá de ombros.
- Eu sei, só queria ver se ela se sentia culpada. – Tom diz – Parece que não funcionou...
- Não mesmo, Bill faz as coisas porque quer, não fui eu quem o mandou fazer isso!
- Exato! – Bill concorda.
- Mudando de assunto, por que diabos vocês resolveram parar de comer carne?
- Simples, nós amamos os animais então...
- Que coisa mais gay! – Tom diz – ‘Nós amamos os animais’! Fala que nem macho, poha! Porque estávamos com vontade, ponto!
- Que grosseiro! – Bill e eu falamos.
- Foda-se! – ele dá de ombros e bebe um pouco de vinho.
- Credo. – digo.
- Vai se acostumando, ele fica assim quando fica mais alegrinho... – Bill diz.
- Percebi, você viu quantas taças de vinho ele tomou?
- Nem conto mais.
- Certo, perdoe-me pela grosseria... Caham! Nós paramos de comer carne por ser melhor para nós por causa do nosso sentimento para com os animais!
- Nossa, que mudança.
- Tom, chega de vinho para você! – Bill tira a taça dele.
- Aff, você sempre acabando com a minha alegria...
- Chega!
- Certo, certo...
- Ei, nenhum fã está aqui? Estranho. – digo.
- Ah, nossos seguranças deram um jeito... – Gustav disse.
Continuamos a conversar. Passou o jantar, passou a sobremesa e, com tanta alegria, nem vimos que a hora de fechar o restaurante também já havia passado. Então, gentilmente nos deram 15 minutos para nos retirarmos. Mesmo com os segundos contados continuamos a conversar despreocupadamente, sem nem ligar para os garçons impacientes.
De repente Bill se levantou e nem se quer mencionou se ia ao banheiro ou não. Por trás da cabeça do irmão, que estava do outro lado da onde nos sentamos, ele fez um sinal com a cabeça. Não entendi muito bem a mensagem, ele sorriu e fez então um sinal com a mão. Finalmente eu entendi, ele quer que eu o acompanhe.
Devagar me levantei, ninguém percebeu, exceto, é claro minha melhor amiga.
- Aonde você vai? – ela pergunta.
- A-ao banheiro.
- Ah, legal, aproveita pede a conta! – Tom diz.
- Conta? Já pagamos a conta! – Andrew diz.
- Já? – Tom, meio tonto, parece tentar se lembrar – Jura?
- Juro.
- Lembro não... Só lembro do Bill me tomando a taça de vinho e depois eu bebi na garrafa mesmo e... Só.
- É, mas já pagamos, mesmo. – digo por fim.
- Ah, não lembro, juro! Mas lembro de ter beijado a Patrícia!
- Ei! Isso não rolou!
- Não? Ah, eu posso dar um jeito nisso! – ele se inclina, passando por cima de Andrew, para beijá-la.
- Se segura aê, mermão! – Andrew interrompe – Não to afim de ver o beijo de vocês! – ele fala enrolado.
- É só um beijo...
- Eu hein, do jeito que vocês são, sabe-se lá!
- Aff... Ei, será que me servem algo para beber? Sinto que o efeito do álcool está passando... – enquanto o pessoal discutia, eu saio de fininho.
- Você bebeu tanto que eu acho que vai demorar mais um pouco.
Perguntei para um garçom aonde é o banheiro, ele apontou para o local e eu prossegui. Quando estava quase chegando à porta, sou puxada.
- Ai!
- Desculpe. – Bill diz – Não foi por querer!
- Tudo bem.
Ele estava com sua respiração batendo suavemente no meu rosto. Com o olhar perdido, ele segurava minha mão. Olhava o pessoal na mesa quando sua outra mão, antes no meu ombro, escorregou para minha cintura. Diferentemente dele, eu estou sem fôlego.
- O que foi?
- Nada demais, só queria falar com você...
- Algo que os outros não possam ouvir?
- Mais ou menos. É que, bem, veja só, já fomos até expulsos do restaurante! Er, e eu não queria que a noite terminasse assim...
- Assim como?
- Cedo.
- Cedo? Já são... – ele me interrompe.
- Jessy, eu quero dizer que... Que passamos pouco tempo juntos e eu realmente quero ficar mais tempo perto de você!
- Huum, direto ao ponto senhor Kaulitz! Realmente me pegou de surpresa...
- Ah, entendi, deixa... – ele se afasta.
- Quer passar mais tempo comigo? – perguntei com um sorriso maroto – Temos que nos livrar deles!
- Que?
- Com licença. – chamo um garçom – O senhor poderia me arranjar um guardanapo e uma caneta?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Patty Back
Admin
Admin


Número de Mensagens : 4279
Idade : 22
Localização : Curitiba
Data de inscrição : 24/10/2008

Minha ficha
Como conheceu o fórum?:

MensagemAssunto: Re: - E-mail...   Sex Abr 23, 2010 6:26 pm

O QUEEEEEEEEEEEEEEEE?! Bill é tão perfeitinho que me deixa sem ar! *-*
aahn, um tempo sozinhos? vão jogar cartas? HAHAHAHAH q
meu, minha imagem de boa moça está se deteriorando nessa fic! mas adoro meu jeito 'despojado' de ser xD e todos me amam, fala sério. OASHAOSHOAHSOHSOAHSOHASOAHSOHASOHAOSHAOSHOAHS
coooooooontinua logo kyaa, porque você sabe, me deixu muito curiosa!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.flickr.com/photos/trishback
Biaah *
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 991
Idade : 20
Localização : Sampaa
Data de inscrição : 25/03/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: - E-mail...   Sex Abr 23, 2010 8:07 pm

Bill tão lindoo!
Tom e vinho, não combina, só sai putaria!
Patty, coitada, sempre é a "vítima"...
Continuaa, que a curiosidade ta intensa aqui!
Voltar ao Topo Ir em baixo
victoria
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 2274
Idade : 20
Localização : São Paulo,SP
Data de inscrição : 01/05/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: - E-mail...   Sex Abr 23, 2010 9:30 pm

Patty Back-K escreveu:
O QUEEEEEEEEEEEEEEEE?! Bill é tão perfeitinho que me deixa sem ar! *-*
aahn, um tempo sozinhos? vão jogar cartas? HAHAHAHAH q
meu, minha imagem de boa moça está se deteriorando nessa fic! mas adoro meu jeito 'despojado' de ser xD e todos me amam, fala sério. OASHAOSHOAHSOHSOAHSOHASOAHSOHASOHAOSHAOSHOAHS
coooooooontinua logo kyaa, porque você sabe, me deixu muito curiosa!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Maggie Skeleton

Fã


Número de Mensagens : 266
Idade : 25
Localização : Curitiba RockCity
Data de inscrição : 25/11/2008

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: - E-mail...   Dom Abr 25, 2010 3:32 am

Ahhhhhh.
O Bill é puro amor ♥
E, caramba!
Quero ver ele à pedindo em namoro.Vai ser tão cute
fofa2
Voltar ao Topo Ir em baixo
Miilena
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 303
Idade : 23
Localização : Rio Grande Do Sul
Data de inscrição : 03/04/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: - E-mail...   Ter Abr 27, 2010 11:45 pm

Leitora nova!
aah Bill é um amor!
o que eles vão faze? huum Razz
continua logo Kyaa, tá muito booa Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://twitter.com/#!/Milenaknop
Carol Bublee
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 1019
Idade : 20
Localização : Três Lagoas - MS
Data de inscrição : 25/08/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Amigos

MensagemAssunto: Re: - E-mail...   Qua Abr 28, 2010 4:18 pm

Aih que coisa fofaaa!
Mais Kyaa!
Quero saber qual dos jogos de tabuleiro eles vão jogar... safado
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.miss-scd.blogspot.com
kyaa.ximenes
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 655
Idade : 22
Localização : brasília (:
Data de inscrição : 03/04/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Amigos

MensagemAssunto: Re: - E-mail...   Qua Maio 05, 2010 9:34 pm




Correndo que nem loucos na rua, nós riamos e pulávamos. Escapamos pela porta dos fundos deixando apenas um recadinho no guardanapo. Bill parece realmente contente com a ideia, mas está apreensivo com a falta de segurança.
- Gosta de ficar andando com homem atrás de você, é?
- Hahaá, engraçadona!
- Para Bill, eu só estou brincando!
- Eu sei! – ele me abraça – Você é espirituosa! – ele fala debochado, no mesmo tom que Adam usou.
- Er...
Lembro da ameaça de mais cedo. Na verdade não quero nem pensar nisso. Quero me livrar desse peso, mas não vou contar nada do Tokio Hotel para Adam, nada! E também nem pretendo contar nada do Adam para o Tokio Hotel. Mas... Será que Adam realmente vai voltar para cobrar, para cumprir a ameaça?
- Jessyca?
- Hãn?
- Você está bem?
- Estou sim.
- É que você está tão distante...
- Ah, não é nada demais... Só estava pensando em quem vai controlar o Tom, coitado do motorista da van!
- Ah, pelo menos tem motorista! Se não tivesse ele ia querer dirigir!
- Não o conheço bem, mas parece realmente uma coisa que ele faria.
- É. – ele ri – Qualquer coisa irresponsável é uma coisa que ele faria!
- Que exagero!
- Jessy, como nós vamos voltar?
- Já quer voltar? Ahhhhh!
- Não, não... Só estou perguntando... Podemos pegar um taxi, né?
- É, mas podemos pegar o metrô também...
- Agora? Está tão tarde.
- Eu sei, mas fazer o que? Bem ali, vem! – o puxo.
Corremos para as escadas. Desci correndo e pulei as roletas. Bill me olhou sério, um olhar de reprovação.
- Você poderia ter feito isso?
- Não, mas ninguém vai me prender por isso... Até porque nunca tem guarda nenhum nesse horário...
- Certo, certo, mas que fique bem claro que estamos errados!
- Para de bancar o certinho e vem logo! – reviro os olhos.
- Tá. – ele se apóia e pula a roleta – Jessy, já que tocou no assunto do horário... Passa metrô há essa hora?
- Sinceramente, não sei... Acho que sim.
- Passa e provavelmente essa será a última vez da noite. – um cara diz coçando o queixo.
- Viu só? Demos sorte! – digo.
- Ai, ai. – ele suspira.
- Já se arrependeu?
- Que? Não!
O metrô chega. Entramos apressados e nos sentamos logo.
- Ai, eu estou um caco! – digo toda largada no banco.
- Ah, tá... E quem foi que fez um show hoje?
- Sei não. Você? Oh, meu Deus, você é Bill Kaulitz, por um momento pensei que fosse apenas um cara normal! Fui enganada! Onde pego meu dinheiro de volta?
- Para com isso! – ele se ajeita no banco e faz sinal para o cara que estava sentado na nossa frente.
- Você está paranóico!
- Você não sabe como é ter loucos homicidas na sua cola.
- Certo, certo, mas Bill, você acha que eu não estou cansada? Fiquei duas horas gritando direto, pulando e sacudindo Patty! – ele apenas riu.
- Me diz, vamos passar perto do meu hotel?
- Que? Ah é, esqueci de te falar... Olha, para ir para o seu hotel, você desce n...
- Deixa, eu desço com você e pego um taxi.
- Tá legal... Como preferir.
Depois de um tempo de silêncio eu pensei em chamá-lo para passar a noite na minha casa, mas meu sofá é muito desconfortável e comigo ele não dorme, então deixei para lá, mas se bem que ter Bill Kaulitz na... IHHHH! Volta à realidade, Jessyca tolinha! Conversamos mais um pouco então descemos, ele me acompanhou até a entrada do prédio. Paramos, então me lembro de tirar a dúvida que queria.
- Bill, você disse que não queria que o Tom me conhecesse lá no hotel, certo?
- Certo.
- Então, eu queria saber qual é a diferença de algumas horas... Quero dizer, não fomos apresentados no hotel, mas algumas horas depois você nos apresentou sem nenhuma relutância.
- Huum, Jessyca, eu precisava ter certeza de três coisas... Primeiro que você não era uma maluca.
- Ah, e o que concluiu?
- Que você é perfeitamente normal... Na medida do possível... – ele sorri.
- Certo, e a segunda coisa?
- Bem, lembra que em um e-mail você me perguntou a verdade e tudo mais?
- Aham.
- Andrew disse que você estava gostando de mim... Essa era a segunda coisa...
- Checar se eu sou afim de você? Não é por nada não, mas você é o meu ídolo e isso dificulta sua análise... – o olhei sorrindo.
- É, o que me fez não conseguir uma conclusão e pular para a última...
- Uhm, parece bom... – digo com as mãos na cintura.
- Naquele mesmo dia, se não me engano eu mandei um e-mail para vocês dizendo que... – ele espera que eu continue.
- Que... – fiz um esforço – Sentia muito e que não poderia ter me contado, não foi?
- Foi, mas eu estou me referindo ao que eu falei sobre lhe corresponder...
- Hãn?
- Sim, se bem me lembro eu havia escrito ‘Também gosto de você’...
- Ah, sim, mas ‘gostar’ é tão vago, não acha? – comecei a ficar um pouco nervosa.
- Talvez, queria ter deixado um pouco mais explícito...
- Aham... E o que concluiu dessa última? – perguntei séria, mas quase roxa de nervoso.
- Talvez o que eu concluiria na segunda coisa... Que eu sou um otário e que perdi minha chance...
- Hum... – ri da conclusão – Bem, acho melhor você ir, o pessoal deve estar preocupado. – digo já suando frio.
- É você está certa... Talvez eu deva ir...
- Tchau. Até depois. – digo já dando um passo para trás, ele ficou parado.
De repente uma mão sua está na minha cintura, com a outra ele puxa meu braço. Seus lábios selaram os meus pela primeira vez. Minhas pernas balançaram de nervosismo e borboletas voaram livremente pelo meu estomago como se eu nunca houvesse beijado alguém. Não sei como descrever, seu beijo parecia tão apaixonado, mas nem ao menos nos conhecemos direito.
- Por obséquio você pode me dizer o que te deu na cabeça? – perguntei ofegante.
- Se não fizesse agora, sinto que jamais faria...
- V-você é um cara totalmente sem limites!
- Desculpe... Não faço mais, na verdade se quiser eu sumo da sua v... – o interrompo com um beijo – Certo, estou confuso...
- E-eu também...
Quando dei por mim estava tentando abrir a porta enquanto Bill beijava meu pescoço. Meus dedos trêmulos tentavam enfiar a maldita chave na fechadura, mas seus beijos e carícias não me deixava nem ao menos me concentrar. Quando acertei aquele execrado buraquinho, girei a maçaneta e empurrei a porta já me virando para ele. Sutilmente, Bill empurrou a porta, fazendo um barulho alto... Tá, talvez ele não tenha sido tão sutil, mas que diferença faz?
Rindo nós passamos pela sala, pelo curto corredor e quando chegamos ao quarto recomeçamos a nos beijar. Ele tirou o casaco enquanto eu tirava o meu, Bill tirou minha camiseta. Nos jogamos na cama.
Meu Deus, isso é totalmente insonhável. Eu estou gostando, mas está tão errado. Não nos conhecemos direito e já estamos indo para cama? E se ele estiver confuso, não sei... Eu gostava dele antes de saber quem ele era, mas será que ele não vai se arrepender depois? Ahh, eis a dúvida...
- Bill, não sei se isso está certo.
- Que? Do que está falando?
- Talvez possamos estar sendo precipitados...
- Jessyca, não estou confuso, se é o que te incomoda, nunca tive tanta certeza de uma coisa! Eu quero você!
- Bill, não sei... Estamos nos adiantando um pouco, não acha?
- Não. – ele para de beijar meu pescoço e me encara – Você acha, né?
- Bill, eu...
- Deixa, e-eu não sei... Só achei que... Esquece. – ele se levanta e pega o casaco.
- Você entendeu errado!
- Não, Jessy... Eu entendi muito bem e perdoe-me por isso.
- Bill, cala a boca e me escuta.
- Jessyca, está na cara que você acha que, porque eu sou um cantor e você uma fã, não vai dar certo... – ai, merda, o que eu fiz? Era só uma simples pergunta, corrige, corrige – Mas você está errada, entre nós é diferente, nos conhecemos às escuras, não tem essa de confusão... Pelo menos não para mim... Ainda acho que está errada.
- Então, prova que eu estou errada, Bill. – tento reverter a situação.
Primeiro ele me encarou, com o pouco da luz da Lua que entrava pela minha janela pude ver um sorriso em seu rosto. Ele veio até mim e me abraçou.
- Jessy, não quero que se arrependa.
- Não vou, só precisava saber que se você realmente gosta de mim... O que eu não quero é que você se arrependa... Ou que no fim acabemos magoados.
- Que bobagem... Isso não vai acontecer, vamos ficar juntos.
- Uhhm... Isso soa bem.
Ele riu fraco e recomeçou com as carícias. Ele tirou a blusa e, apesar do frio da noite, ele estava quente. Aos poucos suas mãos foram descendo. Apenas com seu toque suave e quente eu começava desde já a sentir prazer. Quando ele se pôs por cima de mim, senti um calafrio subir pela minha espinha.
Já posso senti-lo. A melhor sensação que já tive. Seus movimentos começaram a se intensificar e aos poucos começamos a gemer de prazer.
- Jessy, fica comigo? – ele cuchichou.
- Eu já sou sua, Bill.
- Eu te amo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Biaah *
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 991
Idade : 20
Localização : Sampaa
Data de inscrição : 25/03/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: - E-mail...   Qua Maio 05, 2010 9:47 pm

Owwm que meigo!
Ah noite vai ser boa, pra eles! Twisted Evil

Continuaa!
Voltar ao Topo Ir em baixo
victoria
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 2274
Idade : 20
Localização : São Paulo,SP
Data de inscrição : 01/05/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: - E-mail...   Qua Maio 05, 2010 10:52 pm

Biaah * escreveu:
Owwm que meigo!
Ah noite vai ser boa, pra eles!

Continuaa!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Patty Back
Admin
Admin


Número de Mensagens : 4279
Idade : 22
Localização : Curitiba
Data de inscrição : 24/10/2008

Minha ficha
Como conheceu o fórum?:

MensagemAssunto: Re: - E-mail...   Qua Maio 05, 2010 11:10 pm

AAAAAAAAH PEGAÇÃO PEGAÇÃO!
eu gosto disso Razz
que o bill ama ela isso todo mundo já sabia! continua logo, sua coisinha coisada!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.flickr.com/photos/trishback
Carol Bublee
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 1019
Idade : 20
Localização : Três Lagoas - MS
Data de inscrição : 25/08/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Amigos

MensagemAssunto: Re: - E-mail...   Qui Maio 06, 2010 4:40 pm

OMG! Que fofo! Apesar dos anos parado parece que Bill sabe direitinho como conduzir uma mulher...
Ele é um verdadeiro principe!
Ah, que meigo³!

Continuaaa!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.miss-scd.blogspot.com
kyaa.ximenes
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 655
Idade : 22
Localização : brasília (:
Data de inscrição : 03/04/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Amigos

MensagemAssunto: Re: - E-mail...   Qui Maio 20, 2010 8:54 pm



Abri meus olhos devagar. Sinto sua respiração e sua mão me envolvendo em um abraço. Nossas roupas estão no chão e as lembranças da noite anterior, ainda frescas na minha cabeça. Suspirei sorrindo. Nem acredito no que aconteceu. Jamais imaginei que uma amizade na internet pudesse resultar nisso... Quer dizer, no fundo sabia que poderia acontecer se realmente fosse um homem atraente, mas não com o correspondente que na verdade é. Bem, Bill Kaulitz? Achei que seria totalmente improvável desde que nos conhecemos pessoalmente na frente do restaurante.
Ele me abraça mais forte. Nããão, não é possível que seja ele. Estou sonhando. Só pode.
- Bill?
- Huuum...? – certo, é verdade.
- Quer que eu faça café? – pergunto sorrindo, feliz da vida.
- Por favor, eu agradeceria muito.
- Tá, então eu faço. – digo me virando para ele.
- Estou tão feliz. – ele diz sorrindo.
- Por causa de um café?
- Engraçadinha... – ele ri e me dá um beijo – Por sua causa.
- Ah, eu sabia... Só não queria ser muito convencida! – depois de alguns segundos, termino – Também estou feliz, adoro café. – ele revira os olhos – Uh, acabei com o clima!
- Totalmente.
- Desculpe. – digo rindo.
- Bem... – ele me dá um selinho – Acho que vou tomar um banho.
- É bom mesmo. Sabe, não seria uma má ideia se você ligasse para o seu irmão, pelo menos.
- Aff, esquece ele. – ele revira os olhos.
- Ai, ai, foi mau, só pensei que seria bom avisar. – me sento na cama e pego uma camisola minha que estava pendurada na cabeceira da cama.
- O banheiro é ali, né?
- Sim. – respondo coçando a cabeça.
Ele vai tomar banho e eu vou para a cozinha. Passando a mão no cabelo, começo a preparar o café. Pó, água quente, que bom que tenho cafeteira. Puxo do armário um pacote de biscoito para não ter de tomar o remédio para dor de cabeça de estômago vazio. Enfio um biscoito na boca e com dificuldade começo a mastigar. Vou até a sala, minha chave estava no chão perto da porta. Foi quando dei de cara com uma figura na minha porta semicerrada.
Na mão ela segura meu sutiã rosa, o meu favorito devo dizer. Está de óculos, cabelo preso, braços cruzados e com um ar não muito agradável. Fiquei realmente surpresa de vê-la aqui... Bem, jamais esperava que eu levantasse da cama e que minha amiga estivesse na sala. Engasgo com o biscoito de chocolate.
- U quê voxé tá fasendu aque? – pergunto de boca cheia, engulo aos poucos – Há quanto tempo você está parada aí?
- Huum, não muito. – Patrícia responde – Mas já faço uma ideia do que ocorreu por aqui... Aliás, já sei muito bem o que ocorreu aqui. – ela me joga o sutiã.
- Aff. E o que tem se eu e o Bill transamos? – pergunto dando de ombros.
- Não tem nada. – ela diz sorrindo – Só queria te dar os parabéns, eu não consegui nada com o Tom.
- Ok, estou feliz por você não tentar enfiar o salto na minha goela, mas ao mesmo tempo estou surpresa e confusa.
- Por que amiga? Ele é um bofe T-U-D-O! – ela ri.
- Ceeeerto, agora você tem que ir! – a empurro para fora – Ei, como você entrou?
- A porta estava destrancada... Foi tão empolgante assim, Jessy?
- Foi. Er... Me diz, você ficou muito tempo aqui?
- Não, você apareceu assim que eu peguei seu sutiã. Relaxa, não vi a rapidinha matinal! – ela dá uma piscadela – Como foi que seu sutiã veio parar na sala?
- E te interessa?
- Caramba, se o Tom for assim eu tenho que ir para cama com ele!
- Chega! Agora vaaaaaaaai! – a empurro e para fora.
- Tchau, a gente se vê daqui a pouco.
- Cert... Que?
- Falamos disso no jantar de ontem... Um pouco antes de Tom matar uma garrafa de vinho em dois goles.
- Ah, claro, vamos almoçar juntos! Esqueci completamente. Foi mau.
- Tá perdoada.
- Até depois.
- Até. Er, desculpe por isso...
- Pelo o que?
- Pela invasão. Tchaaaaaaau.
Fecho a porta e dessa vez a tranco. Ai, ai, minha amiga é tão engraçada, indiscreta e inoportuna... Essas coisas loucas que a Patrícia faz, já é normal para mim. Amo ela. Maaaaaaas amo muito mais o cara que tá tomando banho ali dentro.
- Jessy? – Bill me chama.
- Siiim?
- Pode usar essa toalha que tá aqui dentro?
- Tá limpa, pode usar.
- Valeu.
Concentrada no meu biscoito, levei um susto quando o telefone tocou.
- Poha, que susto. – bati a mão no balcão e me estiquei para alcançar o aparelho – Alô?!
- Jessy!
- Patty? Você não acabou de sair daqui minha filha?
- Quando eu estava descendo esbarrei com o Adam, disse que está indo falar com você...
- Q-que? – meu coração acelerou – Sabe o que ele quer? – que pergunta besta, EU sei o que ele quer e não gosto nada disso – Eu tinha que ter te contado uma coisa... – ela me interrompe.
- Sei lá o que ele quer...
- Falou para ele que eu estava?
- Não, falei que ainda estava dormindo, por isso voltei...
- Awn, que drogaaaaaaa... Grr. Que bom que disse que eu estou dormindo.
- É claro que eu iria dizer isso, você está com o Bill!
- Bill! – eu disse para mim mesma, com o nervosismo havia me esquecido que ele está no banheiro.
- Que? – ele pergunta atrás de mim. Ah, ele já saiu do banheiro.
- Ahh, Bill... Er, oi. Patty, te ligo depois. – desligo.
- Algo errado?
- É, mais ou menos... – a campainha toca – Fudeu.
- O que foi?
- Nada. – começo empurrando-o para o quarto.
- Não vai atender a porta?
- Não!
-Por que não? – ele perguntou olhando pelo corredor para a porta.
- Bem... – virei seu rosto para mim – Sabe-se lá quem é.
- Talvez devesse olhar pelo olho-mágico.
- Olho-mágico? – nem uso isso, havia me esquecido dessa possibilidade, de qualquer maneira, já sei quem é – Er... Boa ideia. Espera aqui.
- Tá legal. – ele junta as grossas sobrancelhas, confuso.
Aiiiii. O que eu digo para o Bill? ‘Bill, este é o Adam. Sabe, ele está me ameaçando, quer que eu conte um segredo de vocês. E, bem, já que está aqui pode contar algo para ele... Evitamos que esse babaca aloje uma bala na minha nuca!’ Isso não ia dar certo. É lógico que não. E é lógico que eu não apresentaria a caça ao caçador... Sou loira, mas não burra.
Cheguei à porta e me pus na ponta dos pés. Adam está com sua costumeira roupinha apertada. Novamente toca a campainha. Espero que ele vá embora... Logo! Começo a andar para trás, sorrateiramente. Viro-me antes de ir para o corredorzinho e vejo Bill no meio do caminho.
- O que está fazendo? – ele pergunta baixo.
- Praticando o meu moonwalk... – ele me encara – Achei que havia lhe pedido para ficar no quarto.
- Por que estamos falando baixo?
- Ele pode nos escutar. – a campainha toca de novo.
- Ele quem?
- Adam.
- Seu vizinho?
- É.
- O acho insistente, já deveria ter ido embora.
- Talvez tenha percebido que Patty havia mentido.
- Patty esteve aqui?
- Loooooonga história.
- Palhaça... Eu vou à cozinha – pulei em Bill e comecei a beijá-lo.
- Ou você pode ir ao quarto comigo. – qualquer coisa para não dar pistas ao Adam... Não que voltar para o quarto com o Bill seja algo ruim.
- É, acho que o café pode esperar.
Voltamos para o quarto e... Vamos dizer que juntamos a fome com a vontade de comer. Um tempo depois percebemos que a campainha parou de vez.
- Acho que ele desistiu finalmente.
- É, conseguiu despistá-lo. – ele diz respirando fundo.
- Sabe, não queria sair hoje daqui não. – o abraço – Queria ficar em casa com você.
- Podemos ficar. – ele diz rápido.
- Bem que eu queria, mas temos um almoço para ir...
- Ah, é mesmo.
- Podemos voltar rápido, aí assistimos um filme.
- É, pode ser.
- Ligo para o meu irmão como você queria e aviso a ele que não vamos, pedimos algo pelo telefone...
- Não queria que ligasse para Tom por isso... Queria que ligasse para ele só para dizer que está tudo ok... Afinal saímos escondidos e sem segurança...
- É, você está certa. E ele ainda vai querer saber como foi minha noite... – Bill sorri brincalhão.
- Espero que não fale mais do que deve... – aperto os olhos para ele, um olhar nervoso e envergonhado desde já.
- Ah, se falarei mais do que devo, isso você jamais saberá. – ele diz um tanto sombrio.
- Você não faria isso. – digo dando língua.
- Não, não faria, mas tenho certeza que contaria mais do que o necessário para a Patty.
- V-você não sabe de nada. Pega logo esse celular e liga para o Tom.
- Ui, quanto estresse. – ele ri.
- Liga logo. – faço bico.
- Certo, certo... – ele estica o braço para alcançar o celular, mas antes que o pegasse, o mesmo começa a tocar e vibrar.
- Eu hein.
- Tá vendo, você falou tanto que ele me ligou. – Bill diz olhando no visor.
- Deve ter ficado preocupado.
- É, deve. – ele ficou pensativo.
- Atende.
- Tom, hallo! – ele diz sorridente.
- Bill! Weiß nicht was jetzt geschehen ist! (Bill! Não sabe o que acabou de acontecer!)
- Erzählen Sie mich... (Então me diz...) – ele se senta.
- Sie haben von Frankreich angerufen... (Acabaram de ligar da França...)
- Und? (E?)
- Änderung von Plänen, gehen wir jetzt für dort. (Mudança de planos, estamos indo agora para lá.)
- Was? Warum dies? (O que? Por que isso?)
- Etwas ist falsch mit der stage. (Deu algo errado com o palco.)
- Es gibt keine Mannschaft dort? (Já não há uma equipe por lá?)
- Sie uns in einem Problem eingefügt... (Bem, é que nos meteram em uma enrascada...)
- Was kann schlimmer sein? (O que pode ser pior?)
- Wir werden eine andere Schau im Frankreich machen. (Vamos ter que fazer outro show na França.)
- Scheiße. Wann? Ich erwarte, dass das nicht sehr richtig pünktlich ist... (Merda. Quando? Espero que não seja muito em cima da hora...)
- Heute. (Hoje.)
- Ja, viel richtig pünktlich. (É, muito em cima da hora.)
- Kommen Sie hier jetzt! (Venha aqui, agora mesmo!)
- Jene Hölle... (Que inferno...)
- Kommen Sie bald... (Vem logo...)
- Jessy wird belästigt bleiben gehen... (Jessy vai ficar chateada...)
- Sie wird sich lassen gewöhnen... Bringen Sie gut Jessy, können uns wir verabschieden. (Ela terá que se acostumar... Bem, traga Jessy, assim podemos nos despedir.)
- Wenn sie wollen wird... (Se ela quiser...)
- Wie würde sie sich verabschiedet von mir nicht wollen? (Como ela não iria querer se despedir de mim?)
- Sicher. Auf Wiedersehen. (Claro. Tchau.) – ele desligou sério.
- O que houve?
- Temos que ir para o hotel...
- Vou perguntar de novo... O que houve?
- Nos colocaram na merda e agora temos que ir mais cedo para a França.
- Ah... Que pena, achei que ia ficar mais um pouquinho...
- Bem que eu queria, me desculpe.
- Essa é sua vida, né... Não tem porque se desculpar.
- Mesmo assim...
- Veste as calças, vamos para o hotel. – digo indo me vestir.
Bem, vem fácil, vai fácil.
Voltar ao Topo Ir em baixo
annelisek.
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 335
Idade : 23
Localização : Pelotas-RS
Data de inscrição : 20/01/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Outro

MensagemAssunto: Re: - E-mail...   Sex Maio 21, 2010 6:48 pm

hum. tenho a impressão de que coisas ruins estão a caminho ;x

não demora pra postar! beijinhos ;*
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.twitter.com/anneeliise_
Biaah *
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 991
Idade : 20
Localização : Sampaa
Data de inscrição : 25/03/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: - E-mail...   Sex Maio 21, 2010 6:50 pm

Esse cara e a Paty tinha que estragar!
Elas já vão ter que ir pra França!

Continuaa!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Patty Back
Admin
Admin


Número de Mensagens : 4279
Idade : 22
Localização : Curitiba
Data de inscrição : 24/10/2008

Minha ficha
Como conheceu o fórum?:

MensagemAssunto: Re: - E-mail...   Dom Maio 23, 2010 1:55 am

auf wiedersehen - A ÚNICA PALAVRA QUE CONHECIA NO MEIO DESSA AULA DE ALEMÃO. VAI, HUMILHA A GENTE!
-qn

Biaah * escreveu:
Esse cara e a Paty tinha que estragar!
Elas já vão ter que ir pra França!

Continuaa!
O QUEEEE?! olha quem ligou no final do capítulo estragando tudo , com certeza não fui eu!!!! HAHAHAHAHAHHA

tudo bem. stalkers a vista, é froide!
prossiga .
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.flickr.com/photos/trishback
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: - E-mail...   Hoje à(s) 1:16 pm

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
- E-mail...
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 7 de 9Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Alguém daqui está conseguindo mandar e-mail para promoção da MixTv?
» Há como mudar o e-mail de cadastro?
» Sacred Sin + Nocturnal Reveries + Bloodrealm - Side B
» Scarificare
» Blog para baixistas e "afins"

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
TH BRASIL OFICIAL - Fórum :: Fan Stuff :: FanFics-
Ir para: