Fórum Oficial do Tokio Hotel no Brasil - TH BRASIL OFICIAL FÓRUM
 
InícioPortalRegistrar-seLoginIr para o site@THBRASILOFICIALFacebook

Compartilhe | 
 

 Murder - Memórias de um Assassinato.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
lê_kaulitz
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 968
Idade : 23
Localização : Piracicaba/SP
Data de inscrição : 29/12/2008

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Amigos

MensagemAssunto: Murder - Memórias de um Assassinato.   Seg Set 28, 2009 2:43 pm



Nome: Murder - Memórias de um Assassinato.
Autor: Lê_Kaulitz
Classificação: PG+
Capítulos: 1 (One Shot)
Beta: Word
Personagens: Bill Kaulitz, Clarice Kaulitz e as Stalkers
Sinopse:

Como um assassinato pode mudar uma vida?
Para elas, perseguições e ameaças não bastam, enquanto sangue não for jorrado...
Como fazer com um coração ferido, quebrado?
O que fazer com as memórias que assombram sua mente e você não pode esquecer?
O que fazer quando você tem de voltar á casa onde tudo aconteceu, e as memórias automaticamente invadirem sua mente?
O que fazer quando você senti-lo novamente?

“Agora acabou”

Duas palavras, que ficariam por toda a eternidade martelando em minha mente.
Mataram-no, elas o mataram-no, e eu não pude evitar.
Elas Mataram-no com 27 facadas sob o corpo, e escreveram aquilo com o sangue de Bill.



Quando a Psicose toma conta de fãs, o que fazer, fugir?
Enfrentar?
Após 6 anos, você ainda se sente culpada?

Muder - Memórias de um Assassinato.

________________________________

Posto?
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://theunsaidtruths.tumblr.com/
Jully Schäfer
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 667
Idade : 27
Localização : No quarto do Gus \õ/
Data de inscrição : 28/07/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: Murder - Memórias de um Assassinato.   Seg Set 28, 2009 2:45 pm

posta que eu já to aquiiiiiiiiii

\o/
Voltar ao Topo Ir em baixo
Rafa.eela
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 776
Data de inscrição : 09/03/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: Murder - Memórias de um Assassinato.   Seg Set 28, 2009 2:49 pm

Posta siim!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jessica Amorim
Fanática
Fanática


Número de Mensagens : 1729
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 30/05/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Amigos

MensagemAssunto: Re: Murder - Memórias de um Assassinato.   Seg Set 28, 2009 3:32 pm

Posta Sim que eu quero
le.....
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kawanna

Fã


Número de Mensagens : 273
Idade : 22
Localização : Curitiba-Paraná
Data de inscrição : 01/07/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?:

MensagemAssunto: Re: Murder - Memórias de um Assassinato.   Seg Set 28, 2009 4:00 pm

Posta sim floor.
Eu vou ler com certeza!
Voltar ao Topo Ir em baixo
lê_kaulitz
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 968
Idade : 23
Localização : Piracicaba/SP
Data de inscrição : 29/12/2008

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Amigos

MensagemAssunto: Re: Murder - Memórias de um Assassinato.   Seg Set 28, 2009 4:10 pm

Eu não aguentei, e vou postar!!
Essa é a One Shot mais Longa que eu já escrevi na vida!
xD
Espero que gostem!
e LEIAM COM A MUUUSIICAA!

Musica



É um típico dia de inverno aqui em Leipzig, o lago em frente á casa está congelado, e ali posso lembrar das vezes em que eu o Bill patinamos e caímos no gelo.
Olhei a casa, á 6 anos eu não volto, á 6 anos eu deixei tudo aqui, como está, agora não há mais a barreira policial por fora, mas por dentro deve estar a mesma coisa. Ali em frente à porta da casa, pude me lembrar, do que eu pretendia esquecer, esquecer o começo de tudo...

Memories ON

_Não Bill!
_Clarice, eu preciso ir, é meu trabalho, é a minha vida, não posso deixar de trabalhar e de viver só por causa dessas ameaças!
_Bill, por favor, elas ameaçaram nos matar, se não for por você, faça-o por mim, não saia em tour, por favor, se elas fizerem algo contigo eu morro Bill.
_Clarice, elas não irão fazer nada com a gente, por favor me deixa ir!
_vá Bill, vá, não posso te impedir, mas se você for, eu também vou embora, aqui eu não fico mais!
Dito isso vi-o sentar na cama e com a mão sobre o rosto ele deitou sobre a cama e assim ficou, eu desci as escadas, a conversa havia terminado, nosso casamento também...

Memories Off


Fazia um ano que a banda estava recebendo ameaças, e agora que eu e o Bill nos casamos as ameaças se tornaram constantes, outro dia fui verificar o correio e quando peguei as correspondências lá havia uma que me chamou a atenção.

Memories ON

“Senhora Kaulitz, agora devo lhe chamar assim não é?
Já que está casada com o NOSSO Bill.
Se você estava pensando que a sua vida iria ser um mar de rosas se enganou, e se enganou feio, nós tentamos avisar todos vocês, mas vocês nos ignoraram.
Agora é tarde demais, você se casou com ele, e agora minha querida, sofra com as conseqüências.
Preste a atenção em tudo á sua volta, nós estamos aqui, á cada respiração sua ou dele nós iremos ouvir, nós não tivemos ele, e nem você terá.
Ou você morre, ou morre ele.
Cuidado, a morte vos chama.”

_BILL!
As lágrimas tomaram conta dos meus olhos, e ele ainda não chegou e eu tornei á berrar.
_BILL!!
Ele apareceu correndo e me abraçando por trás, sentindo meu corpo tremer.
_Clarice, o que foi meu amor?
Eu me virei e entreguei a carta para ele, que a leu detalhadamente em voz alta.
_elas voltaram Bill, elas estão aqui.
_isso é só um blefe, elas não poderiam estar aqui, tem segurança 24hrs. Por dia Clair, relaxa, vem, vamos tomar um chocolate quente.
Ele me levou até a cozinha, eu me sentei na cadeira, ele começou á preparar o chocolate quente, mesmo não gostando de chocolate ele sabia que isso era um dos meus vícios.
Nossa gata Abby veio em meus pés, quando eu me sentei, peguei-a no colo acariciando seus pelos negros.
_Bill eu não acho que aquilo era um blefe.
_eu acho Clair, vamos ignorar, elas vão parar.

Memories OFF


Entrei na casa.
A primeira coisa que eu vi, foi todos os móveis no Hall de entrada quebrados.
Cheguei até a sala de estar, onde estava tudo, completamente quebrado, não havia nada que pudesse estar inteiro ou intacto, elas quebraram tudo.
E foi ali que eu me lembrei, de um fato marcante.

Memories ON

Estava sentada no sofá da sala de estar, Bill havia saído, ele foi ensaiar com os meninos, estava completamente sozinha, visto que Abby sumiu, quando Bill não estava ela me fazia companhia.
Já fazia uma semana que a gata havia desaparecido, nos primeiros dias Bill e eu procuramos por ela, mas não havia nenhum sinal, então fomos vencidos pelo cansaço e tivemos a conclusão que se Abby quisesse ela voltaria para casa.
A Campainha tocou, eu depositei a xícara de café na mesinha de centro e me levantei, indo atender a porta.
Abri a porta e não havia ninguém.
Havia apenas uma caixa marrom.
Peguei a caixa, e ela estava extremamente leve para ser uma bomba.
A trouxe até a sala, tirei algumas revistas de cima da mesa de centro e deixei a caixa lá.
Fui até a cozinha pegar uma faca para cortar a fita isolante que colava as abas da caixa.
Abri a caixa.
Eu berrei, com lagrimas invadindo os meus olhos, e pude ouvir a porta batendo, e uns passos correndo em minha direção.
_Clarice!
Era o Bill que me pegou quando eu iria cair, minhas pernas enfraqueceram quando eu vi o que havia dentro da caixa.
Achei a Abby.
As Stalkers cortaram a cabeça da Abby, como elas tem a coragem de matar um filhote de gato?
Bill viu a cabeça da Abby na caixa e colocou a mão sob a boca deixando sua expressão traumatizada tomar conta de sua face
_Bill, elas estão aqui.
Havia apenas um bilhete e mais nada

“Acho que matamos a sua Gata”

Memories OFF


Não pude evitar de deixar lágrimas escorrerem sobre minha face.
Sai da sala de estar.
Entrei na cozinha, assim como a sala de estar esta estava destruída.
Lá me lembrei dos bons momentos, de toda a manhã o Bill se levantava e vinha me desejar bom dia com um beijo doce e animado, e depois eu lhe entregava sua xícara de café.
Lembrei-me também, de todos os sorrisos que ele costumava dar, quando me via na cozinha, fazendo alguma refeição, ou algum doce, ou quando eu fazia um bolo de morango que ele tanto gostava, e ele vinha calmamente sem fazer nenhum barulho e roubava os morangos, ou quando ele me beijava loucamente para roubá-los da travessa onde eles estavam depositados.
Lembrei-me dos nossos jantares á dois, onde ele enchia a cozinha de velas e pétalas de rosas vermelhas.
Ou quando os jantares sempre terminavam em algo mais, e muitas vezes sob a mesa.
Lembrei-me de quando nós compramos a casa, e para estrear a cozinha resolvemos cozinhar, tentamos fazer pizzas, mas estas queimaram quando estavam no forno, nós as deixamos queimar, devido nosso deslize sexual sob a pia.
Lembrei-me dos dias em que ele cozinhava e eu costumava lavar a louça suja e ele me ajudava secando a louça e guardando-a, como um casal normal.

Voltei de minhas lembranças.
Sai da cozinha, tinha de subir aos quartos.
Olhei a escadaria, apoiei a minha mão no corrimão e subi o primeiro degrau.
Meio á medo, terminei de subir a escadaria e cheguei até o corredor e onde ainda havia cacos de vidros, flores mortas, fotos nossas pelo chão.
Caminhei pelo corredor escuro, chegando até o quarto, nosso quarto.
Chegando lá, vi nossa cama branca ainda manchada de sangue, e a parede com as palavras que eu queria esquecer.

Memories On:

Depois de nossa discussão, eu resolvi espairecer, sai de casa, se ele não achava perigoso, eu achava, não podia vê-lo morto.
Fui até a casa de meus pais, passando o dia por lá.
Mas foi quando voltei para casa que percebi que algo estava errado.
Corri até a porta da casa, com o coração apertado, vendo que esta fora arrombada.
Olhei a sala de estar e esta estava completamente destruída, então corri para cozinha e vendo que ele não estava lá
_BILL!!
Não ouvi respostas, meu coração estava explodindo, eu estava com medo, muito medo, não, não pode ser...
Subi as escadas ainda gritando pelo seu nome, mas ele não emitia nenhum som.
Cheguei até o corredor, estava tudo quebrado, nossas fotos espalhadas pelo chão, as cortinas voavam com o vento, estava tudo escuro...
Corri até o nosso quarto.
Encontrei-o
_BILL!!
Berrei uma ultima vez, como se ele fosse me ouvir.
Corri até seu corpo deitado sem vida sob a cama.
Debrucei sob o mesmo, chorando, berrando, sentindo a minha vida se esvaziar, junto com a dele.
Havia muito sangue sob a cama branca, ainda chorando levantei minha cabeça, e na parede branca onde estava a cabeceira da cama, com sangue havia duas palavras.

“agora acabou”

Duas palavras, que ficariam por toda a eternidade martelando em minha mente.
Mataram-no, elas o mataram-no, e eu não pude evitar.
Elas Mataram-no com 27 facadas sob o corpo, e escreveram aquilo com o sangue de Bill.

Memories OFF


Foi naquela noite que eu resolvi não voltar para aquela casa, minha vida acabou, acabou sem ele.
Lentamente caminhei até a janela, apoiando minha cabeça no vidro, desejando que tudo isso fosse um sonho, que nada disso tivesse acontecido.
Seu cheiro ainda estava no ar, senti um toque em meus ombros, sabia que ele ainda estava ali, esperando que eu voltasse ao lugar onde nossa vida começou e acabou.
_como é possível um assassinato acabar com nossas vidas?
Não sei, mas é possível.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://theunsaidtruths.tumblr.com/
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Murder - Memórias de um Assassinato.   Hoje à(s) 11:34 am

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Murder - Memórias de um Assassinato.
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Contos Proibidos - Memórias de um PS desconhecido
» Algumas histórias, sobre algumas músicas
» Refrescar a memória...
» Histórias de embalar
» O Amor não tira Férias (dedicada a minha best Deby)

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
TH BRASIL OFICIAL - Fórum :: Fan Stuff :: FanFics :: One Shots-
Ir para: