Fórum Oficial do Tokio Hotel no Brasil - TH BRASIL OFICIAL FÓRUM
 
InícioPortalRegistrar-seLoginIr para o site@THBRASILOFICIALFacebook

Compartilhe | 
 

 [Kaulitzcest] Terceiro Pagamento

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Racquel

Fã


Número de Mensagens : 141
Idade : 21
Localização : Curitiba
Data de inscrição : 10/01/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Outro

MensagemAssunto: [Kaulitzcest] Terceiro Pagamento   Qui Abr 22, 2010 6:49 am

Nome: Terceiro Pagamento
Autor: Racquel ( eu mesma )
Classificação: + 18
Gênero: romance, lemon, A.U
Beta-Reader: eu o/
[Nº de capítulos: único
Terminada ou não: Sim.
Sinopse: Um click em sua cabeça fora ouvido, tirand de seus confusos pensamentos. Não era a hora certa para pensar no outro homem. Não enquanto ele estava procurando por um emprego.

Bom, essa é a última da série Pagamento.

Depois dessa, daqui a algum tempo, irei postar Brincando de médico, kaulitzcest, óbvio. É uma one shot mais ousada, até mais que a viuva e o mordomo, dependendo da pessoa que ler, hehe xD~ Por isso, eu sei que se alguém não gosta e for lê-la, irá me chingar e blá blá blá; mas já estou preparada mentalmente =)

Enquanto isso, fiquem com Terceiro Pagamento.

Boa leitura.

oooooooooooooooooooooooooooooo

O sofá rangeu fortemente ao sentir um corpo cair com tudo sob si. O moreno de dreads olhava distraidamente para a tv ligada, sem prestar o mínino de atenção em qualquer comercial.



Ele estava novamente perdido em pensamentos. Sozinho.



Desde a última noite que tivera com Tom, o mais velho não tinha mais ligado. Uma longa, triste e confusa semana sem a ligação do outro homem. Ele não queria esperar a vida inteira pelo moreno de tranças, já que ele tinha certeza que era para sempre que queria estar ao seu lado. Ele queria ser acordado pelo sorriso divertido que Tom dava. Queria sentir o calor que seu corpo emanava toda manhã. Sentir-se protegido em seu abraço forte. Ele queria, desejava tudo isso. E sabia, tinha certeza, que Tom sentia e queria o mesmo.



Nem ao menos sabia onde era sua casa.



Um click em sua cabeça fora ouvido, tirando-o de seus confusos pensamentos. Não era a hora certa para pensar no outro homem. Não enquanto ele estava procurando por um emprego. O dinhero que sua mãe dera durou apenas alguns meses, e esse era o tempo para arranjar algum trabalho. Mas Bill nem tinha se movido para procurar por um.



Agora, que os dias passaram, o dinheiro estava no fim.



Expulsando toda a preguiça para longe, o mais novo levantou-se em um pulo só, ficando em frente à sua estante, procurando pelo último jornal que tinha comprado



- Empregos...Trabalhos...- Mordeu o lábio ao achar o que precisava. Às vezes ele desejava que não o tivesse encontrando, podendo assim, talvez, conseguir mais algum dinheiro de sua mãe por mais alguns meses. Sentou-se no braço do sofá, cruzando as pernas, apoiando o papel em cima desta. Seus dedos vagavam calmamente por entre as linhas, lendo as propostas de emprego. Tudo parecia tão complexo, confuso. Haviam coisas que Bill nunca tinha pensando em fazer. Suspirou pesadamente, quase desistindo. Mas seus olhos pararam em um pequeno anúncio, vendo-o com curiosidade. Não parecia ser difícil, não mesmo. Sorriu para si, batendo leves palmas. Poderia facilmente ser um empregado doméstico, não? Sim, ele faria. Sorriu mais amplamente ao ler que o dono do local iria pagar à vista logo no primeiro dia.



Ele não podia perder mais tempo. Não queria que ninguém pegasse esse emprego que parecia tão maravilhoso



Caminhou lentamente em direção ao quarto, abrindo de cara seu guarda-roupa. Ele não precisaria ir bem vestido. Pegou uma simples camiseta vermelha, junto com uma calça preta. Uma bota com um leve salto, acompanhado de apenas duas pulseiras, uma em cada pulso. Colocou a mão no queixo, pensativo. Pegou uma de suas bolsas grandes, colocando um avental e um shorts pequeno. Era o que ele iria precisar para fazer uma boa faxina. Desceu as escadas calmamente, dando leves pulos de euforia. Sua mão hábil logo pegaram as chaves, rodando elas no dedo enquanto ia em direção à porta. Fechou-a demoradamente, trancando logo em seguida.



Leu mais uma vez o jornal que estava levando debaixo do braço, vendo que era um apartamento que iria limpar. Suspirou feliz. Normalmente, apartamentos não são grandes. Andava, quase dançando, pelas ruas, cantarolando algo para si. Apreciava sua voz. Era boa, e ele sabia disso. Nem viu o tempo passar e já se encontrava em um grande prédio vermelho escuro. Olhou-o de cima abaixo, antes de ir até o porteiro.



- Olá.- Disse, mostrando um belo sorriso divertido.



- Olá, rapaz.- O porteiro, bem mais velho, respondeu, com o mesmo ar de divertimento.



- Bom, eu gostaria de saber qual o número do apartamento de...- Deu mais uma rápida lida no jornal.- Sr. Trümper.- A informação apenas dizia o sobrenome.



- Sr. Trümper, hein?- Procurou alguma coisa em seu notebook, olhando revezadamente para o moreno.- Posso saber para quê?- Sorriu, mostrando os dentes amarelados.



- Bom, é que eu vi esse anúncio no jornal...- Mostrou-o para o homem.- E estou interessado...



- Oh! Claro.- O mais velho gritou, como se tivesse se lembrado de algo.- Ele me falou sobre isso. Disse algo sobre se alguém aparecesse, era para dar a chave reserva.



- Então, ele não está?- Piscou os olhos infantilmente.



- Ele trabalha de manhã até à noite, por isso não tem tempo.- Procurou uma chave em especial entre todas as outras grudadas em sua parede.- Aqui.- Pegou a que tinha um chaveiro vermelho.- Segundo andar, apartamento vinte e quatro.- Entregou-a nas mãos bem cuidadas do outro.- Boa sorte. Espero que consiga terminar até de noite, antes do garoto chegar. Sabe...Ele é meio desordeiro, mas muito amigo.- Bill sorriu sincero, acenando positivamente com a cabeça. Olhou para cima, vendo os números do elevador ficarem laranjas. Em menos de segundo, este constatou que estava no segundo andar. Procurou cautelosamente pelo apartamento certo, grunhindo ao encontrar.



- Pai amado...- Seus olhos se arregalaram ao ver o estado deplorável em que o local se encontrava. Realmente, o garoto deveria ser um homem solteiro. Não que todos fossem bagunceiros, pois Bill não era. Pelo contrário, ele até gostava de fazer faxina. Deixar tudo organizado. Só que...Ele não se considerava totalmente um homem. Por ele ser gay, talvez isso mudasse em seu comportamento. Bom, ele não sabia dizer o certo. Deu um grito de guerra, logo depois procurando o banheiro e trocando de roupa. Trocou sua calça pelo short minúsculo. Permaneceu com a camiseta vermelha, colocando o avental de faxina por cima. Preferiu retirar os sapatos, seria melhor fazer tudo descalço.



Procurou desesperadamente por algum material de limpeza, aliviando-se ao ter encontrado tudo o que precisaria para o dia. Decidiu começar pelo banheiro. Fez cara de nojo ao constatar que estava em um estado lamentável. Respirou fundo, e, com coragem, venceu a batalha que acontecia em seu interior. Com muito esforço, e muitos palavrões, deixou o local impecável. Bateu com a mão no peito, elogiando a si mesmo por conseguir tal proeza. Se tinha conseguido vencer o banheiro, o resto seria moleza. E realmente foi. A sala foi fácil de limpar, levando-o a apenas colocar as coisas no lugar e retirar o pó que se acumulava nas estantes.



O quarto também não fora o mais difícil. Apenas revirou os olhos várias vezes ao ter que dobrar as roupas do outro homem. Normalmente, não se incomodava em fazer isso. Mas por que umas roupas tão largas? Para que tantos bonés e panos? Será que o garoto era gordo? Bill preferiu nem pensar.



O moreno sorriu ao perceber que faltava apenas um cômodo a ser limpo: a cozinha.



Se tinha pensado que o banheiro fora uma catástrofe, lamentou mais ainda a cozinha. Louça suja por todo lado, chão imundo, toalhas cheias de manchas. Era demais para ele. Mesmo assim, ele não poderia desistir agora. Não quando tinha finalmente chegado tão longe. O pagamento que seria à vista o estimulava a continuar lutando. Sim, era preciso. Começou pelos copos, limpando-os com cuidado, logo os guardando. Retirou as duas toalhas de cima da mesa, e mais algumas que estava no chão, e as colocou para lavar. Pegou uma nova na gaveta, colocando-a lentamente. Voltou para a louça, limpando o que faltava, secando rapidamente logo em seguida. Pegou um pano velho, colocando produto químico, limpando os balcões que estavam empoeirados. Jogou o pano dentro de um balde com água por ter ficado tão sujo.



Varreu o chão diversas vezes até tirar toda a sujeira e mosquitos mortos. Bill não conseguia imaginar como alguém poderia morar nesse chiqueiro. Sentou na cadeira, cansado, limpando a testa com um pequeno lenço. Finalmente seu trabalho havia terminado. Agora era só esperar o outro garoto chegar e lhe pagar adiantado. Sorriu. Vir no dia seguinte não seria tão difícil, já que a casa estava toda limpa. Ele apenas teria que dar uns retoques.



Ajustou seu avental, apertando-o mais em si, correndo pelo apartamento para analisar cada cômodo, vendo se não esquecera de nada. Ainda estava no quarto quando ouviu a porta ser aberta, e um surpiro alto ser dado. Riu para si mesmo ao ouvir os pequenos palavrões que o garoto soltava ao ver seu local de descanso completamente limpo. Sorriu triste ao perceber como a voz era parecida com a de Tom. Abanou a cabeça várias vezes. Isso já o estava deixando-o maluco.



- Tem alguém aí?- O rapaz perguntou, feliz, pegando sua carteira rapidamente. Pela primeira vez na vida, ficou contente em pagar por algo.



- Oh! Com licença, Sr.Trümper, eu sou....- Bill entrou em estado de choque no momento em que entrou na sala. Seus olhos ampliaram-se pavorosamente. Sua mão automaticamente parou em sua boca, impedindo um pequeno grito surpreso de sair.- T-Tom?



- Bill...- O moreno mais velho riu, divertido. O destino parecia querer fazer com que eles se encontrassem, de uma maneira ou de outra. Não conseguiu conter um pequeno sorriso de canto, lambendo seu piercing.- É... Bom ver você...De novo.



- É bom ver você também...Tom.- Sorriu, mordendo o lábio inferior.- Muito mesmo.- O menor riu, entendo cada gesto de Bill.



- Bom...- Retirou o dinheiro da sua carteira. Antes de dizer o que queria, Tom não pode deixar de notar o curto shorts do outro. Lambeu os lábios vendo aquelas magníficas pernas de fora. A vontade de morder, provar, chupar o corpo do outro, novamente, estava voltando. Com total força.- Aqui está seu pagamento.- Gaguejou um pouco



- Pagamento? Pelo o quê?- Piscou os olhos, fingindo confusão.



- Pelo seu trabalho, Bill.- Revirou os olhos, como se fosse algo óbvio de se entender.- Por limpar o apartamento.



- Mas ele continua tão sujo.- Passou um dedo pelo seu próprio pescoço até seu peito. O moreno de trança franziu o cenho, não entendo onde o outro queria chegar.



- Bill...Eu nunca vi lugar mais limpo.- Fez gesto rápidos com a mão, tirando risos do maior.



- Eu mereço ser punido, porque a cozinha continua tão suja...- Apoiou seu corpo na mesa, olhando diretamente nos olhos do outro. Olhos castanhos confrontavam-se. Bill derrubou o vaso de flores, fazendo-o cair com um baque forte ao chão, fazendo o chão ficar sujo com cacos e terra. O mais velhos arregalou os olhos. Poderia pensar que Bill estava ficando louco. - Mereço uma punição, Tomi...- Finalmente, o corpo, do menor, que antes estava enrijecido em confusão tornou-se calmo. Um pequeno sorriso de canto surgiu em seu lábio, levando o piercing a subir.- Tão sujo...- Disse o mais novo, pegando a farinha que estava dentro do armário, e jogando no chão.- Céus, quanta sujeira...- Olhou-o com malícia e extremo desejo. O calor subia pelos dois corpos que já se encontravam tão perto. Bill sorriu ao sentir novamente o calor que emanava do corpo de Tom.



- Você merece uma punição, Billi.- O mais velho agarrou-o com força na cintura, ficando colados.- E eu irei puní-lo...- Chupou e mordeu o lóbulo de sua orelha. Pequenos suspiros de aprovação eram soltos por ambos os meninos. Logo, pela primeira vez em uma semana, seus lábios chocaram-se novamente. Nenhum dos dois se importavam com a tamanha voracidade que o beijo era trocado. Seus corpos necessitavam de mais. Logo, pequenos beijos foram depositados no pescoço de Bill, tornando-se fortes chupadas que, sem dúvida nenhuma, deixariam uma bela marca de recordação do imenso prazer que estavam indo compartilhar. Juntos. Tom lambeu com vontade a clavícula do outro, deixando-a completamente lambuzado. Com apenas um impulso, ergueu o corpo de Bill, fazendo-o sentar na ponta da mesa. O mais novo deitou para trás, empurrando tudo o que havia para o chão.



- Fazendo mais sujeira, hein?- Beliscou sua bunda, tirando um pequeno grito do menino.- Isso não vai ficar assim.- Desamarrou seu avental, jogando em algum lugar da cozinha. Talvez fosse parar em cima do fogão, não se sabe. Ele não estava nem aí. Passou as mãos por baixo da camiseta vermelha, arrancando-a sem piedade. Lambeu os lábios vendo o corpo quase nu abaixo de si. Apenas aquele maravilhoso shorts estava grudado naquela magnifica pele pálida. Não hesitou em abaixar-se, dando uma leve chupada na protuberância que se formara logo ali. - Não...Tom...- Fechou os olhos com força, virando a cabeça para o lado. - Não gosta?- Lambeu seu volume por cima do tecido, logo virando chupadas.



- Oh! Céus! Tom...Desse jeito...- O corpo do maior começou a morver-se lentamente, sentindo o tecido de seu shorts ficando totalmente molhado pela saliva do outro. Abriu os olhos ao ouvir sons de roupas caírem ao chão, notando agora que o mais velho estava completamente nu, mostrando um pênis bem ereto.



- Oh!- Não conseguiu conter o gemido ao ver que Tom estava assim por ele.- Tom, arranque esse shorts e acabe com isso logo.- Quase gritou, remexendo-se em cima da mesa.



- Paciência, Billi...- Retirou o último tecido do corpo do moreno, revelando também um membro completamente necessitado. Virou-o rapidamente, deixando-o de quatro, com seu quadril empinado.



- O que está...- Não terminou sua sentença. Sua boca rapidamente abriu-se em um grito estrangulado, percebendo que o Tom lambia lentamente sua entrada.- NÃO! TOM!- Infelizmente, ou felizmente, o menor era mais forte, prendendo suas mãos em cima da mesa com força. Não que Bill não estivesse gostando. Mas isso era algo que nunca ninguém tinha feito. E algo que esperava nunca receber. Sentir a língua do outro em um lugar tão íntimo era completamente novo e excitante. Em poucos minutos, que pareciam horas, Tom terminou.



- Eu sei que você gostou...- Beijou suas costas carinhosamente, virando-o novamente. A face de Bill estava completamente vermelha, tanto de vergonha quanto de prazer.



- O que foi isso?- Seus olhos expressavam confusão, ao mesmo tempo, satisfação.



- Quer mesmo que eu responda?- Arqueou a sobrancelha, levando o outro a rir. Bill acenou negativamente, sorrindo.- Eu disse que iria te punir, e estou fazendo exatamente isso. O moreno gemeu alto ao sentir a mão de Tom apanhar seu membro, apertando com certa força. Logo, algo molhado estava em torno de sua glande. Era a boca de Tom. O mais velho sugava fortemente apenas a glande, levando o maior a arquear o corpo, dizendo palavras desconexas. Tom estava torturando-o de uma maneira que nunca ninguém se atreveu a fazer. O mais velho, sem avisar, parou. Levantou seu rosto, podendo ter uma completa visão do corpo à sua frente. Sorriu ao notar a face cheia de indignação que o outro fazia. Agarrou sua cintura, trazendo-o para mais perto. Suas mãos apertavavam com força o seu quadril, provavelmente deixariam algumas marcas. Totalmente certo de si, Tom posiciona seu pênis na entrada ainda molhada de Bill, fazendo com que apenas a cabeça entrasse e saísse, várias vezes. O maior arregalou os olhos, gemendo palavrões.



- Tom...Pare com isso. Anda logo....Por...Favor...- O moreno de dreads tentou mexer o corpo, mas as mãos fortes em seu quadril o impediu de o fazer.- Não! Não...VAI...Por favor...- Bill quase chorava. Ele precisava do outro dentro de si. Agora. Tom, que estava lutando para não perder o controle, desistiu. Penetrou Bill de uma só vez, levando os dois a gritarem pelo prazer imediato. O mais velho o preencheu completamente, e Bill jurou que viu estrelas quando o pênis de Tom roçou em sua próstata logo de cara.



O mais novo remexia-se cada vez mais quando o menor aumentava o ritmo a cada estocada que dava. Chegava a ser ridículo os pequenos berros que Bill dava. O barulho dos corpos se chocando apenas aumentavam o prazer de cada um, levando-os a se mexer com mais verocidade. Sem avisar, Tom sai de dentro do corpo do outro, fazendo-o virar, ficando de quatro novamente. Penetrou-o sem cuidado nenhum novamente, preocupado apenas com o prazer de ambos. A mesa rangia a cada movimento, misturando juntos com os gemidos de ambos os garotos. Bill segurava a toalha com força enquanto seu cabelo grudava em torno de sua face. O suor que escorria apenas os faziam com que os corpos soltassem barulhos cada vez mais alto quando batiam-se.



- Sim! ISSO!- O maior gritou quando sentiu o pênis do outro bater seguidamente em seu lugar mágico. - Só mais um pouco...Bill...- Apenas mais três estocadas com imensa força e o corpo de Tom cai em cima do outro, suspirando pesadamente.



O chão agora tinha uma nova sujeira, algo que tinha vindo de dentro de Bill. Tom retirou seu membro lentamente, fazendo com que algumas gotas do seu líquido saísse de dentro do outro. Sentou-se na cadeira, trazendo o corpo menor que o seu para sentar em seu colo, beijando sua bochecha logo em seguida, em sinal de carinho e afeto.



- Parece que teremos que arrumar toda essa bagunça.- Bill riu, olhando a sujeira de um modo divertido.



- Só se você fizer questão de sujar tudo de novo.- Sorriu, beijando seu pescoço.


E eles limparam.


E sujaram.


E limparam.


E sujaram.


De novo. De novo. E de novo.



FIM
Voltar ao Topo Ir em baixo
Lucy
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 2263
Data de inscrição : 05/12/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Terceiro Pagamento   Qui Abr 22, 2010 8:30 am

QUE ONE MAIS MAIS MAIS MAIS PERFEITA!
Cara suas ones são super hiper mega blaster perfeitas!
Amei essa que teve 3 partes!
Cara pode postar todas as suas one's Kaulitzcest!
Fiquei viciada Twisted Evil
Cara eu queria ter um empregado desse Twisted Evil
Na verdade queria ser o empregado hoho parei*
Amei!
Parabéns! Tu escreve muito bem! aplausos
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://tokiohoteldreamfans.forumeiros.com
AninhaMHF
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 375
Localização : Paradise City
Data de inscrição : 21/04/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Terceiro Pagamento   Qui Abr 22, 2010 3:10 pm

Racquel, CARAA, VC ESCREVE BEEEM DEMAIS MEEEEEESMOO, aplausos aplausos aplausos aplausos

OMG, fico perfeito demais!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.hierinmeinemarm.blogspot.com/
beccakls
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 2370
Idade : 19
Localização : Rio de Janeiro
Data de inscrição : 12/04/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Terceiro Pagamento   Qui Abr 22, 2010 7:01 pm

Lucy escreveu:
QUE ONE MAIS MAIS MAIS MAIS PERFEITA!
Cara suas ones são super hiper mega blaster perfeitas!
Amei essa que teve 3 partes!
Cara pode postar todas as suas one's Kaulitzcest!
Fiquei viciada Twisted Evil
Cara eu queria ter um empregado desse Twisted Evil
Na verdade queria ser o empregado hoho parei*
Amei!
Parabéns! Tu escreve muito bem! aplausos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Terceiro Pagamento   Sex Abr 23, 2010 4:49 pm

Racquel, garota, eu tiro meu chapeu pra voce!! aplausos aplausos aplausos aplausos
cara suas ones de kaulitzcest's sao muito perfeitas!!!!
olhe fica sabendo que estou viciada nelas, e que desde a primeira one voce conseguiu uma grande fã!!!!
poste mais ones
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mari.
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 4948
Idade : 23
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 29/11/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Amigos

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Terceiro Pagamento   Sex Abr 23, 2010 11:00 pm

Lucy escreveu:
QUE ONE MAIS MAIS MAIS MAIS PERFEITA!
Cara suas ones são super hiper mega blaster perfeitas!
Amei essa que teve 3 partes!
Cara pode postar todas as suas one's Kaulitzcest!
Fiquei viciada Twisted Evil
Cara eu queria ter um empregado desse Twisted Evil
Na verdade queria ser o empregado hoho parei*
Amei!
Parabéns! Tu escreve muito bem! aplausos
A Lucy disse tudo.
Menina, você me vicia nas suas one's! Chego me perder quando estou lendo!
Elas são perfeitas, mesmo! Parabéns!
E essa última parte foi muito boa, eu amei!
Faça mais! *-*
Voltar ao Topo Ir em baixo
srtª kaulitz*.*
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 518
Idade : 21
Data de inscrição : 28/07/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Outro

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Terceiro Pagamento   Sab Abr 24, 2010 10:44 pm

nuss vicieii
nunk tive vontade de ler fics desse genero mais
a lucy e a billabizarre indico e eu viciiei

são perfas aiin
parabéns

mais **
Voltar ao Topo Ir em baixo
kiinha kaulitz
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 2401
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 30/05/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Amigos

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Terceiro Pagamento   Dom Abr 25, 2010 9:16 pm

menina.
você é muuuuuuito boa (:
AMEI todas ^^
parabéns, estou sem palavras..
Voltar ao Topo Ir em baixo
hiza
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 652
Idade : 19
Localização : ...
Data de inscrição : 04/01/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Terceiro Pagamento   Seg Maio 24, 2010 9:07 pm

Cara são otimas! Adorei essa! Nems ei qual das 3 foi a melhor!
Tipo suas one's viraram meu vicio!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://...
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Terceiro Pagamento   Hoje à(s) 5:01 am

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Kaulitzcest] Terceiro Pagamento
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [Kaulitzcest] A viúva e o mordomo!
» [Kaulitzcest] Tarde de estudos
» Quais são as formas de pagamento no Amazon.de, alguém sabe?
» One Plus One Equals Me And You (Kaulitzcest)
» Montagem: Kaulitzcest

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
TH BRASIL OFICIAL - Fórum :: Fan Stuff :: FanFics :: One Shots-
Ir para: