Fórum Oficial do Tokio Hotel no Brasil - TH BRASIL OFICIAL FÓRUM
 
InícioPortalRegistrar-seLoginIr para o site@THBRASILOFICIALFacebook

Compartilhe | 
 

 [Kaulitzcest] Brincando de conto de fadas!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Racquel

Fã


Número de Mensagens : 141
Idade : 21
Localização : Curitiba
Data de inscrição : 10/01/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Outro

MensagemAssunto: [Kaulitzcest] Brincando de conto de fadas!   Ter Maio 18, 2010 3:06 pm

Bom, é kaulitzcest, óbvio =)

Possui cenas de sexo entre eles!

É uma one shot divida em duas partes, apenas por causa do tempo de fazê-la =)

Boa leitura para quem curte o/

0000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000

- Acho que está tudo certo.- Exclamou Bill, ajustando a câmera para que filmasse, um pouco de longe, a cama inteira do quarto, para que não precisasse ficar arrumando o aparelho todo o minuto.


- Podemos começar?- Perguntou Tom, deitando-se na cama e cobrindo completamente todo o seu corpo, até a cabeça.


- Sim!- Grunhiu alegre, dando um pequeno pulo antes de apertar o “play” para começar a filmar.


Finalmente estava realizando sua maior fantasia. Isso era algo com que sempre tinha sonhado em fazer, e sabia que Tom iria ceder, aliás, o mais velho aceitou de bom-grado.


Bill deu uma rápida olhada no espelho uma última vez , verificando se sua aparência estava impecável. Apertou o botão, fazendo a câmera que estava escorada no guarda-roupa começar a filmar, pegando a cama inteira.


- Pela estrada a fora eu vou bem sozinha, levar estes doces para a vovozinha!- Cantou graciosamente, com um sorriso estampado em seus lábios, mostrando total empolgação em fazê-lo. Apareceu em frente à câmera e sorriu, dizendo algo sobre entrar na casa da vovó.


- "Toq, toq".- Bill fez o som, fingindo bater em uma porta imaginária, cantarolando.


- Entre, minha netinha.- Tom forçou a voz, fingindo uma tosse de alguém mais velho, fazendo sair levemente rouca. Bill sentou-se na beirada da cama, deixando a cesta de doces, que na verdade não havia nada dentro, no criado-mudo.


- Você parece tão mal, vovó.- Colocou a mão em cima do cobertor, fazendo um pequeno carinho. Tom sentou-se na cama, escorando suas costas na cabeceira, deixando bem visível seu corpo da cintura para cima.


Estava com orelhas falsas de lobo, um nariz também falso e uma maquiagem que fazia seu bigode fino, junto com sua camisa larga, já que avental de mulher ele se negou a usar.


- Vovó...Que olhos grandes você tem!- Tom arregalou seus olhos, apenas para o irmão mais novo dizer isso, que era algo de sua frase decorada, que fazia questão de usar, seguir a história ao pé da letra.


- É para te ver melhor, minha querida.- Passou os dedos levemente sob a touca vermelha que Bill usava, onde havia uma capa que ia até sua cintura, um pouco acima do bumbum.


Como se podia notar, Bill estava de Chapeuzinho Vermelho. Mas não muito como a original, já que apenas a capa vermelha era da história oficial. Somente isso.


Seus cabelos completamente lisos e negros contornavam de forma meiga, mas sacana, sua face. Amante de gloss rosa que usava, já que ele sempre estava em seus lábios, só que, dessa vez, mais forte. A sombra negra visivelmente mais escura adornava suas pálpebras, acompanhada de longos cílios negros graças ao bom abuso de rímel.


Olhando mais abaixo, Tom podia ver perfeitamente um espartilho vermelho, uma cinta-liga, calcinha, luvas compridas e sapatos de salto, tudo do mesmo tom de cor.


A calcinha de renda já marcava uma bela ereção que parecia crescer cada vez mais, dando um bom volume.


- Oh, que orelhas grandes você tem.- Levou os dedos delicados até as orelhas de pelúcia, apertando e acariciando.


- É para te ouvir melhor, netinha.- Bill desceu suas belas unhas, cor de um vermelho vivo, até o nariz falso de Tom, arranhando lentamente.


- Que nariz grande você tem.- Mordeu o lábio inferior ao sentir o irmão lamber seu pulso, lambuzando-o.


- É para te cheirar melhor.- Deu uma forte fungada na palma da mão do moreno, sedutoramente, deixando bem claro o que tinha dito.


Era agora que tudo começava.


Bill olhou para a câmera e piscou.


- Oh, que boca grande a senhora tem.- Arqueou a sobrancelha perfurada pelo piercing ao notar um pequeno sorriso bobo nos lábios do loiro.


- É para te comer!- Tom retirou o cobertor rapidamente de cima de si, ficando em pé na frente da cama. Bill levantou-se em um pulo, fingindo estar assustado, e, ao invés de proteger a cesta de doces, colocou as duas mãos em sua bunda, protegendo aquele lugar frágil.


- Oh, lobo mau!- Interpretou seu espanto, sem conter uma pequena risadinha ao ver o rabo falso e peludo de lobo que Tom usava.- Não vai me comer!- Semicerrou os olhos, desafiando o canino.


- Vamos ver se não!- A câmera que filmava o quarto inteiro visualizou uma cena de fuga, uma perseguição.


Bill pulava por cima da cama, perdendo um pouco o equilíbrio toda a vez que fazia pressão com o salto parar firmar-se no chão. Tom corria atrás com bastante entusiasmo, querendo pegar de vez sua chapeuzinho .


O único problema que impedia a fácil locomoção de Bill era o salto, que o fez resvalar e cair no chão ao pisar em um tênis pelo caminho.


Tom, que estava de pé na cama , lambeu os beiços, vendo o namorado de quatro no chão, já que fora nessa posição que o mais novo caíra.


- Auuuuuu!- Uivou alto, pulando em direção ao moreno, caindo em suas costas. O maior, sentindo o peso do irmão, deitou-se de peito no chão, virando um pouco o rosto e vendo, por cima do ombro, um Tom sorridente, fazendo barulhos como os de um cachorro, com a língua de fora.


- Não, lobo mau, não! Não me come!- Bill fingia desespero, deitando-se no chão, sem fazer realmente força o suficiente para ser libertado do abraço apertado.


- Vou devorar você de roupa e tudo, auuuuuu!- Latiu e uivou mais uma vez, apertando as nádegas redondas e visíveis graças a capa que só ia até a cintura.


Tom retirou o capuz de Bill, atacando co voracidade sua nuca, enquanto tentava desfazer o nó que segurava a capa do pescoço do outro. Ao conseguir, jogou-a longe. A capa não fazia parte da roupa, não para ele.


- O lobo mau aqui vai te dar um trato.- Virou o maior rapidamente, pegando em seus ombros e o levantando um pouco do chão, apenas para jogá-lo novamente, só que com mais força.


- Oh!- Resmungou de dor pelo impacto, sentindo suas costas arderem. Ah, como ele estava amando tudo isso.- Não, não me come!- Seu tom de voz dizia totalmente o contrário da sentença proferida anteriormente.


- Tomi...- Soltou o nome do irmão sem querer ao sentir seu pescoço ser “devorado” por aquela boca naturalmente quente.


Continua...


Última edição por Racquel em Ter Maio 18, 2010 6:52 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
gabii h.
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 584
Idade : 19
Localização : Porto Alegre, RS
Data de inscrição : 02/01/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Brincando de conto de fadas!   Ter Maio 18, 2010 6:33 pm

[AAAAAAAA] haha haha sem noção, eu ri MUITO cara! Amei!
yaya continua *-*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Linne Kaulitz
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 1085
Data de inscrição : 18/10/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Brincando de conto de fadas!   Ter Maio 18, 2010 7:37 pm

HSUAHUAHS
Totalmente sem noção
Continua
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Brincando de conto de fadas!   Qua Maio 19, 2010 5:02 pm

Cara sem noção msm! ADOROOOOO! haha
Continua amoree.... yaya
Voltar ao Topo Ir em baixo
Lucy
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 2263
Data de inscrição : 05/12/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Brincando de conto de fadas!   Qua Maio 19, 2010 8:34 pm

HSUAHUSHS

CONTINUA você é má parou em uma parte quente !

Ah queria um lobo mal desse aqui lalaa hsuahsa
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://tokiohoteldreamfans.forumeiros.com
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Brincando de conto de fadas!   Qui Maio 20, 2010 4:38 pm

Ah continua, continua, justo na melhor parte......

yaya yaya yaya yaya
Voltar ao Topo Ir em baixo
hiza
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 652
Idade : 19
Localização : ...
Data de inscrição : 04/01/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Brincando de conto de fadas!   Sab Maio 22, 2010 1:26 pm

kkkkkkkkkkkkkkkkkkk Muiito sem noção Continua
parou na melhor parte!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://...
AninhaMHF
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 375
Localização : Paradise City
Data de inscrição : 21/04/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Brincando de conto de fadas!   Sab Maio 22, 2010 3:37 pm

aaah que isso, continuaaa! na parte mais HOT da coisa vc para. tsc.. deixe de ser má.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.hierinmeinemarm.blogspot.com/
Racquel

Fã


Número de Mensagens : 141
Idade : 21
Localização : Curitiba
Data de inscrição : 10/01/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Outro

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Brincando de conto de fadas!   Sab Maio 22, 2010 8:46 pm

- Eu não sou Tom, Bill.- O menor vociferou, pressionando sua já formada ereção com a do irmão, friccionando.



- Bill...- Gemeu melodiosamente, ofegando.- Que tal irmos direto para a outra brincadeira?- O mais novo concordou sem delongas, grunhindo ao sentir as grossas mãos de Tom correndo por todo o seu corpo, dando uma certa atenção em sua fina cintura.



Tom sempre foi carinhoso ao fazerem amor, sexo. E isso, agora, era a última coisa que Bill queria. Desejava algo...Diferente. Algo que Tom não costumava fazer.



Sempre quando transavam, o mais velho o penetrava cuidadosamente, e as estocadas lentas eram dolorosamente prazerosas, prolongando o orgasmo.



Chegava a ser angustiante, mesmo que para Tom fosse necessário, pelo medo de acabar o machucando.



Mas iria mudar isso. Nem que seja somente por essa noite.



Tom beijava graciosamente sua clavícula, adornando sua cintura com seus braços, aconchegando-o em seu peito.



Tanta doçura. Tanto cuidado.



Bill almejava que ele não tivesse nada disso nesse momento.



- Tom...Não.- Reclamou ao ser colocado de maneira calma na cama. Tom retirou uma mecha negra de sua face, ajeitando atrás da orelha do outro.



- Não quer?- Perguntou, deixando um casto beijo nos lábios carnudos do irmão, avermelhando-os.



- Quero... Mas não assim.- Pressionou suas mãos no colchão, apertando ligeiramente o lençol ao levantar seu corpo, escorando suas costas na cabeceira da cama.



Tom franziu o cenho, confuso e ao mesmo tempo atento pela atitude de Bill. Ele nunca tinha lhe negado sexo, noites prazerosas, antes.



- Eu quero...- Mordeu o lábio inferior, corando ao sentir o olhar penetrante do irmão sobre si, esperando que continuasse sua sentença.- Eu quero que você seja mais selvagem...Bruto, grosso. O que for!- Bill gesticulou, batendo e mexendo freneticamente as mãos no ar, como se Tom o pudesse entender com isso.



- Bill... Você sabe que não!- Disse sério, retirando as orelhas e o nariz falso de lobo que começavam a lhe incomodar.



- Tomi, por favor!- O moreno usou seu apelido, torcendo para que isso o ajudasse um pouco a convencê-lo.



- Eu não vou ser... Eu não vou bater em você, Bill.- Tom arregalou os olhos, como se o pedido do irmão fosse um absurdo completo. Bill ficou de joelhos no colchão, de frente para o loiro, enlaçando seus braços em seu pescoço, lambendo sua extensão até o lóbulo da orelha.



- Por favor...- Soltou um bafo quente em sua nuca, sorrindo ao sentir os pelos se arrepiarem. Isso era bom sinal. Era um começo.- Pense como seria, como se sentiria ao puxar meu cabelo, sabendo que eu adoro.- Segurou para não soltar uma sonora risada ao saber que isso estava causando algum efeito, já que estava bem audível os grunhido que Tom não se importava em soltar.



- Pense como seria dar um tapa em minha bunda, deixando-a vermelha. Eu iria adorar.- Tom não iria negar que sempre desejou tratar Bill com mais... Força, voracidade. Quantas vezes não almejou sentir a pele quente do irmão em suas mãos, sabendo que tinha ficado assim graças ao tapa que tinha lhe dado. Quantas vezes desejou jogá-lo na cama e fazer tudo com mais brutalidade? Mas ele não o fazia, simplesmente por medo de causar magoa ao outro.



- Bill...por favor, não...- Tom já estava perdendo o auto-controle ao sentir a ereção do maior tocar em sua barriga, fazendo leves movimentos.



- Oh, Tom...Isso, me bate!.- Começou a fazer uma simulação de sexo encostado no irmão, já que os dois estavam de joelhos na cama. Afastou-se um pouco e bateu em sua coxa, dando total visão de seu corpo.



- Oh, puxe meu cabelo!- Bill puxou com força seus fios negros, abrindo seus lábios para soltar um generoso grito de prazer, enquanto arranhava seu peito por cima do espartilho.- Por favor... Seja selvagem...Hoje...- Bill fez biquinho, deixando um selinho carinhoso na boca entreaberta do irmão.



Franziu o cenho por não conseguir ler a expressão facial de Tom. Apenas via seus olhos negros de desejo por seu pequeno corpo.



- Eu te amo, Bill...- Continuou com a mesma expressão e, antes que o moreno pudesse responder alguma coisa, foi puxado pelos cabelos para fora da cama, sendo jogado com certa força na parede. Bill festejou mentalmente por ter conseguido. O tempo perdido iria valer a pena.



- Tomi...- Fechou os olhos ao sentir a respiração quente do loiro em frente a sua calcinha vermelha de renda, e, sem retirar a peça feminina do corpo, Tom pegou o pênis de Bill, deixando-o ao ar livre.- Ah, também amo... Amo demais...- Engasgou e assustou-se quando seu membro foi praticamente engolido por Tom, que o sugava com vontade, demonstrando um grande entusiasmo em fazê-lo.



Sem ao menos perceber, Bill mexia seu quadril para frente e para trás, afundando-se mais na boca nada pequena do mais velho, sentindo seu corpo todo estremecer.



- Tom...- Um líquido viscoso já começava a vazar de seu pênis quando Tom parou, sorrindo de modo sacana. Piscou os olhos várias vezes antes de os fechar fortemente ao ser jogado de quatro na cama, gritando pelo tapa em suas nádegas. O corpo de Bill pendia para frente toda vez que as mãos do irmão ia ao encontro de sua pele sensível, deixando completamente vermelha.



O mais novo jurou que poderia começar a babar a qualquer momento. Pressionou seu quadril para baixo, fazendo os lençóis rasparem em sua ereção, com intenção de buscar rapidamente por libertação.



- Gosta disso?- Tom perguntou, dando um tapa generoso em sua bunda, mas não ao ponto de causar dor. Bill apenas mexeu a cabeça positivamente, concentrando-se em apenas sentir o próprio pênis no colchão, adorando a sensação que lhe causava.



- O que você...?- Tom percebeu o ato do moreno e sorriu. Segurou com força sua cintura fina e o rodou, deixando Bill de barriga para cima. Pegou seus dois pulsos com apenas uma mão, botando força ao levá-las para cima da cabeça de Bill.



- Não...Tom!- Berrou e inclinou-se, tentando fazer com que seu membro necessitado encostasse no outro, querendo gozar.



- Psiu... Não faça barulho.- Levou rapidamente a mão livre para a cabeleira negra, puxando com vontade aqueles fios escuros. Bill resmungou baixinho, acompanhado de um grito sonoro, que ecoava de modo prazeroso pelos ouvidos de ambos.



- Vai me obedecer?- O irmão fez que sim com a cabeça, entreabrindo os olhos vagarosamente. Tom soltou suas mãos, em sinal de que não era, de modo algum, tentar aliviar a si mesmo- Abra as pernas!- Mandou, vendo um Bill receoso em fazê-lo.- Abra logo as pernas!- Ordenou, mordendo seu mamilo com força, já que o espartilho estava meio solto, fazendo com que visse seu peito nu.



O mais novo abriu as pernas como lhe fora mandado, deixando á mostra sua entrada rosada. Tom, com alguns dedos, retirou um pouco a calcinha, podendo ver melhor aquele lugar que tanto amava entrar.



- Está vendo isso aqui?- Tom retirou o felpudo rabo, mas de plástico duro.- É o que vai te preparar.- Sem esperar, novamente, uma resposta, penetrou a ponta do rabo no irmão, sentindo seu membro doer de excitação ao ver a face prazerosa que o outro fazia.



- Mais...- Murmurou em tom rouco, sabendo que mesmo assim Tom escutaria. O rabo entrava e saia com voracidade de dentro de si, e Bill ria ao sentir algumas cócegas que o pelo lhe proporcionava.



- Preparado?- Perguntou, retirando o rabo e gemendo ao vê-lo um pouco molhado. Recebeu um aceno afirmativo, e, sem lubrificante nem nada, penetrou-o por completo, batendo suas bolas nas nádegas do maior.



Finalmente estava sentindo aquela queimadura, aquela ardência que sempre desejou sentir ao ser possuído por um Tom mais... Feroz.



Sem pudor algum, sem vergonha, deixava seus gemidos e gritos saírem sem preocupação, sem se importar se alguém que passava por perto da casa nesse momento pudesse escutar.



Jurou que podia sentir seus olhos lacrimejarem ao receber estocadas fortes, que iam direto ao ponto, acertando em cheio sua próstata.



- Merda, Bill...- Seu tom de voz não era nada ofensivo, pelo contrário. Sentia seu pênis latejante ser apertado pela entrada do irmão que se contraía toda vez que ia fundo e acertava seu ponto, proporcionando prazer para ambos



Desceu sua boca em direção ao peito de Bill, mordendo e chupando toda a parte que conseguia encontrar sem roupa, nem ligando se deixaria alguma marca mais escura no dia seguinte.



- Tom...- Gemeu e arranhou fortemente as costas musculosas do irmão, sentindo um pouco de sangue em suas unhas, acompanhando de um resmungo rouco do loiro.



O ranger da cama apenas o motivavam a continuar. O som que a cabeceira fazia ao bater com tudo na parede apenas aumentava o prazer. O som que dos corpos se batendo ferozmente fazia com que ambos se mexessem cada vez mais rápidos.



Bill abriu a boca, mas nada saiu de lá, finalmente gozando na barriga do menor. Tom mordeu seu ombro e ejaculou com força em seu interior, derramando seu líquido quente, sentindo um pouco vazar ao retirar-se daquela entrada apertada.



- Tomi...- Olhou-o de soslaio, remexendo-se na cama ao sentir que o prazer ainda não tinha abandonado seu corpo.



- Eu não te machuquei, não é?- Seu olhar demonstrava preocupação, mas não se arrependia do que tinha feito. Sorriu ao ouvir um não, gostando do calor que o corpo de Bill lhe dava quando aconchegava-se em seu peito. Fez um leve afago em seu couro-cabeludo, sentindo um bocejo em seu pescoço.



Levantou-se devagar, constatando que Bill ainda dormia. Foi em passos lentos até a câmera, sorrindo uma última vez para ela e desligando logo em seguida.



Quem disse que histórias infantis não eram interessantes?



FIM


espero que tenham gostado =)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Linne Kaulitz
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 1085
Data de inscrição : 18/10/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Brincando de conto de fadas!   Sab Maio 22, 2010 11:41 pm

Ameii!!
Você escreve super beem!!
Bill safadênho!!
Parabéns!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Lucy
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 2263
Data de inscrição : 05/12/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Brincando de conto de fadas!   Dom Maio 23, 2010 12:51 pm

AMEEEEI CARA !
Tom vem ser feroz aqui bebe Twisted Evil
A-D-O-R-E-I ! Você escreve bem demais guria!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://tokiohoteldreamfans.forumeiros.com
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Brincando de conto de fadas!   Dom Maio 23, 2010 6:17 pm

is perfect!

eu quero viver um conto de fadas desses!!!! Twisted Evil
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Brincando de conto de fadas!   Dom Maio 23, 2010 9:12 pm

Adoreiiiiiiiiiiiiiiiii love
Voltar ao Topo Ir em baixo
hiza
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 652
Idade : 19
Localização : ...
Data de inscrição : 04/01/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Brincando de conto de fadas!   Seg Maio 24, 2010 9:23 pm

Nossa adorei!
realmente quem disse que as historias infantis não são interessantes?!
Muito boa
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://...
Amannda Kaulitz
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 3618
Idade : 20
Localização : Under the rain.
Data de inscrição : 09/04/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Brincando de conto de fadas!   Ter Maio 25, 2010 2:35 pm

UaU!!!
Puxa vida, você manda bem garota!!!
Oh... Se eu pudesse ser o Tom numa hora dessas....
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.fantasybooks.com.br/
AninhaMHF
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 375
Localização : Paradise City
Data de inscrição : 21/04/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Brincando de conto de fadas!   Ter Maio 25, 2010 2:42 pm

QUAL É??

PERFEEEEITOO love
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.hierinmeinemarm.blogspot.com/
gabii h.
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 584
Idade : 19
Localização : Porto Alegre, RS
Data de inscrição : 02/01/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Brincando de conto de fadas!   Ter Maio 25, 2010 11:12 pm

a atrasada chegou....
AHHH AMEEEI DEMAIS *OOO*
Menina, você escreve muito bem .-.
Citação :
Quem disse que histórias infantis não eram interessantes?
Twisted Evil
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ennya (♪
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 436
Idade : 21
Localização : Campo Grande
Data de inscrição : 24/05/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Outro

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Brincando de conto de fadas!   Qua Maio 26, 2010 5:11 pm

CARA,
você escreve muito beeem,
impressionante *--------*
li, achando que seria horrivel -confesso,
mais é demais!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Amÿ K.

Fã


Número de Mensagens : 64
Idade : 23
Data de inscrição : 16/11/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Brincando de conto de fadas!   Qui Jul 29, 2010 3:12 am

Cara, podem dizer q sou safada...mais eu AMO as suas one shots *O*
kkkkkkkkkk'
Voltar ao Topo Ir em baixo
Júlia G.
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 2642
Idade : 20
Localização : Brasília
Data de inscrição : 27/08/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Brincando de conto de fadas!   Sab Ago 28, 2010 12:06 pm

cara, to viciada nas suas OS, você escreve muito bem
Voltar ao Topo Ir em baixo
Izy's Drek

Fã


Número de Mensagens : 297
Idade : 19
Data de inscrição : 22/01/2012

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Brincando de conto de fadas!   Dom Maio 27, 2012 1:23 am

I think I have such a story to tell .... If you want, just let me know! It will be fun!

Please girls, I'm already ready with the idea in mind, just let me know what I do and send for you! Twisted Evil Twisted Evil Twisted Evil I await the answer!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Streetwalker
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 543
Localização : Humanoid City
Data de inscrição : 03/05/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Brincando de conto de fadas!   Qua Ago 01, 2012 3:41 am

Júlia G. escreveu:
cara, to viciada nas suas OS, você escreve muito bem

+1
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Brincando de conto de fadas!   Hoje à(s) 7:28 am

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Kaulitzcest] Brincando de conto de fadas!
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [Kaulitzcest] A viúva e o mordomo!
» Primeiro Contracanto: Um conto oriental.
» [Kaulitzcest] Tarde de estudos
» One Plus One Equals Me And You (Kaulitzcest)
» Montagem: Kaulitzcest

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
TH BRASIL OFICIAL - Fórum :: Fan Stuff :: FanFics :: One Shots-
Ir para: