Fórum Oficial do Tokio Hotel no Brasil - TH BRASIL OFICIAL FÓRUM
 
InícioPortalRegistrar-seLoginIr para o site@THBRASILOFICIALFacebook

Compartilhe | 
 

 Beauty From Darkness [one-shot]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
thais TRASH!
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 336
Idade : 23
Data de inscrição : 01/02/2009

MensagemAssunto: Beauty From Darkness [one-shot]   Seg Fev 02, 2009 4:22 pm

Nome: Beaty From Darkness
Gênero: Romance/Terror
Iniciada: 01/02/09
Acabada: -/-/-
Trilha sonora: Vampire Heart - HIM
Personages: Rosiel, Kristin, Bill e pais de Rosiel [/pode aparecer mais]


CAPA:



Sipnose:Rosiel era uma menina normal, que vivia na pequena cidade de Redvillage.
Mais de uma hora pra outra sua vida muda, pesadelos, vultos. O que será que se passa em Redvillage?

Posto? Razz

Essa One-Shot não tem nada haver com Crepúsculo [/dica]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Beauty From Darkness [one-shot]   Seg Fev 02, 2009 4:24 pm

obaaa, história de terror! What a Face

posta, posta!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anna

Fã


Número de Mensagens : 65
Idade : 25
Localização : Curitiba
Data de inscrição : 04/12/2008

MensagemAssunto: Re: Beauty From Darkness [one-shot]   Seg Fev 02, 2009 5:17 pm

Posta sim ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Beauty From Darkness [one-shot]   Seg Fev 02, 2009 6:21 pm

PoStaaaa \o/
Voltar ao Topo Ir em baixo
thais TRASH!
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 336
Idade : 23
Data de inscrição : 01/02/2009

MensagemAssunto: Re: Beauty From Darkness [one-shot]   Ter Fev 03, 2009 6:47 pm

Beauty From Darkness

Meu nome é Rosiel tenho dezessete anos, moro em uma pequena cidade chamada Redvillage. Há setecentos habitantes na cidade moro aqui desde que nasci nunca conheci outro lugar a não ser Redvillage meu pai e mãe nasceram aqui e provavelmente vão morre aqui também, não que isso seja ruim mais Redvillage não é uma cidade muito movimentada. Aqui todo mundo conhece todo mundo eu sou a Rosiel filha do mecânico da cidade, os jovens terminam ensino médio e já se casam minha mãe já até me arrumo um pretendente Sam Willian. Ele até que é um rapaz bonito, mais eu não quero me casar tenho outros planos de vida no momento e me casar com Sam não é um deles. Estava perdida em meus pensamentos quando o sinal da escola tocou, minha casa ficava apenas duas quadras longe da escola, como sempre o céu estava nublado em Redvillage raramente se fazia sol.

- Planos para esse fim de semana? – perguntou Kristin, ela era minha melhor amiga e uma aspirante a jornalista, ela escrevia no jornal da escola ás poucas novidades, Kristin era tinha o cabelo castanho claro num tom meio dourado, pele branca e os olhos castanhos.
- Não, acho que vou ficar ajudando minha mãe com a costura e assistir qualquer idiotice que passar na televisão – respondi minha casa já se aproximava.
- Tudo bem, eu ia te chamar pra gente ir dá um mergulho no rio.
- Não sei. Qualquer coisa eu te ligo. Despedi de Kristin e entrei em casa pousei minha bolsa no sofá tirei meu casaco.
- Rosiel, vem me ajuda com o jantar – gritou a minha mãe com sua voz estridente vindo da cozinha.
- Já vou mãe! – gritei, ajudei a minha mãe a picar cenouras, e fritar algumas batatas, depois coloquei a mesa.
- Cadê o papai e o Matty? – perguntei.
- Foram pescar daqui a pouco eles devem está chegando. Não demorou muito meu pai chegou junto com o Matty com saco cheio de peixe minha mãe guardou dentro do congelador e nos jantamos depois eu fui até meu quarto fazer meu dever de casa, e finalmente dormir.

Eu estava em algum lugar, um lugar escuro tinha uma rua eu não via mais nada a não ser a rua e ás arvores cobertas de musgo. Estava frio o vento batia violentamente contra meu rosto eu estava com medo apavorada queria sair dali mais era como se meus pés tivessem colado naquele lugar eu via a minha casa queria voltar pra lá, mais não conseguia me mover. Ouvi passos atrás de mim senti sua respiração em meu pescoço eu não me virei para vê quem era só ouvia sua respiração em meus ouvidos senti um toque gélido no meu pescoço, mãos finas delicadas. Acariciaram a pele do meu pescoço branco que me fez arrepiar, minha respiração ficou acelerada. E em um salto eu acordei aquilo tinha sido apenas um sonho vi um vulto voar pela minha janela. Fui até minha janela e olhei em baixo da minha sacada não havia nada lá. Era só esse sonho repeti pra mim mesma mais é que parecia ser tão real eu ainda sentia o toque frio em meu pescoço com muito custo adormeci. No dia seguinte decidi ir até o rio com Kristin pra vê se aquele sonho maluco saia de minha cabeça. Peguei uma toalha seca, um biquíni, um protetor solar embora não houvesse sol e desci Kristin já me esperava. Viemos conversando eu não iria conta meu sonho pra ela, se não ela iria acha que eu era uma maluca ou algo do tipo. Chegamos até o tal rio coloquei meu pé na água estava congelando.
- Água está muito gelada – falei.
- Um pouco – falou ela colocando o pé na água e se jogando em seguida – entra logo, só é gelada no começo. E meu joguei na água gelada era como se eu sentisse aquele toque frio em toda parte do meu corpo. Depois me sequei com a toalha macia e quente, me sentado em umas das rochas do rio era um lugar lindo água cristalina o verde das árvores só faltava sol. A caminho de volta para casa avistei uma estrada parecida com aquela de meu sonho. E como um imã eu segui aquela rua tão sombria, porque eu sonhei com aquele lugar sem nunca ao menos ter estado lá?
- Onde você está indo? Já está ficando escuro, a gente tem que ir – não dei ouvidos a Kristin e continuei meu caminho. – Você é surda? – perguntou ela.
- Você conhece essa estrada? – perguntei.
- Não, a única coisa que eu sei é que pertence a uma família.
- Alguém mora aqui?
- Não, na verdade tem uma casa no fim dessa estrada.
- Que família morava aqui?
- Acho que os Kaulitz, mais a gente nem era nascida essa casa está abandonada há anos – fiquei em silencio observando como aquilo era parecido com meu sonho porque era tão real. Quem era a família Kaulitz?
- Vem vamos até essa casa!
- Você está maluca? Esse lugar é assustador! – disse ela, o que eu não entendi foi que ela pulava num rio super gelado e tinha medo de uma simples casa.
- Vamos logo – caminhamos até a suposta casa, quando eu vi era mais uma mansão do que uma casa era assustadora mais elegante fiquei observando a arquitetura gótica.
- Você já viu a casa mal assombrada dos Kaulitz então agora vamos embora. Cheguei em casa tomei um banho aquele casa ainda estava na minha cabeça. Quem era esses Kaulitz? Depois de muito pensa adormeci.

_______________________________________________________________________________________________________

Gostaram?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Louise *
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 666
Idade : 23
Localização : Schwerte an der Ruhr, NRW / Curitiba, PR
Data de inscrição : 25/11/2008

Minha ficha
Como conheceu o fórum?:

MensagemAssunto: Re: Beauty From Darkness [one-shot]   Ter Fev 03, 2009 7:10 pm

eu gostei sim!!! a idéia foi bem legal...
mas se não se importar eu queria te dar uns toques...
- Coloque mais vírgulas... fica casantivo ler tudo de uma vez
- E tem certeza q eh one-shot? na verdade nao teve um final concreto, soh a expectativa dela saber quem eram os Kaulitz... todo o texto deve ter começo, meio, fim..

Mas a idéia foi realmente boa, vc pode explorar mais esse assunto.. Soh são umas dicas, espero q não me leve a mal...

bjaoo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Beauty From Darkness [one-shot]   Ter Fev 03, 2009 7:12 pm

Lou*** escreveu:
eu gostei sim!!! a idéia foi bem legal...
mas se não se importar eu queria te dar uns toques...
- Coloque mais vírgulas... fica casantivo ler tudo de uma vez
- E tem certeza q eh one-shot? na verdade nao teve um final concreto, soh a expectativa dela saber quem eram os Kaulitz... todo o texto deve ter começo, meio, fim..

Mas a idéia foi realmente boa, vc pode explorar mais esse assunto.. Soh são umas dicas, espero q não me leve a mal...

bjaoo

[2]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anna

Fã


Número de Mensagens : 65
Idade : 25
Localização : Curitiba
Data de inscrição : 04/12/2008

MensagemAssunto: Re: Beauty From Darkness [one-shot]   Ter Fev 03, 2009 7:17 pm

Citação :
Lou*** escreveu:eu gostei sim!!! a idéia foi bem legal...
mas se não se importar eu queria te dar uns toques...
- Coloque mais vírgulas... fica casantivo ler tudo de uma vez
- E tem certeza q eh one-shot? na verdade nao teve um final concreto, soh a expectativa dela saber quem eram os Kaulitz... todo o texto deve ter começo, meio, fim..

Mas a idéia foi realmente boa, vc pode explorar mais esse assunto.. Soh são umas dicas, espero q não me leve a mal...

bjaoo



[2]

Concordo com as meninas, você poderia dar uma pequena continuação, só para dar um fim.
Mas ficou bem legal a idéia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
thais TRASH!
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 336
Idade : 23
Data de inscrição : 01/02/2009

MensagemAssunto: Re: Beauty From Darkness [one-shot]   Ter Fev 03, 2009 7:34 pm

é uma one shot só que é divida em três parte, esqueci de fala xD
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anna

Fã


Número de Mensagens : 65
Idade : 25
Localização : Curitiba
Data de inscrição : 04/12/2008

MensagemAssunto: Re: Beauty From Darkness [one-shot]   Ter Fev 03, 2009 7:35 pm

Ahhhh... assim sim Very Happy
Valeu Thais
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Beauty From Darkness [one-shot]   Ter Fev 03, 2009 7:35 pm

agora sim, tá exlicado Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
thais TRASH!
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 336
Idade : 23
Data de inscrição : 01/02/2009

MensagemAssunto: Re: Beauty From Darkness [one-shot]   Ter Fev 03, 2009 7:41 pm

Aqui fica a segunda parte xD

Beauty From Darkness

Aquele lugar de novo, a ruas, ás arvores, só que desta vez eu conseguia me mover e vi a casa dos Kaulitz de novo. Eu via a minha casa mais não queria voltar lá, eu queria ir até a casa dos Kaulitz. Uma voz doce e melodiosa tocou meus ouvidos.
- Pare – ordenou a voz tentei me vira pra vê quem era dono daquele som tão deslumbrante mais suas mãos brancas me impediram – Não fique aqui onde está volte pra sua casa – ordenou a voz.
- Mais eu não quero – disse.
- Volte pra sua casa agora – a voz mantinha o tom firme e severo.
- Quem e você? – perguntei.
- Isso não interessa volte pra sua casa.
- Então me fale quem é você? Você pertence á família Kaulitz?
- Pertenço, agora volte pra sua casa. Acordei mais perguntas vieram em minha cabeça quem era aquele dono daquela voz que ouvia tão perfeitamente? Porque continuava sonhando com aquilo? E aquele lugar? Peguei um casaco quente abri minha gaveta peguei uma lanterna, depois abri minha janela que dava para o meu jardim sai tentando fazer o menor barulho possível a minha casa estava silenciosa, sai do meu jardim e caminhei até aquela estrada tão escura e fria que tinha pouca luz vinda do poste estava com medo mais minha curiosidade era maior que qualquer outra coisa. Avistei a casa caminhei em direção a porta liguei a minha lanterna e entrei a casa era linda os moveis estavam com poeira moveis caros elegantes essa tal família deveria ter muito dinheiro mais então porque abandona uma casa toda mobiliada? Quadros de pessoas pregado na parede, nada poderia ser mais assustador do que aquilo após matar minha curiosidade sair daquela casa o mais rápido possível pegando a estrada escura de novo andando mais devagar. Ouvi passos lentos atrás de mim ás lâmpadas do poste apagaram-se uma por uma liguei minha lanterna que apagou-se em seguida me deixando no escuro. Apenas com a luz da lua.
- Quem está ai? – gritei sem resposta. Senti uma respiração no meu pescoço fazendo-me arrepiar estava muito próximo a mim cheirava meu pescoço e gemia de satisfação em seguida como se eu fosse um prato de comida. Me senti fraca como se sugasse a minha energia.
- Quem é você? – perguntei com a voz baixa, minhas forças estavam escassas.
- Porque isso te importa tanto? – sua voz transbordava sensualidade, me virei e vi o seu rosto perfeito sua pele branca e aveludada seus olhos brilhantes com um tom avermelhado. Seus lábios tocaram a minha pele, gemi baixinho, estava perdendo totalmente a minha força seu sorriso satisfeito nos lábios pude vê suas unhas pintadas de preto me pretendo com medo de que presa fugisse. Cheirou meu pescoço meu coração parecia explodir em meu peito foi então que senti uma dor aguda invadir meu corpo mais depois se transformou-se em prazer seus dentes perfuravam minha pele o meu sangue brotava de minhas veias. As suas unhas cravaram na minha pele me fazendo sentir dor.
- Delicioso – disse ele lambendo os lábios sua voz era tão sensual seus olhos cheio de luxuria, e me puxou pra ele e beijou-me a saliva se misturava com sangue e seus lábios gelados me davam mais prazer.
- Agora você é minha pra sempre. Voltou a caminhar pela rua á fora, passo após, passo. Desaparecendo na neblina ás luzes se acenderam eu estava ali sozinha.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Anna

Fã


Número de Mensagens : 65
Idade : 25
Localização : Curitiba
Data de inscrição : 04/12/2008

MensagemAssunto: Re: Beauty From Darkness [one-shot]   Ter Fev 03, 2009 7:51 pm

Uau ^^
maismaismais
Voltar ao Topo Ir em baixo
Louise *
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 666
Idade : 23
Localização : Schwerte an der Ruhr, NRW / Curitiba, PR
Data de inscrição : 25/11/2008

Minha ficha
Como conheceu o fórum?:

MensagemAssunto: Re: Beauty From Darkness [one-shot]   Ter Fev 03, 2009 8:20 pm

Uhulll!!!
POSTA MAIS!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gii Way
Moderadores
Moderadores


Número de Mensagens : 1787
Idade : 28
Localização : Curitiba, PR
Data de inscrição : 28/01/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: Beauty From Darkness [one-shot]   Ter Fev 03, 2009 10:06 pm

eu ja disse q eu simplismente AMO esse tipo de fic???
acho q ñ
x.x

tiaaaaaaaaaaaa
posta ++++++++ um montãoo de caps ^^
bem q vc pooderia fazer uma fic com uns (no minimo) 20 caps
Surprised Laughing Twisted Evil Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ana Clara Kaulitz
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 370
Idade : 23
Localização : no quarto com o Bill, 'brincando'.
Data de inscrição : 01/10/2008

MensagemAssunto: Re: Beauty From Darkness [one-shot]   Qua Fev 04, 2009 1:52 pm

Comecei a ler a one agora..
A M E I!

muito perfeita. *---*
bem que ela podia ser uma fic..
mais, continua logo. ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://feijaocomarrozpontocom.blogspot.com/
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Beauty From Darkness [one-shot]   Qua Fev 04, 2009 4:01 pm

aah, eu AMO o Bill versão vampiro. tão sexy :9 OAEIAOEIAOI
Voltar ao Topo Ir em baixo
thais TRASH!
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 336
Idade : 23
Data de inscrição : 01/02/2009

MensagemAssunto: Re: Beauty From Darkness [one-shot]   Qui Fev 05, 2009 1:30 pm

Obrigada todas, então eu decide deixar a one-shot maior. E depois fazer uma segunda versão qtal?

Beauty From Darkness


Levei a minha mão até o meu pescoço passei o dedo sobre os pequenos buracos gemi de dor. Olhei a minha mão havia pequenas partículas de sangue caminhei até a minha casa sentindo o meu corpo pesado. Finalmente alcancei meu jardim e entrei pela minha janela minha casa estava em total silencio limpei o meu pescoço meus pensamentos estavam tumultuados, minha visão estava turva e cai na cama sem nem tirar a roupa suja. Olhei o meu relógio 4:30 da manhã deixei que os lençóis se aconchegassem no meu corpo febril a medida que ia fechando os olhos ouvia a sua voz aveludada.
‘’ Quem é você’’
‘’ Porque isso te importa tanto’’
Foi como se eu sentisse de novo aqueles dentes perfurando minha pele, acordei em um salto a minha testa estava molhada de suor. A minha febre não tinha baixado meu corpo estava tremulo olhei ao meu redor. Um grito saiu de minha garganta.
- Shiu... Não faça barulho não quer que seus pais acordem? – suas mãos frias tapavam minha boca semi-aberta.
- Melhor. Posso te soltar sem você gritar – seus olhos não estavam mais vermelhos como agora tinha uma cor de mel. Acenei positivamente ele tirou a mão fria da minha boca.
- O que você está fazendo aqui? Como veio para aqui? – perguntei me ajeitando na cama.
- Se esqueceu que agora é minha propriedade? – sorriu á medida que se aproximava da minha cama.
- Não sou propriedade de ninguém, o que você quer de mim?
- Agora é. Eu quero o seu delicioso sabor – disse ele lambendo os lábio brancos e pálidos tornado-os úmidos e avermelhados. Caminhou em minha direção sentando-se na minha cama a sua longa mão passou em meu rosto me senti fraca de novo como se ele roubasse minha energia.
- Você é perfeita – sua respiração gélida fazia meu estado febril abaixar á medida que acariciava os buracos em meu pescoço feito pelos seus dentes.
- O que você quer de mim? – perguntei.
- Eu quero você por toda a eternidade.
- Quem é você?
- Bill Kaulitz – prazer, disse ele me estendendo a sua mão tão elegante.
- Prazer Ro – ele me interrompeu.
- Rosiel eu sei perfeitamente quem é você, acorda todos os dias ás 7:30 estuda a duas quadras daqui, sua melhor amiga é a Kristin sua é mãe é costureira seu pai é mecânico vocês são nativos daqui esqueci mais algumas coisa? – perguntou ele arrogante.
- Não – respondi surpreendida – quem é você? Porque você sabe tanta coisa sobre mim? Você é um vampiro?
- Tantas perguntas, eu sou o Bill, eu sou um vampiro, porque eu sei tanta coisa sobre você? Porque nesses últimos meses não faço outra coisa a não ser te observa menos no banheiro é claro.
- M e observando porque?
- Porque, porque, porque. Você faz perguntas demais sabia?
- Bom primeiro você sabe mais da minha vida do que eu. Segundo me observa á meses e depois me morde e eu tenho tido pesadelos esses últimos dias.
- Foi eu que te fiz ter pesadelos, desculpe minha querida. Mais era o jeito que eu tinha para te atrair. E como eu sei que você é curiosa sabia que iria voltar na minha antiga casa, quer dizer nossa casa.
- Então você me mordeu porque queria que eu ficasse com você?
- Exatamente!
- Isso foi muito egoísta da sua parte!
- Eu vivo sozinho á séculos e eu achei a pessoa mais perfeita pra está do meu lado.Bonita. Inteligente. Corajosa. E eu não disse que não era egoísta.
- Você me dá arrepios!
- Eu sei, eu vejo seu desejo por mim em seus olhos. Mais você ainda não é um vampiro.
- Não? – perguntei
- Não, eu vou deixa você escolhe entre passar a sua vida afundada em Redvillage ou viver eternamente comigo, conhecendo o mundo. Eu sei que seus planos não são se casar com Sam Willian e ser costureira. Mais você é quem decide. – aquilo tinha bagunçado minha mente como ele podia saber o que se passava em mim. – agora deita e descanse amanha esse mesmo horário eu venho buscar minha resposta – ele me deitou na cama e me cobriu com meu lençol ele era tão amoroso comigo, me tratava como uma rainha a sua mão delicada e elegante passou na minha febre estava passando.
- Dorme minha querida. – E com o som da sua voz melodiosa eu adormeci.
Voltar ao Topo Ir em baixo
line kaulitz
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 458
Idade : 22
Localização : Recife-PE
Data de inscrição : 01/12/2008

MensagemAssunto: Re: Beauty From Darkness [one-shot]   Qui Fev 05, 2009 1:42 pm

essa one é muitoo massa
ai pai
eu queria ter um kaulitz como meu vampiroo :anjo:
continuaa tá muitoo boa
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gii Way
Moderadores
Moderadores


Número de Mensagens : 1787
Idade : 28
Localização : Curitiba, PR
Data de inscrição : 28/01/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: Beauty From Darkness [one-shot]   Qui Fev 05, 2009 1:54 pm

nussss
eu quero mais capiiisssss
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tati
Fanática
Fanática


Número de Mensagens : 1523
Localização : Salvador - Bahia
Data de inscrição : 13/10/2008

MensagemAssunto: Re: Beauty From Darkness [one-shot]   Qui Fev 05, 2009 2:32 pm

Nossa, arrepiei!!!

Um Bill vampiro... tudo de bom!!!
Pra toda a eternidade... Jesus apaga a luz!!!!
Continua.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Beauty From Darkness [one-shot]   Qui Fev 05, 2009 2:54 pm

Tati escreveu:
Nossa, arrepiei!!!

Um Bill vampiro... tudo de bom!!!
Pra toda a eternidade... Jesus apaga a luz!!!!
Continua.

[2]
versão vampiro é a melhor Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
Louise *
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 666
Idade : 23
Localização : Schwerte an der Ruhr, NRW / Curitiba, PR
Data de inscrição : 25/11/2008

Minha ficha
Como conheceu o fórum?:

MensagemAssunto: Re: Beauty From Darkness [one-shot]   Sex Fev 06, 2009 11:01 pm

Com certeza gente!
pra eternidade??? simmmmm!!!!

e bom q vc vai aumentar sua fic! adorei o tema....

POSTA MAIS!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ana Clara Kaulitz
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 370
Idade : 23
Localização : no quarto com o Bill, 'brincando'.
Data de inscrição : 01/10/2008

MensagemAssunto: Re: Beauty From Darkness [one-shot]   Sab Fev 07, 2009 12:12 pm

Manhê, eu quero um Bill versão vampiro!
*------------------------------------------*

tá muito perfeita essa one.
é que bom que vou vai aumenta-la. (:

posta mais logo..
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://feijaocomarrozpontocom.blogspot.com/
thais TRASH!
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 336
Idade : 23
Data de inscrição : 01/02/2009

MensagemAssunto: Re: Beauty From Darkness [one-shot]   Sab Fev 07, 2009 1:08 pm

Beauty From Darkness


Abri os olhos lentamente com a luz forte que vinha de minha janela, que fizeram os meus olhos arderem. Meu corpo estava pesado parecia que eu pesava cem toneladas levantei-me ficando sentada na cama. Percorri os meus olhos pra vê se Bill deixará algum vestígio da noite anterior, quando meu olhar parou no canto do quarto lá estava ele sentado na cadeira, com os pés apoiados na escrivania. Sorrindo maliciosamente, com um olhar meigo, o que me preocupou porque eu sempre acordo toda desalinhada com uma cara de sono horrível. Eu queria cavar um buraco em entra dentro dele.
- Tem pessoas que acordam pior te garanto – disse ele com a sua voz melodiosa.
- Você tem que para com essa mania de lê minha mente – eu disse com voz um pouco rouca.
- É fácil de mais lê a sua mente, e eu não consigo parar está se tornando um vicio para mim.
- Você ficou aqui a noite toda? – perguntei.
- Sim. – respondeu ele com uma resposta curta.
- Rosiel vem tomar café – gritou a minha mãe.
- Acho melhor eu ir, mais daqui a pouco eu volto pra gente dá um passeio. – disse ele se jogando de minha janela, minha vista humana não captava suas habilidades sobrenaturais. Desci e tomei o café da manha, depois subi em meu quarto coloquei uma roupa quente e confortável, para minha aventura vampiresca só de pensa que teria que decide entre viver eternamente ou minha família me dava medo, eu continuava confusa aquele mal estar havia passado mais na área aonde ele tinha me mordido ainda estava dolorido, enrolei um cachecol em volta pra ninguém perceber os pequenos furos em meu pescoço. Sem me dar por conta Bill estava atrás de mim sentado na minha cama me observando.
- Que susto!
- Pronta para o nosso passeio? – perguntou ele.
- Escuta existe porta sábia? Você não consegue entra por elas?
- É mais divertido vê seu rosto assustado.
- Você é diabólico sabia.
- É sou um vampiro o que você esperava? Anda vamos para nosso passeio – sem me deixar dá uma palavra ele me colocou em suas costas e saltou pela janela em uma rapidez sobrenatural, que até me fascinava – depois a gente parou na estrada da casa dele.
- Acho que podemos ir andando mais calmamente agora.
- Por mim tudo bem – andamos em silêncio, eu o observava ele era tão lindo jamais vi um rapaz assim, será que eu estava me apaixonando por ele? Decide desvia meus pensamentos quando me lembrei que ele podia lê-los e seria muito vergonhoso. Chegamos a gigante mansão, passamos pelo jardim com flores mortas, grama de cor cinza. até chegar a porta de metal. Que ele abriu e me deixou passar, quantas vezes eu entrasse ali, todas elas eu iria ficar encantada com tanto terror e glamour ao mesmo tempo e a casa já nem era mais tão assustadora que nem dá última vez. Meus olhos corriam pela grande mansão caótica vi uma bela mobília de madeira, passei meu dedo sobre o móvel coberto de poeira quando senti uma voz sussurrando em meu ouvido.
- O pó te incomoda? – perguntou com sua boca colada em meus ouvidos, fazendo meus pêlos do braço se arrepiar.
- Um pouco – respondi – porque vocês abandonaram essa casa? – perguntei me virando pra ele, com nossas respirações entrando em conflito.
- Porque ela não nos trás boas lembranças. – ele respondeu com um ar triste.
- E porque te trás más lembranças? – perguntei.
- Já vai começar com o questionário? – ele sábia me enrola percebi que ele não queria tocar muito naquele assunto, então teria que dá um jeito de enrola ele também pra satisfazer a minha curiosidade estúpida e humana.
- Você sabe tudo de mim, eu não sei nada sobre você eu tenho direito de saber sobre você. – disse tentando ser convincente e pela cara dele eu estava conseguindo.
- Tudo bem – bufou ele – O que a senhorita deseja saber? – perguntou.
- Tudo, mais primeiro de tudo você disse que essa casa não te trás boas lembranças, mais você disse nós então quer dizer que você tem família?
- Exatamente. Tenho dois irmãos Tom e Caroline e meus pais ainda estão vivos.
- Bom acho que tenho direito a mais perguntas, porque essa casa não te trás boas lembranças. – seu olhar ficou triste de novo e eu percebi que estava forçando de mais ás coisas com ele.
- Tudo bem se não quiser fala – eu disse.
- Mais acho que você tem direito de saber – de repente sua mente parecia ter saído daquele cômodo da casa parecia ter entrado em um transe como se ele tivesse se lembrando de algo – á alguns anos atrás eu e minha família viemos para cá porque aqui tem clima gélido e digamos que Caroline não gostava muito de onde morávamos, quando chegamos aqui viemos morar nessa casa parecia tudo perfeito, nos fomos matriculados na escola até que eu conheci uma menina chamada Marie e me apaixonei por ela, eu tinha acabado de me tornar vampiro e seu sangue era magnífico eu tentava a todo custo ficar longe dela, mais Marie era curiosa demais e acabou descobrindo o que nos somos de verdade, e nos acabamos nos apaixonando e ela me pediu que eu á mordesse para ser como nos, eu a mordi – nesse momento ele fez uma pausa seus olhos eram tão tristes – só que não tive força para parar e acabei matando-a, depois a cidade acabou descobrindo quem realmente nos éramos e queria nós matar a todo custo e tivemos que fugir, então eu jurei que nunca mais voltaria a essa cidade até que um dia eu passei em uma cidade perto daqui e eu decide vim pra cá e te vi – ele passou a mão delicadamente eu meu rosto – e você é tão parecida com Marie sua mente é igual a dela até a sua beleza delicada, e foi tão bom senti meu coração bater de novo – ele me abraçou roçou o seu nariz gélido em meu rosto, eu já não me sentia fraca perto dele, e por incrível que pareça me sentia segura com ele.
- Como você se tornou um vampiro? – perguntei ainda envolvida nos seus braços gelados, ele se soltou e olhou para mim.
- Eu e meu irmão estávamos voltando da escola quando dois vampiros nos atacaram, só que apareceu um casal de vampiro e espantou os outros só que já era tarde demais a gente já estava morrendo o casal que hoje são nossos pais tiveram que nos tornar um vampiro. – respondeu calmamente.
- E como alguém se torna vampiro? – perguntei.
- Imagino que você deva está muito curiosa para saber disso, bem eu deixei o veneno no seu sangue, você ainda está em fase de transformação, se você não quiser ser um vampiro eu sugo o veneno de volta e você volta a ser um simples ser humano.
- Imagino que isso demore 24 horas pra acontecer.
- Exatamente.
- Então não me resta muito tempo para minha decisão. – disse insegura.
- Sim, mais quem decide isso é você, é claro que eu gostaria que você viesse comigo iria ser incrível mais quem decide isso é você é muito duro deixar sua família para trás eu e meu irmão sofremos muito por causa disso.
- Eu imagino.
- Está na hora de você voltar para casa, sua família deve está preocupada.
Em menos de 5 minutos eu estava no jardim de casa.
- Bom dá próxima vez que vier aqui vai ser para buscar minha resposta – ele se aproximou e seus lábios finos e gélidos se envolveram no meu. Nenhuma sensação era tão boa quanto aquela. – Ele me libertou de seus lábios tentadores e sussurrou em meu ouvido – eu te amo Rosiel – e desapareceu na tarde escura subi até meu quarto e me deitei na cama deixando meus pensamentos dominarem a minha cabeça.

________________________________________________________________________________________________________

Obrigada! Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Beauty From Darkness [one-shot]   Hoje à(s) 2:24 pm

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Beauty From Darkness [one-shot]
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Crystalline Darkness
» Through Darkness
» Requiem Laus - As Long as Darkness Bleeds (Álbum disponível)
» Body Language {18} one-shot
» Diário de um MACHO! (Comédia One-Shot) POSTADA!

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
TH BRASIL OFICIAL - Fórum :: Fan Stuff :: FanFics :: One Shots-
Ir para: