Fórum Oficial do Tokio Hotel no Brasil - TH BRASIL OFICIAL FÓRUM
 
InícioPortalRegistrar-seLoginIr para o site@THBRASILOFICIALFacebook

Compartilhe | 
 

 [Kaulitzcest] Lágrimas de uma eterna paixão

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Racquel

Fã


Número de Mensagens : 141
Idade : 21
Localização : Curitiba
Data de inscrição : 10/01/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Outro

MensagemAssunto: [Kaulitzcest] Lágrimas de uma eterna paixão   Qui Jan 20, 2011 9:39 pm

Gênero: Death Fic, Drama, Romance, Tragédia, Universo Alternativo
Aviso: Homossexualismo. Incesto ( Bom, incesto porque eles são irmãos na vida real, mas na fic, não )

Quem NÃO gosta de Twincest eu peço que NÃO leia, e se ler e não gostar, NÃO COMENTE, porque eu não tenho que ficar lendo comentário de pessoa que não tem o que fazer ^_^

Enfim, espero que gostem =)


00000000000000000000000000000000000

O que estiver em negrito e itálico será passado, lembranças!


- Paiiiiiiiii.- Um pequeno garotinho de cabelos louro escuro gritou, tentando escapar do par de braços que o cercava.- Assim não vale.- O menino amuou, fazendo um biquinho tão bem conhecido por Tom.

- Você é um menino muito levado, Max.- Tom sorriu abertamente para o garoto, erguendo o pequeno corpo em seus braços.

- Nãoooo! Me deixa no chão, pai!- Max se debateu contra o corpo do pai, cansando-se em alguns minutos.

- Nada disso! Hora de dormir.- Dizendo isso, Tom subiu as escadas com seu filho reclamando a cada degrau que ele subia.

- Mas eu....- Bocejou- Não estou com sono, pai.- Max coçou os olhos, tentando conter um outro bocejo que insistia em sair.

- Oh!.- Tom sentou na beirada da cama, cobrindo o filho com o coberto do Ben 10 logo em seguida.- Essa carinha de sono não me engana.- O pequeno riu das pequenas cócegas que Tom lhe fazia sobre o cobertor.

- Me conta uma historinha, pai.- Pediu, sabendo que Tom não resistiria quando ele fazia aquela carinha que só ele sabia fazer. E como esperado, Tom bufou, desistindo de contrariar o filho.

- Qual história?- Perguntou, sorrindo ao ver a cara de pensativo do menino.

- A história do papai.- Ah, a história do papai. Max sempre pedia para contar a história do papai, mas Tom nunca contava.

- Você não vai desistir, não é?- Tom sabia que Max tinha o direito de saber sobre seu outro pai. O garoto tinha o direito de saber para onde seu papai “viajou”.

- Seu papai é bastante aventureiro, Max. Nesse momento, ele deve estar vagando por aí, ou olhando para nós.- Tom riu ao ver o menino olhando assustado para todos os cantos do quarto.

- Ele pode ver a gente, mas a gente não pode ver ele?- O mais velho acenou positivamente. – Isso é injusto.- Max fez biquinho e cruzou os braços acima do peito, emburrado.

- Via ficar assim ou vai querer ouvir a história?- Tom perguntou, ameaçando sair do quarto.

- Tá bom, tá bom. Eu fico quietinho.- Max sorriu, deitando-se completamente na cama, segurando com firmeza o coberto sobre ele.

- Era uma vez....



- Tom, o que você acha de nós termos um filho?- Bill riu ao ver o marido quase sufocar com a comida.

- Oh, Meu Deus, Bill. Você não está grávido, não é?- Tom arregalou os olhos, realmente achando que essa poderia ser uma possibilidade.

- Claro que não, seu bobo. Nem teria como...- Bill suspirou, vendo Tom soltar um suspiro de alívio.- Nós já temos vinte e cinco anos, Tomi. Está...Está na hora de termos uma família.- O moreno levantou, trazendo os pratos consigo e os levando para a pia.

- Bill...- Tom murmurou, abraçando o marido por trás.- Você é minha família. Não precisamos de uma criança agora.- Beijou seu pescoço, apreciando a tatuagem por breves segundos.

- Tomi, você sabe do que eu estou falando. Uma criança correndo por essa casa seria maravilhoso.- Tom suspirou, pensando como fazer Bill desistir dessa idéia maluca




- AH, então você, pai, não me queria?- Tom podia ver o brilho nos olhos de seu filho, sabendo que ele poderia chorar a qualquer momento.

- Não, não! Só pensava que não era a hora para isso. Mas...- Tom cutucou o braço de Max.- Ainda bem que eu, no final, ouvi seu papai.- Max olhou para ele atentamente.- Pois você, pequeno, foi uma das melhores coisas que me aconteceu nessa vida.- Max gargalhou e saltou no colo do pai.- Vai me deixar terminar de contar a história, ou não?

- Vai, pode contar.- Tom colocou o filho de volta sob as cobertas, acariciando seu couro cabeludo.

- Então...

- Ai, Tomi! Eu nem acredito que vamos hoje ver as crianças. E uma delas será a NOSSA criança.- Bill saltou de um lado para o outro da casa, animadamente. Não havia como Tom não sorrir da felicidade de seu marido. Se Bill estava feliz, ele também estava.

- E então vocês me tiraram daquele orfanato! Eu lembro do papai Bill...

- Vai me deixar terminar, sua peste?- Tom riu e fez cócegas no garoto, vendo o menino remexer-se na cama, tentando se livrar das garras de seu pai.

- Táaaaaaaa, eu deixo.- Max ficou quieto novamente, e Tom olhou-o de soslaio, não acreditando totalmente no que o mais novo dizia.

- Olá.- Bill agachou-se, ficando ainda um pouco maior que o pequeno garoto que estava sentando e escorado na parede, longe de algumas crianças.- Eu sou Bill.- Estendeu a mão, vendo o menino apenas olhar, pensando se devia ou não cumprimentá-lo.

- Max.- O menino mostrou um sorriso tímido, apertando a delicada mão do mais velho. Bill logo se encantou. A pequena mãozinha junto com a sua, era tão pequena que poderia sumir se Bill apertasse delicadamente.

Bill sabia, tinha certeza. Esse menino nasceu para ser seu.


- Ele te amou desde a primeira vez em que ele pôs os olhos em você.- Tom acariciou a face sonolenta do pequeno garoto, vendo seu menino bocejar de sono.

- Max já está dormindo?- Bill perguntou baixinho, vendo sua criança já deitada.

- Sim. Ele pega no sono bem rápido.- Tom sorriu, abraçando seu marido pela cintura, depositando um casto beijo em sua testa.

- Alguém está animado.- Bill sorriu, lambendo seus próprios lábios sugestivamente.

- Bill...

- Vamos, Tomi. Vamos brincar.- Puxando o louro pela gola da camiseta, Bill fechou a porta cuidadosamente, sem fazer qualquer ruído.

- Brincaram de esconde-esconde, pai?- Max perguntou, já com os olhos totalmente fechados e com uma pequena voz de sono.

- Ham...- Tom corou, mas o pequeno não percebeu.- É...esconde-esconde...

- Vai sair nessa chuva, Bill? Está muito forte...- O olhar no rosto de Tom demonstrava claramente o quanto ele estava preocupado. Não era nem quatro horas da tarde e já parecia noite. O céu estava coberto por nuvens cinzas, e o chão encharcado pela chuva que caía.

- Max esqueceu seu caderno no colégio, Tomi.- Bill sorriu, por fim colocando seu tênis.- Ele tem tarefa. Não se preocupe, eu volto logo.- Dando um último selinho em Tom, Bill foi embora, batendo a porta com demasiada força, sem querer.

Ele voltava logo.

Ele nunca voltou.


- Papai pegou o caminho errado e se perdeu?- Os olhinhos de Max piscavam já pelo sono, mas mesmo assim ele continuou a fazer perguntas.

- Sim, meu filho...- Tom segurou as lágrimas repentinas. Já havia passado cinco anos e elas ainda o pegava desprevenido, querendo derramar por seu rosto.- Ele pegou o caminho errado.

- Sr. Trumper?- Um homem de cabelos grisalhos o chamou, sem nenhuma emoção em seu rosto. Tom já não gostava dele.

Andando lentamente, como se isso o impedisse de entrar naquela sala. Mas não podia. Logo ele já estava lá, junto com o homem e um corpo em cima de uma maca dentro de um saco.

- Reconhece o corpo, Sr. Trumper?- Dizendo isso, o homem abriu o zíper.

Seu Bill. Seu pequeno marido estava pálido, chegando a ser cinza. Sua boca roxa estava entreaberta e seus olhos totalmente fechados, ainda com resquícios da maquiagem de alguns dias atrás.

Seu chão caiu, fazendo ele mesmo cair. Segurando-se na maca, Tom gritou com todas as suas forças.

Chorou pela perda de quem amava. Chorou todos os seus dias de felicidades e de tristezas. Chorou pelos dias de desentendimentos e pelos dias em que se reconciliavam e fazia amor apaixonadamente.

Chorou pelo homem da sua vida, agora morto em sua frente.


Arrumando o cobertor em cima da criança que já dormia, Tom deu um último beijo na testa de seu pequeno Max.

Tom desceu as escadas calmamente, tentando impedir que as lágrimas voltassem a cair. Pegou as chaves do carro e da casa, colocando seu casaco sobre os ombros logo depois. Caminhou pelo jardim, apreciando as flores que Bill havia cuidado. Agora era ele quem estava cuidando do que seu marido havia deixado para trás. Aquelas flores eram algumas das pequenas lembranças que ainda continuava viva, além de Max.

Respirando fundo, Tom ligou o carro e começou a dirigir pela rua agora deserta, desejando lá no fundo que o um carro aparecesse do nada e colidisse com o seu, levando ele ao mesmo lugar em que Bill estava. Mas sabia que era egoísmo de mais fazer isso.

Estacionou na frente de um lugar já bem conhecido nos últimos anos. Alguns anos atrás, Tom nunca sequer chegou a pensar que entraria em um cemitério, principalmente para olhar o túmulo do marido.

- Bill...- Tom murmurou, soltando finalmente as lágrimas que teimavam em cair.- Nos conhecemos no colégio, meu amor...Lembra?- Perguntou, sentando-se na frente da lápide gélida, olhando atentamente a foto do seu moreno.

- Você me odiava. Achava que eu queria me aproximar de você pra te bater, ou humilhar...Oh, Bill, estava tão errado...- Fechou seu casado e colocou as mãos no bolso, tremendo pela brisa gelada que havia passado. – Foi amor, Bill...Desde quando eu te vi...

- ...Quando eu pedi pra sair com você e você riu na minha cara, dizendo que era brincadeira...Mas parou de rir logo em que eu te mostrei uma jasmim, a flor que eu fiz questão de descobrir que era a que você mais gostava.- Sussurrou, como se fosse um segredo apenas dos dois.

- E quando eu te pedi em casamento? Nossa, você pulou em meu colo, jogando-me no chão e me deu vários beijinhos, dizendo que era pra sempre.- Tom chorou, soluçando e jogando toda a tristeza pra fora.- Mas não foi, Bill. Não foi...- Ficando de joelhos, Tom acariciou a foto do marido, sorrindo ao ver o sorriso do seu Bill. Sempre, sempre nas fotos Bill sorria, demonstrando que em sua vida só havia alegria.

Morreu feliz.

- Foi com esse sorriso, Bill, que você entrou no meu mundo...- Tom depositou a jasmim na lápide, ao lado de sua foto, vendo o quão linda ficava a flor e a foto de seu marido juntos.

- E foi com esse mesmo sorriso, que você saiu do meu mundo.

FIM

o que acharam?


Última edição por Racquel em Sex Jan 21, 2011 11:42 am, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mari.
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 4948
Idade : 23
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 29/11/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Amigos

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Lágrimas de uma eterna paixão   Qui Jan 20, 2011 9:49 pm

Citação :
- E quando eu te pedi em casamento? Nossa, você pulou em meu colo, jogando-me no chão e me deu vários beijinhos, dizendo que era pra sempre.- Tom chorou, soluçando e jogando toda a tristeza pra fora.- Mas não foi, Bill. Não foi...- Ficando de joelhos, Tom acariciou a foto do marido, sorrindo ao ver o sorriso do seu Bill. Sempre, sempre nas fotos Bill sorria, demonstrando que em sua vida só havia alegria.

Morreu feliz.

- Foi com esse sorriso, Bill, que você entrou no meu mundo...- Tom depositou a jasmim na lápide, ao lado de sua foto, vendo o quão linda ficava a flor e a foto de seu marido juntos.

- E foi com esse mesmo sorriso, que você saiu do meu mundo.
Puta merda Racquel, eu sofri lendo isso Ç.Ç
Ficou muito, MUITO perfeita essa one!
Você escreve bem demais garota, é sério!
Poste mais, ok? *-*
Parabéns, muito boa mesmo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Biaah *
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 991
Idade : 20
Localização : Sampaa
Data de inscrição : 25/03/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Lágrimas de uma eterna paixão   Qui Jan 20, 2011 11:28 pm

BillaBizarre escreveu:
Citação :
- E quando eu te pedi em casamento? Nossa, você pulou em meu colo, jogando-me no chão e me deu vários beijinhos, dizendo que era pra sempre.- Tom chorou, soluçando e jogando toda a tristeza pra fora.- Mas não foi, Bill. Não foi...- Ficando de joelhos, Tom acariciou a foto do marido, sorrindo ao ver o sorriso do seu Bill. Sempre, sempre nas fotos Bill sorria, demonstrando que em sua vida só havia alegria.

Morreu feliz.

- Foi com esse sorriso, Bill, que você entrou no meu mundo...- Tom depositou a jasmim na lápide, ao lado de sua foto, vendo o quão linda ficava a flor e a foto de seu marido juntos.

- E foi com esse mesmo sorriso, que você saiu do meu mundo.
Puta merda Racquel, eu sofri lendo isso Ç.Ç
Ficou muito, MUITO perfeita essa one!
Você escreve bem demais garota, é sério!
Poste mais, ok? *-*
Parabéns, muito boa mesmo.
+1
Voltar ao Topo Ir em baixo
Amandha kruz
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 517
Idade : 19
Localização : Santa Amélia R.J
Data de inscrição : 26/12/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?:

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Lágrimas de uma eterna paixão   Sex Jan 28, 2011 1:10 am

Ai Ai, so muuuito sentimental e to chorando feito uma boba.
Parabens! Racquel fico muito linda amei.
Voltar ao Topo Ir em baixo
cristalmartins



Número de Mensagens : 4
Idade : 29
Localização : belo horizonte/mg
Data de inscrição : 17/01/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Lágrimas de uma eterna paixão   Seg Jan 31, 2011 1:36 pm

oi liebe....
eu adorei a sua fãnfic...
ta de parabens...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Amÿ K.

Fã


Número de Mensagens : 64
Idade : 23
Data de inscrição : 16/11/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Lágrimas de uma eterna paixão   Qua Fev 02, 2011 1:44 am

OMG! sangrei akii *o*
que dó, man!
éé...linda! vc me faz chorar, garota ç-ç
adorei!!! <3
Voltar ao Topo Ir em baixo
hiza
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 652
Idade : 19
Localização : ...
Data de inscrição : 04/01/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Lágrimas de uma eterna paixão   Qua Fev 02, 2011 9:42 pm

BillaBizarre escreveu:
Citação :
- E quando eu te pedi em casamento? Nossa, você pulou em meu colo, jogando-me no chão e me deu vários beijinhos, dizendo que era pra sempre.- Tom chorou, soluçando e jogando toda a tristeza pra fora.- Mas não foi, Bill. Não foi...- Ficando de joelhos, Tom acariciou a foto do marido, sorrindo ao ver o sorriso do seu Bill. Sempre, sempre nas fotos Bill sorria, demonstrando que em sua vida só havia alegria.

Morreu feliz.

- Foi com esse sorriso, Bill, que você entrou no meu mundo...- Tom depositou a jasmim na lápide, ao lado de sua foto, vendo o quão linda ficava a flor e a foto de seu marido juntos.

- E foi com esse mesmo sorriso, que você saiu do meu mundo.
Puta merda Racquel, eu sofri lendo isso Ç.Ç
Ficou muito, MUITO perfeita essa one!
Você escreve bem demais garota, é sério!
Poste mais, ok? *-*
Parabéns, muito boa mesmo.

2!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://...
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Lágrimas de uma eterna paixão   Qui Fev 03, 2011 12:26 am

Adorei!
Você escreve muito bem.
Parabéns.
Estou sem palavras aqui.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Lágrimas de uma eterna paixão   Seg Mar 14, 2011 8:05 pm

que lindo!
realmente emocionante!
queria ter lido antes, mas não deu!
mas agora tbm valeu muito a pena!
parabéns!
Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fabyola
Fanática
Fanática


Número de Mensagens : 1276
Idade : 24
Localização : Curitiba
Data de inscrição : 16/10/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Outro

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Lágrimas de uma eterna paixão   Seg Mar 14, 2011 10:15 pm

Cara do céu aplausos

Cai em lágrimas, sinceramente não consigo imaginar os dois separados....
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://dafaby.blogspot.com/
Ilana
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 3843
Localização : Humanoid City
Data de inscrição : 01/02/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Lágrimas de uma eterna paixão   Ter Mar 15, 2011 11:00 am

O_O

Eu não tenho palavras para descrever!!
Escreva mais você tem muito talento!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://eternitytokiohotel.tumblr.com/
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Lágrimas de uma eterna paixão   Dom Mar 27, 2011 5:22 am

Oh, que coisa triste!!!
Sad
mas eu gostei muito!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
LavinyBkauTkauGG
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 524
Idade : 20
Localização : Onde judas perdeu o par DIREITO das botas
Data de inscrição : 08/10/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Outro

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Lágrimas de uma eterna paixão   Qua Abr 27, 2011 3:54 pm

Biaah * escreveu:
BillaBizarre escreveu:
Citação :
- E quando eu te pedi em casamento? Nossa, você pulou em meu colo, jogando-me no chão e me deu vários beijinhos, dizendo que era pra sempre.- Tom chorou, soluçando e jogando toda a tristeza pra fora.- Mas não foi, Bill. Não foi...- Ficando de joelhos, Tom acariciou a foto do marido, sorrindo ao ver o sorriso do seu Bill. Sempre, sempre nas fotos Bill sorria, demonstrando que em sua vida só havia alegria.

Morreu feliz.

- Foi com esse sorriso, Bill, que você entrou no meu mundo...- Tom depositou a jasmim na lápide, ao lado de sua foto, vendo o quão linda ficava a flor e a foto de seu marido juntos.

- E foi com esse mesmo sorriso, que você saiu do meu mundo.
Puta merda Racquel, eu sofri lendo isso Ç.Ç
Ficou muito, MUITO perfeita essa one!
Você escreve bem demais garota, é sério!
Poste mais, ok? *-*
Parabéns, muito boa mesmo.
+1
+2
nussa chorei e pedi a deus pra q nunca separe eles!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Streetwalker
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 543
Localização : Humanoid City
Data de inscrição : 03/05/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Lágrimas de uma eterna paixão   Sex Maio 20, 2011 12:28 am

Parabéns Racquel!
Me fez chorar garota!
Essa é uma das minhas primeiras Kaulitzcest/twinscest e confesso ... Mudei totalmente minha concepção sobre o assunto.
Eu adorei, parabéns, parabéns, parabéns aplausos


Última edição por Bia' em Qui Jul 14, 2011 11:30 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Lais Monteiro
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 1155
Idade : 20
Localização : Rio de Janeiro
Data de inscrição : 13/03/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Lágrimas de uma eterna paixão   Sex Maio 20, 2011 12:10 pm

Ficou muito boa chorei aqui lendo
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://sweetdarkiness.tumblr.com/
Sara Kaulitz2
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 1172
Idade : 19
Localização : Humanoid City
Data de inscrição : 22/05/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Lágrimas de uma eterna paixão   Seg Jun 06, 2011 11:35 pm

BillaBizarre escreveu:
Citação :
- E quando eu te pedi em casamento? Nossa, você pulou em meu colo, jogando-me no chão e me deu vários beijinhos, dizendo que era pra sempre.- Tom chorou, soluçando e jogando toda a tristeza pra fora.- Mas não foi, Bill. Não foi...- Ficando de joelhos, Tom acariciou a foto do marido, sorrindo ao ver o sorriso do seu Bill. Sempre, sempre nas fotos Bill sorria, demonstrando que em sua vida só havia alegria.

Morreu feliz.

- Foi com esse sorriso, Bill, que você entrou no meu mundo...- Tom depositou a jasmim na lápide, ao lado de sua foto, vendo o quão linda ficava a flor e a foto de seu marido juntos.

- E foi com esse mesmo sorriso, que você saiu do meu mundo.
Puta merda Racquel, eu sofri lendo isso Ç.Ç
Ficou muito, MUITO perfeita essa one!
Você escreve bem demais garota, é sério!
Poste mais, ok? *-*
Parabéns, muito boa mesmo.
+1

Então, como eu so muito sentimental, chorei lendo a One...realmente nao consigo imaginar os dois separados pela morte :\
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Lágrimas de uma eterna paixão   Ter Jun 07, 2011 11:15 am

Nossaaaaaaaaaaa! Que talento! (:
Amei a one, escreva mais!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pah Kaulitz

Fã


Número de Mensagens : 151
Idade : 19
Localização : Humanoid City!
Data de inscrição : 15/06/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?:

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Lágrimas de uma eterna paixão   Seg Jul 11, 2011 10:11 pm

Nossa! Minha filha, vce não devia fazer esse tipo de coisa não! É feio fazer uma pessoa chorar!!
KKKK'
Ta perfeeeita!
Parabéééns aplausos
Voltar ao Topo Ir em baixo
D'Julia kaulitz
Fanática
Fanática


Número de Mensagens : 1573
Idade : 20
Localização : Curitiba
Data de inscrição : 13/08/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Lágrimas de uma eterna paixão   Sab Out 22, 2011 10:40 pm

leitora atrasada....

meu deus que fic mais linda, menina você escreve demais, parabéns aplausos

me fez chorar....(isso não se faz com as pessoas...kk)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: [Kaulitzcest] Lágrimas de uma eterna paixão   Hoje à(s) 4:47 pm

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Kaulitzcest] Lágrimas de uma eterna paixão
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [Kaulitzcest] Lágrimas de uma eterna paixão
» [Kaulitzcest] A viúva e o mordomo!
» [Kaulitzcest] Tarde de estudos
» One Plus One Equals Me And You (Kaulitzcest)
» Montagem: Kaulitzcest

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
TH BRASIL OFICIAL - Fórum :: Fan Stuff :: FanFics :: One Shots-
Ir para: