Fórum Oficial do Tokio Hotel no Brasil - TH BRASIL OFICIAL FÓRUM
 
InícioPortalRegistrar-seLoginIr para o site@THBRASILOFICIALFacebook

Compartilhe | 
 

  (Nem) Todo Mundo Odeia a Emily

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte
AutorMensagem
Biaah *
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 991
Idade : 20
Localização : Sampaa
Data de inscrição : 25/03/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: (Nem) Todo Mundo Odeia a Emily   Ter Jul 05, 2011 12:32 am

Ilana escreveu:
Ai, ai, ai, ai, ai... *Voz do Robo do Pawrengers
Cara, o Bill quase beijando a Sam. *Alguma alma bondosa me MATA!
Tom, incrivelmente você é a única salvação para a Emily!

Que é isso M.
É um prazer ler a sua Fic!!
Vou continuar lendo sempre!

Beijos!!!
+1
Voltar ao Topo Ir em baixo
LavinyBkauTkauGG
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 524
Idade : 20
Localização : Onde judas perdeu o par DIREITO das botas
Data de inscrição : 08/10/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Outro

MensagemAssunto: Re: (Nem) Todo Mundo Odeia a Emily   Ter Jul 05, 2011 5:06 pm

Ilana escreveu:
Ai, ai, ai, ai, ai... *Voz do Robo do Pawrengers
Cara, o Bill quase beijando a Sam. *Alguma alma bondosa me MATA!
Tom, incrivelmente você é a única salvação para a Emily!

Que é isso M.
É um prazer ler a sua Fic!!
Vou continuar lendo sempre!

Beijos!!!
+1
okok menina que tipo de ticas são essas to amando elas mein got acho ate que vou usas algumas ok parei com a idiotice aqui mais sim eu amo as ticas dele e sim vou usar umas mesmo eu não acreditando que iram funcionar com o carinha aqui
posta mais
posta mais
Voltar ao Topo Ir em baixo
mila!kaulitz
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 718
Localização : Curitiba
Data de inscrição : 21/01/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Amigos

MensagemAssunto: Re: (Nem) Todo Mundo Odeia a Emily   Ter Jul 05, 2011 10:09 pm

Ilana escreveu:
Ai, ai, ai, ai, ai... *Voz do Robo do Pawrengers
Cara, o Bill quase beijando a Sam. *Alguma alma bondosa me MATA!
Tom, incrivelmente você é a única salvação para a Emily!

Que é isso M.
É um prazer ler a sua Fic!!
Vou continuar lendo sempre!

Beijos!!!
+2
Nossa Bill O.O, você quase beijou a Sam por que, por que??

É um prazer mesmo ler a sua Fic M. Very Happy
Estou aqui no proximo Cap. Ok!!

Beijos ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ka
Fanática
Fanática


Número de Mensagens : 1352
Idade : 22
Localização : Curitiba
Data de inscrição : 16/12/2009

MensagemAssunto: Re: (Nem) Todo Mundo Odeia a Emily   Qua Jul 06, 2011 11:21 pm

BILL, TIRA A MÃO DESSA GAROTA! VOCÊ É MEEEU! Desculpa aí Emily, mas o seu lugar é com o Tom gato sedução lixa
Maaais *-*
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://twitter.com/InYourCage
M.
Iniciante


Número de Mensagens : 31
Idade : 21
Localização : Onde Judas perdeu as cuecas.
Data de inscrição : 07/09/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: (Nem) Todo Mundo Odeia a Emily   Seg Jul 25, 2011 3:53 pm

Oi, gente. õ/
É com grande felicidade que venho informar que a May morreu! ~~todos dança'~~
Aqui quem digita é o amigo imaginário dela, o Beterrabo. Muito prazer. Very Happy



...
RÁ! PEGADINHA DO BETERRABO! RÁ ÊIÉ! GLU GLU EIÉ!
*barulho do vento*
._.

*May dá uma voadora com a mão em Beterrabo, que foge para as colinas*

Oi, galerë. Very Happy
Eu não morri, mas não me matem.-q
Demorei porque fiquei sem net. E não, ela não tinha sido cortada. Foi um pequeno probleminha no fio de num sei das quantas aqui. Sem falar que fui uns dias pra casa da minha tia por causa das férias, então... Não deu pra vir postar antes.
*leva um chute no nariz*

Como se pode perceber, depois que bebi toda a água da piscina me afogando na natação, eu voltei ainda mais idiota e sem graça. E totalmente sem inspiração pra escrever, mas pelo menos terminei o capítulo. ~~dança Macarena~~

E ah, se ainda houver alguma alma viva lendo isso, saiba que quero desejar boa leitura e agradecer muuuuitos pelos comentários! <3

E que teorias são essas, meu Deus? Tem gente que já acertou tudo sobre a fic, mas deixa eu ficar quieta aqui. RIARIA (5x)

P.S: Sejam bem-vindas Kamila Schafer e Ally Kaulitz! *-*







Capítulo 23.
Todo mundo odeia a “Semana do Verde”.


“- Vai ser muito, muito divertido, crianças!

- NÃO VAI, NÃO!”










Tudo bem. Já sei de tudo o que aconteceu. Sabe quando eu tropecei no Tom, que estava sentado na escada da minha varanda e quase voei para o meio do meu quintal? Então, na verdade, acho que ele não me segurou. Provavelmente eu voei pro meio do meu quintal, bati a cabeça, depois desmaiei e a cena do Bill quase beijando a Samantha é apenas uma alucinação criada pela pancada na minha cabeça. Isso sim é simples assim.

Então por que alguém não me dá um chute na testa e me acorda desse pesadelo? Ai, ai, ai!

Tudo o que sei é que não consigo parar de rir olhando para a cena. Antes que eu acabasse rindo demais e chamasse a atenção dos dois - que ainda não tinham percebido a nossa presença porque estávamos longe, além do fato deles estarem muito “entretidos” - Tom me puxou de volta, me fazendo descer alguns degraus da escada e fazendo também que eles desaparecessem do meu campo de visão.

-Cala a boca, garota estúpida. – Tom tapou a minha boca com uma das mãos enquanto sussurrava. Estávamos da mesma altura, já que ele estava alguns degraus abaixo de mim.

Parei de rir, finalmente me dando conta da gravidade da situação. Bill estava quase beijando Samantha? QUASE? SERÁ QUE ELES JÁ NÃO ESTÃO SE AGARRANDO AGORA?!

Estalei os olhos e tentei voltar rapidamente para o corredor para voltar a ver a cena, mas Tom me impediu. Que garoto forte dos infernos!

-Não acredito que isso está acontecendo. – Foi a primeira coisa que disse quando Tom tirou a sua mão da minha boca. Falei calmamente e olhando fixamente para ele. Meu Deus, estou em choque. – Como o seu irmão pôde fazer isso comigo? Ele me deu um fora no sábado e-

-Emily! – Tom suspirou. – Cala a boca. Cala a boca e lembre-se da regra número um.

-Ok. – Posso até ter me dado conta da gravidade da situação, mas parece que a minha ficha ainda não caiu. – O que era a regra número um? Ser melhor que a Samantha e ir lá bater a cabeça dela na parede?! Já estou pronta pra ir! – Tentei ir pra lá de novo, mas novamente fui segurada.

-Não, sua anta abduzida! A primeira regra é fingir que não liga pra ele. Finja que está tudo bem. Apenas passe por lá, sorria e ... E... Você sabe! – Tom se atrapalhou todo.

-Ok. Pensando melhor eu acho que não quero voltar pra lá.

-Você vai! Só... Vamos fazer isso! – Tom exclamou e eu só balancei a cabeça afirmativamente, ainda chocada.

Subimos as escadas enquanto eu tentava não começar espumar pela boca e virar o pescoço, quando me deparo com o corredor vazio. Nada? Cadê os dois? Como assim eles desaparecem do nada?! Olhei para Tom que também olhava para mim.

-Ok. Estou seriamente considerando o fato de os dois estarem numa salinha escura por aí e-

-Eu acho que não, idiota. Vem, eles devem ter ido para a sala. – Tom me puxou pela mão para rumo à porta da sala, abriu a mesma sem nem bater nem nada e praticamente me jogou pra dentro.

Silêncio. Hum... Como assim não tem nenhuma alma viva dentro da sala?! Cadê todo mundo?! E o mais importante: Onde será que os Montgomery foram morar depois que deixaram de ser meus vizinhos? Mentira! O mais importante é saber cadê o Bill e a Samantha!

Estava quase conseguindo escutar os barulhos dos grilos quando Tom me puxou de novo pra fora da sala.

-Ei, meu bracinho! – Puxei meu braço me desvencilhando de Tom antes que ele o quebrasse e eu ficasse com dois pulsos enfaixados.

-Eles devem estar no laboratório. – Constatou, todo pensativo.

-Descobriu a América com esse comentário, não é, gênio?

-Cala a boca e anda, garota estúpida! – Falou seguindo rumo ao fim do corredor em passos rápidos, enquanto eu o seguia.

Enfim viramos o corredor à esquerda e paramos em frente à terceira porta, que estava aberta. E lá estavam todos aqueles acéfalos ouvindo o outro acéfalo maloqueiro e maconheiro do nosso professor de Ciência. Bom, o ser energúmeno do nosso professor, percebendo que eu e Tom estávamos na porta, fez um gesto com uma das mãos sem parar de falar, indicando pra que entrássemos.

Estava tudo em seu estado normal. Bill estava fazendo dupla e dividindo a bancada com Gustav, como se nada tivesse acontecido, e Georg com um pobre nerd. E Samantha... Estava ao lado de Carly - aquela morena coadjuvante no filme da minha vida - que tagarelava sem parar.

Tom deu um chute de leve na minha canela, acho que indicando pra que eu começasse a andar. Estava com vergonha de olhar pro Bill depois de tudo, poxa!

Fui caminhando lentamente até uma única bancada vazia atrás de Bill e Gustav. É, tudo estava normal, exceto pelo fato de Samantha estar com o olho direito parecendo um caroço de abacate vermelho. ESPERO QUE MORRA, TAMBÉM! Ok. Exagerei um pouco. Quase nada.

Georg nos cumprimentou todo sorridente lá do outro lado da sala, e acho que o Bill sorriu para nós, já que nem consegui olhar pra ele; Gustav fingiu que nem nos conhecia. Tenho que dizer: Garoto esperto esse Gustav!

Eu e Tom nos sentamos ao mesmo tempo e ficamos um olhando para a cara do outro. Como assim eu vou dividir a bancada com esse ser?! Que seja, eu só... ESTOU BEM ATRÁS DO BILL, MEU DEUS! ALGUÉM ME ACODE!

Estalei os olhos e Tom apenas sibilou com os lábios “regra número um” enquanto indicava o número um com uma das mãos. Ok. Respira...

-Eu tô bem. Eu tô bem. – Murmurei olhando para frente.

-Oi, Emily. – Merda! Por que o Bill tinha que ser tão educadinho e se virar pra trás pra me cumprimentar?

-Oi, Bill. – Vitória! Eu consegui falar, e... acho que estou sorrindo. Só de olhar pra ele já me esqueço de tudo o que passei.

-Você e Tom vieram juntos? – Como assim ele fica falando normalmente comigo depois de me dar um fora?!

-Nós infelizmente nos encontramos no caminho. – Tom respondeu - mentiu! - por mim. Garoto chato!

-Oi, Emy. Oi, Tom. – Gustav finalmente se deu conta da nossa existência e também se virou para trás.

-Oi. – Tom deu um “oi” totalmente desanimado e eu apenas sorri revirando os olhos. Sim, eu sou complicada e não controlo minhas expressões.

Eu quero muito saber por que é que Bill e Samantha estavam se beijando no corredor. Eu quero muito saber como é que o Bill estava com ela tão rápido. Eu quero saber como é que o Bill pôde fazer isso comigo... Mas eu não posso simplesmente perguntar pra ele ou pra ela. Vou pedir pro Tom perguntar pro Bill depois, então. O Tom com certeza irá me aju-

-Você estava se agarrando com a Samantha no corredor, Bill? Eu vi bem? – Tom perguntou. Ok, não imaginava que ele perguntaria isso pro irmão assim, tão rápido.

Bill corou antes de responder:

-Não, não. Nós estávamos vindo pro laboratório quando um cisco entrou no olho dela. Ela estava totalmente desesperada, então... Não aconteceu nada! Eu só me aproximei um pouco pra soprar o cisco. – É pra rir ou pra chorar? O Bill não está querendo que eu acredite que era cisco no olho, está? – E como assim você viu bem? Você estava nos espionando?

-Não, eu apenas estava subindo e vi um pouco da cena, mas preferi deixar vocês dois a sós. – É, pelo menos Tom inventou uma desculpa. – Mas, apesar de estar comigo, a Emily não viu nada. – Porra, Tom! Valeu por ajudar muito!

Tom, percebendo a burrada que tinha feito, levou as mãos à boca.

-Você também viu, Emily? Pois deveriam ter ficado e visto tudo, porque não aconteceu nada. – Bill sorriu e olhou pra mim, porque talvez ele sentisse a necessidade de explicar isso muito bem pra minha pessoa. Tudo bem, eu acredito nele.

É, pode mesmo ter sido só coisa da minha cabeça. Mas eu realmente fiquei com vontade de socar a cabeça da Samantha.
Estou totalmente convencida, até porque Samantha estava mesmo com aquele olhão azul todo vermelho.
Honestamente? Achei até que ficaria com mais raiva, ou até mesmo mais chocada, mas estou de boa na lagoa; só estou com raiva mesmo é do cisco que entrou no olho da outra e gerou toda essa situação.

Acho que o Bill nem saberia mentir, de qualquer forma. E saber que ele não se envolveu com ninguém, mesmo dizendo que a Samantha é especial, ainda me dá mais esperanças.

-Ei, você dois, virem pra frente já! – O professor bigodudo falou, fazendo com que Bill e Gustav - que até então presenciava nossa conversa totalmente quieto - se virassem para frente.

-Eu conheço meu irmão. É verdade. – Tom sussurrou pra mim. – Fale com ele.

-Falar o quê?! – Sussurrei de volta.

-Falar pra ele esquecer sobre aquela história onde você disse que o ama. Isso está totalmente atrapalhando a amizade de vocês dois.

-Como é que eu vou falar pra-

-Bill! – Tom cutucou o irmão, fazendo com que ele se virasse pra trás novamente, aproveitando que o professor estava escrevendo algumas coisas no quadro. – Emily quer dizer algumas palavras.

-É, Emily quer di- O quê?! – Finalmente me dei conta do que Tom tinha feito. Tudo bem, calma. Ok, o Bill me encarando não está ajudando, mas pelo menos Gustav está morrendo sobre a bancada e não vai escutar nada. – S-Será que você pode esquecer o que aconteceu? Eu quero dizer... Eu realmente não quis dizer que te amo, eu só te a- – Tom chutou minha canela. Au! – De qualquer forma, eu só estava confusa. – Sorri de uma forma bem estranha, já que a minha canela doía. Mas acho até que estou me saindo bem. – Nós somos só amigos, então... Só esqueça, ok?

-Claro! – Bill deu aquele sorriso lindo que só ele sabe dar e se virou pra frente novamente.


Não sei se ele realmente acreditou. Eu só espero que sim.

-Está tentando me matar? – Sussurrei para Tom, desfazendo o sorriso estranho e completamente irritada.

-Claro, desde o primeiro dia que te vi! – Tom rebateu.

-Agora, como eu estava dizendo, como a semana que vem será a “semana do verde”, nós a aproveitaremos fazendo uma caminhada mágica floresta adentro. Nós e as outras duas turmas do segundo ano. – O professor falou. Como assim caminhada mágica? Da última vez que fizemos uma caminhada na floresta... NÃO! NÃO! NÃO! – Vai ser muito, muito divertido, crianças!

-NÃO VAI, NÃO! - Gritei de repente, chamando a atenção de todo mundo, inclusive a da Zooey, que murmurou algo como “aberração” de algum canto da sala. – Eu quero dizer... É claro que não vai ser não-divertido. Eu mal posso esperar! – Tentei concertar, enquanto Tom ria.







Tá, eu quero morrer depois de um capítulo desses, mas... Eu ainda tenho que dizer que enganei todo mundo.
*desvia das pedradas no estilo Matrix*

Biu' não beijou a Sam e isso só serviu pra deixar a Emy ainda mais esperançosa. E no próximo capítulo, posso adiantar que Emy vai falar sobre como foi cumprir as regras do Tom, porque sim, ela terá cumprido todas! Por isso não percam o próximo capítulo de Os Mutantes - Caminhos do Coração.

E, ah, deixem um comentário. Podem me xingar à vontade, viu?
HAUSHDAJDHAD'

E saibam que eu DEFINITIVAMENTE AMO UCÊS! <3
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: (Nem) Todo Mundo Odeia a Emily   Seg Jul 25, 2011 4:24 pm

Não teve como não rir desse capitulo, alias de todos. A Emy é muito atrapalhada tanto com a vida dela quanto com as palavras. Ela realmente faz jus ao titulo garota complicada.

Ainda bem que o Bill não beijou a Sam, eu realmente acho que o Tom gosta da Emy, porque para fazer tudo isso, é porque ele deve querer ficar com ela. Ele tá dando todas as dicas de como não fazer o Bill se apaixonar por ela.

Mal posso esperar pelo próximo capitulo.

Continue o mais rápido possível ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ilana
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 3843
Localização : Humanoid City
Data de inscrição : 01/02/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: (Nem) Todo Mundo Odeia a Emily   Seg Jul 25, 2011 5:30 pm

Ufa!
Fico feliz por não ter que fazer mais um "Churrasquinho do Bill".
Mas se ele beija-se a Sam, ele estaria morto! y.y

Mas então!
O Tom gosta da Emy! #Fato
Ele só não quer se render e admitir! ~Convencido~

Mas enfim...

May Te Amo Linda!
Não morra afogada!
Eu quero ler o resto da fic ^^

Beijinhos! ;*
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://eternitytokiohotel.tumblr.com/
Pâmela.O.d.S
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 545
Idade : 20
Localização : RS/POA
Data de inscrição : 18/10/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: (Nem) Todo Mundo Odeia a Emily   Seg Jul 25, 2011 6:16 pm

Ally Kaulitz escreveu:
Não teve como não rir desse capitulo, alias de todos. A Emy é muito atrapalhada tanto com a vida dela quanto com as palavras. Ela realmente faz jus ao titulo garota complicada.

Ainda bem que o Bill não beijou a Sam, eu realmente acho que o Tom gosta da Emy, porque para fazer tudo isso, é porque ele deve querer ficar com ela. Ele tá dando todas as dicas de como não fazer o Bill se apaixonar por ela.

Mal posso esperar pelo próximo capitulo.

Continue o mais rápido possível ^^

Pois é antes eu pensava que os conselhos do Tom faziam sentido mas agora, to achando que ele de uns conselhos errados,seilá agora... não sei o que pensar kkkkkkkk você me deixa confusa garota ;P
Enfim continuaaa \o/ E não demore tanto -sónãotematopqsenãoficosemcap- u_u kkkkkk brincadeira ;p
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tiane Kaulitz
Fanática
Fanática


Número de Mensagens : 1663
Idade : 24
Localização : Taubaté-SP
Data de inscrição : 06/04/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: (Nem) Todo Mundo Odeia a Emily   Seg Jul 25, 2011 8:32 pm

OMG! Ainda bem que o Bill não beijou a Samantha!
Mataria os dois de isso acontecesse!
Maldito cisco dos infernos!
Putz Bill, quer dizer que você esqueçe das coisas assim tão rápido? Uau!
Só quero ver como a Emy vai cumprir todos as regras do Tom!
Imaginando esse passeio mágico pela floresta aqui.
Acho que sei o que vai acontecer, mas deixa em off...
Continua urgentemente, sua autora enganodora de leitoras!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Catarina Kretli
Fanática
Fanática


Número de Mensagens : 1673
Idade : 20
Localização : Casimiro De Abreu - RJ
Data de inscrição : 07/04/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: (Nem) Todo Mundo Odeia a Emily   Seg Jul 25, 2011 9:30 pm

AMEI o cap. KKKKKKKKKKK'
Eu ri muito.
O que aconteceu na ultima vez que eles fizeram uma caminhada por dentro da floresta hien ? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK' coisa boa não foi :x
POSTA O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL. (:
Voltar ao Topo Ir em baixo
LavinyBkauTkauGG
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 524
Idade : 20
Localização : Onde judas perdeu o par DIREITO das botas
Data de inscrição : 08/10/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Outro

MensagemAssunto: Re: (Nem) Todo Mundo Odeia a Emily   Ter Jul 26, 2011 1:02 am

Catarina Kretli escreveu:
AMEI o cap. KKKKKKKKKKK'
Eu ri muito.
O que aconteceu na ultima vez que eles fizeram uma caminhada por dentro da floresta hien ? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK' coisa boa não foi :x
POSTA O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL. (:
+1 ihhu ela ainda ta viva :#taparei
continuaaa
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kamila Schafer

Fã


Número de Mensagens : 233
Idade : 19
Localização : the city of shit ;@
Data de inscrição : 25/06/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: (Nem) Todo Mundo Odeia a Emily   Sex Jul 29, 2011 3:28 pm

Catarina Kretli escreveu:
AMEI o cap. KKKKKKKKKKK'
Eu ri muito.
O que aconteceu na ultima vez que eles fizeram uma caminhada por dentro da floresta hien ? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK' coisa boa não foi :x
POSTA O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL. (:
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ka
Fanática
Fanática


Número de Mensagens : 1352
Idade : 22
Localização : Curitiba
Data de inscrição : 16/12/2009

MensagemAssunto: Re: (Nem) Todo Mundo Odeia a Emily   Sab Jul 30, 2011 12:40 am

Pois é, meia vida depois eu comento né?!
Eu não esqueci tá? É só que eu ando meio sem tempo.
EUQUEROMAAAAAIS!
E fiquei muito curiosa com esse lance da floresta aí hein?
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://twitter.com/InYourCage
Always.Postive_
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 528
Idade : 19
Localização : Rio de Janeiro.
Data de inscrição : 10/06/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: (Nem) Todo Mundo Odeia a Emily   Sab Jul 30, 2011 11:47 am

Pâmela.O.d.S escreveu:
Ally Kaulitz escreveu:
Não teve como não rir desse capitulo, alias de todos. A Emy é muito atrapalhada tanto com a vida dela quanto com as palavras. Ela realmente faz jus ao titulo garota complicada.

Ainda bem que o Bill não beijou a Sam, eu realmente acho que o Tom gosta da Emy, porque para fazer tudo isso, é porque ele deve querer ficar com ela. Ele tá dando todas as dicas de como não fazer o Bill se apaixonar por ela.

Mal posso esperar pelo próximo capitulo.

Continue o mais rápido possível ^^

Pois é antes eu pensava que os conselhos do Tom faziam sentido mas agora, to achando que ele de uns conselhos errados,seilá agora... não sei o que pensar kkkkkkkk você me deixa confusa garota ;P
Enfim continuaaa \o/ E não demore tanto -sónãotematopqsenãoficosemcap- u_u kkkkkk brincadeira ;p


+1
Voltar ao Topo Ir em baixo
M.
Iniciante


Número de Mensagens : 31
Idade : 21
Localização : Onde Judas perdeu as cuecas.
Data de inscrição : 07/09/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: (Nem) Todo Mundo Odeia a Emily   Ter Ago 16, 2011 1:01 pm

VIRGE'. SANTA. MÃE. DE. CRISTO!
._.'

Ok, ok, ok... -q Antes de matarem, tenho explicações.
ESTOU SEM INTERNET! O que eu temia aconteceu, pessoas - se é que ainda tem alguém que vá ler isso. Meu pai é realmente dumaw.

Além de estar sem net e já estar morrendo porque eu arranquei dois sisos de uma só vez e não consigo nem respirar{?}, temo que este seja o último capítulo que conseguirei postar dessa história. Calma, eu explico: é que minha querida mãe vai simplesmente ME MATAR MESMO quando descobrir que eu peguei o chip dela pra colocar no modem aqui. Cara, tô tão ferrada... Espero que ainda tenha alguém que leia ou se importe com isso aqui.

Nem revisei ou sequer reli o capítulo, por isso desculpem qualquer coisa. Estou com tanta pressa de postar e com tantas saudades; além de estar com medo que o cap. nem seja postado por conta desse modem dos infernos aqui! Ainda bem que ele resolveu funcionar agora... Acho...

Ó só, as falas das lembranças da Emy estão um pouco confusas, essa meio que era a intenção. Sei lá. -q Qualquer coisa é só falar que quando eu consegui aparecer de novo eu tento te responder, ok?

Ai, ai, ai. Deixa eu rir pra não chorar... Mentira! Eu não posso rir ou meus pontos dos dentes arrancados sangram. Triste... Triste... D:





Capítulo 24.
Todo mundo odeia cumprir as regras.


Posso até ouvir risos maléficos da vida ao fundo.









Cara, acho que nunca corri tanto na vida! Pensando bem, acho que já corri assim uma vez. Ah, sim, me lembro perfeitamente! Foi no ano passado, quando eu acordei muito - mas muito mesmo - atrasada pra chegar na escola e pegar o ônibus rumo à floresta pra fazermos uma divertida e engraçada viagem. Cof, Cof.

Sim, a cena se repete, meus caros amigos! Aqui estou eu, correndo feito uma condenada com uma pesada mochila nas costas, rumo à escola pra pegar um ônibus rumo à floresta. Todo esse sacrifício só por conta de uma estúpida “semana do verde”! É uma conspiração da vida contra mim, eu tenho certeza! Só estou indo nessa... coisa indesejada – pra não dizer outra coisa – porque vale metade da nota total e eu tenho que ficar de olho no Bill.

Só espero que...

-EEEEEEEEIII! EU CHEGUEI, EU CHEGUEI, EU CHEGUEI! PARA ESSA JOÇA! – Por pouco não perco o ônibus. Não sei se seria sorte ou azar se isso acontecesse.

Não consigo nem respirar de tanto que meus pulmões doem por conta da corrida.

O motorista me olhou com aquela cara de poucos, quer dizer... nenhum amigo, enquanto eu subia no ônibus.

-Evans! Isso é hora de chegar?! Já nos atrasamos cinqüenta e sete minutos por termos ficado esperando você! – Meu professor de Ciências, Sr. Fitz, exclamou do primeiro banco. Só não respondo para ele porque não consigo nem respirar. – E seu lugar é com o Sr. Shay!

Beleza. Depois eu mato todo mundo nesse ônibus e quando eu estiver internada no manicômio, com uma camisa de força e amordaçada, me perguntam por que eu fiz isso.

Shay... Lucas Shay é um gordo estúpido que fala cuspindo e só anda gripado. Se eu sobreviver nesse inferno de viagem é porque realmente eu não morro mais. Tudo bem. Calma. Eu já até sobrevivi na do ano passado, que foi um pouco... trágico. Sim, pois se você considera cair de cara em um “troço” - do qual nem quero lembrar ou falar - na frente de todo mundo, pegar alergia em toda parte do corpo – toda parte mesmo! –, e se assustar com uma sombra e sair gritando que era o Jason como algo trágico, então sim, foi bem trágico. Mas com a minha sorte, talvez dessa vez seja pior.

Comecei a procurar pelo Lucas andando calmamente. Mas é uma pena que o motorista se vingou por eu ter chegado atrasada mais rápido do que eu esperava e deu uma arrancada com o ônibus, me fazendo dar uma voada pra frente e por pouco não cair. Acho que Georg e Bill me cumprimentaram, mas estou muito ocupada tentando me manter em pé, pra responder qualquer coisa.

Encontrei Lucas com os olhos e rapidamente me sentei ao seu lado, mas quase achei que não caberia no banco, já que ele ocupava quase os dois bancos inteiros. Desaforo!

-Eu odeio você, Evans. – Lucas falou e logo depois teve uma crise de espirros, e eu limpei a cara antes de responder:

-Sério? Entra na fila, Shay. E aproveita e me conta uma novidade... Pensando bem, só fica quieto! Finja que eu não existo que eu faço o mesmo, apesar de ser um pouco impossível fingir que você não existe! Eu só quer- – Esse demônio já começou a me ignorar antes mesmo de eu terminar de falar. Diacho!

Tudo bem. Apenas virei meu rosto para outro lado colocando os dois pés no banco da frente, deixando minha mochila parada entre minhas pernas e minha barriga.

As árvores são verdes, o céu é azul. Ai, que tédio, quero tomar um Red Bull.
Sério, estou morrendo.

Deixe-me analisar: Bill e Georg estão sentados juntos, um pouco mais à frente, na fileira de bancos oposta à minha. Gustav está uns dois bancos depois do meu e comendo chocolate. Mas onde é que está o...

-AU! MEU CABELO, SEU INFELIZ! – E lá estava Tom, logo atrás de mim e rindo descaradamente da minha cara de dor. – VAI PUXAR O CABELO DA MÃE!

-O seu é mais divertido. – Piscou os olhos várias vezes, acho que estava tentando ser fofo e ao mesmo tempo engraçado. Vai saber. Ele é estranho...

Deixei minha mochila no assoalho do ônibus e me virei para trás, de modo que fiquei de joelhos no banco. Ao lado de Tom tinha uma menina quase tendo uma hemorragia nasal e tremendo mais do que eu perto do Bill. Coitada. Pelo menos o cabelo dela é pior do que o meu, me sinto feliz. Yeah!

-Realmente achei que você não viria pra eu ter um pouco de paz. – Tom comentou, me fazendo olhar para ele.

-Achou errado, meu caro. – Falei toda cheia de pose. – Aliás... Eu não tenho nada pra falar com você. – Ia me virando para frente de novo, quando ele segurou a minha mão não-enfaixada.

-Ah, tem sim! – Ele olhou para mim, depois olhou pra menina ao lado dele e depois olhou para o balofo do Lucas. – Pode nos dar licença? – Falou para a menina ao lado dele como se fosse o dono do ônibus.

-C-Claro. – A menina gaguejou, gaguejou, gaguejou e... quase desmaiou. Tom se levantou pra que ela saísse do banco, já que ela estava do lado da janela.

Assim que a menina se levantou, Tom me puxou rapidamente, me fazendo sentar ao lado dele. A menina, coitada, teve que se sentar ao lado do Shay. Mas... Espera aí.

-O que você está fazendo? – Me virei para Tom, só agora percebendo que eu tinha mesmo trocado de lugar.

-Vamos conversar.

-Ok.

Barulho de grilos.

-Como foi? – Ele me perguntou.

-Foi o quê? – Arqueei uma sobrancelha.

-Como foi a semana cumprindo as regras que eu te passei?

-Foi... Bem. Obrigada por perguntar. – Sorri amarelo.

-Desembucha, Emily! – Ele praticamente gritou. Medo. Ui.

-Ok. Vamos por regras...

Regra número um: Ignore-o; finja que não se importa.

(Eu e Bill voltando pra casa sozinhos juntos.{?}. Tom estava na detenção juntamente com Georg, e eu consegui escapar com a desculpa que meu pulso estava doendo, só que teria que repor o dia perdido em outro. Grande merda!)

-Então... Obrigada pelos doces.

-Não tem de quê.

-Você e Samantha... Tem algo rolando entre vocês dois?

-Por que está me perguntando isso, Emily?

-Não sei. Talvez porque somos amigos agora.

-Ow...

-Por quê? Achou que fosse por outra coisa, Bill? Eu já disse que eu estava apenas confusa e enganada quando disse que te amava.

-Não, não é isso.

-Então o que foi? Está mesmo achando que eu estou com ciúmes? Claro que não. Claro que... Não.

-Não, só que é estranho...

-O que é estranho? Falar disso comigo? Isso estranho? Estranho é amar uma pessoa e fingir que não a ama, não que eu te ame, quer dizer... Err... Tem mais bala aí?

Regra número dois: O Tom sempre está certo.


(Matando aula de Educação Física debaixo da arquibancada... Culpa do Tom, porque eu não iria fazer a aula, de qualquer maneira, por causa do meu pulso)

-Emily, foco no que você está fazendo!

-Tom, eu estou tentando com todas as minhas forças... Essas suas regras é que são impossíveis de cumprir!

-Não, as regras são perfeitas e eu estou sempre certo. Você é que é muito estúpida, mesmo!

Regra número três: Lembre-se da regra número dois.


(Ainda matando aula debaixo da arquibancada)

-Ah, que seja. Vou tentar começar a cumprir as regras ainda hoje.

-Tá vendo? Como é que você diz que elas são impossíveis se você nem tentou ainda, sua estúpida?

Regra número quatro: Seja fofa, delicada e toda prestativa... Não com ele, com ou outros. MAS FAÇA COM QUE ELE VEJA!


(Indo para o mercadinho e passando em frente à casa dos Kaulitz)

-Ah, oi, Emily!

-Oi, Bill!

-Oi, estúpida...

-Oi, cape- Cof, cof... Oi, Tom!

-Pra onde está indo, sua esquisita-estúpida?

-No mercadinho.

-Olha que coincidência, eu e o Tom também.

-Er... Legal...

-Você bem que poderia adiantar nosso trabalho, não é mesmo?

-Como assim, idi- Err... Tom?

-Você poderia comprar as coisas pra gente, já que você vai indo lá mesmo.

-Tom! Deixe a Emily em paz! E por que não pode ser o contrário? A gente trazer o que ela precisa?

-Não, Bill, eu sei que a Emily é solidária e prestativa... Não é mesmo, aberração?

-AAH! NÃO, NÃO É, NÃO! E SE DEPENDER DE MIM PRA IR AO MERCADINHO PRA ALGUÉM ,TODO MUNDO VAI MORRER DE FOME OU SEJA LÁ O QUÊ! EU NÃO SOU EMPREGADA E NEM OBRIGADA! PASSAR BEM!

-Uia.

-Tá vendo, Tom? Eu disse que era pra deixar ela em paz.

número cinco: Seja você mesma.


(Conversando com Gustav enquanto pego qualquer livro dentro do meu armário, e Bill conversa com Georg logo ao nosso lado.)

-Então, Emily?

-Então o quê, Gustav?

-Qual deles você gosta?

-Eu já disse que odeio toda a humanidade, como posso gostar de alguém?

-Não tente mentir para mim.

-OLHA, EU POSSO FAZER MUITAS COISAS ERRADAS, MAS MENTIR, NÃO, SEU BALOFO!

-Emily, não chame o Gustav de balofo.

-EU O CHAMO DO QUE EU QUISER, O QUE VOCÊ TEM A VER COM ISSO, HEIN, SEU IDI- Ah, oi, Bill.

Regra número seis: Nunca esqueça o leite.


(No mercadinho comprando leite ao lado do Tom enquanto Bill se decide sobre a marca da manteiga um pouco mais distante de nós. Ainda no mesmo dia da regra número quatro.)

-Precisava fazer aquele escândalo?

-Como você ousa me chamar de aberração, se só quem me chama assim é a Zooey, e eu quero a cabeça dela numa bandeja por conta disso?!

-Você é muito estressada. Agora ferrou tudo. O Bill deve te achar mais louca do que já era.

-Ah, cala boca.

-Cala a boca você e me deixa pegar o leite.

Regra número sete: Seja perfeita. P.S: Mais perfeita que a Samantha.


(Fazendo trabalho de História no grupo da Samantha, do Bill, do Georg e alguns nerds. É, esse dia foi perfeito. Cof, cof.)

-Olha, um mosquitinho. Coitadinho. Vamos abrir a janela pra colocar ele pra fora antes que ele se machu-

-Olha aqui o que eu faço, ó, Samantha!

PLAFT!

-EMILY! – Samantha.

-O que você fez?! – Bill.

-Sua desalmada! – Nerd número um.

-Desnaturada! – Nerd número dois.

-Sua feia! Quer dizer... Sua sem coração! – Georg.

Regra número oito: Deixe o resto com o Tom.

... Hãn ...



-Err... Essa parte... – Tom dizia enquanto eu havia acabado de contar a minha trágica semana. – E como assim você matou o pobre mosquito?! – Ele tentou desviar do assunto. Tô sabendo.

-Tom! Você fez a sua parte na história? – Perguntei, antes do ônibus passar dentro de um buraco e me fazer bater a bunda no banco.

-E o que iria adiantar se eu fizesse a minha parte se você nem fez a sua? – Ele me olhou arqueando uma sobrancelha.

-Como não fiz? Só deu alguns errinhos no plano. – Dei de ombros.

-Errinhos?! Você chama isso de errinhos? Você fez absolutamente tudo errado!

-Pelo menos eu tentei, ok?

-O que eu faço com você, sua estúpida? – Tom bateu na própria testa. Qual é? Eu não fui tão mal assim... Ou fui? – Será que dá pra piorar?

-Chegamos, crianças! – O professor exclamou lá da frente.

-Dá. – Respondi a pergunta de Tom. Posso até ouvir risos maléficos da vida ao fundo.





TCHARÃN!
...
._.
Err... Oi. -q

AHHHH! LEMBREI! LEMBREI!
Quero agradecer muito pelos comentários!
Muito obrigada mesmo, viu? Eles me animam tanto, principalmente nessa fase difícil aqui da minha vidinha. OBRIGADA!

E não sei quando eu volto, mas podem ter certeza que EU VOLTAREI! Jamais irei abandonar vocês, só se vocês me abandonarem primeiro... -q

Muitos Bjos&Qjos! :*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: (Nem) Todo Mundo Odeia a Emily   Ter Ago 16, 2011 2:56 pm

Nossa como a Emily é prestativa, calma e meiga. Meu deus!

Essas regras do Tom são uma total furada, é como perder seu amor em menos de dez dias.

Eu ainda leio e sinto muito pelo seu pai dumaw, mas quando postar de novo tenha certeza que eu estarei aqui para ler.

Continue assim que puder.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pâmela.O.d.S
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 545
Idade : 20
Localização : RS/POA
Data de inscrição : 18/10/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: (Nem) Todo Mundo Odeia a Emily   Ter Ago 16, 2011 6:21 pm

Ally Kaulitz escreveu:
Nossa como a Emily é prestativa, calma e meiga. Meu deus!

Essas regras do Tom são uma total furada, é como perder seu amor em menos de dez dias.

Eu ainda leio e sinto muito pelo seu pai dumaw, mas quando postar de novo tenha certeza que eu estarei aqui para ler.

Continue assim que puder.

Né? A Emily foi ela mesma em TODAS as regras kkkkk cara euri MUITO MUITO desse cap -que até minha mãe veio ver que era .qq - adorei

E eu tambem estarei aqui lendo lol! Não me subestime u.ú !
Espero que melhore o dente e seus pais não te matem porque quero ler muito mas capítulos \o/
Viu a vida da Emily é mais complicada que a sua -QQ
Não demora taaaanto =/
Voltar ao Topo Ir em baixo
LavinyBkauTkauGG
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 524
Idade : 20
Localização : Onde judas perdeu o par DIREITO das botas
Data de inscrição : 08/10/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Outro

MensagemAssunto: Re: (Nem) Todo Mundo Odeia a Emily   Ter Ago 16, 2011 7:40 pm

Pâmela.O.d.S escreveu:
Ally Kaulitz escreveu:
Nossa como a Emily é prestativa, calma e meiga. Meu deus!

Essas regras do Tom são uma total furada, é como perder seu amor em menos de dez dias.

Eu ainda leio e sinto muito pelo seu pai dumaw, mas quando postar de novo tenha certeza que eu estarei aqui para ler.

Continue assim que puder.

Né? A Emily foi ela mesma em TODAS as regras kkkkk cara euri MUITO MUITO desse cap -que até minha mãe veio ver que era .qq - adorei

E eu tambem estarei aqui lendo lol! Não me subestime u.ú !
Espero que melhore o dente e seus pais não te matem porque quero ler muito mas capítulos \o/
Viu a vida da Emily é mais complicada que a sua -QQ
Não demora taaaanto =/
falaram tudo Liebes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ilana
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 3843
Localização : Humanoid City
Data de inscrição : 01/02/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: (Nem) Todo Mundo Odeia a Emily   Ter Ago 16, 2011 7:49 pm

Eu passei mal depois de ler o capítulo, eu ainda estou rindo.

Vamos ao comentário:

Tom: Estúpido é você! --'
Bill: A EMILY NAO É DO MAL!!!
Gustav: Para de comer chocolate, Baleia!
Georg: Fala alguma coisa de interessante!
Emily: SUA DESALMADA! TADINHA DA MOSCA!
Sam: Corre antes que eu te taque uma pedra, SUA VACA!
Pai da M.: Para se ser do mal, Falow?
M.: Ty love, gata! -q

Eu nunca vou parar de ler esta fic maravilhosa! *-*

Beijinhos para Tu! ;*
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://eternitytokiohotel.tumblr.com/
Biaah *
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 991
Idade : 20
Localização : Sampaa
Data de inscrição : 25/03/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: (Nem) Todo Mundo Odeia a Emily   Qui Ago 18, 2011 10:13 pm

Pâmela.O.d.S escreveu:
Ally Kaulitz escreveu:
Nossa como a Emily é prestativa, calma e meiga. Meu deus!

Essas regras do Tom são uma total furada, é como perder seu amor em menos de dez dias.

Eu ainda leio e sinto muito pelo seu pai dumaw, mas quando postar de novo tenha certeza que eu estarei aqui para ler.

Continue assim que puder.

Né? A Emily foi ela mesma em TODAS as regras kkkkk cara euri MUITO MUITO desse cap -que até minha mãe veio ver que era .qq - adorei

E eu tambem estarei aqui lendo lol! Não me subestime u.ú !
Espero que melhore o dente e seus pais não te matem porque quero ler muito mas capítulos \o/
Viu a vida da Emily é mais complicada que a sua -QQ
Não demora taaaanto =/
+2
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tiane Kaulitz
Fanática
Fanática


Número de Mensagens : 1663
Idade : 24
Localização : Taubaté-SP
Data de inscrição : 06/04/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: (Nem) Todo Mundo Odeia a Emily   Sex Ago 19, 2011 8:52 pm

May, eu NÃO vou abandonar você, ok?
Sempre estarei aqui, e você sabe disso!
Espero realmente que tudo se resolva por aí! (cruzandoosdedos)
É dá pra ver muito bem como a Emy segue as regras.
Ela é a maior... ANTI REGRAS DO MUNDO! Por isso que eue amo ela! (olhinhospiscandoigualoTom)
Bom, estou esperando a continuação viu? Tenho pressa não, desde que você poste! Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sara Kaulitz2
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 1172
Idade : 19
Localização : Humanoid City
Data de inscrição : 22/05/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: (Nem) Todo Mundo Odeia a Emily   Sex Ago 19, 2011 11:16 pm

Leitora Nova, atrasada!

Biaah * escreveu:
Pâmela.O.d.S escreveu:
Ally Kaulitz escreveu:
Nossa como a Emily é prestativa, calma e meiga. Meu deus!

Essas regras do Tom são uma total furada, é como perder seu amor em menos de dez dias.

Eu ainda leio e sinto muito pelo seu pai dumaw, mas quando postar de novo tenha certeza que eu estarei aqui para ler.

Continue assim que puder.

Né? A Emily foi ela mesma em TODAS as regras kkkkk cara euri MUITO MUITO desse cap -que até minha mãe veio ver que era .qq - adorei

E eu tambem estarei aqui lendo lol! Não me subestime u.ú !
Espero que melhore o dente e seus pais não te matem porque quero ler muito mas capítulos \o/
Viu a vida da Emily é mais complicada que a sua -QQ
Não demora taaaanto =/
+2
+3
Voltar ao Topo Ir em baixo
Catarina Kretli
Fanática
Fanática


Número de Mensagens : 1673
Idade : 20
Localização : Casimiro De Abreu - RJ
Data de inscrição : 07/04/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: (Nem) Todo Mundo Odeia a Emily   Dom Ago 21, 2011 6:52 pm

Emily, seus poderes de conguista estão em alta KKKKKKKKKKKKKKK'
Pode ter certeza que o homem da sua vida vai vim em três dias. (:
POSSSSSSSSSSSSSTA. KKKKK' Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
M.
Iniciante


Número de Mensagens : 31
Idade : 21
Localização : Onde Judas perdeu as cuecas.
Data de inscrição : 07/09/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: (Nem) Todo Mundo Odeia a Emily   Dom Set 25, 2011 1:43 pm

Galera do céu, vorrrtei-me! Sério, voltei de verdade agora! Aliás, eu e a minha internet voltamos. Tô tão, mas tão, tão feliz! *desmaia*

Fiquei um tempinho em Nárnia e quanto volto... O Bill está loiro? Meu. Deus. o_o’
Mas deixando isso pra lá... Quero pedir milhõõões de desculpas. Sério, gente. Me sinto tão mal por todo esse tempo que passei longe de vocês. Também estou sentido tantas saudades.
Só espero que ninguém tenha me abandonado, como prometeram não fazer! E tão vendo? Eu não abandonei vocês! *-*

Estar postando esse capítulo está sendo tão emocionante quanto postar o primeiro. Faz taaanto tempo, né?
Ai, cara, vocês me fazem me sentir tão bem. Me divirto tanto com os seus comentários. HAUDHJHD'

E, ah, esse capítulo é meio que importante. Sei lá. É tudo uma merda mesmo.
Nos vemos lá embaixo (talvez). -q
Boa leitura!
<3





Capítulo 25

Todo mundo odeia não saber.



“-Não sei. Me fala sobre tudo.”










Enfim saímos do ônibus. A primeira coisa que me ocorreu após pisar no “meio do nada”, foi um certo pensamente cheio de dúvidas e vindo não de onde: Quem é Samantha? Eu nem ao menos sei o sobrenome dela.

Brincadeira. A primeira coisa que me ocorreu foi um mosquito entrando dentro do meu olho. Sim, bem dentro dele!
E enquanto eu tentava tirar o mosquito do olho, recebi um super tapa nas costas dado pelo Georg. Beleza de vida.

-E aí, Emy?! – Valeu mesmo Georg! Agora nem sequer me lembro do que eu tava pensando. Só sei que a primeira gaveta da cozinha sempre é a de talheres, e...

-Oi, capeta. – Me recompus assim que tirei o mosquito magrelo do meu olho.

Já comentei o quando odeio mato e insetos? Na verdade, já comentei que odeio tudo, exceto o Bill? Bom, vou comentar então: era uma ve-

-Oi, Emy. Quer chocolate? – Gustav, você é um fofo.

-Claro. – Peguei a barra inteira das mãos do coitado, que ficou olhando pra mim como se me matasse em pensamento. Ignorei-o.

-Eu odeio esses insetos! – Viu? Bill e eu combinamos perfeitamente.

-Muito bem, muito bem! – O professor de Ciências começou a falar para os alunos que se reuniam em volta dele.

Só agora vi como é que as líderes de torcida estão: todas cheias de repelente, choramingando e batendo na própria pele. Pensando bem, essa viagem pode não ser tão ruim assim...
...
...
Pausa dramática pra dizer que é MENTIRA!

- Os alunos que já estiveram aqui no ano passado já sabem como é que funciona. Temos um dormitório apenas, o que significa que eu e os outros coordenadores também vamos estar lá, por isso, juízo! – Ezra continuou a falar. Grande merda, isso sim!

Só agora percebi que Gustav ainda olhava mortalmente para mim. Medo. Tirei apenas um pedaço do chocolate e devolvi o resto do tablete pra ele, que sorriu.

-Valeu, Gust. – Sorri também. Deus, como estou mudada.

-Disponha, Emy. – Aham. Tá.

Ok. Só sei que perdi tudo o que o Ezra falou, falou e falou enquanto eu torrava no sol e era comida viva por mosquitos; isso quando eu não estava olhando para o mato nos meus pés, achando que era alguma cobra. Só entendi a parte do “hoje à noite vamos fazer um roda em volta da fogueira e amanhã começam as atividades!”.


Tipo assim, parando pra pensar... EM QUE MERDA EU FUI ME METER?!

Depois de uma pequena explicaçãozinha de uma hora, mais ou menos, sobre como nós vamos conhecer a floresta e as plantas, como a natureza é bela, sobre como as pessoas donas da casa e do dormitório onde vamos ficar foram gentis em nos deixar participar dessa atividade educativa e blá blá blá, finalmente fomos dispensados para irmos no dormitório e conhecer o lugar. Como se eu fosse sequer querer conhecer o lugar, né? Não conheci da primeira vez e não é agora que vou conhecer. Faça-me o favor! Tudo o que sei é que eu sempre fico no dormitório, e por mim eu ficaria a viagem inteira lá, mas sempre tem um infeliz pra ir me atormentar e me mandar fazer alguma coisa.

Explicando melhor o lugar, cujo qual eu nem conheço, há uma espécie de celeiro enorme – carinhosamente chamado de dormitório – e um casarão um pouco mais afastado. É como uma fazenda no meio de uma floresta. Maravilha.

Fomos em direção ao dormitório que é repleto de beliches e que cheira a alguma coisa não muito boa. A primeira coisa que fiz foi dar um salto ninja e ir parar na cama de cima de uma beliche qualquer. Brincadeira. Eu não dei um salto ninja, apenas demorei umas três horas pra subir, mas tudo bem. É que a minha mochila está realmente pesada.

Ok. Admito. Não era “uma beliche qualquer”. Era a beliche bem ao lado da do Bill - e infelizmente a do Tom-, e como as camas são perto uma das outras, digamos que eu esteja “bem posicionada”.

Mas os meninos logo saíram do dormitório; não sem antes perguntarem se eu não iria junto e eu responder que não. Na verdade, nem olhei pra eles. Estava mesmo é olhando para o “teto” de madeira desse galpão velho e pensando na vida.

Sim, eu até estava pensando na vida, até que o pensamento de mais cedo voltou na minha mente. Quem é Samantha? Apenas mais uma pessoa criada pelo destino só pra ajudar a arruinar a minha vida? O Bill está mesmo interessado nela? Por que essa garota vive? Só sei que Samantha boa, é Samantha morta!

E sim, eu até estava pensando na Samantha, até que algum infeliz começou a batucar na madeira debaixo do meu colchão, já que eu estava na cama de cima.

Fiz a minha melhor cara de “você vai morrer, filho de uma boa mãe” e virei até a beirada da cama, de modo que a minha cabeça ficou pra fora dela e eu pude enxergar quem era o futuro cadáver que ousou interromper meus pensamentos.

-Só podia ser você mesmo! – Exclamei irritada. – Essa é a minha cama! Exclusivamente minha! E ninguém ocupa o “andar de baixo”!

-Sério? Não vi seu nome escrito nela, garota estúpida. – Tom deu um sorrisinho sacana.

-É, você não viu meu nome escrito porque apenas pessoas bonitas podem ver! – Nossa, estou mais idiota que o normal.

-Parabéns, Emily. Você superou o seu nível de idiotice. Deve ser esse ar sem poluição afetando o seu pequeno cérebro. – Ele finalmente falou enquanto sorria. Tá vendo só?

Revirei os olhos e apenas coloquei minha cabeça de volta no travesseiro. Acho que já comentei que não suporto o Tom, não é? Vou apenas ignorá-lo. Isso!

Voltei a observar o teto no galpão, até que ele começou a batucar na madeira de novo. QUE ÓDIO, QUE ÓDIO, QUE ÓDIO, QUE ÓDIO! Mas vou apenas respirar e me acalmar. Isso. Uffa...

De repente os barulhos pararam. Pude ouvir outros alunos conversando e rindo um pouco mais distante. Silêncio, pelo menos na MINHA beliche.

Voltei a ter pensamentos mirabolantes, até que um deles me atingiu como uma flecha no coração. O que eu sei sobre o Bill? Só sei que ele veio da Alemanha, tem um irmão gêmeo, é lindo e fofo... Como eu me apaixonei por uma pessoa que eu nem conheço? Qual é cor preferida dele? O que ele gosta de fazer? O que ele pensa sobre a viajem do homem à lua? Só sei que eu gosto dele, e essas perguntas não têm muita importância, até porque já tenho a resposta para todas elas: Tom.

Olhei para a cama de baixo novamente, encarando Tom que não percebeu que eu fazia isso. Até que ele finalmente voltou seu olhar para mim, e ficamos nos olhando. Eu com uma sobrancelha arqueada e ele com aquela cara de “não fui eu!”.

Ele suspirou, desviando o olhar.

-Vou procurar alguma garota pra mim, se é que me entende. – Sorriu maliciosamente, se levantando.

-Tom, espera! – Falei, me sentando na cama e fazendo ele se virar para mim.

-O que foi agora? – Ele perguntou. Ah, por que diabos eu estou fazendo isso?

-Me fala sobre... o Bill? – Simplesmente falei, observando a cara de confuso dele logo após isso.

-Não entendi. Te falar sobre o Bill? Falar o quê?

-Sobre... ele. – Dei de ombros. – Eu acho que não o conheço o bastante.

-Nem sequer o conhece e já o ama?

-É, ué. O amor é assim. – Dei de ombros mais uma vez, balançando as minhas perninhas de grilo que ficaram para fora da cama. – Não que eu entenda muito sobre ele, o amor. Mas eu também nem entendo muito do Bill, só sei que eu gosto dele.

-Que seja. – Ele revirou os olhos, subindo para a beliche de cima e se sentando ao meu lado na cama. – O que quer saber?

-Não sei. Me fala sobre tudo.

-Nós nascemos em primeiro de setembro e ele não gosta de garotas como você, o que me lembra que você tem que ir cumprir as “Regras de Conquistas”. Só. Nós tivemos uma bela conversa. Até mais. – Como assim? Ele já ia descendo da cama quando eu puxei os dreads dele. É, sou má. – Au! Tá louca, sua... louca? – Perguntou, olhando para mim.

-Me conta sobre ele. Sério! – Insisti.

-Por que não vai você mesma conversar com ele? Talvez você descubra tudo, e vai ser melhor se ele te contar sobre ele mesmo.

-Não vai, não. Você é o irmão gêmeo dele!

-Não vou te contar nada. Achei que tinha ficado bem claro que eu te odeio, apesar de estar te ajudando. – Ele disse, finalmente descendo em um pulo só.

Não, Tom... Volta, volta, volta! Argh! Tudo bem, eu vou tentar conversar com o Bill... Claro, conversar. Só que mais tarde, sozinhos. Sinto falta de falar com ele. Mas por hora...

-Tom!

-Eu já disse que não, Emily! – Ele falou, sem se virar e continuando a caminhar.

-Não, não é sobre isso! – Também desci da cama, correndo para alcançá-lo. – É sobre a “talzinha”.

-Que “talzinha”? – Ele olhou para mim, parando de andar.

-A Samantha, idiota! – Também parei e expliquei como se fosse obvio.

-O que é que tem a Samantha idiota?

-Não idiota, eu chamei você de idiota, se bem que a Samantha também é idiota e-

-Emily! – Cortou o meu monólogo, fazendo um gesto com as mãos para que eu adiantasse o assunto. Ele estava mesmo interessado em ir “pegar” alguma garota. Veado! Ops, saiu sem querer.

-Tá, tá. Acredite ou não eu estava pensando, e estava pensando sobre a Samantha. O que nós sabemos sobre ela, hum? Se queremos cumprir as ‘Regras de Conquista” direito, temos que saber mais sobre essa coisinha!

-É. – Fez uma cara séria, realmente parecendo pensar sobre isso. – Boa sorte tentando. – Sorriu, me dando as costas mais uma vez.

-Não, Tom! Você tem que me ajudar! – Praticamente implorei. Que isso, Emily?

-Eu disse que a minha ajuda era só sobre as “Regras de Conquista”.

-Você não disse, não. Nunca disse. – Falei, fazendo ele parar de andar, mas sem se virar.

-Pois é, né? Estou dizendo agora. Se vira, Emily. – Justificou, voltando a andar. Não sei se foi impressão, mas acho que notei um tom muito rude em suas palavras, mais do que o normal. Ah, também te odeio Tom! Mil chutes no fígado!





I’m too sexy for my shirt, too sexy for my shirt, so se-
Ah, oi. ._.

Por falar em ser sexy, tenho assistido muitos vídeos sobre tutorial de maquiagem. Isso vicia. Só que percebi que sou mais pobre do que pensava e as únicas maquiagens que eu tenho são umas da Barbie que na verdade são da minha irmã. ._.
E eu não sei porque estou dizendo isso, quando na verdade tudo o que eu quero dizer é “deixem um comentário e me façam feliz”. Sério, tô precisando tanto de vocês agora. Se não tiverem nada pra dizer podem só me xingar mesmo, eu deixo.
HUHJHDAJDH'


E quanto ao próximo post... Não sei quando sai. Talvez na semana que vem.
Bjos&Qjos. :*

P.S: Amo ucês. <3
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ilana
Ao extremo
Ao extremo


Número de Mensagens : 3843
Localização : Humanoid City
Data de inscrição : 01/02/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: (Nem) Todo Mundo Odeia a Emily   Dom Set 25, 2011 4:20 pm

Você voltou gata!!! *Dancinha

Putz Emily, botou o cérebro para funcionar só agora? #MomentoTomOn

Por que o Tom esta mais rude, ciúmes? kkkkkkkk'

Continue pois eu não te abandonei!

Beijinhos!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://eternitytokiohotel.tumblr.com/
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: (Nem) Todo Mundo Odeia a Emily   Hoje à(s) 1:16 pm

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
(Nem) Todo Mundo Odeia a Emily
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 8 de 10Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Todo mundo odeia... Marcus Miller
» Baixistas que todo mundo ignora/desconhece mas que você admira
» Algumas duvidas que todo mundo tem.
» VAI TODO MUNDO TOMA NO CU.
» Médios no Marcus Miller

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
TH BRASIL OFICIAL - Fórum :: Fan Stuff :: FanFics-
Ir para: