Fórum Oficial do Tokio Hotel no Brasil - TH BRASIL OFICIAL FÓRUM
 
InícioPortalRegistrar-seLoginIr para o site@THBRASILOFICIALFacebook

Compartilhe | 
 

 O Retorno De C.R. ~ TERMINADA

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
lowkaulitz

Fã


Número de Mensagens : 122
Idade : 20
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 30/06/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?:

MensagemAssunto: Re: O Retorno De C.R. ~ TERMINADA   Ter Set 13, 2011 11:11 pm

Tom você ama eu essa mulher custa aceitar o que ela quer?
aaaaaaaaaaaaaaah que amor louco desses dois, vou te falar.
- Tudo que sobrou do que eu poderia ter um dia. OWT, esse é o capitulo que eu mais amo por enquanto rs
CONTINUA AMEI DEMAIIIIIIIIIIS, CADA VEZ MELHOR![strike]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Andrea Baumann
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 450
Idade : 22
Data de inscrição : 06/12/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: O Retorno De C.R. ~ TERMINADA   Qua Set 14, 2011 7:26 am

err, este capitulo está lindo **

este Tom é mesmo teimoso :x
assume de uma vez por todas, que ama ela garoto :&


continua liebe Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://andrea-bm.tumblr.com/
srtª kaulitz*.*
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 518
Idade : 21
Data de inscrição : 28/07/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Outro

MensagemAssunto: Re: O Retorno De C.R. ~ TERMINADA   Qua Set 14, 2011 1:18 pm

AAAAAAAAA terminei de ler agora,li desde o começo, desde a intrevista imcompleta *oooooooo* mano, por favor, para o bem da humanindade,continue isso pelo amor. DDDDDDDDDDDDDDDDDD;
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sara Kaulitz2
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 1172
Idade : 19
Localização : Humanoid City
Data de inscrição : 22/05/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: O Retorno De C.R. ~ TERMINADA   Qua Set 14, 2011 3:21 pm

AAA Tom, custa assumir que você ama a Carol?!.....Pois é, Custa!
-q
Esse capítulo foi tãão lindo! *-*
Contiinuaa Bia!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pah Kaulitz

Fã


Número de Mensagens : 151
Idade : 19
Localização : Humanoid City!
Data de inscrição : 15/06/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?:

MensagemAssunto: Re: O Retorno De C.R. ~ TERMINADA   Qua Set 14, 2011 9:23 pm

Aaaaaaaaaaaaah esse Tom ta me tirando do sério!
Meu, na real, ele devia meter logo um beijo na Carol. Mostrar quem é que manda sabe? kkkkk
Continua Maridaaaaaaa! Minha marida, só minha! Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
Evelyn Kaulitz
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 1040
Idade : 20
Localização : PE
Data de inscrição : 21/05/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Twitter

MensagemAssunto: Re: O Retorno De C.R. ~ TERMINADA   Qua Set 14, 2011 9:26 pm

Andrea Baumann escreveu:
err, este capitulo está lindo **

este Tom é mesmo teimoso :x
assume de uma vez por todas, que ama ela garoto :&


continua liebe Smile
Amei, amei, amei.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://p-a-r-a-d-i-s-e.tumblr.com/
D'Julia kaulitz
Fanática
Fanática


Número de Mensagens : 1573
Idade : 20
Localização : Curitiba
Data de inscrição : 13/08/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: O Retorno De C.R. ~ TERMINADA   Dom Set 25, 2011 1:13 am

é tom assume de uma vez que a ama.
tadinho do peter....
mais bem que a carol nao precisava ter escondido o filho do tom neh...

mais emfim continua amore.....
Voltar ao Topo Ir em baixo
LavinyBkauTkauGG
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 524
Idade : 20
Localização : Onde judas perdeu o par DIREITO das botas
Data de inscrição : 08/10/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Outro

MensagemAssunto: Re: O Retorno De C.R. ~ TERMINADA   Dom Set 25, 2011 12:42 pm

gente to atrasada desculpa
cara vei como a fic ta boa tipo assim pensei que o Tom ia beijar ela.
nossa Petter e tão fofo eu quero pra mim*
ai ficou tenso serio estou loca pra saber quem vai ficar com o Petterzinho
sera que e o Tom ou a Carol ?
ai pensei aqui como vai ser lindo eles juntos tipo Bill tio, Tom e Carol casados ai nasce uma menininha ia ser foda
Voltar ao Topo Ir em baixo
Streetwalker
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 543
Localização : Humanoid City
Data de inscrição : 03/05/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: O Retorno De C.R. ~ TERMINADA   Ter Out 04, 2011 10:45 pm

Bom, eu prometi que apareceria com o capítulo completo, mas ele é tão gigante, e eu to demorando tanto pra passar do caderno para o pc, que vou ir postando por "subdivisões", ok?

Well, vamos aos recadinhos:

Low: HAUSHAUSHAUS'
O Tom não tem jeito mesmo u_u'
HEHE' é, é amor? hm'
HASUAHSAUHSU'
Aaaah, que fofa, obrigada Low, agora não me pergunte pelo o que, só obrigada (: (?)

Andrea: Ah, obrigada liebe! *-*
HAUSHAUSHAUS' O Tom é muito orgulhoso, desse jeito, vai acabar sozinho u_u'
Pode deixar liebe, continuo sim :]

Srtª Kaulitz: [aaa] LEITORA NOVA *O*
Cara, não sabe como eu fiquei feliz com esse seu comment, sério *-*
Nhaa, pelo jeito você gostou né?
Essa história é bem doida e irreal, mas tudo bem! Razz
HAUSHSUHS'
okay liebe, seu pedido, é uma ordem! *-*

Sah: Ah menina, ta vendo como o Tom é besta? AFF AUHASUH'
Ah, obrigada girl *-*
Continuo sim **/

Pah: É, ele é mesmo uma anta -q
HAUSHAUS' ia ser épico *O*
nhaaaa, maridaa, continuo sim *---*

Eve: *---*
aiin que massa *-*

D'Julia: Ah, bem-vinda por aqui liebe *-*
Espero que esteja curtindo *--*
É, o Tom é um bocó!
coitado do Petter, deve estar tão tristinho!
Apesar que esse guri é tão inteligente, deve estar se saindo melhor que os pais -q
É, mas são tantos motivos pra esconder... Logo vocês entenderão!
Okay liebe, continuo sim e espero que você goste do próximo capítulo!

Laviny: VAI TRABALHA DE CARTOMANTE MANO HAUSHAUSAUS'
Ah, tem problema não amore, você aparecendo por aqui, já faz uma criança feliz -o Petter HASUAHSAU'
nhaa, eu tenho que ser forte pra não fazer cenas assim, que dó de mim ¬¬'
É verdade né? tu quer o endereço pra encomendar um? Eu converso com a Low HAUSHUSH'
HAUSHAUSHAUSH'
é né? Quem vai ficar com a guarda do Petter? hm'
nada a comentar sobre sua ultima frase, só:

Bia' escreveu:
VAI TRABALHA DE CARTOMANTE MANO
que foda, quote em mim mesma *o*

Bom, essa subdivisão é unica, é a primeira que tem dois modos de descrição, uma parte pela Carol e a outra parte pelo Tom, a parte da Carol vem primeiro e a do Tom, eu posto logo mais, depende dos comments!

So, let's go *-*


*


Capítulo Três – Parte Três


Por Caroline


Mágoa
"Agora não tem mais volta!”

Engoli em seco tudo o que ele me disse, enquanto tentava reprimir as lágrimas.

— Então que seja Tom! – disse remoendo a raiva e a decepção existentes dentro de mim.

Levantei-me limpando as lágrimas, que eu jurei que seriam as ultimas e amaldiçoei por serem existem por um dos últimos motivos que eu queria derramá-las.

Bia me esperava na entrada na sala de audiências. Ela já devia ter percebido que nada estava bem, mas tudo já estava acabado.

— Como foi? – ela perguntou me abraçando.

— Decisivo! – disse apenas e fomos seguindo para o estacionamento da frente do prédio.

— Ih, o que aconteceu? – ela perguntou desconfiada.

— Agora eu não quero acordo… Eu não o quero perto de mim, perto do Petter, em hipótese… Ele não merece… Não sei como eu considerei um acordo com o Tom! – disse tentando inibir a vontade de chorar.

— Mas, você…

— Não Bia, não dá mais… Eu to cansada! O Tom não me deu alternativas! Eu não vou facilitar nada… Agora eu não vou desistir, até ter meu filho comigo, e só comigo! A guarda do Petter tem que ser totalmente minha! – disse nervosa.

Já estávamos na porta de saída. Havia fotógrafos por lá e quando me perceberam ali, os flashes começaram incessantes.

Bia e eu entramos no carro e dei a partida.

— Eu acho que você devia se precipitar… E se você mudar de idéia? – ela perguntou, jogando sua bolsa no banco traseiro.

— Eu não vou mudar de idéia… Não vou voltar atrás. – disse passando a marcha.

Eu não estava certa do quanto de vontade e realidade as palavras que saíam de minha boca eram feitas. Era difícil dizer. Parte de mim odiava Tom, por sua vontade de tirar Petter de mim, mas a outra parte queria o ao meu lado, em minha vida.

Às vezes eu perdia o sono, tornando a grande maioria das minhas noites, mais frias e solitárias. Era a presença do Tom, que me acalentaria, que me confortaria e que, talvez, me traria a tal felicidade, aquela que perdi, quando eu saí daquele maldito Studio.

Eu já havia percebido, que a ausência de Tom, com o tempo, havia se tornado necessidade, aquela que eu nunca quis saciar, aquela que eu nunca desejei e aquela que eu mais queria esquecer, para todo o sempre. Por Petter, por mim e pelo próprio Tom.

*

Podem me xingar, sei que ta pequeno, mas a parte do Tom é enorme, e bem, decisiva!
E então, alguém ai quer ver o lado da "Magoa" do Tom? :]


Última edição por Bia' em Qua Out 05, 2011 10:05 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pah Kaulitz

Fã


Número de Mensagens : 151
Idade : 19
Localização : Humanoid City!
Data de inscrição : 15/06/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?:

MensagemAssunto: Re: O Retorno De C.R. ~ TERMINADA   Ter Out 04, 2011 11:03 pm

Eu quero, eu quero, eu querooooooooooo! kkkkk Bicha má!

Aaa fala sério, esse Tom é um banana! (para não dizer outras coisas)

Posta logo mulheeeeeeeeeeeeeeer!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Andrea Baumann
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 450
Idade : 22
Data de inscrição : 06/12/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: O Retorno De C.R. ~ TERMINADA   Qua Out 05, 2011 5:53 pm

Magoa do tom ?
err eu quero ver sim :p

ela faz muito bem em nao aceitar acordo nenhum e ir em frente com isso,
de forma que o Tom fique arrependido do que está a fazer, e de tudo o que ja a fez.. :x
e que lhe sirva de lição Evil or Very Mad

-------------


"mas espero que fiquem juntos no final, por favor, nao em desilude, e deixa eles ficarem juntos no final vai ?! " +.+
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://andrea-bm.tumblr.com/
Evelyn Kaulitz
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 1040
Idade : 20
Localização : PE
Data de inscrição : 21/05/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Twitter

MensagemAssunto: Re: O Retorno De C.R. ~ TERMINADA   Qua Out 05, 2011 9:13 pm

Continue logo viu? Demorou muito da última vez. Laughing
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://p-a-r-a-d-i-s-e.tumblr.com/
lowkaulitz

Fã


Número de Mensagens : 122
Idade : 20
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 30/06/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?:

MensagemAssunto: Re: O Retorno De C.R. ~ TERMINADA   Qua Out 05, 2011 9:34 pm

Tom você tem problema?? u.u Idiota rum!
Não tem mais nada a dizer apenas que está demais e continueeeeeeeeeee!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Streetwalker
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 543
Localização : Humanoid City
Data de inscrição : 03/05/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: O Retorno De C.R. ~ TERMINADA   Qua Out 05, 2011 9:53 pm

Nhaa, vim aqui trazer a continuação, como prometido!
Sim, a partir de hoje, tentarei cumprir minhas promessas ;p
TENTAREI KKKKKKKKKKKKKKKKK'
Bom, sem mais delongas, recadinhos e depois, cai no mundinho do Tom.

Pah: *-*
HAUSHASUHSUH' Tom, seu bobo!
pode deixar marida, aqui vai a continuação!

Andrea: é, essa parte é, reveladora, ou não HAUHSAUSH'
Ah, com certeza blume, fala sério!
Se eu estivesse no lugar dela, faria o mesmo!
HAUSHUSHSUH'
Pra saber, terá de ler! u_u' HAUSHAUH'

Eve: Sim sim, menina!
Mals ter demorado Sad

Low: HAUSHASUHSUH' Ah Low, o Tom é assim mesmo! KKK'
*-*
Ok girl *.*

Bom, lá vai, a parte narrada pelo Tom, da subdivisão "Magoa".


Por Tom

Quando chegamos em casa, subi direto pro meu quarto. Eu queria ficar sozinho, pensar em tudo que tinha acontecido tomar um bom banho e tentar dormir.

E então fui direto para o meu banho. Enquanto a água quente escorria pelas minhas costas, eu pensava em tudo que já tinha e também o que estava acontecendo.

Aquela tinha sido a primeira vez em que eu considerei quais seriam as conseqüências dos meus atos e/ou escolhas. O que seria dali em diante? O que aconteceria se eu perdesse a causa? E se eu ganhasse?

Em ambas as possibilidades, o que eu queria não se concretizaria. Caroline não estaria comigo, nunca mais. Nem por todo o arrependimento que um dia talvez eu demonstrasse, nem por todo o tempo, que eu sei que nunca seria o suficiente pra ela mudar sua concepção sobre mim e nem por todo o sentimento que eu ainda preservava em mim.

Desliguei o chuveiro e enrolei a toalha branca em meus quadris.

Sai do banheiro e sentei-me na cama, encarando a bela vista que eu tinha da janela.

De repente bateram a porta.

— Tom? – era a voz da minha mãe.

— O que foi? – perguntei me secando.

— Eu vim te chamar pra jantar… Ta tudo bem? Eu posso entrar?

— Espera ai! – eu disse colocando uma boxer preta e um short jeans. — Pode entrar!

Ela entrou, encostou a porta e sentou na cama.

— Tom… Você tem certeza do que está fazendo? – perguntou sem rodeios, enquanto eu estava de cotas pra ela, vestindo uma regata branca.

— Tenho, não é complicado… É só uma regata! – disse sorrindo largo, sentando ao lado dela.

— Faz diferença, mãe? Eu estou fazendo o que eu considero certo e… Por que a preocupação com isso?

— Sim, faz toda a diferença… E não, você não está fazendo o que considera certo, está agindo pelo desespero, esse que não vai ajudar em nada… E quem ouve você dizer, pensa que nem ligo pra você… eu me importo porque sou sua mãe, você é muito importante pra mim, meu filho e… Eu me imagino no lugar da moça!

— Ah, mãe! – disse em tom cansado, mas ela me interrompeu.

— Tom, não é assim que as coisas funcionam, não é assim que vão se resolver! Imagina como ela deve estar se sentindo!

— Do mesmo jeito que eu me senti, quando descobri que era pai e que ela tinha escondido isso de mim… Ta bem… Essa coisa de ser pai nunca foi um dos meus planos, mas ela não tinha o direito de me privar disso… Mãe, ele é meu filho e ela o escondeu de mim!

— Mas Tom, não se deve pagar na mesma moeda! Ela errou, nós já sabemos disso, mas por que você deve agir como ela?

— Pensa que é pra a fazer passar pelo o que eu passei? Pra fazê-la sentir o que eu senti? Não mãe, não é isso que eu quero… É muito diferente…

— Então me explica, porque é isso que está parecendo… Filho… Coloque-se no lugar dela!

— Eu já estive no lugar dela, mãe… Eu sei como é!

— E então por que ainda quer que ela passe por isso?

— Pra ver se ela me entende pelo menos… Talvez ela sinta o desespero, o arrependimento, a solidão… Mãe… Eu… Era a minha única saída! – eu dizia já desesperado. Ela sorriu apenas com os lábios e acariciou minhas tranças.

— Meu bem… Nunca é tarde pra se arrepender e ser perdoado, mas pensa como vai ser difícil, se você continuar… Eu não estou aqui para defendê-la, estou aqui pelo bem dos dois e do meu neto! Filho… Se você ainda gosta dela e acha que ela é especial, mostre isso a ela.

— Talvez seja tarde pra nós, mãe… E, eu… Tenho muitas dúvidas… Por que ela começou com tudo isso? Por que não me deixou ser pai? Eu não entendo.

— Talvez ela estivesse com medo… Medo de você negar o filho, ou negá-la. Ou ela só quisesse atenção, uma preocupação da sua parte…

— Mas eu fiquei preocupado e ansioso… Foi ela quem me deixou… Nem notícia mandou-me!

— Como ela poderia saber que você a esperava? Você não a procurou… Assim como ela não procurou por você!

— Ainda é difícil de entender!

— Porque, talvez seja realmente isso… Você só precisa ouvir da boa dela!

— Mãe… Eu sou um idiota… – disse deitando minha cabeça no colo dela. — E o que eu faço agora? – perguntei recebendo os carinhos dela.

— Haja com o coração meu bem… A razão, ou o bom senso, que você pensa que está usando, pode ficar pra depois! – ela disse sorrindo docemente.

— Obrigado mãe! – disse e ela se levantou devagar.

— Você vem jantar? – perguntou como se já soubesse a resposta.

Balancei a cabeça em sinal negativo. Ela sorriu apenas com os lábios, dei-me um leve beijo na testa e saiu do quarto.

Deitei-me na cama e fiquei encarando o nada.

E se minha mãe estivesse certa? E se eu ainda tivesse chances? Tivesse tempo? Tivesse coragem?

Pensando em como agir e em tudo que me atormentava, acabei cochilando.

Acordei com um leve barulho da porta se abrindo. Passos ecoando levemente e alguém se aproximou da cama onde eu estava. Fechei os olhos e fingi estar dormindo. A pessoa acariciou meus cabelos e então um pequeno estalo soou sobre o criado-mudo. Em seguida novos passos e o barulho da porta se fechando.

Abri os olhos devagar e encarei a parede. Percebi que o abajur iluminava parte do quarto. Virei e vi que sobre o criado-mudo estava um prato com waffles e um grande copo de leite com chocolate.

Bill. Foi ele. Ele sabia que na maioria das noites eu fazia um lanche, mas naquele dia eu estava incrivelmente faminto, por conta do jantar que eu não quis. Meu estomago roncou e algo me dizia que aquela não era a primeira vez naquele dia.

Fiquei encarando a porta e então comecei a comer. Estavam ótimos. Doces na medida certa. Mas, mesmo assim, não tirava o terrível amargo que estava instalado em minha boca. Acho que aquele era o gosto do arrependimento e do medo.

*


Alguém quer ver a subdivisão "Decreto"? :]
Voltar ao Topo Ir em baixo
lowkaulitz

Fã


Número de Mensagens : 122
Idade : 20
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 30/06/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?:

MensagemAssunto: Re: O Retorno De C.R. ~ TERMINADA   Qua Out 05, 2011 9:55 pm

Nossa, como eu amo a Sissi *0*
Só ela para colocar uma luz na cabeça oca do Tom owt!
amei demais serio, você é perfeita mulheeeer, continuuuuuuuuuuuuuua!
Voltar ao Topo Ir em baixo
LavinyBkauTkauGG
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 524
Idade : 20
Localização : Onde judas perdeu o par DIREITO das botas
Data de inscrição : 08/10/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Outro

MensagemAssunto: Re: O Retorno De C.R. ~ TERMINADA   Qui Out 06, 2011 5:55 pm


haha pessoinha eu sei q nun deveria demorar pra vim aqui ler mais fiquei sem net ai to lendo as paradas hoje
O mein gott nossa amei esse capítulo ea conversa do Tom com a
Mamis dele muito perfeitinha serio msm amei continue amor
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pah Kaulitz

Fã


Número de Mensagens : 151
Idade : 19
Localização : Humanoid City!
Data de inscrição : 15/06/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?:

MensagemAssunto: Re: O Retorno De C.R. ~ TERMINADA   Qui Out 06, 2011 11:08 pm

Aaah ja disse q meu Bill é perfeito?
Pois vale a pena dizer de novo, ele é PERFEITO!!!!
Aii Liebe, esta ficando cada vez mais perfeita essa one...
continue. :\o\:
Voltar ao Topo Ir em baixo
Evelyn Kaulitz
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 1040
Idade : 20
Localização : PE
Data de inscrição : 21/05/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Twitter

MensagemAssunto: Re: O Retorno De C.R. ~ TERMINADA   Sab Out 08, 2011 6:17 pm

Oh, quanta perfeição!
Continue logo Bia, eu já disse que sou apaixonada por essa fic? HAHA'
Tá tudo tão fofo. Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://p-a-r-a-d-i-s-e.tumblr.com/
Thamiii
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 679
Idade : 20
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/01/2009

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: O Retorno De C.R. ~ TERMINADA   Dom Out 16, 2011 5:34 pm

TOOOOOOOOOOOM ACORDA E DESISTE DE UMA VEZ!
Se você desistir a Carol vai perguntar o porque disso você vai dizer por ela e FIM todos terminam juntos e felizes para sempre. *--*

Carol, eu acho bom você falar com o Tom de boa, se não você apanha. u_u

Bill seu lindo, você sempre fofo... *-*
Ai se eu te pego... Ai Ai...

Está tudo tão, tão lindo. Estou apaixonada por essa 'saga'. Continua liebe! *--*
Mil desculpas pela demora, de verdade!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://in-alcancavel.tumblr.com/
Sara Kaulitz2
Mega Fã
Mega Fã


Número de Mensagens : 1172
Idade : 19
Localização : Humanoid City
Data de inscrição : 22/05/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Site TH BRASIL

MensagemAssunto: Re: O Retorno De C.R. ~ TERMINADA   Dom Out 16, 2011 6:05 pm

Thamiii escreveu:
TOOOOOOOOOOOM ACORDA E DESISTE DE UMA VEZ!
Se você desistir a Carol vai perguntar o porque disso você vai dizer por ela e FIM todos terminam juntos e felizes para sempre. *--*

Carol, eu acho bom você falar com o Tom de boa, se não você apanha. u_u

Bill seu lindo, você sempre fofo... *-*
Ai se eu te pego... Ai Ai...

Está tudo tão, tão lindo. Estou apaixonada por essa 'saga'. Continua liebe! *--*
Mil desculpas pela demora, de verdade!
E eeu como sempre chegando atrasada, ú_u
Enfim, Ah como eu amo a Dona Sissi! *-*
E...Bill! Seempre fofo, Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Andrea Baumann
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 450
Idade : 22
Data de inscrição : 06/12/2010

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: O Retorno De C.R. ~ TERMINADA   Qua Out 26, 2011 5:10 pm

onde está o proximo capitulo em garota ? scratch

posta logo vai, nao aguento mais tempo sem ler sua fic nao menina Neutral
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://andrea-bm.tumblr.com/
Streetwalker
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 543
Localização : Humanoid City
Data de inscrição : 03/05/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: O Retorno De C.R. ~ TERMINADA   Qui Mar 29, 2012 9:53 am

Low: Somos duas, ela é demais *--*
E bota oca nisso kkkk
Obrigada flor (:

Laviny: Ah, não tem problema flor. Com toda a certeza, mas do que a escritora aqui você nunca vai conseguir se ausentar, seria impossível. u.u
Obrigada pelo carinho, fllor!
Pode deixar que hoje terminamos com esse enrola enrola de "O Retorno De C.R.", para alegria de umas e tristeza de outras.

Pah: Bill perfeição em pessoa *-*
Obrigada Pah *--*
É, né, essa enorme one kkkk
Pode deixar que continuo!

Eve: Obrigada, minha menina linda!
Pode deixar flor. E obrigada mais uma vez. *-*

Thamiii: Esses dois são dois bobos, ficam ai fingindo que não se gostam quando o que mais querem é uma família feliz. Pois é, pois é, pois é...
Ah, obrigada flor, de verdade! *-*
Eu te perdoou dessa vez, mas não some mmais, ta? y.y

Sah: Não mais atrasada que eu Rolling Eyes
Aah, ela é demais *-* e o Bill também, tão fofos e compreensivos!


Andrea: Demorei, demorei e demorei, mas finalmente, trouxe o final dessa fic *--*
Espero que vocês curtam e que continuem acompanhando a história de Caroline e Tom, que continua aqui: Apenas O que Todos Querem


Bom, lá vamos nós!


Decreto
E qual será a decisão?

Todos estavam ansiosos. Seria finalmente o dia. O dia que decidiria nossas vidas.

Estávamos no carro, tínhamos acabado de chegar e lá estavam os malditos fotógrafos.

Descemos do carro e com dificuldade rumamos para a sala de audiência.

Entramos e dirigimo-nos até nossos lugares.

Quando me sentei, do lado oposto ao delas, vi os olhos de Caroline sobre mim, num ato ligeiro e impulsivo.

Não demorou muito para a juíza chegar e a sessão começar.

Por Caroline

O meu dia mal tinha começado. Eu mal tinha dormido, apenas fiquei rolando entre os lençóis. Tom aparentava cansaço também e preocupação.

Não passou muito tempo depois de sua chegada e a sessão finalmente teve início.

— Declaro mais uma vez a todos os presentes neste tribunal, que o que está nas mãos da justiça, aqui,
é o bem estar do menor, Petter Raynes Dappher. Então, vamos à decisão. – disse e respirou fundo. Meu coração parecia querer saltar pela boca. — Como juíza responsável pelo julgamento do caso cedido pelo Tribunal Central do Estado De Los Angeles, eu, Anisie Thomas Damon, declaro a guarda do menor… Conjunta, sujeita a mudanças. O responsável da maior parte da guarda, perante a Lei é Caroline Raynes Dappher… – naquele momento senti-me aliviada. Era como se toda a calma do mundo tivesse ao meu redor.

Suspirei, enquanto agradecia a Deus, mentalmente. Algumas lágrimas escorreram por meu rosto lentamente. E então a juíza finalizou:

— Com tudo, o Sr. Kaulitz, terá direito de passar no máximo sete dias mensais com o menor. Esta sessão está encerrada. – e então o martelinho de madeira soou. Ela levantou-se e saiu de lá. Abracei Bia com tanta força, que ela poderia explodir.

— Eu não disse? Conseguiu Carol… – ela disse também chorando. Seus olhos desviaram-se do meu rosto e então eu os segui. A maldita porta, que ficava ao lado do júri, abriu-se lentamente. Ergui-me sobre os saltos, eu teria de manter-me de pé para receber meu filho.

Pude ver os olhos do meu anjo, da minha vida, curiosos, observando toda a sala, até que seu olhar parou sobre mim.

Sorri largamente para ele e então, uma moça bem vestida acompanhou-o até fora daquela sala onde estavam. Percebi que a moça, era Madeleine, a que tinha buscado-o em casa, naquele dia terrível. Ela sorriu e soltou a mãozinha de Petter. Ele correu até mim, agarrou-se aos meus joelhos e os abraçou firmemente.

Ajoelhei-me e o abracei.

— E eu mamãe? Como vou ficar?

— Feliz, meu amor… Agora você vai ficar feliz! – disse e voltei a abraçá-lo.

Por cima dos pequenos ombros de Petter, pude ver Tom, com os olhos marejados.

Por Tom

E lá estavam eles. Como vitorioso de uma guerra, eles estavam felizes, mas, nos olhos de Caroline, ainda era possível ver, certa mágoa.

Eu fingia não perceber meus olhos ardendo por conta do lacrimejamento.

E foi então que a lágrima escorreu. Limpei-a rapidamente, num só movimento.

Caroline ergueu-se e eu também. Petter estava no colo dela, cochichou algo e desceu de seu colo. Ele me olhava receoso, enquanto caminhava devagar até mim.

Até que ele parou em minha frente e ficou me encarando. Estivou os bracinhos para cima, direcionando-os para mim e então o abracei forte. Aquele era o meu garoto, ali comigo. Meu menino, meu pequeno. Ele significava tanto pra mim. Eu agradecia por ele existir, pois ele fez-me crescer, como pessoa, amadurecer e entender certas coisas que há até poucos dias eu não entendia.

Direcionei meus olhos para cima e lá estava Caroline, me olhando com olhar meigo e triste.

Petter acariciou meu rosto e sorriu. Ele voltou para os braços de Caroline. Ela olhou pra mim com olhos lacrimejados também.

— Depois marcamos os dias para você buscá-lo, ok? – ela disse carregando-o no colo mais uma vez.

Apenas acenei que sim e fiquei vendo-a deixar o tribunal.

Minha mãe, Bill, os Gs e Gordon, se aproximaram de mim. Seguimos até a porta, foi quando Bill comentou:

— Viu? Já conseguiu ser pai… – disse alegre!

— É, mas você sabe que não era assim que eu queria que fosse! – eu disse pensativo.

— É, mas nunca é tarde pra correr atrás dos nossos sonhos, Tom! – cochichou e me abraçou.

Eu queria que ele estivesse certo, eu queria fazer parte daquela família, como pai constante e como marido também. Eu nunca pensei um dia que pensaria ou falaria uma coisa dessas, mas estar nessa família é o que mais quero. Ter meu filho 24 horas por dia e ter Caroline comigo, por quanto tempo podermos ficar juntos, mas quem disse que é isso que ela quer? Ou que isso é o certo a se fazer?



Por Caroline:


Fraqueza
Conversa de igual pra igual?

— Ah é, você sabe… Eu liguei pra ela e disse o acontecido… Claro que ela ficou super brava por eu não ter contado a ela antes, mas você sabe…

— Você não ia deixar ela preocupada, ela nem pode vir pra cá agora… Agora que a carreira dela ta ingressando! Só ia atrapalhar! Mas no fim das contas ela entendeu? – Bia perguntou do outro lado da linha.

— Ah, você sabe como é a Palloma, no começo ela ficou nervosa, mas ela me entendeu sim! – disse colocando a tigela com massa de bolo de chocolate em cima da mesa. De repente Petter passou correndo e pegou a tigela.

— Petter, volta aqui! – gritei pra ele que correu para a pequena salinha. — Petter!

Eu ouvia as gargalhadas dele ecoando alto.

— Bia, eu tenho que desligar porque o Petter ta aprontando aqui! Ligo-te depois!

— Ok… Sorte! – ela respondeu e desligamos.

— Petter… Vem aqui! Trás essa tigela pra mim, menino! – eu dizia procurando-o pela casa.

Então ele saiu de um dos quartos e eu o puxei para que não corresse. A tigela veio de encontro com meu avental, sujando-me, até que escorreguei no chão. Petter gargalhava histericamente. Peguei a massa que estava em mim e passei em todo o rosto dele, que ria ainda mais. E então ele pegou a massa que sobrava na tigela e passou por todo o meu rosto.

De repente a campainha soou. Petter e eu nos encaramos assustados e então rimos. Levantei-me e me dirigi até a porta. Ao abri-la, a surpresa foi inevitável. Era Tom, estava ali em minha frente e eu naquele estado deplorável.

Por Tom:

Senti meus lábios se abrirem involuntariamente ao me deparar com ela, depois de quase uma semana e meia, depois da audiência final. Logo percebi que ela estava toda suja de algo que parecia massa de bolo.

Petter apareceu e entregou-a um pano de prato.

— Obrigada! – agradeceu e limpou o rosto, em seguida limpou o dele.

— Bom… É… Vim falar sobre os dias que… Ele deve ficar comigo! – pronunciei-me. — Achei que eu não deveria resolver por telefone… Tem problema? – perguntei.

— Não… Nenhum… Pode entrar! – ela disse dando passagem e em seguida fechou a porta. — Desculpa o mau jeito… Petter aprontou hoje! – ela disse tirando o avental e levando até a cozinha, que dava para ser vista da poltrona da sala, que era onde eu estava.

Petter se aproximou de mim, sorrindo de um jeito sapeca.

— O que você fez? – perguntei baixinho, sorrindo pra ele.

— Roubei a tigela de massa de bolo e quando ela me encontrou, tudo caiu acidentalmente nela! – ele disse levantando as sobrancelhas, como se fosse um segredo muito animador. Acidentalmente?! Que menino inteligente, eu nem sabia falar essa palavra quando tinha a idade dele e muito menos o significado dela. Esse garoto puxou a mãe.

— Acidentalmente? Mesmo? – perguntei.

— Só um pouquinho! – sorriu malandro.

Caroline voltou da cozinha, se aproximou de nós, sem o avental. Ela vestia uma blusa branca com desenhos em prata, desenhos abstratos e mangas altas, um pouco estufadas, uma calça jeans preta e um salto bege meia pata. Ela estava simples, sem muita maquiagem e nada de bijuterias. Simples e perfeita.

— Já sabe, não é? Coloca essas roupas no cesto e banho! – disse passando um papel toalha no rosto de Petter.

— Mas mãe, eu já to limpo!

— Nem vem com essa Petter… Você brincou o dia todo e já são mais de 16h40min. Vai logo!

— Ta… Então pode ser banho de banheira?

— Pode sim… Daqui a pouco eu coloco a água pra você… Agora vai escolher sua roupa e coloca essas pra lavar! – disse sentando no sofá, em minha frente.

Petter saiu gingando. De primeira vista achei engraçado, mas parecia tão comum pra ele.

— É… Eu não quero atrapalhar, por isso, acho melhor você escolher a semana… – eu disse meio receoso. Ela pareceu um pouco surpresa, mas não demorou muito pra responder.

— Ah… É… Agora não quer atrapalhar! – comentou baixo e sorriu debochadamente. Aquela frase fez um nó em minha garganta. Eu não tinha como responder, não queria discutir com ela. Então ela suspirou pesadamente e caminhou até a viga da lateral da cozinha. — A semana do dia 07, ta bom pra você? – perguntou olhando o calendário que estava preso na viga.

— Sim… Ta! – eu disse pensando em me levantar, mas minhas pernas não obedeciam.

— Então, tudo certo… Vem buscá-lo na semana do dia 07… Mas pensa bem hein? Não vai roubar ele de mim! – debochou de novo.

— Chega! – disse nervoso. Eu não aguentava mais o tom sarcástico em sua voz. Eu falaria mais, mas Petter chamou-a para ajudá-lo

Ela me olhou relutante e subiu as escadas.

Eu fiquei pensando no que faria. Eu não poderia levantar e ir embora, mas também não poderia me jogar de joelhos no chão e pedir perdão pelo meu modo de agir… Mas mesmo com essa resistência, algo me dizia que deveria me desculpar, por algo que eu desconhecia, mas sim, eu devia ser desculpado.

Logo ela já estava descendo. Olhou-me orgulhosa e então se aproximou do sofá.

— Bom… Já resolvemos… Eu já vou! – disse me levantando. Eu tinha me contentar com a realidade, Caroline me entenderia ou me desculparia pelo passado e apesar dela não estar totalmente certa em suas ações, eu nunca poderia voltar aquele tempo em que nos conhecemos, porque ela não aceitaria. Finalizei:

— Até semana do dia 07! – disse, andando até a porta.

— Tom… – ouvi aquela voz me chamar. Eu não sabia se era real, afinal aquela não seria a primeira vez que eu imaginaria Caroline chamando por mim.

Virei-me para trás e ela me olhava esperançosa.

— É… Espera o Petter sair do banho, pra se despedir! – “Tom, fica!”, foi o que eu entendi nas entrelinhas. — Ele gosta muito de você! – “Eu gosto muito de você!”. Já chega Tom!

— Que decepção pra você, não é? – ataquei. Mas que merda você ta fazendo, Tom?

— Na verdade não… Eu não fiz de tudo para ele te odiar se é o que você pensa… Ele merece ter um pai de verdade… Sempre mereceu, e pra mim você não era o ideal, por isso fiz o que fiz e quando você veio atrás de nós, eu não fiquei colocando caraminholas na cabeça dele, por que… Ele precisa de pais unidos, ou que ao menos, se aturem! – e sorriu sem graça. Céus! Como eu sentia falta do sorriso dela.

— Tem razão! – concordei e segui-a até a cozinha.

— Aceita algo pra beber? – perguntou abrindo a geladeira.

— Não, obrigado! – respondi sentando-me numa cadeira qualquer. Ela pegou uma garrafa d’água e bebeu. Fechou a geladeira e colocou a garrafa sobre o balcão.

— É… Eu não fui muito gentil… Como tem passado?

— Ah, bem… Eu acho! – disse sem importância. — E você?

— Ah, vou bem… Estou de emprego novo… Eu não consegui fazer certo trabalho e então meu cargo naquela empresa afundou legal!

— E no que trabalha agora?

— Escritora… De um blog jornalístico… Não adianta fugir, está no meu sangue e sou uma espécie de comentarista. O salário não é ruim e eu tenho mais tempo para o Petter… E os seus shows?

— Ah, estão indo super bem… No meio desse mês vamos fazer uma apresentação no Super Ball!

— Olha que chique! Ouvi dizer que dizer que pessoas até morrem para fazer a abertura desse evento…

— E não é?! O Bill teve que dar umas sapatadas em alguns enxeridos. – e rimos.

— Por falar em Bill e ele, como vai? E os outros dois?

— Ah, vão bem, e o Bill vai bem também, na medida do possível… Como sempre… – eu ia terminar, quando ela disse:

— Für Immer Alleine! – e riu. Surpreendi-me. Ela até que falava bem.

— É exatamente… – disse e o assunto acabou. — E aquela sua adorável advogada? – perguntei sem
pensar. Que bobagem perguntar daquela mala intrometida.

— Ah, a Bia? Ta bem… Amando-te cada vez mais! – disse irônica. Rimos.

— Ah, assim como eu! – disse e ri sozinho.

O assunto sumiu mais uma vez e então, me segurei e fiz a seguinte pergunta:

— E o coração? – que pergunta idiota. Além do mais, é da sua conta? Aff Tom, você é um imbecil, besta quadrada.

— Está batendo, graças a Deus! – ela disse e gargalhou. Toma trouxa. Sorri sem graça. — Não deve estar tão cheio quanto o seu! – finalizou com tom inocente. Isso foi uma indireta?

— Ah, que nada… Então o seu está super mal… – Puta que pariu. To só falando merda. To parecendo o Bill.

Ela riu e então Petter gritou, pedindo a toalha.

Ela saiu e demorou um tempo por lá.

Voltou com Petter já vestido. Aproximou-se de mim e sorriu.

— Olha que gatão… Deve arrasar as menininhas por ai! – eu disse sorrindo orgulhoso. Ele sorriu mais uma vez e Caroline torceu os lábios, segurando um sorriso.

— Você já estuda?

— Não… Só fico na creche, às vezes!

— Ficava! – disse Caroline.

— É, ficava… Quando aquele moço alto vinha te buscar! – disse Petter com um sorrisinho sacana. Caramba, esse moleque é demais.

Caroline pareceu indignada.

— Quem? Moço alto? – perguntou já ficando vermelha de vergonha.

— Aquele lá… Matt, não é? – disse Petter, deixando Caroline sem ação.

— Meu filho, vai pegar seu pente e o gel de cabelo, vai!

— Mas mamãe, eu já… – ela começou a apertar as bochechas dele.

— Coisinha fofa da mamãe, não me faça dizer duas vezes! – disse ela com os dentes cerrados, enquanto o empurrava para a escada. Ele a olhou injuriado e saiu resmungando. Ela se virou pra mim sorrindo sem graça.

— Que bom que nesse tempo tão curto, você encontrou alguém… – eu disse em tom irônico. Espero que pra ela, aquela frase não tenha soado ridícula e infantil, quanto soou pra mim.

— Ah é claro… Assim como você não perdeu tempo, mas eu entendo… A Ria é realmente linda! – ela disse girando a garrafa que estava sobre a mesa. Sorri ironicamente. Toda aquela cena parecia ciúmes.

— A mídia inventa coisas que não existem… Eu e a Ria somos apenas amigos, não que… – aproveitei para atiçar. — ela não tivesse tentado, mas… Não tivemos nada! – eu disse em tom orgulhoso.

— E alguém aqui perguntou?– ela disse parecendo nervosa. Engoli em seco. Ela realmente parecia uma fera. Respirei fundo. Talvez eu tivesse me enganado em ter ido atrás dela.

Levantei-me da cadeira e coloquei o para frente.

— Então eu… Vou! – disse virando-lhe as costas.

Pensei diversas vezes. Eu não poderia desistir, não poderia desistir dela. Mas já que ela parecia melhor sem mim, eu tentaria ficar melhor sem ela. Ela se tornaria, mais do que nunca, alguém que estaria presente sempre em minha memória. Além de mãe do meu filho, e razão dos meus sentimentos mais estranhos e intensos, ela seria parte de mim, parte do meu passado, o qual eu faria ficar mais destacado ainda em mim. Ela estava relutante, mas não era impossível. Naquele momento, uma frase pairou em minha mente. “Nada que é bom, vem fácil!”. E a frase estava certa. Caroline não se jogaria em meus braços depois de tudo que aconteceu. Eu me desculpando ou não, ela sentindo alo por mim ou não, pelo mesmo motivo que eu não me jogaria de joelhos em sua frente. Orgulho. Mas tem uma hora, em que temos que deixar o orgulho de lado e correr do que queremos e precisamos ter se não os perdemos, e eu não a perderia, nunca mais. Eu, pelo menos, tentaria tê-la de volta, mas nunca, desistiria dela, sem tentar.

E então me virei para ela mais uma vez. Ela estava de costas pra mim e mesmo assim parecia triste ou desanimada. Seus movimentos eram calculados e sem vida. Caminhei até ela rapidamente, virando seu corpo para ficar de frente para o meu.

Segurei seu rosto entre minhas mãos e beijei-a sem pensar. Beijei-a como nunca antes. Ali, estava concentrado, o desejo, a saudade, a necessidade, as desculpas não pronunciadas para ela. Tudo que senti, em todos esses anos.

De inicio ela parecia surpresa, em seguida resistiu, dando leves e manhosas batidinhas em meu tórax, mas por fim entregou-se ao beijo, de uma maneira que eu nunca pensei que ela o faria.

Ao fim, afastamo-nos lentamente e nos encaramos com expressão que eu não conseguia entender.

Quando eu estava prestes a falar, algo que nem mesmo eu me lembro, a voz de Petter interrompeu meus pensamentos.

— Isso foi… – ele começou falando alto. — A coisa mais nojenta que eu já vi, mas… Se vocês estão felizes, ou juntos, por mim tudo bem! – e abriu um grande sorriso.

Olhei para Caroline e seus olhos brilhavam, enquanto ela ria de Petter, olhando pra mim.

Ela estendeu os braços pra ele, que correu ate nós e abraçou nossas pernas.

— E então… Estão juntos ou não estão? – questionou curioso.

Caroline acariciou os cabelos dele e olhou para mim. Dei-lhe um leve selinho e disse:

— Acho que sempre estivemos! Primeiro, por você e depois por nós mesmos… Eu não sei se com ela foi assim, mas quando eu não estava com a sua mamãe, pensava nela o dia todo e pra mim isso é estar junto e mesmo que eu não tenha certeza de como as coisas vão fluir daqui pra frente, eu espero que tudo se endireite de uma maneira que faça sua mamãe, seu papai e você, feliz.

— E, essa sua pergunta, só o tempo vai responder! – disse Caroline, que em seguida olhou pra mim, sorrindo docemente, com os lábios levemente curvados e olhos cerrados.

E então ali se concretizou o incerto, mas a única certeza que eu precisava eu tinha. Eu os queria comigo e faria de tudo para isso e além de ter perdido tempo demais longe deles, eu havia percebido que eu estava finalmente na hora de colocar minha vida em dia, minha alegria em dia, com muita alegria e com a companhia de quem me faz bem. Era de hora de fazer de tudo que eu tenho algo que realmente valesse à pena.

E fim!
Fim?
Voltar ao Topo Ir em baixo
lowkaulitz

Fã


Número de Mensagens : 122
Idade : 20
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 30/06/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?:

MensagemAssunto: Re: O Retorno De C.R. ~ TERMINADA   Sex Mar 30, 2012 2:05 pm

Óh Deus, demorou mas ficou ótimo *-*
Finalmente os dois juntos, e o Petter sempre ajudando.. pefeito demais.
Obrigada por essa linda fic, você fez um ótimo trabalho Blume. Essa fic me arrancou muitas risadas, ódizinho e sorrisos bobos e olhos brilhantes como sempre, você me ajuda muito a querer continuar.
Liebe Dich, sehr sehr meine Blume.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pah Kaulitz

Fã


Número de Mensagens : 151
Idade : 19
Localização : Humanoid City!
Data de inscrição : 15/06/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?:

MensagemAssunto: Re: O Retorno De C.R. ~ TERMINADA   Qua Maio 02, 2012 11:29 pm

Uoooooou, ficou perfeito!
Como tu consegue mulher?
Cara, como o Petter é incrível!
Meus Parabéns amor, ficou mais do que perfeito, bem mais.
Minha pequena J.K. Rowling!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Streetwalker
Big Fã
Big Fã


Número de Mensagens : 543
Localização : Humanoid City
Data de inscrição : 03/05/2011

Minha ficha
Como conheceu o fórum?: Buscador

MensagemAssunto: Re: O Retorno De C.R. ~ TERMINADA   Qui Maio 03, 2012 4:45 pm

lowkaulitz: Oh, obrigada! Ah, que isso Low, foi nada. Não posso dizer que foi fácil escrever e pans ~sabe como a preguiça me atenta~ mas foi um enorme prazer desenvolver essa fase da história, que embora não esteja finalizada, O FIM ESTÁ PRÓXIMO kkkkk Eu fico muito muito muito contente de saber que você gostou. E... Eei... Não conta a ninguém ta?! Mas o propósito dessa fanfic, foi justamente te animar a continuar a lutar pelos SEUS sonhos! É isso ai blume, nos vemos em Apenas o que todos querem, né? Küsse!

Pah Kaulitz: Obrigada! É, você não é a unica super fã de Petter Raynes, acho que futuramente ele terá muitas, mas agora, apenas três na lista, para alguém que ainda não está aqui, é uma vantagem muito grande kkkk Agradeço mais uma vez Pah, e obrigada a você que leu (:

Bom, àquelas (es) que leram, que não leram, que leram e comentaram, ou que leram e não comentaram, agradaria-me muito se as encontrasse no aniversário de Petter. Isso mesmo, estão todas convidadas (os) a comparecer nessa humilde comemoração que terá na casa da Caroline. Quer ir? Clique aqui!
Te vejo por lá hein?!
Beijo, fofas!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: O Retorno De C.R. ~ TERMINADA   Hoje à(s) 7:33 am

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O Retorno De C.R. ~ TERMINADA
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 3 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Retorno em fone de ouvido
» O que ouvir nos fones de retorno?
» Caixas de retorno de palco.
» [JYP] Sunmi, ex-integrante do Wonder Girls, fará retorno solo.
» Atraso no retorno.

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
TH BRASIL OFICIAL - Fórum :: Fan Stuff :: FanFics :: One Shots-
Ir para: